Hora Sexta de Quinta-feira na Semana Santa (Oração das Doze Horas)

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém

Hino

Na mesma hora em que Jesus, o Cristo,
sofreu a sede, sobre a cruz pregado,
conceda a sede de justiça e graça
a quem celebra o seu louvor sagrado.

Ao mesmo tempo ele nos seja a fome
e o Pão divino que a Si mesmo dá;
seja o pecado para nós fastio,
só no bem possa o nosso gozo estar.

A unção viva do divino Espírito
impregne a mente dos que cantam salmos;
toda frieza do seu peito afaste,
no coração ponha desejos calmos,

Ao Pai e ao Cristo suplicamos graça,
com seu Espírito, eterno Bem;
Trindade Santa, protegei o orante,
guardai o povo em caridade. Amém.

Salmodia

Ant. Como o Pai me conhece, eu conheço meu Pai;
minha vida eu entrego por minhas ovelhas.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.
66 Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho  nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!
68 Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!
70 Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!
72 A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!
3 Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.
=5 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!
7b Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.
=10 Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?
13 Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,
– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!
– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.
=4 Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;
– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!
7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;
– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!
9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!
– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!
11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!
12 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Como o Pai me conhece, eu conheço meu Pai;
minha vida eu entrego por minhas ovelhas.

Leitura breve                 Hb 7,26-27

Tal é precisamente o sumo-sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus. Ele não precisa, como os sumos-sacerdotes, oferecer sacrifícios a cada dia, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo. Ele já o fez uma vez por todas, oferecendo-se a si mesmo, Jesus Cristo nosso Senhor.

V.O Cristo tomou sobre si nossas dores.
R. Carregou em seu corpo os nossos pecados.

Oração

Senhor nosso Deus, amar-vos acima de tudo é ser perfeito; multiplicai em nós a vossa graça e concedei, aos que firmamos nossa esperança na morte do vosso Filho, alcançarmos por sua ressurreição aqueles bens que na fé buscamos. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *