Hora Terça de Quinta-feira na Oitava da Páscoa (Oração das Nove Horas)

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

Salmodia

Ant. O Cristo, que dos mortos ressurgiu,
já não morre, aleluia.

Salmo 118(119),17-24

III (Ghimel)

– 17Sede bom com vosso servo, e viverei, *
e guardarei vossa palavra, ó Senhor.
– 18Abri meus olhos, e então contemplarei *
as maravilhas que encera a vossa lei!  

– 19Sou apenas peregrino sobre a terra, *
de mim não oculteis vossos preceitos!
– 20Minha alma se consome o tempo todo *
em desejar as vossas justas decisões.

– 21Ameaçais os orgulhosos e os malvados; *
maldito seja quem transgride a vossa lei!
– 22Livrai-me do insulto e do desprezo, *
pois eu guardo as vossas ordens, ó Senhor.

– 23Que os poderosos reunidos me condenem; *
o que me importa é o vosso julgamento!
– 24Minha alegria é a vossa Aliança, *
meus conselheiros são os vossos mandamentos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 29(30)

I

– 2Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, *
e não deixastes rir de mim meus inimigos!
– 3Senhor, clamei por vós, pedindo ajuda, *
e vós, meu Deus, me devolvestes a saúde!
– 4Vós tirastes minha alma dos abismos *
e me salvastes, quando estava já morrendo!

– 5Cantai salmos ao Senhor, povo fiel, *
dai-lhe graças e invocai seu santo nome!
– 6Pois sua ira dura apenas um momento, *
mas sua bondade permanece a vida inteira;
– se à tarde vem o pranto visitar-nos, *
de manhã nos vem saudar a alegria.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

II

– 7Nos momentos mais felizes eu dizia: *
‘Jamais hei de sofrer qualquer desgraça!’
– 8Honra e poder me concedia a vossa graça, *
mas escondestes vossa face e perturbei-me.

– 9Por vós, ó meu Senhor, agora eu clamo, *
e imploro a piedade do meu Deus:
– 10Que vantagem haverá com minha morte, *
e que lucro, se eu descer à sepultura?

– Por acaso, pode o pó agradecer-vos *
e anunciar vossa leal fidelidade?
– 11Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade! *
Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!

– 12Transformastes o meu pranto em uma festa, *
meus farrapos, em adornos de alegria,
=13para minh’alma vos louvar ao som da harpa †
e ao invés de se calar, agradecer-vos: *
Senhor meu Deus, eternamente hei de louvar-vos!

Ant. O Cristo, que dos mortos ressurgiu,
já não morre. Aleluia.
 

Leitura breve         1Cor 12,13

Todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito.

V. Este é o dia que o Senhor fez para nós. Aleluia.
R. Alegremo-nos e nele exultemos. Aleluia.

Oração

Ó Deus, que reunistes povos tão diversos no louvor do vosso nome, concedei aos que renasceram nas águas do batismo ter no coração a mesma fé e na vida a mesma caridade. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *