Vésperas – Festa de Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina


Hino

Como foste a Belém dar à luz o teu Filho,
que é substância do Pai e de carne vestiste,
desces ao Tepeyac para gerar o índio
ao amor de uma pátria e à fé em Jesus Cristo.

Por rosas a brotar na brancura da neve,
tu pedes que se erga um templo na colina;
e dás-nos por teu ventre um duplo nascimento,
flor de pátria mestiça e fruto do Evangelho.

Crê Diego levar em sua manta rosas,
que lança como prova ante os olhos do bispo,
mas de uma Rosa só floresce a face escura,
sob o mesmo pincel que pinta em luz a aurora.

Dá-nos o trigo e a paz, Senhora e Filha nossa,
uma pátria que una ao lar o templo e a escola,
um pão que a todos farte e uma fé que os inflame,
por tuas mãos em prece e teus olhos de estrela.

Salmodia

Ant. 1 Porque eu escolhi e santifiquei este lugar,
para que nele o meu nome permaneça eternamente,
meu coração e os meus olhos nele sempre fixarei.

Salmo 121(122)

1 Que alegria, quando ouvi que me disseram: *
‘Vamos à casa do Senhor!’
2 E agora nossos pés já se detêm, *
Jerusalém, em tuas portas.

3 Jerusalém, cidade bem edificada *
num conjunto harmonioso;
4 para lá sobem as tribos de Israel, *
as tribos do Senhor.

– Para louvar, segundo a lei de Israel, *
o nome do Senhor.
5 A sede da justiça lá está *
e o trono de Davi.

6 Rogai que viva em paz Jerusalém, *
e em segurança os que te amam!
7 Que a paz habite dentro de teus muros, *
tranquilidade em teus palácios!

8 Por amor a meus irmãos e meus amigos, *
peço: ‘A paz esteja em ti!’
9 Pelo amor que tenho à casa do Senhor, *
eu te desejo todo bem!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Porque eu escolhi e santifiquei este lugar,
para que nele o meu nome permaneça eternamente,
meu coração e os meus olhos nele sempre fixarei.



Ant. 2 Que todos reconheçam, ó Senhor,
que aqui se manifesta a vossa força,
que vossa mão realizou este prodígio!

Salmo 126(127)

1 Se o Senhor não construir a nossa casa, *
em vão trabalharão seus construtores;
– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *
em vão vigiarão as sentinelas!

2 É inútil levantar de madrugada, *
ou à noite retardar vosso repouso,
– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

3 Os filhos são a bênção do Senhor, *
o fruto das entranhas, sua dádiva.
4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, *
são os filhos de um casal de esposos jovens.

5 Feliz aquele pai que com tais flechas *
consegue abastecer a sua aljava!
– Não será envergonhado ao enfrentar *
seus inimigos junto às portas da cidade.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.


Ant. 2 Que todos reconheçam, ó Senhor,
que aqui se manifesta a vossa força,
que vossa mão realizou este prodígio!


Ant. 3 O pardal encontrou casa para si
e a andorinha o seu ninho,
para nele seus filhotes colocar,
em teus altares, ó Senhor!

Cântico Ef 1,3-10

3 Bendito e louvado seja Deus, *
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo *
com bênção espiritual de toda sorte!

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai,
que nos abençoastes em Cristo!)

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, *
já bem antes de o mundo ser criado,
– para que fôssemos, perante a sua face, *
sem mácula e santos pelo amor.(R.)

=5 Por livre decisão de sua vontade, †
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, *
a sermos nele os seus filhos adotivos,
6 para o louvor e para a glória de sua graça,*
que em seu Filho bem-amado nos doou.(R.)

7 É nele que nós temos redenção, *
dos pecados remissão pelo seu sangue.
= Sua graça transbordante e inesgotável †
8 Deus derrama sobre nós com abundância, *
de saber e inteligência nos dotando.(R.)

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o mistério de seu plano e sua vontade,
– que propusera em seu querer benevolente, *
10 na plenitude dos tempos realizar:
– o desígnio de, em Cristo, reunir *
todas as coisas: as da terra e as do céu. (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
 Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. O pardal encontrou casa para si
e a andorinha o seu ninho,
para nele seus filhotes colocar,
em teus altares, ó Senhor!

Leitura breve Ap 21,2-3

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. Então, ouvi uma voz forte que saía do trono e dizia: Esta é a morada de Deus entre os homens. Deus vai morar no meio deles. Eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles.

Responsório breve


R. Seus filhos se levantarão,
* Eles hão de chamá-la ditosa. R. Seus filhos.
V. Ele abriu os seus lábios com sabedoria,
sua língua ensinou com amor e bondade. * Eles hão .
Glória ao Pai. R. Seus filhos.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.
 

A alegria da alma no Senhor


46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Nem as águas das torrentes, nem os rios
conseguirão apagar o meu amor.


Preces 
 

Elevemos nossas preces a Deus que enviou a Santíssima Virgem Maria para nos dar forças e levar-nos até ele. Peçamos cheios de confiança:

R. Concedei-nos vosso amor, auxílio e proteção.

Vós, que fizestes surgir Nossa Senhora como sol sobre os montes para iluminar a santa Igreja,
– fazei que, por sua beleza e seu amor, reinem a justiça e a paz em todo o mundo. R.

Vós quisestes que a Mãe do vosso Filho imprimisse sua imagem com os nossos traços fisionômicos na manta do índio Juan Diego;
– fazei que imitemos suas virtudes e seu amor para com os pobres e desamparados. R.

Vós, que, por meio de Maria, transformastes a aridez do Tepeyac num jardim florido e perfumado,
– transformai, por meio dela, o nosso povo em floração fecunda de verdadeiros cristãos. R.

Fazei que aprendamos com Juan Diego a simplicidade e a humildade,
– a constância no sofrimento e a fidelidade à vossa Mãe. R.

(intenções livres)

Vós, que constituístes a Virgem Maria protetora de todos os que a invocam e nela confiam,
– por sua maternal intercessão, fazei brilhar a luz da vossa face sobre os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.
 

Pai nosso.

 

Oração

Ó Deus, que nos destes a Santa Virgem Maria para amparar-nos como Mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da Paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na Unidade do Espírito Santo. Amém!

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *