Hora Terça de Sábado Santo (Oração das Nove Horas)

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém

Hino

Salvai, ó Redentor, a criatura,
na qual do entendimento fulge a luz;
não seja por Satã dilacerada,
comprou-a vosso sangue em vossa cruz.

Piedade dos que o mal tornou cativos,
dai, pois, vosso perdão aos pobres réus;
aos que com o próprio sangue redimistes
fazei reinar convosco, ó Rei dos céus.

Salmodia

Ant. Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver
na terra dos viventes.

Salmo 26(27)

– 1O Senhor é minha luz e salvação; *
de quem eu terei medo?
– O Senhor é a proteção da minha vida; *
perante quem eu tremerei?

– 2Quando avançamos malvados contra mim, *
querendo devorar-me,
– são eles, inimigos e opressores, *
que tropeçam e sucumbem.

– 3Se os inimigos se acamparem contra mim, *
não temerá meu coração;
– se contra mim uma batalha estourar, *
mesmo assim confiarei.

– 4Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, *
e é só isto que eu desejo:
– habitar no santuário do Senhor *
por toda a minha vida;
– saborear a suavidade do Senhor *
e contemplá-lo no seu templo.

– 5Pois um abrigo me dará sob o seu teto *
nos dias da desgraça;
– no interior de sua tenda há de esconder-me *
e proteger-me sobre a rocha.

– 6E agora minha fronte se levanta *
em meio aos inimigos.
– Ofertarei um sacrifício de alegria, *
no templo do Senhor.
– Cantarei salmos ao Senhor ao som da harpa *
e hinos de louvor.  

– 7Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo, *
atendei por compaixão!
– 8Meu coração fala convosco confiante, *
e os meus olhos vos procuram.
– Senhor, é vossa face que eu procuro; *
não me escondais a vossa face!

– 9 Não afasteis em vossa ira o vosso servo, *
sois vós o meu auxílio!
– Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, *
meu Deus e Salvador!
– 10Se meu pai e minha mãe me abandonarem, *
o Senhor me acolherá!

– 11Ensinai-me, ó Senhor, vossos caminhos *
e mostrai-me a estrada certa!
– Por causa do inimigo, protegei-me,*
12não me entregueis a seus desejos!
– Porque falsas testemunhas se ergueram *
e vomitam violência.

– 13Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver *
na terra dos viventes.
– 14Espera no Senhor e tem coragem, *
espera no Senhor!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 29(30)

– 2Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, *
e não deixastes rir de mim meus inimigos!
– 3Senhor, clamei por vós, pedindo ajuda, *
e vós, meu Deus, me devolvestes a saúde!
– 4Vós tirastes minha alma dos abismos *
e me salvastes, quando estava já morrendo!

– 5Cantai salmos ao Senhor, povo fiel, *
dai-lhe graças e invocai seu santo nome!
– 6Pois sua ira dura apenas um momento, *
mas sua bondade permanece a vida inteira;
– se à tarde vem o pranto visitar-nos, *
de manhã nos vem saudar a alegria.

– 7Nos momentos mais felizes eu dizia: *
‘Jamais hei de sofrer qualquer desgraça!’
– 8Honra e poder me concedia a vossa graça, *
mas escondestes vossa face e perturbei-me.

– 9 Por vós, ó meu Senhor, agora eu clamo, *
e imploro a piedade do meu Deus:
– 10Que vantagem haverá com minha morte, *
e que lucro, se eu descer à sepultura?

– Por acaso, pode o pó agradecer-vos *
e anunciar vossa leal fidelidade?
– 11Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade! *
Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!

– 12Transformastes o meu pranto em uma festa, *
meus farrapos, em adornos de alegria,
=13para minh’alma vos louvar ao som da harpa †
e ao invés de se calar, agradecer-vos: *
Senhor meu Deus, eternamente hei de louvar-vos!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 75(76)

– 2Em Judá o Senhor Deus é conhecido, *
e seu nome é grandioso em Israel.
– 3Em Salém ele fixou a sua tenda, *
em Sião edificou sua morada.

– 4E ali quebrou os arcos e as flechas, *
os escudos, as espadas e outras armas.
– 5Resplendente e majestoso apareceis *
sobre montes de despojos conquistados.

=6Despojastes os guerreiros valorosos †
que já dormem o seu sono derradeiro, *
incapazes de apelar para os seus braços.
– 7Ante as vossas ameaças, ó Senhor, *
estarreceram-se os caros e os cavalos.

– 8Sois terrível, realmente, Senhor Deus! *
E quem pode resistir à vossa ira?
9Lá do céu pronunciastes a sentença, *
e a terra apavorou-se e emudeceu,
10quando Deus se levantou para julgar *
e libertar os oprimidos desta terra.

– 11Mesmo a revolta dos mortais vos dará glória, *
e os que sobraram do furor vos louvarão.
– 12Ao vosso Deus fazei promessas e as cumpri; *
vós que o cercais, trazei ofertas ao Terrível;
– 13ele esmaga os reis da terra em seu orgulho, *
e faz tremer os poderosos deste mundo!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver
na terra dos viventes.

Leitura breve                 1Jo 1,8-9

Se dissermos que não temos pecado, estamos nos enganando a nós mesmos, e a verdade não está dentro de nós. Se reconhecermos nossos pecados, então Deus se mostra fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a culpa.

V. Não haveis de me deixar entregue à morte.
R. Nem vosso amigo conhecer a corrupção.

Oração

Pai cheio de bondade, vosso Filho unigênito desceu à mansão dos mortos e dela surgiu vitorioso: concedei aos vossos fiéis, sepultados com ele no batismo, que, pela força de sua ressurreição, participem da vida eterna, com ele. Que vive e reina para sempre.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *