Laudes da Festa de Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Virgem suma, sem nenhuma,
Do pecado corrupção:
És tão forte que da morte
Espedaças o grilhão.

Dá clemente que contente,
Tua festa celebrando,
Seja novo todo o povo,
Tua graça contemplando.

Possa até a nossa fé
Tua súplica aumentar.
Ao doente faze a mente
Na fortaleza firmar.

Mãe de Deus, dos filhos teus,
Esperança, luz e norte:
Vence a guerra que os aterra,
Fome, dor, peste e morte.

Ó dos presos e indefesos
Considera a dor e o tédio;
Aos gemidos dá ouvidos,
Aos doentes dá remédio.

Tua paz descanso traz,
Dias cheios de ventura;
nimigos faze amigos,
A calma a todos procura.

Ó Maria, Virgem pia,
Venhas tu em nosso auxílio.
Cantaremos, louvaremos,
Eternamente o teu Filho.

O Pai é Deus, Deus o Filho,
Deus o Espírito também;
Trindade eterna, governa
O universo inteiro. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Quem é esta que aparece como a luz da alvorada,
e formosa como a lua, fulgurante como o sol,
imponente como uma tropa,
com bandeiras desfraldadas?

Salmo 62(63),2-9

Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5).

2 Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! *
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh’alma tem sede de vós, †
minha carne também vos deseja, *
como terra sedenta e sem água!

3 Venho, assim, contemplar-vos no templo, *
para ver vossa glória e poder.
4 Vosso amor vale mais do que a vida: *
e por isso meus lábios vos louvam.

5 Quero, pois, vos louvar pela vida, *
e elevar para vós minhas mãos!
6 A minh’alma será saciada, *
como em grande banquete de festa;
– canta a alegria em meus lábios, *
ao cantar para vós meu louvor!

7 Penso em vós no meu leito, de noite, *
nas vilias suspiro por vós!
8 Para mim fostes sempre um socorro; *
de vossas asas à sombra eu exulto!
9 Minha alma se agarra em vós; *
com poder vossa mão me sustenta.

Ant. Quem é esta que aparece como a luz da alvorada,
e formosa como a lua, fulgurante como o sol,
imponente como uma tropa,
com bandeiras desfraldadas?

Ant. 2 Tu és Maria, sempre Virgem,
Mãe do verdadeiro Deus, Autor de toda vida.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5).

57 Obras do Senhor, bendizei o Senhor, *
louvai-o e exaltai-o pelos culos sem fim!
58 Céus do Senhor, bendizei o Senhor! *
59 Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos culos sem fim!
Ou:
R. A Ele glória e louvor eternamente!)

60 Águas do alto céu, bendizei o Senhor! *
61 Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
62 Lua e sol, bendizei o Senhor! *
63 Astros e estrelas, bendizei o Senhor!

(R.)

64 Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor! *
65 Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
66 Fogo e calor, bendizei o Senhor! *
67 Frio e ardor, bendizei o Senhor!

(R.)

68 Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor! *
69 Geada e frio, bendizei o Senhor!
70 Gelos eneves, bendizei o Senhor! *
71 Noites e dias, bendizei o Senhor!

(R.)

72 Luzes e trevas, bendizei o Senhor! *
73 Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
74 Ilhas e terra, bendizei o Senhor! *
Louvai-o e exaltai-o pelos culos sem fim!

(R.)

75 Montes e colinas, bendizei o Senhor! *
76 Plantas da terra, bendizei o Senhor!
77 Mares e rios, bendizei o Senhor! *
78 Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!

(R.)

79 Baleias e peixes, bendizei o Senhor! *
80 Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
81 Feras e rebanhos, bendizei o Senhor! *
82 Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

(R.)

83 Filhos de Israel, bendizei o Senhor! *
Louvai-o e exaltai-o pelos culos sem fim!
84 Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor! *
85 Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R.)

86 Almas dos justos, bendizei o Senhor! *
87 Santos e humildes, bendizei o Senhor!
88 Jovens Misael, Ananias e Azarias, *
louvai-o e exaltai-o pelos culos sem fim!

(R.)

– Ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo *
louvemos e exaltemos pelos culos sem fim!
56 Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus! *
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai.

Ant. Tu és Maria, sempre Virgem,
Mãe do verdadeiro Deus, Autor de toda vida.

Ant. 3 Como a águia estimula seus filhotes a voar,
voejando sobre o ninho,
assim ela leva os seus sobre as asas estendidas.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio).

1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
2 Alegre-se Israel em Quem o fez, *
e Sião se rejubile no seu Rei!
3 Com danças glorifiquem o seu nome, *
toquem harpa e tambor em sua honra!

4 Porque, de fato, o Senhor ama seu povo *
e coroa com vitória os seus humildes.
5 Exultem os fiéis por sua glória, *
e cantando se levantem de seus leitos,
6 com louvores do Senhor em sua boca *
e espadas de dois gumes em sua mão,

7 para exercer sua vingança entre as nações *
e infligir o seu castigo entre os povos,
8 colocando nas algemas os seus reis, *
e seus nobres entre ferros e correntes,
9 para aplicar-lhes a sentença já escrita: *
Eis a glória para todos os seus santos.

Ant. Como a águia estimula seus filhotes a voar,
voejando sobre o ninho,
assim ela leva os seus sobre as asas estendidas.

Leitura breve             Cf. Eclo 50,5-10

Como era glorioso ao fazer a volta do santuário, ao sair da casa do Véu! Era como a estrela da manhã no meio da nuvem, como a lua cheia nos dias de festa; como o sol resplandecendo sobre o santuário do Altíssimo, como o arco-íris brilhando entre as nuvens de glória; como a flor das roseiras em dias de primavera, como o lírio junto às fontes das águas, como a vegetação do Líbano em dias de verão. Era como o fogo e o incenso no turíbulo, como um vaso de ouro maciço, ornado de toda espécie de pedras preciosas; como a oliveira carregada de frutos, como o cipreste, que se eleva até às nuvens.

Responsório breve

R. Eu levanto os meus olhos para os montes:
* De onde pode vir o meu socorro? R. Eu levanto.
V. De manhã cedo, eu me acordo por vós,
concedei-me um sinal que me prove. * De onde.
Glória ao Pai. R. Eu levanto.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Tu, Sião, que anuncias boas-novas,
vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá:
Eis aí está o vosso Deus!
Qual pastor que apascenta seu rebanho,
ele vela sobre o povo.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 
=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 
– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. 

Tu, Sião, que anuncias boas-novas,
vai subindo a um monte alto e dize às cidades de Judá:
Eis aí está o vosso Deus!
Qual pastor que apascenta seu rebanho,
ele vela sobre o povo.

Preces

Louvemos a Deus Pai todo-poderoso, o Criador que nos dá a vida; e peçamos:

R.Senhor, por quem vivemos e somos, escutai as nossas preces.

Bendito sejais, Senhor do universo, que em vossa imensa bondade nos enviastes a Mãe do vosso Filho,
– para chamar-nos à fé e fazer-nos ingressar em vosso povo santo. R.

Nós vos bendizemos, Senhor, porque escondestes vossa mensagem aos sábios e prudentes deste mundo,
– e a revelastes aos pequeninos, considerados insignificantes e desprezíveis. R.

Concedei-nos ser como Juan Diego, vossos dignos embaixadores,
– para levarmos a todos os homens e nações vossa mensagem de amor e de paz. R.

Vós, que, com a presença de Maria, fazeis as pedras brilharem como pérolas e os espinhos como ouro,
– fazei que o amor da Santíssima Virgem nos transforme em outros Cristos. R.

Dai que, à semelhança de Juan Diego, sejamos sempre fiéis ao culto divino e a vossos mandamentos,
– para que mereçamos também que Nossa Senhora venha ao nosso encontro na estrada desta vida.

R.

(intenções livres)

Pai nosso…

Oração

Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Comments

  1. Genacéia Alberton disse:

    Louvemos o Deus todo poderoso que nos fortalece e a Cristo que nos concedeu como mãe a Virgem protetora. Que a Virgem conceda a nós a graça de perseverarmos na fé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *