Comentário ao Salmo 12 – Santo Agostinho

0 comentário

1 1“Para o fim. Salmo de Davi. Cristo é o fim da lei, para justificar todo aquele que crê” (Rm 10,4). “Até quando, Senhor, me esquecerás completamente?” Quer dizer, até quando adias conceder-me o conhecimento espiritual de Cristo, Sabedoria de Deus e fim genuíno de todos os anseios da alma? “Até quando me esconderás a tua face?” Como Deus não esquece, também não esconde o rosto, mas a Escritura fala a nossa maneira. Diz-se que Deus esconde o rosto, quando não transmite o conhecimento de si à alma, que ainda não purificou o olhar da mente.

2 2“Por quanto tempo ainda há de deliberar a minha alma?” De deliberação precisa-se na adversidade. “Por quanto tempo ainda há de deliberar a minha alma?” equivaleria à pergunta: Até quando me acharei em adversidade? Ou então seria resposta, com o seguinte sentido: Senhor, esquecer-me-ás completamente e esconderás de mim a tua face, enquanto deliberar a minha alma. A não ser que alguém delibere consigo mesmo a fim de praticar perfeitamente a misericórida, Deus não o encaminhará para o fim, nem lhe dará de si conhecimento pleno, no face a face. “A dor no coração todo dia?” Subentende-se: Até quando terei? “Todo dia”, porém, siginifica continuação, de sorte que “dia” substitui o termo tempo. Quem quiser escapar ao tempo, terá a dor no coração, desejando subir aos bens eternos e não ter mais de suportar o tempo a que os homens estão sujeitos.

3 3“Até quando prevalecerá contra mim o inimigo?” isto é, o diabo, ou o hábito carnal.

4 4“Olha-me, ouve-me, Senhor meu Deus. Olha-me” relaciona-se com a frase: “Até quando me esconderás a tua face?” “Ouve-me” com: “Até quando esquecer-me-ás completamente? Ilumina os meus olhos, a fim de que não adormeça em sono mortal”. Trata-se dos olhos do coração. Não se fechem eles em culpa deleitável e pecaminosa.

5 5“Não diga alguma vez o inimigo: Suplantei-o”. É temível o ataque do diabo. “Exultarão meus opressores, se eu ficar abalado”. São o diabo e seus anjos. Eles não puderam exultar por causa de Jó, varão justo, ao ser atormentado, porque ele não se abalou (Jó 1,22), isto é, não se apartou da firmeza da fé.

6 6“Eu, porém, esperei em tua misericórdia”. Não atribua o homem a si mesmo o fato de não se abalar e permanecer firme no Senhor. Não aconteça que, gloriando-se de não ter sido abalado, sacuda-o a soberba. “Meu coração se alegrará por causa de tua salvação”, Cristo, Sabedoria de Deus. “Cantarei ao Senhor que me encheu de bens”, bens espirituais, não pertencentes ao dia dos homens. “E salmodiarei ao nome do Senhor o Altíssimo”, isto é, darei graças com alegria e viverei no corpo de maneira bem ordenada. Tal é o canto espiritual da alma. Se aqui existe diferença ponderável, “cantarei” será de coração, e “salmodiarei” ao Senhor com obras, a ele, o único que as vê. “Ao nome do Senhor”, porém, que se manifesta aos homens, sendo útil a nós, não a si mesmo.

Extraído do Comentário aos Salmos (Enarrationes in psalmos), de Santo Agostinho, vol.1.

Categorias

Comments

  1. MARIA CRISTINA CATALDI CILENTO disse:

    Salmo 12: Ilumina meus olhos, para que eu não adormeça na morte. Súplica de uma pessoa perseguida ou em perigo de morte. Diz-se que Deus esconde o rosto, quando não transmite o conhecimento de si à alma, que ainda não purificou o olhar da mente. Este salmo não deixa de ser uma lamentação coletiva, seguido de uma suplica de intervenção divina.

    . El salmista termina expresando su confianza en la
    palabra y omnipotencia divinas. Los autores no están concordes al
    determinar si el salmista habla en

    2-3: As perguntas insistentes mostram a impaciência de quem se encontra mergulhadas no sofrimento. A impressão é de que Deus é indiferente. Quem quiser escapar ao tempo, terá a dor no coração, desejando subir aos bens etenos e não mais ter de suportar o tempo a que os homens estão sujeitos.
    As palavras e promessas dos dirigentes da sociedade procuras enganar os seus próximos, com relações falsas.
    O Salmista pessimista, diz que não há piedosos e nem fieis, ou seja, pessoas que seguem a Lei de Deus.
    4-5: Se Deus não salvar o justo, o próprio nome de Deus ficará comprometido diante desse fracasso. E o injusto se alegrará cantando a vitória.
    6: Neste versículo o Salmista faz uma declaração de confiança que a pessoa já foi atendida ou acredita que brevemente o será. Termina expressando sua confiança na palavra divina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *