Vésperas – Festa da Exaltação da Santa Cruz

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Hino

Do Rei avança o estandarte,
fulge o mistério da Cruz,
onde por nós foi suspenso
o autor da vida, Jesus.

Do lado morto de Cristo,
ao golpe que lhe vibraram,
para lavar meu pecado
o sangue e água jorraram.

Árvore esplêndida e bela,
de rubra púrpura ornada,
de os santos membros tocar
digna, só tu foste achada.

Ó Cruz feliz, dos teus braços
do mundo o preço pendeu;
balança foste do corpo
que ao duro inferno venceu.

Salve, ó altar, salve vítima,
eis que a vitória reluz:
a vida em ti fere a morte,
morte que à vida conduz.

Salve, ó cruz doce esperança,
concede aos réus remissão;
dá-nos o fruto da graça,
que floresceu na Paixão.

Louvor a vós, ó Trindade,
fonte de todo perdão,
aos que na Cruz foram salvos,
dai a celeste mansão.

Salmodia

Ant. 1 Grande obra de bondade:
a morte foi vencida quando a Cruz matou a Vida.

Salmo 109(110),1-5.7

O Messias, Rei e Sacerdote

É preciso que ele reine, até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés (1Cor 15,25).

1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
“Assenta-te ao lado meu direito
– a que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!”

= 2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
“Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!”

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
“Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!”

5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
“No dia da ira esmagarás os reis da terra!
7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!”

Ant. Grande obra de bondade:
a morte foi vencida quando a Cruz matou a Vida.


Ant. 2 Adoramos, Senhor, a vossa Cruz,
e a paixão gloriosa recordamos.
Vós, que sofrestes por nós, tende piedade!

Salmo 115(116 B)

10 Guardei a minha fé, mesmo dizendo: *
‘É demais o sofrimento em minha vida!’
11 Confiei, quando dizia na aflição: *
‘Todo homem é mentiroso! Todo homem!’

12 Que poderei retribuir ao Senhor Deus *
por tudo aquilo que ele fez em meu favor?
13 Elevo o cálice da minha salvação, *
invocando o nome santo do Senhor.
14 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido.

15 É sentida por demais pelo Senhor *
a morte de seus santos, seus amigos.
=16 Eis que sou o vosso servo, ó Senhor, †
vosso servo que nasceu de vossa serva; *
mas me quebrastes os grilhões da escravidão!

17 Por isso oferto um sacrifício de louvor, *
invocando o nome santo do Senhor.
18 Vou cumprir minhas promessas ao Senhor *
na presença de seu povo reunido;
19 nos átrios da casa do Senhor, *
em teu meio, ó cidade de Sião!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Adoramos, Senhor, a vossa Cruz,
e a paixão gloriosa recordamos.
Vós, que sofrestes por nós, tende piedade!


Ant. 3 Nós vos adoramos, Jesus Cristo, e vos bendizemos,
pois remistes todo o mundo pela vossa santa Cruz!

Cântico Ap 4,11; 5,9.10.12

4,1 Vós sois digno, Senhor nosso Deus, *
de receber honra, glória e poder!

(R. Poder, honra e glória ao Cordeiro de Deus!)

=5,9 Porque todas as coisas criastes, †
é por vossa vontade que existem *
e subsistem porque vós mandais. (R.)

= Vós sois digno, Senhor nosso Deus, †
de o livro nas mãos receber *
e de abrir suas folhas lacradas! (R.)

– Porque fostes por nós imolado; *
para Deus nos remiu vosso sangue
– dentre todas as tribos e línguas, *
dentre os povos da terra e nações. (R.)

=10 Pois fizestes de nós, para Deus, †
sacerdotes e povo de reis, *
e iremos reinar sobre a terra. (R.)

=12 O Cordeiro imolado é digno †
de receber honra, glória e poder, *
sabedoria, louvor, divindade! (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Nós vos adoramos, Jesus Cristo, e vos bendizemos,
pois remistes todo o mundo pela vossa santa Cruz!

Leitura breve             1Cor 1, 23-24

Nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e insensatez para os pagãos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, esse Cristo é poder de Deus e sabedoria de Deus.

Responsório breve

R. Ó Cruz gloriosa,
* Em ti triunfou o Senhor, Rei dos anjos. R. Ó Cruz.
V. E lavou nossas chagas em seu sangue precioso.* Em ti.
Glória ao Pai. R. Ó Cruz.


Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc1,46-55


Ant. 
Ó Cruz de vitória, sinal admirável,
fazei-nos chegar ao triunfo da glória!

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e exulta meu esrito em Deus, meu Salvador;
48 porque olhou para humildade de sua serva, *
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez em mim maravilhas *
Santo é o seu nome!
50 Seu amor para sempre se estende *
sobre aqueles que o temem;

51 manifestou o poder de seu braço, *
dispersou os soberbos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e elevou os humildes;

53 saciou de bens os famintos, *
despediu os ricos sem nada.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido a nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.


Em Latim

Magnificat anima mea Dominum
Et exultavit spiritus meus in Deo salvatóre meo.
Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes.
Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.
Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum.
Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui.
Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.
Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes,
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ,
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto
Sicut erat in principio, et nunc, et semper, et in saecula saeculorum.
Amen.

Ant. Ó Cruz de vitória, sinal admirável,
fazei-nos chegar ao triunfo da glória!

Preces

Oremos ao nosso Redentor que nos remiu pela sua Cruz; e digamos com toda a confiança:

R. Elevai-nos pela cruz até o vosso Reino!

Cristo, que vos humilhastes, assumindo a condição de um escravo e fazendo-vos semelhante à nossa condição humana,
– dai aos membros da Igreja a graça de imitarem a vossa humildade. R.

Cristo, que fostes obediente até à morte e morte humilhante numa cruz,
– concedei a vossos servos e servas a força de vos imitar na obediência e na paciência. R.

Cristo, que fostes exaltado por Deus e recebestes um nome que está acima de todo nome,
– concedei aos vossos fiéis o dom da perseverança até o fim. R.

Cristo, a cujo nome todo joelho se dobra no céu, na terra e nos abismos,
– derramai sobre a humanidade o vosso espírito de caridade, para que todos vos adorem na paz. R.

(intenções livres)

Cristo, a quem toda língua proclama Senhor para a glória de Deus Pai,
– recebei no reino da felicidade eterna os nossos irmãos e irmãs que morreram. R.

Pai nosso.


Em Latim:

Pater noster, qui es in caelis
Sanctificétur nomen tuum
Advéniat regnum tuum
Fiat volúntas tua
Sicut in caelo, et in terra

Panem nostrum quotidiánum da nobis hódie
Et dimítte nobis débita nostra
Sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris
Et ne nos indúcas in tentatiónem
Sed líbera nos a malo

Amem

Oração

Ó Deus, que para salvar a todos dispusestes que o vosso Filho morresse na cruz, a nós, que conhecemos na terra este mistério, dai-nos colher no céu os frutos da redenção. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *