Hora Nona de Sexta-feira da IV Semana da Páscoa

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Esta hora brilhou e, esplendente,
afastou toda nuvem da cruz.
Despojando das trevas o mundo,
restitui às nações nova luz.

Nesta hora Jesus ressuscita
do sepulcro os que haviam morrido
e, a morte vencendo, eles saem
com um novo espírito infundido.

Temos fé nessa aurora dos tempos,
das cadeias da morte libertos,
e nas graças da vida, que jorram
como fonte a correr nos desertos.

Glória a vós, que vencestes a morte,
e no céu com o Pai, Sumo Bem,
refulgindo na glória do Espírito
reinais hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),161-168

XXI (Sin)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes (Tg 1,22).

161 Os poderosos me perseguem sem motivo; *
meu coração, porém, só teme a vossa lei.
162 Tanto me alegro com as palavras que dissestes, *
quanto alguém ao encontrar grande tesouro.

163 Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!
164 Eu vos louvo sete vezes cada dia, *
porque justos são os vossos julgamentos.

165 Os que amam vossa lei têm grande paz, *
e não há nada que os faça tropeçar.
166 Ó Senhor, de vós espero a salvação, *
pois eu cumpro sem cessar vossos preceitos.

167 Obedeço fielmente às vossas ordens, *
e as estimo ardentemente mais que tudo.
168 Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; *
os meus caminhos estão todos ante vós.

Salmo 132(133)

Alegria da união fraterna

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus (1Jo 4,7).

1 Vinde e vede como é bom, como é suave *
os irmãos viverem juntos bem unidos!

2 É como um óleo perfumado na cabeça, *
que escorre e vai descendo até à barba;
– vai descendo até à barba de Aarão, *
e vai chegando até à orla do seu manto.

3 É também como o orvalho do Hermon, *
que cai suave sobre os montes de Sião.
– Pois a eles o Senhor dá sua bênção *
e a vida pelos séculos sem fim.

Salmo 139(140),2-9.13-14

Tu és o meu refúgio

O Filho do Homem é entregue nas mãos dos pecadores (Mt 26,45).

2 Livrai-me, ó Senhor, dos homens maus, *
dos homens violentos defendei-me,
3 dos que tramam só o mal no coração *
e planejam a discórdia todo o dia!
4 Como a serpente eles afiam suas línguas, *
e em seus bios têm veneno de uma víbora.

=5 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio, †
defendei-me contra o homem violento, *
contra aqueles que planejam minha queda!
=6 Os soberbos contra mim armaram laços, †
estenderam-me uma rede sob os pés *
e puseram em meu caminho seus tropeços.

7 Mas eu digo ao Senhor: “Vós sois meu Deus, *
inclinai o vosso ouvido à minha prece!”
8 Senhor meu Deus, sois meu auxílio poderoso, *
vós protegeis minha cabeça no combate!
9 Não atendais aos maus desejos dos malvados! *
Senhor, fazei que os seus planos não se cumpram!

13 Sei que o Senhor fará justiça aos infelizes, *
defende a causa justa de seus pobres.
14 Sim, os justos louvarão o vosso nome, *
e junto a vós habitarão os homens retos.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve 1Cor 5,7-8

Lançai fora o fermento velho,para que sejais uma massa nova, já que deveis ser sem fermento. Pois o nosso cordeiro pascal, Cristo, já está imolado. Assim, celebremos a festa, não com velho fermento nem com o fermento de maldade ou de perversidade, mas com os pães ázimos de pureza e de verdade.

V. Ó Senhor, ficai conosco, aleluia.
R. Pois o dia já declina. Aleluia.

Oração

Deus, a quem devemos a liberdade e a salvação, fazei que possamos viver por vossa graça e encontrar em vós a felicidade eterna, pois nos remistes com o sangue do vosso Filho. Que vive e reina para sempre.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *