Vésperas de Quinta-feira da 5ª Semana da Quaresma


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.

Hino

Ficai presente agora à Igreja,
ficai presente à penitência,
pela qual vos suplicamos
para os pecados indulgência.

Por vossa graça, perdoai
as nossas culpas do passado;
contra as futuras protegei-nos,
manso Jesus, Pastor amado,

Para que nós, purificados
por esses ritos anuais,
nos preparemos, reverentes,
para gozar os dons pascais.

Todo o universo vos adore,
Trindade Santa, Sumo Bem.
Novos, por graça, vos cantemos
um canto novo e belo. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Senhor meu Deus, clamei por vós e me curastes!
A vós louvor eternamente!

Salmo 29(30)

Ação de graças pela libertação

Cristo, após sua gloriosa ressurreição, dá graças ao Pai (Cassiodoro).

2 Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, *
e não deixastes rir de mim meus inimigos!
3 Senhor, clamei por vós, pedindo ajuda, *
e vós, meu Deus, me devolvestes a saúde!
4 Vós tirastes minha alma dos abismos *
e me salvastes, quando estava já morrendo!

5 Cantai salmos ao Senhor, povo fiel, *
dai-lhe graças e invocai seu santo nome!
6 Pois sua ira dura apenas um momento, *
mas sua bondade permanece a vida inteira;
– se à tarde vem o pranto visitar-nos, *
de manhã nos vem saudar a alegria.

7 Nos momentos mais felizes eu dizia: *
“Jamais hei de sofrer qualquer desgraça!”
8 Honra e poder me concedia a vossa graça, *
mas escondestes vossa face e perturbei-me.

9 Por vós, ó meu Senhor, agora eu clamo, *
e imploro a piedade do meu Deus:
10 Que vantagem haverá com minha morte, *
e que lucro, se eu descer à sepultura?

– Por acaso, pode o pó agradecer-vos *
e anunciar vossa leal fidelidade?
11 Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade! *
Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!

12 Transformastes o meu pranto em uma festa, *
meus farrapos, em adornos de alegria,
=13 para minh’alma vos louvar ao som da harpa †
e ao invés de se calar, agradecer-vos: *
Senhor meu Deus, eternamente hei de louvar-vos!

Ant. Senhor meu Deus, clamei por vós e me curastes!
A vós louvor eternamente!

Ant. 2 Feliz o homem a quem o Senhor
não olha mais como sendo culpado!

Salmo 31(32)

Feliz o homem que foi perdoado!

Davi declara feliz o homem a quem Deus credita a justiça independentemente das obras (Rm 4,6).

1 Feliz o homem que foi perdoado *
e cuja falta já foi encoberta!
=2 Feliz o homem a quem o Senhor †
não olha mais como sendo culpado, *
e em cuja alma não há falsidade!

=3 Enquanto eu silenciei meu pecado, †
dentro de mim definhavam meus ossos *
e eu gemia por dias inteiros,

4 porque sentia pesar sobre mim *
a vossa mão, ó Senhor, noite e dia;
– e minhas forças estavam fugindo, *
tal como a seiva da planta no estio.

5 Eu confessei, afinal, meu pecado, *
e minha falta vos fiz conhecer.
– Disse: “Eu irei confessar meu pecado!” *
E perdoastes, Senhor, minha falta.

6 Todo fiel pode, assim, invocar-vos, *
durante o tempo da angústia e aflição,
– porque, ainda que irrompam as águas, *
não poderão atingi-lo jamais.

7 Sois para mim proteção e refúgio; *
na minha angústia me haveis de salvar,
– e envolvereis a minha alma no gozo *
da salvação que me vem só de vós.

=8 “Vou instruir-te e te dar um conselho; †
vou te dar um conselho a seguir, *
e sobre ti pousarei os meus olhos:

=9 Não queiras ser semelhante ao cavalo, †
ou ao jumento, animais sem razão; *
eles precisam de freio e cabresto
– para domar e amansar seus impulsos, *
pois de outro modo não chegam a ti”.

=10 Muito sofrer é a parte dos ímpios; †
mas quem confia em Deus, o Senhor, *
é envolvido por graça e perdão.

=11 Regozijai-vos, ó justos, em Deus, †
e no Senhor exultai de alegria! *
Corações retos, cantai jubilosos!

Ant. Feliz o homem a quem o Senhor
não olha mais como sendo culpado!

Ant. 3 O Senhor lhe deu o reino, a glória e o poder;
as nações hão de servi-lo.

Cântico Ap 11,17-18; 12,10b-12a

O julgamento de Deus

11,17 Graças vos damos, Senhor Deus onipotente, *
a Vós que sois, a Vós que éreis e sereis,
– porque assumistes o poder que vos pertence, *
e enfim tomastes posse como rei!

(R. Nós vos damos graças, nosso Deus!)

18 As nações se enfureceram revoltadas, †
mas chegou a vossa ira contra elas *
e o tempo de julgar vivos e mortos,
= e de dar a recompensa aos vossos servos, †
aos profetas e aos que temem vosso nome, *
aos santos, aos pequenos e aos grandes.

(R.)

=12,10 Chegou agora a salvação e o poder †
e a realeza do Senhor e nosso Deus, *
e o donio de seu Cristo, seu Ungido.
– Pois foi expulso o delator que acusava *
nossos irmãos, dia e noite, junto a Deus.

(R.)

= 11 Mas o venceram pelo sangue do Cordeiro †
e o testemunho que eles deram da Palavra, *
pois desprezaram sua vida até à morte.
– 12 Por isso, ó céus, cantai alegres e exultai *
e vós todos os que neles habitais!

(R.)

Ant. O Senhor lhe deu o reino, a glória e o poder;
as nações hão de servi-lo.

Leitura breve                 Hb 13,12-15
Jesus sofreu do lado de fora da porta, para santificar o povo pelo seu próprio sangue. Vamos, portanto, sair ao seu encontro, fora do acampamento, carregando a sua humilhação. Porque não temos aqui cidade permanente, mas estamos à procura daquela que está para vir. Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que celebram o seu nome.

Responsório breve
R. 
Nós vos bendizemos e adoramos,
* Ó Jesus, nosso Senhor. R. Nós vos.
V. Por vossa cruz vós redimistes este mundo. * Ó Jesus.
Glória ao Pai. R. Nós vos.

Cântico evangélico, ant.
Tu nem tens cinquenta anos de existência,
como, pois, dizes ter visto Abraão?
Eu vos digo com certeza, diz Jesus,
já bem antes que Abraão nascesse “Eu Sou”.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Tu nem tens cinquenta anos de existência,
como, pois, dizes ter visto Abraão?
Eu vos digo com certeza, diz Jesus,
já bem antes que Abraão nascesse “Eu Sou”.

Preces

Oremos a Cristo nosso Senhor, que nos deu o mandamento novo de nos amarmos uns aos outros como ele nos amou; e imploremos:

R. Senhor, fazei crescer o amor em vosso povo!

Bom Mestre, ensinai-nos a vos amar em nossos irmãos e irmãs,
– e a vos servir em cada um deles. R.

Vós, que na cruz pedistes ao Pai perdão para vossos algozes,
– ensinai-nos a amar os nossos inimigos e a orar pelos que nos perseguem. R.

Pela participação no mistério do vosso Corpo e Sangue, aumentai em nós a caridade, a fortaleza e a confiança;
– fortalecei os fracos, consolai os tristes e dai esperança aos agonizantes. R.

Cristo, Luz do mundo, que na piscina de Siloé destes a vista ao cego de nascença,
– iluminai os catecúmenos pelo sacramento do batismo e pela palavra da vida. R.

(intenções livres)

Concedei a plenitude do vosso amor aos que morreram,
– e contai-nos também entre os vossos escolhidos. R.

Pai nosso.

Oração

Assisti, ó Deus, aqueles que vos suplicam e guardai com solicitude os que esperam em vossa misericórdia, para que, libertos de nossos pecados, levemos uma vida santa e sejamos herdeiros das vossas promessas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.