Hora Sexta – Quinta-feira da 14ª Semana do Tempo Comum

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.

Ou:

O louvor de Deus cantemos
com fervor no coração,
pois agora a hora sexta
nos convida à oração.

Nesta hora foi-nos dada
gloriosa salvação
pela morte do Cordeiro,
que na cruz trouxe o perdão.

Ante o brilho de tal luz
se faz sombra o meio-dia.
Tanta graça e tanto brilho
vinde haurir, com alegria.

Seja dada a glória ao Pai
e ao Unigênito também,
com o Espírito Paráclito,
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.
66 Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho  nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!
68 Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!
70 Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!
72 A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. 2 É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!
3 Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.
=5 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!
7b Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.
=10 Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?
13 Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,
– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Ant. É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Ant. 3 Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!
– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.
=4 Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;
– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!
7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;
– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!
9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!
– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!
11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!
12 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Leitura breve Gl 5,16-17

Procedei segundo o Espírito. Assim, não satisfareis aos desejos da carne. Pois a carne tem desejos contra o espírito, e o espírito tem desejos contra a carne. Há uma oposição entre carne e espírito, de modo que nem sempre fazeis o que gostaríeis de fazer.

V. Senhor, sois bom e realizais somente o bem.
R. Ensinai-me a fazer vossa vontade!

Oração

Deus onipotente, em vós não há trevas nem escuridão; fazei que vossa luz resplandeça sobre nós e, acolhendo vossos preceitos com alegria, sigamos fielmente o vosso caminho. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *