Vésperas – Memória de São João Paulo II, papa

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Claro espelho de virtude,
homem santo, bom pastor,
ouve o hino que, em ti, louva
os prodígios do Senhor,

que, Pontífice perpétuo,
os mortais a Deus uniu,
e, por nova Aliança,
nova paz nos garantiu.

Previdente, ele te fez
do seu dom o servidor,
para dar ao Pai a glória
e a seu povo vida e amor.

Atingindo alto cume
por palavras e por vida,
doutor foste e sacerdote,
hóstia a Deus oferecida.

Não te esqueças, pede a Deus,
tu que ao céu foste elevado:
que as ovelhas busquem todas
do Pastor o verde prado.

Glória à Trina Divindade,
que, num servo tão fiel,
recompensa os ministérios
com o júbilo do céu.

Salmodia

Ant. 1 Curai-me, Senhor: eu pequei contra vós!

Salmo 40(41)

Prece de um enfermo

Um de vós, que come comigo, vai me trair (Mc 14,18).

2 Feliz de quem pensa no pobre e no fraco: *
o Senhor o liberta no dia do mal!
=3 O Senhor vai guardá-lo e salvar sua vida, †
o Senhor vai torná-lo feliz sobre a terra, *
e não vai entregá-lo à mer do inimigo.

4 Deus i ampará-lo em seu leito de dor, *
e lhe vai transformar a doença em vigor.
5 Eu digo: “Meu Deus, tende pena de mim, *
curai-me, Senhor, pois pequei contra vós!”

6 O meu inimigo me diz com maldade: *
“Quando  de morrer e extinguir-se o seu nome?”
=7 Se alguém me visita, é com dupla intenção: †
recolhe más notícias no seu coração, *
e, apenas saindo, ele corre a espalhá-las.

8 Vaticinam desgraças os meus inimigos, *
reunidos, sussurram o mal contra mim:
9 “Uma peste incurável caiu sobre ele, *
e do leito em que jaz nunca mais se erguerá!”
10 Até mesmo o amigo em quem mais confiava, *
que comia o meu pão, me calcou sob os pés.

11 Vós ao menos, Senhor, tende pena de mim, *
levantai-me: que eu possa pagar-lhes o mal.
12 Eu, então, saberei que vós sois meu amigo, *
porque não triunfou sobre mim o inimigo.
13 Vós, porém, me havereis de guardar são e salvo *
e me pôr para sempre na vossa presença.

14 Bendito o Senhor, que é Deus de Israel, *
desde sempre, agora e sempre. Amém!

Ant. Curai-me, Senhor: eu pequei contra vós!

Ant. 2 Conosco es o Senhor do universo!
nosso regio é o Deus de Ja!

Salmo 45(46)

O Senhor é refúgio e vigor

Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco (Mt 1,23).

2 O Senhor para nós é regio e vigor, *
sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia;
3 assim não tememos, se a terra estremece, *
se os montes desabam, caindo nos mares,
4 se as águas trovejam e as ondas se agitam, *
se, em feroz tempestade, as montanhas se abalam:

5 Os braços de um rio vêm trazer alegria *
à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo.
6 Quem a pode abalar? Deus es no seu meio! *
Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.
7 Os povos se agitam, os reinos desabam; *
troveja sua voz e a terra estremece.

8 Conosco está o Senhor do universo! *
nosso refúgio é o Deus de Jacó!

9 Vinde ver, contemplai os progios de Deus *
e a obra estupenda que fez no universo:
= reprime as guerras na face da terra, †
10 ele quebra os arcos, as lanças destrói, *
queima no fogo os escudos e as armas:
11 “Parai e sabei, conhecei que eu sou Deus, *
que domino as nações, que domino a terra!”

12 Conosco está o Senhor do universo! *
nosso refúgio é o Deus de Jacó!

Ant. Conosco es o Senhor do universo!
nosso regio é o Deus de Ja!

Ant. 3 Os povos virão adorar-vos, Senhor.

Cântico Ap 15,3-4

Hino de adoração

3 Como são grandes e admiveis vossas obras, *
ó Senhor e nosso Deus onipotente!
– Vossos caminhos são verdade, são justiça, *
ó Rei dos povos todos do universo!

(R. São grandes vossas obras, ó Senhor!)

=4 Quem, Senhor, não haveria de temer-vos, †
quem não honraria o vosso nome? *
Pois somente vós, Senhor, é que sois santo!

(R.)

= As nações todas hão de vir perante vós, †
e prostradas haverão de adorar-vos, *
pois vossas justas decisões são manifestas!

(R.)

Ant. Os povos virão adorar-vos, Senhor.

Leitura breve 1Pd 5,1-4

Exorto aos presbíteros que estão entre vós, eu, presbítero como eles, testemunha dos sofrimentos de Cristo e participante da glória que será revelada: Sede pastores do rebanho de Deus, confiado a vós; cuidai dele, não por coação, mas de coração generoso; não por torpe ganância, mas livremente; não como dominadores daqueles que vos foram confiados, mas antes, como modelos do rebanho. Asim, quando aparecer o pastor supremo, recebereis a coroa permanente da glória.

Responsório breve

R. Eis o amigo dos irmãos,
* Que intercede pelo povo. R. Eis o amigo.
V. Dedicou a sua vida em favor de seus irmãos.
* Que intercede. Glória ao Pai. R. Eis o amigo.

Cântico evangélico, ant.

O Senhor nos acolheu a nós, seus servidores,
fiel ao seu amor.  

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

ant. O Senhor nos acolheu a nós, seus servidores,
fiel ao seu amor.

Preces

Rendamos a devida glória a Cristo, constituído Pontífice em favor dos homens nas suas relações com Deus; e lhe peçamos humildemente:

R. Senhor, salvai o vosso povo!

Fizestes resplandecer admiravelmente a vossa Igreja por meio de santos e insignes Pastores;
– que os cristãos se alegrem sempre com o mesmo esplendor. R.

Quando os santos Pastores vos suplicavam, a exemplo de Moisés, perdoastes os pecados do povo;
– por intercessão deles, santificai a vossa Igreja mediante uma contínua purificação. R.

Tendo-os escolhido entre seus irmãos, consagrastes vossos santos, enviando sobre eles o vosso Espírito;
– que o mesmo Espírito Santo inspire aqueles que governam vosso povo. R.

Sois vós a herança dos santos Pastores;
– concedei que nenhum daqueles que foram resgatados pelo vosso sangue fique longe de vós. R.

(intenções livres)

Por meio dos Pastores da Igreja, dais a vida eterna a vossas ovelhas, e não permitis que ninguém as arrebate de vossas mãos;
– salvai os que adormeceram em vós, pelos quais destes a vida. R.

R.

Pai nosso…

Oração

Ó Deus, rico de misericórdia, que escolhestes São João Paulo II para governar a Vossa Igreja como papa, concedei-nos que, instruídos pelos seus ensinamentos, possamos abrir confiadamente os nossos corações à graça salvífica de Cristo, único Redentor do homem. Ele que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *