Vésperas de Segunda-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Deus, organizando
o líquido elemento,
as águas dividistes
firmando o firmamento.

As nuvens fazem sombra,
os rios dão frescor;
assim tempera a água,
dos astros o calor.

Em nós vertei a graça,
a água benfazeja;
do fogo das paixões,
constante, nos proteja.

Que a fé encontre a luz
e espalhe o seu clarão;
que nada impeça a alma
no impulso da ascensão!

Ao Pai e ao Filho, glória;
ao Espírito também:
louvor, honra e vitória
agora e sempre. Amém.


Salmodia

Ant. 1 Os olhos do Senhor se voltam para o pobre.

Salmo 10(11)

Confiança inabalável em Deus

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados (Mt 5,6).

=1 No Senhor encontro abrigo; †
como, então, podeis dizer-me: *
“Voa aos montes, passarinho!

2 Eis os ímpios de arcos tensos, *
pondo as flechas sobre as cordas,
– e alvejando em meio à noite *
os de reto coração!

=3 Quando os próprios fundamentos †
do universo se abalaram, *
o que pode ainda o justo?”  

4 Deus es no templo santo, *
e no céu tem o seu trono;
– volta os olhos para o mundo, *
seu olhar penetra os homens.

5 Examina o justo e o ímpio, *
e detesta o que ama o mal.
=6 Sobre os maus fará chover †
fogo, enxofre e vento ardente, *
como parte de seu cálice.

7 Porque justo é nosso Deus, *
o Senhor ama a justiça.
– Quem tem reto coração *
há de ver a sua face.

Ant. Os olhos do Senhor se voltam para o pobre.


Ant. 2 Felizes os de puro coração,
porque eles haverão de ver a Deus.

Salmo 14(15)

Quem é digno aos olhos de Deus?

Vós vos aproximastes do monte Sião e da Cidade do Deus vivo (Hb 12,22).

1 “Senhor, quem mora em vossa casa *
e em vosso Monte santo habitará?”

2 É aquele que caminha sem pecado *
e pratica a justiça fielmente;
– que pensa a verdade no seu íntimo *
3 e não solta em calúnias sua língua;

– que em nada prejudica o seu irmão, *
nem cobre de insultos seu vizinho;
4 que não  valor algum ao homem ímpio, *
mas honra os que respeitam o Senhor;

– que sustenta o que jurou, mesmo com dano; *
5 não empresta o seu dinheiro com usura,
– nem se deixa subornar contra o inocente. *
Jamais vacilará quem vive assim!

Ant. Felizes os de puro coração,
porque eles haverão de ver a Deus.


Ant. 3 No seu Filho o Pai nos escolheu,
para sermos seus filhos adotivos.

Cântico Ef 1,3-10

O plano divino da salvação

3 Bendito e louvado seja Deus, *
Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo *
com bênção espiritual de toda sorte!

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai,
que nos abençoastes em Cristo!)

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, *
já bem antes de o mundo ser criado,
– para que fôssemos, perante a sua face, *
sem cula e santos pelo amor.

(R.)

=5 Por livre decisão de sua vontade, †
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, *
a sermos nele os seus filhos adotivos,
6 para o louvor e para a glória de sua graça, *
que em seu Filho bem-amado nos doou.

(R.)

7 É nele que nós temos redenção, *
dos pecados remissão pelo seu sangue.
= Sua graça transbordante e inesgotável †
8 Deus derrama sobre nós com abundância, *
de saber e inteligência nos dotando.

(R.)

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o misrio de seu plano e sua vontade,
– que propusera em seu querer benevolente, *
10 na plenitude dos tempos realizar:
– o desígnio de, em Cristo, reunir *
todas as coisas: as da terra e as do céu.

(R.)

Ant. No seu Filho o Pai nos escolheu,
para sermos seus filhos adotivos.

Leitura breve Cl 1,9b-11

Que chegueis a conhecer plenamente a vontade de Deus, com toda a sabedoria e com o discernimento da luz do Espírito. Pois deveis levar uma vida digna do Senhor, para lhe serdes agradáveis em tudo. Deveis produzir frutos em toda a boa obra e crescer no conhecimento de Deus, animados de muita força, pelo poder de sua glória, de muita paciência e constância, com alegria.

Responsório breve

R. Curai-me, Senhor,
* Pois pequei contra vós. R. Curai-me.
V. Eu vos digo: Meu Deus, tende pena de mim!
* Pois pequei. Glória ao Pai. R. Curai-me.


CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNÍFICAT) Lc 1,46-55

Ant. A minh’alma engrandece o Senhor,
porque olhou para a minha humildade.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e exulta meu esrito em Deus, meu Salvador;
48 porque olhou para humildade de sua serva, *
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez em mim maravilhas *
Santo é o seu nome!
50 Seu amor para sempre se estende *
sobre aqueles que o temem;

51 manifestou o poder de seu braço, *
dispersou os soberbos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e elevou os humildes;

53 saciou de bens os famintos, *
despediu os ricos sem nada.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido a nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.

Ant. A minh’alma engrandece o Senhor,
porque olhou para a minha humildade.

Preces

Demos graças a Deus Pai que, lembrando a sua aliança, não cessa de nos fazer o bem. Cheios de confiança, elevemos a ele nossa oração, dizendo:

R. Dai-nos, Senhor, vossos bens com fartura!

Salvai, Senhor, o vosso povo,
– abençoai a vossa herança.

R.

Congregai na unidade os que têm o nome de cristãos,
– para que o mundo acredite em Cristo, o Salvador que nos enviastes.

R.

Concedei a vossa graça a todos os nossos amigos e conhecidos,
– para que em toda parte dêem o testemunho de Cristo.

R.

Manifestai o vosso amor aos agonizantes,
– e dai-lhes a vossa salvação.

R.

(intenções livres)

Sede misericordioso para com os nossos irmãos e irmãs falecidos,
– e abri-lhes as portas do paraíso.

R.

Pai nosso.


Em Latim:

Pater noster, qui es in caelis
Sanctificétur nomen tuum
Advéniat regnum tuum
Fiat volúntas tua
Sicut in caelo, et in terra

Panem nostrum quotidiánum da nobis hódie
Et dimítte nobis débita nostra
Sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris
Et ne nos indúcas in tentatiónem
Sed líbera nos a malo

Amem

Oração

Este nosso serviço de louvor proclame, Senhor, vossa grandeza; e como, para nos salvar, olhastes com amor a humildade da Virgem Maria, assim elevai-nos à plenitude da redenção. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *