Vésperas do III Domingo da Páscoa

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Às núpcias do Cordeiro
em brancas vestes vamos.
Transposto o mar Vermelho,
ao Cristo Rei cantamos.

Por nós no altar da cruz
seu corpo ofereceu.
Bebendo deste sangue,
nascemos para Deus.

Seu sangue em nossas portas
afasta o anjo irado.
Das mãos dum rei injusto
seu povo é libertado.

O Cristo, nossa Páscoa,
morreu como um Cordeiro.
Seu corpo é nossa oferta,
Pão vivo e verdadeiro.

Ó vítima verdadeira,
do inferno a porta abris,
livrais o povo escravo,
dais vida ao infeliz.

Da morte o Cristo volta,
a vida é seu troféu.
O inferno traz cativo
e a todos abre o céu.

Jesus, Pascal Cordeiro,
em vós se alegra o povo,
que, livre pela graça,
em vós nasceu de novo.

A glória seja ao Cristo
da morte vencedor.
Ao Pai e ao Santo Espírito
o nosso igual louvor.

Salmodia

Ant. 1 A glória do Senhor vai além dos altos céus
mas levanta da poeira o indigente, aleluia.

Salmo 112(113)

O nome do Senhor é digno de louvor

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).

1 Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *
louvai, louvai o nome do Senhor!
2 Bendito seja o nome do Senhor, *
agora e por toda a eternidade!
3 Do nascer do sol até o seu ocaso, *
louvado seja o nome do Senhor!

4 O Senhor está acima das nações, *
sua glória vai além dos altos céus.
=5 Quem pode comparar-se ao nosso Deus, †
ao Senhor, que no alto céu temo seu trono *
6 e se inclina para olhar o céu e a terra?

7 Levanta da poeira o indigente *
e do lixo ele retira o pobrezinho,
8 para fazê-lo assentar-se com os nobres, *
assentar-se com os nobres do seu povo.
9 Faz a estéril, mãe feliz em sua casa, *
vivendo rodeada de seus filhos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A glória do Senhor vai além dos altos céus
mas levanta da poeira o indigente, aleluia.

Ant. 2 Vós quebrastes, ó Senhor, minhas cadeias,
por isso oferto um sacrifício de louvor. Aleluia.

Salmo 115(116 B)

Ação de graças no templo

Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor(Hb 13,15).

10 Guardei a minha fé, mesmo dizendo: *
‘É demais o sofrimento em minha vida!’
11 Confiei, quando dizia na aflição: *
‘Todo homem é mentiroso! Todo homem!’

12 Que poderei retribuir ao Senhor Deus *
por tudo aquilo que ele fez em meu favor?
13 Elevo o cálice da minha salvação, *
invocando o nome santo do Senhor.
14 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido.

15 É sentida por demais pelo Senhor *
a morte de seus santos, seus amigos.
=16 Eis que sou o vosso servo, ó Senhor, †
vosso servo que nasceu de vossa serva; *
mas me quebrastes os grilhões da escravidão!

17 Por isso oferto um sacrifício de louvor, *
invocando o nome santo do Senhor.
18 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido;
19 nos átrios da casa do Senhor, *
em teu meio, ó cidade de Sião!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Vós quebrastes, ó Senhor, minhas cadeias,
por isso oferto um sacrifício de louvor. Aleluia.

Ant. 3 Embora fosse o próprio Filho,
aprendeu a obediência através do sofrimento
e tornou-se, para aqueles que o seguem,
uma fonte de eterna salvação. Aleluia.

Cântico Fl 2,6-11

Cristo, o Servo de Deus

=6 Embora fosse de divina condição, †
Cristo Jesus não se apegou ciosamente *
a ser igual em natureza a Deus Pai.

(R. Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!)

=7 Porém esvaziou-se de sua glória †
e assumiu a condição de um escravo, *
fazendo-se aos homens semelhante. (R.)

= Reconhecido exteriormente como homem, †
8 humilhou-se, obedecendo até à morte, *
até à morte humilhante numa cruz. (R.)

=9 Por isso Deus o exaltou sobremaneira †
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime, *
e elevado muito acima de outro nome. (R.)

=10 Para que perante o nome de Jesus †
se dobre reverente todo joelho, *
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos. (R.)

=11 E toda língua reconheça, confessando, †
para a glória de Deus Pai e seu louvor: *
‘Na verdade Jesus Cristo é o Senhor!’ (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Embora fosse o próprio Filho,
aprendeu a obediência através do sofrimento
e tornou-se, para aqueles que o seguem,
uma fonte de eterna salvação. Aleluia.

Leitura breve 1Pd 2,9-10

Vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino, a nação santa, o povo que ele conquistou para proclamar as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa. Vós sois aqueles que “antes não eram povo, agora porém são povo de Deus; os que não eram objeto de misericórdia, agora porém alcançaram misericórdia.”

Responsório breve

R. Os discípulos ficaram muito alegres. * Aleluia, aleluia.
R. Os discípulos.
V. Quando viram o Senhor ressuscitado. * Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. Os discípulos.

Cântico evangélico, ant. Jesus aparece no meio dos seus
e lhes diz: Paz a vós! Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Jesus aparece no meio dos seus
e lhes diz: Paz a vós! Aleluia.

Preces

Invoquemos a Cristo Jesus, nossa vida e ressurreição; e digamos com alegre confiança:

R Filho de Deus vivo, protegei o voso povo!

Nós vos pedimos, Senhor, pela santa Igreja católica;
– santificai-a e fortalecei-a, para que estabeleça o vosso reino em todas as nações da terra.
R.

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os doentes, os tristes, os prisioneiros e os exilados;
– dai-lhes conforto e ajuda.
R
Nós vos pedimos, Senhor, pelos que se afastaram de vosos caminhos;
– concedei-lhes a graça do voso perdão, para que recomecem com alegria uma vida nova.
R
Salvador do mundo, que fostes crucificado mas ressuscitastes e haveis de voltar para julgar os vivos e os mortos,
– tende compaixão de nós pecadores.
R
(intenções livres)

Nós vos pedimos, Senhor, por todos os que vivem neste mundo,
– e pelos que dele partiram na esperança da ressureição.
R

Pai nosso.

Oração

Ó Deus, que o vosso povo sempre exulte pela sua renovação espiritual, para que, tendo recuperado agora com alegria a condição de filhos de Deus, espere com plena confiança o dia da ressureição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *