Hora Terça de Quinta-feira da III Semana da Páscoa

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

Salmodia 

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),113-120

XV (Samech)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática (Lc 11,28).

113 Eu detesto os corações que são fingidos, *
mas muito amo, ó Senhor, a vossa lei!
114 Vós sois meu protetor e meu escudo, *
vossa palavra é para mim a esperança.

115 Longe de mim, homens perversos! Afastai-vos, *
quero guardar os mandamentos do meu Deus!
116 Sustentai-me e viverei, como dissestes; *
não podeis decepcionar minha esperança!

117 Amparai-me, sustentai-me e serei salvo, *
sempre exultarei em vossa lei!
118 Desprezais os que abandonam vossas ordens, *
pois seus planos são engano e ilusão!

119 Rejeitais os pecadores como lixo, *
por isso eu amo ainda mais vossa aliança!
120 Perante vós sinto tremer a minha carne, *
porque temo vosso justo julgamento!

Salmo 78(79),1-5.8-11.13

Lamentação sobre Jerusalém

Se tu também conhecesses… o que te pode trazer a paz (Lc 19,42).

=1 Invadiram vossa herança os infiéis, †
profanaram, ó Senhor, o vosso templo, *
Jerusalém foi reduzida a ruínas!

2 Lançaram aos abutres como pasto *
os caveres dos vossos servidores;
– e às feras da floresta entregaram *
os corpos dos fiéis, vossos eleitos.

=3 Derramaram o seu sangue como água †
em torno das muralhas de Sião, *
e não houve quem lhes desse sepultura!

=4 Nós nos tornamos o opróbrio dos vizinhos, †
um objeto de desprezo e zombaria *
para os povos e àqueles que nos cercam.

=5 Mas até quando, ó Senhor, veremos isto? †
Conservareis eternamente a vossa ira? *
Como fogo arderá a vossa cólera?

=8 Não lembreis as nossas culpas do passado, †
mas venha logo sobre nós vossa bondade, *
pois estamos humilhados em extremo.

=9 Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! †
Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! *
Por vosso nome, perdoai nossos pecados!

10 Por que  de se dizer entre os pagãos: *
“Onde se encontra o seu Deus? Onde ele está?”

= Diante deles possam ver os nossos olhos †
a vingança que tirais por vossos servos, *
a vingança pelo sangue derramado.

=11 Até vós chegue o gemido dos cativos: †
libertai com vosso braço poderoso *
os que foram condenados a morrer!

=13 Quanto a nós, vosso rebanho e vosso povo, †
celebraremos vosso nome para sempre, *
de geração em geração vos louvaremos.

Salmo 79(80)

Visitai, Senhor, a vossa vinha

Vem, Senhor Jesus! (Ap 22,20).

2 Ó Pastor de Israel, prestai ouvidos. *
Vós, que a Jo apascentais qual um rebanho!
= Vós, que sobre os querubins vos assentais, †
aparecei cheio de glória e esplendor *
3 ante Efraim e Benjamim e Manassés!
– Despertai vosso poder, ó nosso Deus, *
e vinde logo nos trazer a salvação!

=4 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, †
e sobre nós iluminai a vossa face! *
Se voltardes para nós, seremos salvos!

5 Até quando, ó Senhor, vos irritais, *
apesar da oração do vosso povo?
6 Vós nos destes a comer o pão das lágrimas, *
e a beber destes um pranto copioso.
7 Para os vizinhos somos causa de contenda, *
de zombaria para os nossos inimigos.

=8 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, †
e sobre nós iluminai a vossa face! *
Se voltardes para nós, seremos salvos!

9 Arrancastes do Egito esta videira, *
e expulsastes as nações para plantá-la;
10 diante dela preparastes o terreno, *
lançou raízes e encheu a terra inteira.

11 Os montes recobriu com sua sombra, *
e os cedros do Senhor com os seus ramos;
12 até o mar se estenderam seus sarmentos, *
até o rio os seus rebentos se espalharam.

13 Por que razão vós destruístes sua cerca, *
para que todos os passantes a vindimem,
14 o javali da mata virgem a devaste, *
e os animais do descampado nela pastem?

=15 Voltai-vos para nós, Deus do universo! †
Olhai dos altos céus e observai. *
Visitai a vossa vinha e protegei-a!

16 Foi a vossa mão direita que a plantou; *
protegei-a, e ao rebento que firmastes!
17 E aqueles que a cortaram e a queimaram, *
vão perecer ante o furor de vossa face.

18 Pousai a mão por sobre o vosso Protegido, *
o filho do homem que escolhestes para vós!
19 E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! *
Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!

=20 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, †
e sobre nós iluminai a vossa face! *
Se voltardes para nós, seremos salvos!

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve 1Cor 12,13

Todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito.

V. O Senhor ressurgiu realmente. Aleluia.
R. E apareceu a Simão. Aleluia.

Oração  

Ó Deus eterno e onipotente, que nestes dias vos mostrais tão generoso, dai-nos sentir mais de perto o vosso amor paterno para que, libertados das trevas do erro, sigamos com firmeza a luz da verdade. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *