Laudes – Memória de Santa Clara, virgem

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Hino

Com tua lâmpada acesa,
viste chegar o Senhor:
do Esposo sentas-te à mesa,
cheia de graça e esplendor.

Para uma eterna aliança,
põe-te no dedo um anel;
cessam a fé e a esperança:
Belém se torna Betel.

Dá que aprendamos contigo
ter sempre os olhos nos céus:
calcar o mundo inimigo,
buscar a glória de Deus.

Jesus nos dê, por Maria,
que como Mãe te acolheu,
tê-lo na terra por guia,
ao caminhar para o céu.

Ao Pai e ao Espírito glória,
ao Filho o mesmo louvor,
pois virginal é a vitória
da que desposa o Senhor.


Salmodia

Ant. 1 Alegrai vosso servo, Senhor,
pois a vós eu elevo a minh’alma.

Salmo 85(86)

Oração do pobre nas dificuldades

Bendito seja o Deus que nos consola em todas as nossas aflições (2Cor 1,3.4).

1 Inclinai, ó Senhor, vosso ouvido, *
escutai, pois sou pobre e infeliz!
=2 Protegei-me, que sou vosso amigo, †
e salvai vosso servo, meu Deus, *
que espera e confia em vós!

3 Piedade de mim, ó Senhor, *
porque clamo por vós todo o dia!
4 Animai e alegrai vosso servo, *
pois a vós eu elevo a minh’alma.

5 Ó Senhor, vós sois bom e clemente, *
sois perdão para quem vos invoca.
6 Escutai, ó Senhor, minha prece, *
o lamento da minha oração!

7 No meu dia de angústia eu vos chamo, *
porque sei que me haveis de escutar.
8 Não existe entre os deuses nenhum *
que convosco se possa igualar;
– não existe outra obra no mundo *
compavel às vossas, Senhor!

9 As nações que criastes virão *
adorar e louvar vosso nome.
10 Sois tão grande e fazeis maravilhas: *
vós somente sois Deus e Senhor!

11 Ensinai-me os vossos caminhos, *
e na vossa verdade andarei;
– meu coração orientai para vós: *
que respeite, Senhor, vosso nome!

12 Dou-vos graças com toda a minh’alma, *
sem cessar louvarei vosso nome!
13 Vosso amor para mim foi imenso: *
retirai-me do abismo da morte!

=14 Contra mim se levantam soberbos, †
e malvados me querem matar; *
não vos levam em conta, Senhor!

15 Vós, porém, sois clemente e fiel, *
sois amor, paciência e perdão.
=16 Tende pena e olhai para mim! †
Confirmai com vigor vosso servo, *
de vossa serva o filho salvai.

17 Concedei-me um sinal que me prove *
a verdade do vosso amor.
– O inimigo humilhado verá *
que me destes ajuda e consolo.

Ant. Alegrai vosso servo, Senhor,
pois a vós eu elevo a minh’alma.


Ant. 2 Feliz de quem caminha na justiça,
diz a verdade e não engana o semelhante!

Cântico Is 33,13-16

Deus julgará com justiça

A promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe (At 2,39).

13 Vós que estais longe, escutai o que eu fiz! *
Vós que estais perto, conhecei o meu poder!
14 Os pecadores em Sião se apavoraram, *
e abateu-se sobre os ímpios o terror:
– “Quem fica junto do fogo que devora? *
Ou quem de vós suportará a eterna chama?”

15 É aquele que caminha na justiça, *
diz a verdade e não engana o semelhante;
– o que despreza um benefício extorquido *
e recusa um presente que suborna;
– o que fecha o seu ouvido à voz do crime *
e cerra os olhos para o mal não contemplar.

16 Esse homem morará sobre as alturas, *
e seu regio há de ser a rocha firme.
– O seu pão não haverá de lhe faltar, *
e a água lhe será assegurada.

Ant. Feliz de quem caminha na justiça,
diz a verdade e não engana o semelhante!

Ant. 3 Aclamai ao Senhor e nosso Rei!

Salmo 97(98)

Deus, vencedor como juiz

Este salmo significa a primeira vinda do Senhor e a fé de todos os povos (Sto. Atanásio).

1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
porque ele fez progios!
– Sua mão e o seu braço forte e santo *
alcançaram-lhe a vitória.

2 O Senhor fez conhecer a salvação, *
e às nações, sua justiça;
3 recordou o seu amor sempre fiel *
pela casa de Israel.

– Os confins do universo contemplaram *
a salvação do nosso Deus.
4 Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, *
alegrai-vos e exultai!

5 Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa *
e da tara suave!
6 Aclamai, com os clarins e as trombetas, *
ao Senhor, o nosso Rei!

7 Aplauda o mar com todo ser que nele vive, *
o mundo inteiro e toda gente!
8 As montanhas e os rios batam palmas *
e exultem de alegria,

9 na presença do Senhor, pois ele vem, *
vem julgar a terra inteira.
– Julga o universo com justiça *
e as nações com equidade.

Ant. Aclamai ao Senhor e nosso Rei!

Leitura breve Ct 8,7

Águas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo. Se alguém oferecesse todas as riquezas de sua casa para comprar o amor, seria tratado com desprezo.

Responsório breve

R. Senhor, é vossa face que eu procuro.
* Meu coração fala convosco confiante. R. Senhor.
V. Senhor, não me escondais a vossa face! * Meu coração.
Glória ao Pai. R. Senhor.


CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. A virgem prudente entrou para as bodas
e vive com Cristo na glória celeste.
Como o sol, ela brilha entre os coros das virgens.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 
=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 
– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Mostrai-nos, ó Senhor, misericórdia,
recordando a vossa santa Aliança.

Preces

Glorifiquemos a Cristo, esposo e prêmio das virgens; e lhe supliquemos com fé:

R. Jesus, prêmio das virgens, ouvi-nos!

Cristo, amado pelas santas virgens como único Esposo,
– concedei que nada nos separe do vosso amor.

R.

Coroastes Maria, como Rainha das virgens;
– concedei-nos, por sua intercessão, que vos sirvamos sempre de coração puro.

R. .

Por intercessão de vossas servas, que a vós se consagraram de todo o coração para serem santas de corpo e de alma;
– concedei que jamais a instável figura deste mundo nos afaste de vós.

R.

Senhor Jesus, esposo por cuja vinda as virgens prudentes esperaram sem desanimar;
– concedei que vos aguardemos vigilantes na esperança.

R.

Por intercessão de santa Clara, uma das virgens sábias e prudentes,
– concedei-nos sabedoria e uma vida sem mancha.

R.

R.

(intenções livres)

Pai nosso…


Oração

Ó Deus, que na vossa misericórdia atraístes Santa Clara ao amor da pobreza, concedei, por sua intercessão, que, seguindo o Cristo com um coração de pobre, vos contemplemos um dia em vosso Reino. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *