Laudes da Memória de São Cornélio, papa, e São Cipriano, bispo, mártires

0 comentário


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Criador das alturas celestes,
vós fixastes caminhos de luz
para a lua, rainha da noite,
para o sol, que de dia reluz.

Vai-se a treva, fugindo da aurora,
e do dia se espalha o clarão.
Nova força também nos desperta
e nos une num só coração.

O nascer deste dia convida
a cantarmos os vossos louvores.
Do céu jorra uma paz envolvente,
harmonia de luz e de cores.

Ao clarão desta luz que renasce,
fuja a treva e se apague a ilusão.
A discórdia não trema nos lábios,
a maldade não turve a razão.

Quando o sol vai tecendo este dia,
brilhe a fé com igual claridade,
cresça a espera nos bens prometidos
e nos una uma só caridade.

Escutai-nos, ó Pai piedoso,
e vós, Filho, do Pai esplendor,
que reinais, com o Espírito Santo,
na manhã sem ocaso do amor.

Salmodia

Ant. 1 Meu coração está pronto, meu Deus,
está pronto o meu coração! †

Salmo 107(108)

Louvor a Deus e pedido de ajuda

Porque o Filho de Deus foi exaltado acima dos céus, sua glória foi anunciada por toda a terra (Arnóbio).

2 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!
– † Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!
3 Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

4 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças por entre as nações!
5 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!
7 Sejam livres os vossos amados, *
vossa mão nos ajude, ouvi-nos!

=8 Deus falou em seu santo lugar: †
“Exultarei, repartindo Siquém, *
e o vale em Sucot medirei.
=9 Galaad, Manassés me pertencem, †
Efraim é o meu capacete, *
e Ju, o meu cetro real.

=10 É Moab minha bacia de banho, †
sobre Edom eu porei meu calçado, *
vencerei a nação filistéia!”

11 Quem me leva à cidade segura, *
e a Edom quem me vai conduzir,
12 se vós, Deus, rejeitais vosso povo *
e não mais conduzis nossas tropas?

13 Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia, *
nada vale o socorro dos homens!
14 Mas com Deus nós faremos proezas, *
e ele vai esmagar o opressor.

Ant. Meu coração está pronto, meu Deus,
está pronto o meu coração!

Ant. 2 Deus me envolveu de salvação qual uma veste,
e com o manto da justiça me cobriu.

Cântico Is 61,10–62,5

A alegria do profeta sobre a nova Jerusalém

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,… vestida qual esposa enfeitada para o seu marido (cf. Ap 21,2).

61,10 Eu exulto de alegria no Senhor, *
e minh’alma rejubila no meu Deus.
– Pois me envolveu de salvação, qual uma veste, *
e com o manto da justiça me cobriu,
– como o noivo que coloca o diadema, *
como a noiva que se enfeita com suas jóias.

– 11 Como a terra faz brotar os seus rebentos *
e o jardim faz germinar suas sementes,
– o Senhor Deus fará brotar sua justiça *
e o louvor perante todas as nações.

– 62,1 Por ti, Sião, não haverei de me calar, *
nem por ti, Jerusalém, terei sossego,
– até que brilhe tua justiça como a aurora *
e a tua salvação como um farol.

– 2 Então os povos hão de ver tua justiça, *
e os reis de toda a terra, a tua glória;
– todos eles te darão um nome novo: *
enunciado pelos lábios do Senhor.
– 3 Serás coroa esplendorosa em sua mão, *
diadema gio entre as mãos do teu Senhor.

4 Nunca mais te chamarão “Desamparada”, *
nem se di de tua terra “Abandonada”;
– mas haverão de te chamar “Minha querida”, *
e se di de tua terra “Desposada”.
– Porque o Senhor se agradou muito de ti, *
e tua terra há de ter o seu esposo.

– 5 Como um jovem que desposa a bem-amada, *
teu Construtor, assim também, vai desposar-te;
– como a esposa é a alegria do marido, *
serás assim a alegria do teu Deus.

Ant. Deus me envolveu de salvação qual uma veste,
e com o manto da justiça me cobriu.

Ant. 3 Bendirei ao Senhor toda a vida.

Salmo 145(146)

Felicidade dos que esperam no Senhor

Louvamos o Senhor em nossa vida, isto é, em nosso proceder (Arnóbio).

=1 Bendize, minh’alma, ao Senhor! †
2 Bendirei ao Senhor toda a vida, *
cantarei ao meu Deus sem cessar!

3 Não ponhais vossa fé nos que mandam, *
não há homem que possa salvar.
=4 Ao faltar-lhe o respiro ele volta †
para a terra de onde saiu; *
nesse dia seus planos perecem.

=5 É feliz todo homem que busca †
seu aulio no Deus de Jacó, *
e que põe no Senhor a esperança.
6 O Senhor fez o céu e a terra, *
fez o mar e o que neles existe.

– O Senhor é fiel para sempre, *
7 faz justiça aos que são oprimidos;
– ele  alimento aos famintos, *
é o Senhor quem liberta os cativos.

=8 O Senhor abre os olhos aos cegos, †
o Senhor faz erguer-se o caído, *
o Senhor ama aquele que é justo.

= 9 É o Senhor quem protege o estrangeiro, †
quem ampara a viúva e o órfão, *
mas confunde os caminhos dos maus.

=10 O Senhor reinará para sempre! †
Ó Sião, o teu Deus reinará *
para sempre e por todos os séculos!

Ant. Bendirei ao Senhor toda a vida.

Leitura breve Dt 4,39-40a

Reconhece, hoje, e grava-o em teu coração, que o Senhor é o Deus lá em cima do céu e cá embaixo na terra, e que não há outro além dele. Guarda suas leis e seus mandamentos que hoje te prescrevo.

Responsório breve

R. Bendirei o Senhor Deus,
* Bendirei em todo o tempo. R. Bendirei.

V. Seu louvor em minha boca, seu louvor eternamente.
* Bendirei. Glória ao Pai. R. Bendirei.

Cântico evangélico, ant.

Oh! morte preciosa que comprou a eternidade
pelo preço de seu sangue!

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 
=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 
– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz


Em latim:

BENEDICTUS Dominus Deus Israel, *
quia visitavit, et fecit redemptionem plebis suae:
Et erexit cornu salutis nobis *
in domo David pueri sui.
Sicut locutus est per os sanctorum, *
qui a saeculo sunt, prophetarum eius:
Salutem ex inimicis nostris, *
et de manu omnium qui oderunt nos:
Ad faciendam misericordiam cum patribus nostris: *
et memorari testamenti sui sancti:
Iusiurandum, quod iuravit ad Abraham patrem nostrum, *
daturum se nobis;
Ut sine timore, de manu inimicorum nostrorum liberati, *
serviamus illi.
In sanctitate et iustitia coram ipso, *
omnibus diebus nostris.
Et tu puer, propheta Altissimi vocaberis: *
praeibis enim ante faciem Domini parare vias eius:
Ad dandam scientiam salutis plebi eius: *
in remissionem peccatorum eorum:
Per viscera misericordiae Dei nostri: *
in quibus visitabit nos, oriens ex alto:
Illuminare his qui in tenebris et in umbra mortis sedent: *
ad dirigendos pedes nostros in viam pacis.


ant. Oh! morte preciosa que comprou a eternidade
pelo preço de seu sangue!

Preces

Jesus Cristo, esplendor do Pai, nos ilumina com a sua palavra. Cheios de amor o invoquemos:

R. Rei da eterna glória, ouvi-nos!

Sois bendito, Senhor, autor e consumador da nossa fé,
– porque nos chamastes das trevas para a vossa luz admirável.

R.

Vós, que abristes os olhos aos cegos e fizestes os surdos ouvirem,
– aumentai a nossa fé.

R.

Fazei-nos, Senhor, permanecer firmes no vosso amor,
– e que nunca nos separemos uns dos outros.

R.

Dai-nos força para resistir à tentação, paciência na tribulação,
– e sentimentos de gratidão na prosperidade.

R.

(intenções livres)

Pai nosso…


Em Latim:

Pater noster, qui es in caelis
Sanctificétur nomen tuum
Advéniat regnum tuum
Fiat volúntas tua
Sicut in caelo, et in terra

Panem nostrum quotidiánum da nobis hódie
Et dimítte nobis débita nostra
Sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris
Et ne nos indúcas in tentatiónem
Sed líbera nos a malo

Amem

Oração

Ó Deus, que em São Cornélio e São Cipriano destes ao vosso povo pastores dedicados e mártires invencíveis, fortificai, por suas preces, nossa fé e coragem, para que possamos trabalhar incansavelmente pela unidade da Igreja.Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.