Hora Terça de Sexta-feira depois das Cinzas (Oração das Nove Horas)

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém

Hino

Na fé em Deus, por quem vivemos,
na esperança do que cremos,
no dom da santa caridade,
de Cristo as glórias entoemos.

Ao sacrifício da Paixão
na hora terça conduzido,
Jesus levando a cruz às costas,
arranca às trevas o perdido.

Vós nos livrastes do decreto
duma total condenação;
do mundo mau livrai o povo,
fruto da vossa redenção.

A Cristo, ao Pai e ao Santo Espírito,
Trindade Santa, Eterno Bem,
nosso louvor e ação de graças
hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia 

Ant. Chegou o tempo de penincia,
de conversão e de salvação.

Salmo 118(119),161-168

XXI (Sin)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes (Tg 1,22).

161 Os poderosos me perseguem sem motivo; *
meu coração, porém, só teme a vossa lei.
162 Tanto me alegro com as palavras que dissestes, *
quanto alguém ao encontrar grande tesouro.

163 Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!
164 Eu vos louvo sete vezes cada dia, *
porque justos são os vossos julgamentos.

165 Os que amam vossa lei têm grande paz, *
e não há nada que os faça tropeçar.
166 Ó Senhor, de vós espero a salvação, *
pois eu cumpro sem cessar vossos preceitos.

167 Obedeço fielmente às vossas ordens, *
e as estimo ardentemente mais que tudo.
168 Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; *
os meus caminhos estão todos ante vós.

Salmo 132(133)

Alegria da união fraterna

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus (1Jo 4,7).

1 Vinde e vede como é bom, como é suave *
os irmãos viverem juntos bem unidos!

2 É como um óleo perfumado na cabeça, *
que escorre e vai descendo até à barba;
– vai descendo até à barba de Aarão, *
e vai chegando até à orla do seu manto.

3 É também como o orvalho do Hermon, *
que cai suave sobre os montes de Sião.
– Pois a eles o Senhor dá sua bênção *
e a vida pelos séculos sem fim.

Salmo 139(140),2-9.13-14

Tu és o meu refúgio

O Filho do Homem é entregue nas mãos dos pecadores (Mt 26,45).

2 Livrai-me, ó Senhor, dos homens maus, *
dos homens violentos defendei-me,
3 dos que tramam só o mal no coração *
e planejam a discórdia todo o dia!
4 Como a serpente eles afiam suas línguas, *
e em seus bios têm veneno de uma víbora.

=5 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio, †
defendei-me contra o homem violento, *
contra aqueles que planejam minha queda!
=6 Os soberbos contra mim armaram laços, †
estenderam-me uma rede sob os pés *
e puseram em meu caminho seus tropeços.

7 Mas eu digo ao Senhor: “Vós sois meu Deus, *
inclinai o vosso ouvido à minha prece!”
8 Senhor meu Deus, sois meu auxílio poderoso, *
vós protegeis minha cabeça no combate!
9 Não atendais aos maus desejos dos malvados! *
Senhor, fazei que os seus planos não se cumpram!

13 Sei que o Senhor fará justiça aos infelizes, *
defende a causa justa de seus pobres.
14 Sim, os justos louvarão o vosso nome, *
e junto a vós habitarão os homens retos.

Ant. Chegou o tempo de penincia,
de conversão e de salvação.

Leitura breve             Is 55,3
Inclinai vosso ouvido e vinde a mim, ouvi e tereis vida; farei convosco um pacto eterno, manterei fielmente as graças concedidas a Davi. 

V. Criai em mim um coração que seja puro.
R. Dai-me de novo um espírito decidido!

Oração

Ó Deus, assisti com vossa bondade a penitência que iniciamos, para que vivamos interiormente as práticas externas da Quaresma. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *