Laudes de Quarta-feira após a Solenidade da Epifania do Senhor

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Elevai o olhar aos céus
vós que a Cristo procurais.
E da sua eterna glória
podereis ver os sinais.

Essa estrela vence o sol
em fulgor e em beleza,
e nos diz ter vindo à terra
Deus, em nossa natureza.

Da região do mundo persa,
onde o sol tem seu portal,
sábios Magos reconhecem
do Rei novo o sinal.

Quem será tão grande Rei,
a quem astros obedecem,
a quem servem luz e céus
e suas forças estremecem?

Percebemos algo novo,
imortal, superior,
que domina céus e caos
e lhes é anterior.

Rei do povo de Israel,
este é o Rei das gentes,
prometido a Abraão
e à sua raça eternamente.

Ó Jesus, louvor a vós
que às nações vos revelais.
Glória ao Pai e ao Espírito
pelos tempos eternais.

Salmodia

Ant. 1 São santos, ó Senhor, vossos caminhos;
haverá deus que se compare ao nosso Deus?

Salmo 76(77)

Lembrando as maravilhas do Senhor

Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos (2Cor 4,8).

2 Quero clamar ao Senhor Deus em alta voz, *
em alta voz eu clamo a Deus: que ele me ouça!
=3 No meu dia de aflição busco o Senhor; †
sem me cansar ergo, de noite, as minhas mãos, *
e minh’alma não se deixa consolar.

4 Quando me lembro do Senhor, solto gemidos, *
e, ao recordá-lo, minha alma desfalece.
5 Não me deixastes, ó meu Deus, fechar os olhos, *
e, perturbado, já nem posso mais falar!

6 Eu reflito sobre os tempos de outrora, *
e dos anos que passaram me recordo;
7 meu coração fica a pensar durante a noite, *
e de tanto meditar, eu me pergunto: 

8 Será que Deus vai rejeitar-nos para sempre? *
E nunca mais nos há de dar o seu favor?
9 Por acaso, seu amor foi esgotado? *
Sua promessa, afinal, terá falhado?

10 Será que Deus se esqueceu de ter piedade? *
Será que a ira lhe fechou o coração?
11 Eu confesso que é esta a minha dor: *
‘A mão de Deus não é a mesma: está mudada!’

12 Mas, recordando os grandes feitos do passado, *
vossos prodígios eu relembro, ó Senhor;
13 eu medito sobre as vossas maravilhas *
e sobre as obras grandiosas que fizestes.

14 São santos, ó Senhor, vossos caminhos! *
Haverá deus que se compare ao nosso Deus?
15 Sois o Deus que operastes maravilhas, *
vosso poder manifestastes entre os povos.
16 Com vosso braço redimistes vosso povo, *
os filhos de Jacó e de José.

17 Quando as águas, ó Senhor,vos avistaram, *
elas tremeram e os abismos se agitaram
=18 e as nuvens derramaram suas águas, †
a tempestade fez ouvir a sua voz, *
por todo lado se espalharam vossas flechas.

=19 Ribombou a vossa voz entre trovões, †
vossos raios toda a terra iluminaram, *
a terra inteira estremeceu e se abalou.

=20 Abriu-se em pleno mar vosso caminho †
e a vossa estrada, pelas águas mais profundas; *
mas ninguém viu os sinais dos vossos passos.
21 Como um rebanho conduzistes vosso povo *
e o guiastes por Moisés e Aarão.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. São santos, ó Senhor, vossos caminhos;
haverá deus que se compare ao nosso Deus?

Ant. 2 Exulta no Senhor meu coração.
É ele quem exalta os humilhados.

Cântico 1Sm 2,1-10

Os humildes se alegram em Deus

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. Encheu de bens os famintos (Lc 1,52-53).

1 Exulta no Senhor meu coração, *
e se eleva a minha fronte no meu Deus;
– minha boca desafia os meus rivais *
porque me alegro com a vossa salvação.

2 Não há santo como é santo o nosso Deus, *
ninguém é forte à semelhança do Senhor!
3 Não faleis tantas palavras orgulhosas, *
nem profiram arrogâncias vossos lábios!

– Pois o Senhor é o nosso Deus que tudo sabe. *
Ele conhece os pensamentos mais ocultos.
4 O arco dos fortes foi dobrado, foi quebrado, *
mas os fracos se vestiram de vigor.

5 Os saciados se empregaram por um pão, *
mas os pobres e os famintos se fartaram.
– Muitas vezes deu à luz a que era estéril,*
mas a mãe de muitos filhos definhou.

6 É o Senhor quem dá a morte e dá a vida, *
faz descer à sepultura e faz voltar;
7 é o Senhor quem faz o pobre e faz o rico, *
é o Senhor quem nos humilha e nos exalta.

8 O Senhor ergue do pó o homem fraco, *
e do lixo ele retira o indigente,
– para fazê-los assentar-se com os nobres *
num lugar de muita honra e distinção. 

– As colunas desta terra lhe pertencem, *
e sobre elas assentou o universo.
9 Ele vela sobre os passos de seus santos, *
mas os ímpios se extraviam pelas trevas.

10 Ninguém triunfa se apoiando em suas forças; *
os inimigos do Senhor serão vencidos;
– sobre eles faz troar o seu trovão, *
o Senhor julga os confins de toda a terra.

– O Senhor dará a seu Rei a realeza *
e exaltará o seu Ungido com poder.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Exulta no Senhor meu coração.
É ele quem exalta os humilhados.

Ant. 3 Deus é Rei! Exulte a terra de alegria! †

Salmo 96(97)

A glória do Senhor como juiz

Este salmo expressa a salvação do mundo e a fé dos povos todos em Deus (Sto. Atanásio).

1 Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, *
† e as ilhas numerosas rejubilem!
2 Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, *
que se apoia na justiça e no direito.
3 Vai um fogo caminhando à sua frente *
e devora ao redor seus inimigos.

4 Seus relâmpagos clareiam toda a terra; *
toda a terra ao contemplá-los estremece.
5 As montanhas se derretem como cera *
ante a face do Senhor de toda a terra;
6 e assim proclama o céu sua justiça, *
todos os povos podem ver a sua glória.

=7 ‘Os que adoram as estátuas se envergonhem †
e os que põem a sua glória nos seus ídolos; *
aos pés de Deus vêm se prostrar todos os deuses!’
=8 Sião escuta transbordante de alegria, †
e exultam as cidades de Judá, *
porque são justos, ó Senhor, vossos juízos!

=9 Porque vós sois o Altíssimo, Senhor, †
muito acima do universo que criastes, *
e de muito superais todos os deuses.
=10 O Senhor ama os que detestam a maldade, †
ele protege seus fiéis e suas vidas, *
e da mão dos pecadores os liberta.

11 Uma luz já se levanta para os justos, *
e a alegria, para os retos corações.
12 Homens justos, alegrai-vos no Senhor, *
celebrai e bendizei seu santo nome!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Deus é Rei! Exulte a terra de alegria!

Leitura breve             Is 49,8b-9a
 

Eu te preservei para seres elo de aliança entre os povos, para restaurar a terra, para distribuir a herança dispersa; para dizer aos que estão presos: ‘Saí!’ e aos que estão nas trevas: ‘Mostrai-vos!’

Responsório breve

R. Os reis de toda a terra.
* Hão de adorá-lo. R. Os reis.
V. E todas as nações hão de servi-lo. *Hão de ado-lo.
Glória ao Pai. R. Os reis.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Nós vimos a estrela do Senhor no Oriente,
e viemos com presentes adorar o nosso Deus.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados 
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Nós vimosa estrela do Senhor no Oriente,
e viemos com presentes adorar o nosso Deus.

Preces

O Verbo eterno, gerado pelo Pai, nasceu para nós como criança, na plenitude dos tempos, e nos foi dado como um filho. Por isso, o aclamemos com alegria:
 

R. Senhor, vós sois bendito eternamente!

Filho de Deus vivo, que existis antes da criação do mundo e viestes à terra para salvar a humanidade,
– fazei de nós  testemunhas fiéis do vosso Evangelho. R.

Sol de justiça, que fizestes brilhar sobre nós a luz eterna de Deus Pai e resplandeceis no mundo inteiro,
– iluminai a todos os que vivem nas trevas da morte. R.

Vós, que vos fizestes criança, e fostes colocado num presépio,

– renovai em nós a simplicidade das crianças. R.

Vós, que vos tornastes para nós o pão vivo que dá a vida eterna,
– alegrai nossos corações pelo sacramento de vosso altar. R.

(intenções livres)

Pai nosso.

Oração

Ó Deus, luz de todas as nações, concedei aos povos da terra viver em perene paz, e fazei resplandecer em nossos corações aquela luz admirável que vimos despontar no povo da antiga aliança. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

 O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Comments

  1. Genaceia Alberton disse:

    O caminho do Senhor é reto e Santo. Exultemos pelo menino Jesus nos deu o modelo de amor e simplicidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *