Hora Nona – Sexta-feira da 26ª Semana do Tempo Comum

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Ou:

Cumprindo o ciclo tríplice das horas,
louvemos ao Senhor de coração,
cantando em nossos salmos a grandeza
de Deus, que é Uno e Trino em perfeição.

A exemplo de São Pedro, nosso mestre,
guardando do Deus vivo e verdadeiro,
em almas redimidas, o mistério,
sinal de salvação ao mundo inteiro,

também salmodiamos no espírito,
unidos aos apóstolos do Senhor,
e assim serão firmados nossos passos
na força de Jesus, o Salvador.

Louvor ao Pai, autor de toda a vida,
e ao Filho, Verbo Eterno, Sumo Bem,
unidos pelo amor do Santo Espírito,
Deus vivo pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Vosso amor seja um consolo para mim,
conforme a vosso servo prometestes.

Salmo 118(119),73-80

X (Iod)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Meu Pai, se este cálice não pode passar sem que eu o beba, seja feita a tua vontade! (Mt 26,42).

73 Vossas mãos me modelaram, me fizeram, *
fazei-me bio e aprenderei a vossa lei!
74 Vossos fiéis hão de me ver com alegria, *
pois nas palavras que dissestes esperei.

75 Sei que os vossos julgamentos são corretos, *
e com justiça me provastes, ó Senhor!
76 Vosso amor seja um consolo para mim, *
conforme a vosso servo prometestes.

77 Venha a mim o vosso amor e viverei, *
porque tenho em vossa lei o meu prazer!
78 Humilhação para os soberbos que me oprimem! *
Eu, porém, meditarei vossos preceitos.

79 Que se voltem para mim os que vos temem *
e conhecem, ó Senhor, vossa Aliança!
80 Meu coração seja perfeito em vossa lei, *
e não serei, de modo algum, envergonhado!

Ant. Vosso amor seja um consolo para mim,
conforme a vosso servo prometestes.

Ant. 2 Protegei-me, ó meu Deus,
contra os meus perseguidores!

Salmo 58(59),2-5.10-11.17-18

Oração do justo perseguido

Estas palavras ensinam a todos o amor filial do Salvador para com seu Pai (Eusébio de Cesaréia).

2 Libertai-me do inimigo, ó meu Deus, *
e protegei-me contra os meus perseguidores!
3 Libertai-me dos obreiros da maldade, *
defendei-me desses homens sanguirios!

4 Eis que ficam espreitando a minha vida, *
poderosos armam tramas contra mim.
=5 Mas eu, Senhor, não cometi pecado ou crime; †
eles investem contra mim sem eu ter culpa: *
despertai e vinde logo ao meu encontro!

=10 Minha força, é a vós que me dirijo, †
porque sois o meu refúgio e proteção, *
11 Deus clemente e compassivo, meu amor!
– Deus vi com seu amor ao meu encontro, *
e hei de ver meus inimigos humilhados.

17 Eu, então, hei de cantar vosso poder, *
e de manhã celebrarei vossa bondade,
– porque fostes para mim o meu abrigo, *
o meu regio no dia da aflição.

=18 Minha força, cantarei vossos louvores, †
porque sois o meu refúgio e proteção, *
Deus clemente e compassivo, meu amor!

Ant. Protegei-me, ó meu Deus,
contra os meus perseguidores!

Ant. 3 Feliz o homem que por Deus é corrigido;
se ele fere, também cuida da ferida.

Salmo 59(60)

Oração depois de uma derrota

No mundo tereis tribulações. Mas tende coragem! Eu venci o mundo! (Jo 16,33).

=3 Rejeitastes, ó Deus, vosso povo †
e arrasastes as nossas fileiras; *
vós esveis irado: voltai-vos!
4 Abalastes, partistes a terra, *
reparai suas brechas, pois treme.

5 Duramente provastes o povo, *
e um vinho atordoante nos destes.
6 Aos fiéis um sinal indicastes, *
e os pusestes a salvo das flechas.
7 Sejam livres os vossos amados, *
vossa mão nos ajude: ouvi-nos!

=8 Deus falou em seu santo lugar: †
“Exultarei, repartindo Siquém, *
e o vale em Sucot medirei.
=9 Galaad, Manassés me pertencem, †
Efraim é o meu capacete, *
e Ju, o meu cetro real.

=10 É Moab minha bacia de banho, †
sobre Edom eu porei meu calçado, *
vencerei a nação Filistéia!”

11 Quem me leva à cidade segura, *
e a Edom quem me vai conduzir,
12 se vós, Deus, rejeitais vosso povo *
e não mais conduzis nossas tropas?

– Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia; *
nada vale o socorro dos homens!
13 Mas com Deus nós faremos proezas, *
e ele vai esmagar o opressor.

Ant. Feliz o homem que por Deus é corrigido;
se ele fere, também cuida da ferida.

Leitura breve Sb 1,13-15

Deus não fez a morte, nem tem prazer com a destruição dos vivos. Ele criou todas as coisas para existirem, e as criaturas do mundo são saudáveis: nelas não há nenhum veneno de morte, nem é a morte que reina sobre a terra: pois a justiça é imortal.

V. O Senhor libertou minha vida da morte.
R. Andarei diante dele na terra dos vivos.

Oração

Senhor Jesus Cristo, que fizestes o ladrão arrependido passar da cruz ao vosso Reino, aceitai a humilde confissão de nossas culpas e fazei que, no instante da morte, entremos com alegria no paraíso. Vós, que viveis e reinais para sempre.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *