Hora Nona de Quinta-feira na Semana Santa (Oração das Quinze Horas)

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém

Hino

O número sagrado,
três vezes três das horas,
abrindo um novo espaço,
nos chama à prece, agora.
Ao nome de Jesus,
perdão seu povo implora.

O Cristo ouviu a prece
sincera do ladrão.
A graça foi-lhe dada,
por sua confissão.
Jesus ouvindo a súplica,
também nos dê perdão.

Agora morre a morte,
vencida pela cruz;
após as trevas densas,
serena, volta a luz;
o horror do mal se quebra,
na mentes Deus reluz.

A Cristo nós rogamos
e ao Pai, eterno Bem,
com seu Divino Espírito,
amor que os sustém,
proteja sua Igreja
agora e sempre. Amém.

Salmodia

Ant. Para mim, viver é Cristo e morrer é uma vantagem;
minha glória é a Cruz do Senhor Cristo Jesus.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.
66 Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho  nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!
68 Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!
70 Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!
72 A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!
3 Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.
=5 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!
7b Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.
=10 Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?
13 Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,
– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!
– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.
=4 Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;
– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!
7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;
– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!
9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!
– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!
11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!
12 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Para mim, viver é Cristo e morrer é uma vantagem;
minha glória é a Cruz do Senhor Cristo Jesus.

Leitura breve                 Hb 9,11-12

Cristo veio como sumo-sacerdote dos bens futuros. Através de uma tenda maior e mais perfeita, que não é obra de mãos humanas, isto é, que não faz parte desta criação, e não com o sangue de bodes e bezerros, mas com o seu próprio sangue, ele entrou no Santuário uma vez por todas, obtendo uma redenção eterna.

V. Veneremos o sinal da santa cruz,
R. Pela qual a salvação veio até nós.

Oração

Senhor nosso Deus, amar-vos acima de tudo é ser perfeito; multiplicai em nós a vossa graça e concedei, aos que firmamos nossa esperança na morte do vosso Filho, alcançarmos por sua ressurreição aqueles bens que na fé buscamos. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *