Vésperas de Segunda-feira após a Solenidade da Epifania do Senhor

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Por que, Herodes, temes
chegar o Rei que é Deus?
Não rouba aos reis da terra
quem reinos dá nos céus.

Os Magos, ei-los vindo,
buscar na Luz a luz;
a estrela vão seguindo
que ao Rei dos reis conduz.

Nas águas é lavado
o celestial Cordeiro;
O que não tem pecado
nos lava em si primeiro.

As águas, ó prodígio,
já ficam cor d’aurora,
não deixam mais vestígio,
pois jorram vinho agora.

Louvor ao que aparece
aos povos em Belém,
unido ao Pai e ao Espírito
eternamente. Amém.

Salmodia


Ant. 1 Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! 
Vossos lábios espalham a graça, o encanto. 

Salmo 44(45) 

As núpcias do Rei 

O noivo está chegando. Ide ao seu encontro! (Mt 25,6). 


=2 Transborda um poema do meu coração; † 
vou cantar-vos, ó Rei, esta minha canção; * 
minha língua é qual pena de um ágil escriba. 

=3 Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! † 
Vossos lábios espalham a graça, o encanto, * 
porque Deus, para sempre, vos deu sua bênção. 

4 Levai vossa espada de glória no flanco, * 
herói valoroso, no vosso esplendor; 
5 saí para a luta no caro de guerra * 
em defesa da fé, da justiça e verdade! 

= Vossa mão vos ensine valentes proezas, † 
6 vossas flechas agudas abatam os povos * 
e firam no seu coração o inimigo! 

=7 Vosso trono, ó Deus, é eterno, é sem fim; † 
vosso cetro real é sinal de justiça: * 
8 Vós amais a justiça e odiais a maldade. 

= É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo, † 
deu-vos mais alegria que aos vossos amigos. * 
9 Vossas vestes exalam preciosos perfumes. 

– De ebúrneos palácios os sons vos deleitam. * 
10 As filhas de reis vêm ao vosso encontro, 
– e à vossa direita se encontra a rainha * 
com veste esplendente de ouro de Ofir.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Ant. Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! 
Vossos lábios espalham a graça, o encanto. 

Ant. 2 Eis que vem o esposo chegando: 
Saí ao encontro de Cristo! 

II

11 Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: * 
‘Esquecei vosso povo e a casa paterna! 
12 Que o Rei se encante com vossa beleza! * 
Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor! 

13 O povo de Tiro vos traz seus presentes, * 
os grandes do povo vos pedem favores. 
14 Majestosa, a princesa real vem chegando, * 
vestida de ricos brocados de ouro. 

15 Em vestes vistosas ao Rei se dirige, * 
e as virgens amigas lhe formam cortejo; 
16 entre cantos de festa e com grande alegria, * 
ingressam, então, no palácio real’. 

17 Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos; * 
fareis deles os reis soberanos da terra. 
18 Cantarei vosso nome de idade em idade, * 
para sempre haverão de louvar-vos os povos!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Ant. Eis que vem o esposo chegando: 
Saí ao encontro de Cristo! 

Ant. 3 Eis que agora se cumpre o desígnio do Pai: 
reunir no seu Cristo o que estava disperso. 

Cântico Ef 1,3-10 

O plano divino da salvação 

3 Bendito e louvado seja Deus, * 
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo * 
com bênção espiritual de toda sorte! 

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai, 
que nos abençoastes em Cristo!) 

4 Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, * 
já bem antes de o mundo ser criado, 
– para que fôssemos, perante a sua face, * 
sem mácula e santos pelo amor. (R.) 

=5 Por livre decisão de sua vontade, † 
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, * 
a sermos nele os seus filhos adotivos, 
6 para o louvor e para a glória de sua graça,* 
que em seu Filho bem-amado nos doou. (R.) 

7 É nele que nós temos redenção, * 
dos pecados remissão pelo seu sangue. 
= Sua graça transbordante e inesgotável † 
8 Deus derrama sobre nós com abundância, * 
de saber e inteligência nos dotando. (R.) 

9 E assim, ele nos deu a conhecer *
o mistério de seu plano e sua vontade, 
– que propusera em seu querer benevolente, * 
10 na plenitude dos tempos realizar: 
– o desígnio de, em Cristo, reunir * 
todas as coisas: as da terra e as do céu. (R.) 

Ant. Eis que agora se cumpre o desígnio do Pai: 
reunir no seu Cristo o que estava disperso.

Leitura breve             Cf. 2Pd 1,3-4

Cristo, por seu divino poder, nos deu tudo o que contribui para a vida e para a piedade, mediante o conhecimento daquele que, pela sua própria glória e virtude, nos chamou. Por meio de tudo isso nos foram dadas as preciosas promessas, as maiores que há, a fim de que vos tornásseis participantes da natureza divina, depois de libertos da corrupção da concupiscência no mundo.

Responsório breve

R. Todos os povos 
* Serão nele abençoados. R. Todos os povos.
V. Todas as gentes cantarão o seu louvor. * Serão nele.
Glória ao Pai. R. Todos os povos.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

 Ant. Os Magos exultaram de alegria ao ver a estrela;
e, na casa, tendo entrado,
ofereceram ao Senhor seus presentes preciosos:
ouro, o incenso e a mirra.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, 
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam.

51 Demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos. 
52 Derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou.

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor, 

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Os Magos exultaram de alegria ao ver a estrela;
e, na casa, tendo entrado,
ofereceram ao Senhor seus presentes preciosos:
ouro, o incenso e a mirra.

Preces

Bendigamos a Cristo nosso Senhor, que veio iluminar aqueles que viviam nas trevas e na sombra da morte. Peçamos com fervor: 

R. Cristo, sol nascente, mostrai-nos vossa luz! 

Cristo Senhor, que pelo mistério da encarnação formastes a  Igreja, vosso corpo místico,
– fazei que ela cresça e se edifique na caridade. R. 

Vós, que governais o céu e a terra,
– manifestai vosso poder divino a todos os povos e governantes da terra. R. 

Vós, que pela encarnação, vos tornastes sacerdote eterno segundo a ordem de Melquisedec,
– dai a todos os sacerdotes serem fiéis ministros da vossa redenção. R. 

Vós, que no seio da Virgem Maria realizastes a admirável união da humanidade com a divindade,
– abençoai as virgens consagradas, de quem sois o Esposo celeste. R. 

(intenções livres) 

Vós, que, assumindo a nossa natureza mortal, destruístes a morte, introduzida pelo pecado,
– transformai em vida eterna a morte dos nossos defuntos. R.

Pai nosso. 

Oração

Nós vos pedimos, ó Deus, que o esplendor da vossa glória ilumine os nossos corações, para que, passando pelas trevas deste mundo, cheguemos à pátria da luz que não se extingue. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.