Laudes de Sábado da III Semana da Quaresma

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém

Hino

Ó Cristo, sol de justiça,
brilhai nas trevas da mente.
Com força e luz, reparai
a criação novamente.

Dai-nos, no tempo aceitável,
um coração penitente,
que se converta e acolha
o vosso amor paciente.

A penitência transforme
tudo o que em nós há de mal.
É bem maior que o pecado
o vosso dom sem igual.

Um dia vem, vosso dia,
e tudo então refloresce.
Nós, renascidos na graça,
exultaremos em prece.

A vós, Trindade clemente,
com toda a terra adoramos,
e no perdão renovados
um canto novo cantamos.

Salmodia

Ant. 1 Vós estais perto, ó Senhor, perto de mim;
todos os vossos mandamentos são verdade.

Salmo 118(119),145-152

XIX (Coph)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O amor é o cumprimento perfeito da Lei (Rm 13,10).

145 Clamo de todo o coração: Senhor, ouvi-me! *
Quero cumprir vossa vontade fielmente!
146 Clamo a vós: Senhor, salvai-me, eu vos suplico, *
e então eu guardarei vossa Aliança!

147 Chego antes que a aurora e vos imploro, *
e espero confiante em vossa lei.
148 Os meus olhos antecipam as vigílias, *
para de noite meditar vossa palavra.

149 Por vosso amor ouvi atento a minha voz *
e dai-me a vida, como é vossa decisão!
150 Meus opressores se aproximam com maldade; *
como estão longe, ó Senhor, de vossa lei!

151 Vós estais perto, ó Senhor, perto de mim; *
todos os vossos mandamentos são verdade!
152 Desde criança aprendi vossa Aliança *
que firmastes para sempre, eternamente.

Ant. Vós estais perto, ó Senhor, perto de mim;
todos os vossos mandamentos são verdade.

Ant. 2 Que a vossa Sabedoria, ó Senhor,
esteja junto a mim no meu trabalho.

Cântico Sb 9,1-6.9-11

Senhor, dai-me a Sabedoria!

Eu vos darei palavras tão acertadas que nenhum dos inimigos vos poderá resistir (Lc 21,15).

1 Deus de meus pais, Senhor bondoso e compassivo, *
vossa Palavra poderosa criou tudo,
2 vosso saber o ser humano modelou *
para ser rei da criação que é vossa obra,
3 reger o mundo com justiça, paz e ordem, *
e exercer com retidão seu julgamento:

4 Dai-me vossa sabedoria, ó Senhor, *
sabedoria que partilha o vosso trono.
– Não me excluais de vossos filhos como indigno: *
5 sou vosso servo e minha mãe é vossa serva;

– sou homem fraco e de existência muito breve, *
incapaz de discernir o que é justo.
6 Até mesmo o mais perfeito dentre os homens *
não é nada, se não tem vosso saber.

9 Mas junto a vós, Senhor, está a sabedoria, *
que conhece as vossas obras desde sempre;
= convosco estava ao criardes o universo, †
ela sabe o que agrada a vossos olhos, *
o que é reto e conforme às vossas ordens.

10 Enviai-a lá de cima, do alto céu, *
mandai-a vir de vosso trono glorioso,
– para que esteja junto a mim no meu trabalho *
e me ensine o que agrada a vossos olhos!
=11 Ela, que tudo compreende e tudo sabe, †
há de guiar meus passos todos com prudência, *
com seu poder há de guardar a minha vida.

Ant. Que a vossa Sabedoria, ó Senhor,
esteja junto a mim no meu trabalho.

Ant. 3 O Senhor para sempre é fiel.

Salmo 116(117)

Louvor ao Deus misericordioso

Eu digo:… os pagãos glorificam a Deus, em razão da sua misericórdia (Rm 15,8.9).

1 Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, *
povos todos, festejai-o!

2 Pois comprovado é seu amor para conosco, *
para sempre ele é fiel!

Ant. O Senhor para sempre é fiel.

Leitura breve             Is 1,16-18
Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. Vinde, debatamos – diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã.

Responsório breve
R. O Sangue de Jesus nos purifica,
* De todos nossos erros nos liberta. R. O Sangue.
V. Vinde ver os grandes feitos do Senhor! * De todos.
Glória ao Pai. R. O Sangue.

Cântico evangélico, ant.
Baixando o olhar, o publicano batia no peito arrependido,
suplicava e pedia humildemente:
Ó meu Deus, tende piedade, pois eu sou um pecador!

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 
=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 
– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Baixando o olhar, o publicano batia no peito arrependido,
suplicava e pedia humildemente:
Ó meu Deus, tende piedade, pois eu sou um pecador! 

Preces

Glorifiquemos a Cristo Senhor que instituiu o batismo para fazer de nós criaturas novas e nos preparou a mesa de sua Palavra e de seu Corpo; rezemos confiantes:

R. Renovai-nos, Senhor, com a vossa graça!

Jesus, manso e humilde de coração, revesti-nos de sentimentos de misericórdia, mansidão e humildade,
– e tornai-nos pacientes e compreensivos para com todos. R.

Ensinai-nos a ajudar os pobres e sofredores,
– e assim vos imitarmos, ó Bom Samaritano da humanidade. R.

A Santa Virgem Maria, vossa Mãe, interceda por todas aquelas que se consagraram ao vosso serviço,
– para que se dediquem cada vez melhor ao bem da Igreja. R.

Concedei-nos a vossa misericórdia,
– e fazei-nos experimentar a alegria do vosso perdão. R. 

(intenções livres) 

Pai nosso.

Oração

Ó Deus, alegrando-nos cada ano com a celebração da Quaresma, possamos participar com fervor dos sacramentos pascais e colher com alegria todos os seus frutos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *