Vésperas de 18 de Dezembro

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Recebe, Virgem Maria, 
no casto seio materno,
dos céus, o Verbo Divino 
vindo da boca do Eterno.

Fecunda, a sombra do Espírito
do alto céu te ilumina,
para gerares um Filho
de natureza divina.

A porta santa do templo
eternamente fechado,
feliz e pronta se abre, 
somente ao Rei esperado.

Desceu à terra o Senhor,
por Gabriel anunciado; 
promessa antiga aos profetas, 
antes da aurora gerado.

Exulta o coro dos anjos,
a terra canta louvor:
Para salvar os perdidos, 
humilde, vem o Senhor.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a Vós e ao Pai toda a glória,
Com o Espírito Santo:
eterna honra e vitória.

Salmodia



Ant. 1 Aquele que reina há de vir de Sião.
É grande o seu nome: Senhor, Deus-conosco.

Salmo 134(135)

Louvor ao Senhor por suas maravilhas

Povo que ele conquistou, proclamai as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa (cf. 1Pd 2,9).

I

1 Louvai o Senhor, bendizei-o; *
louvai o Senhor, servos seus,
2 que celebrais o louvor em seu templo *
e habitais junto aos átrios de Deus!

3 Louvai o Senhor, porque é bom; *
cantai ao seu nome suave!
4 Escolheu para si a Jacó, *
preferiu Israel por herança.

5 Eu bem sei que o Senhor é tão grande, *
que é maior do que todos os deuses.
=6 Ele faz tudo quanto lhe agrada, †
nas alturas dos céus e na terra, *
no oceano e nos fundos abismos.

=7 Traz as nuvens do extremo da terra, †
transforma os raios em chuva, *
das cavernas libera os ventos.

8 No Egito feriu primogênitos, *
desde homens até animais.
9 Fez milagres, prodígios, portentos, *
perante Faraó e seus servos.
10 Abateu numerosas nações *
e matou muitos reis poderosos:

=11 A Seon que foi rei amorreu, †
e a Og que foi rei de Basã, *
como a todos os reis cananeus.
12 Ele deu sua terra em herança, *
em herança a seu povo, Israel.

Ant. Aquele que reina há de vir de Sião.
É grande o seu nome: Senhor, Deus-conosco.

Ant. 2 Sede firmes na esperança,
e vereis vir sobre vós o auxílio do Senhor.

II

13 Ó Senhor, vosso nome é eterno; *
para sempre é a vossa lembrança!
14 O Senhor faz justiça a seu povo *
e é bondoso com aqueles que o servem.

15 São os deuses pagãos ouro e prata, *
todos eles são obras humanas.
16 Têm boca e não podem falar, *
têm olhos e não podem ver;

17 tendo ouvidos, não podem ouvir, *
nem existe respiro em sua boca.
18 Como eles serão seus autores, *
que os fabricam e neles confiam!

19 Israel, bendizei o Senhor; *
sacerdotes, louvai o Senhor;
20 levitas, cantai ao Senhor; *
fiéis, bendizei o Senhor!
21 Bendito o Senhor de Sião, *
que habita em Jerusalém!

Ant. Sede firmes na esperança,
e vereis vir sobre vós o auxílio do Senhor.

Ant. 3 Eu volto os olhos ao Senhor
e aguardo a Deus, meu Salvador.

Cântico Ap 15,3-4

Hino de adoração

3 Como são grandes e admiveis vossas obras, *
ó Senhor e nosso Deus onipotente!
– Vossos caminhos são verdade, são justiça, *
ó Rei dos povos todos do universo!

(R. São grandes vossas obras, ó Senhor!)

=4 Quem, Senhor, não haveria de temer-vos, †
quem não honraria o vosso nome? *
Pois somente vós, Senhor, é que sois santo!

(R.)

= As nações todas hão de vir perante vós, †
e prostradas haverão de adorar-vos, *
pois vossas justas decisões são manifestas!

(R.)

Ant. Eu volto os olhos ao Senhor
e aguardo a Deus, meu Salvador.

Leitura breve Fl 4,4-5

Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. Que a vossa bondade seja conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo!

Responsório breve

R. Alegremo-nos, todos, no Senhor!

* Alegremo-nos, pois ele está bem perto!
R. Alegremo-nos.

V. Favorecestes, ó Senhor, a vossa terra,
libertastes os cativos de Ja. * Alegremo-nos.

Glória ao Pai. R. Alegremo-nos.

CÂNTICO EVANGÉLICO (Magnificat) Lc 1,46-55

Ant. Ó Adonai, guia da casa de Israel,
que aparecestes a Moisés na sarça ardente
e lhe destes vossa lei sobre o Sinai:
vinde salvar-nos com o braço poderoso!

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.


Em Latim

Magnificat anima mea Dominum
Et exultavit spiritus meus in Deo salvatóre meo.
Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes.
Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.
Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum.
Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui.
Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.
Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes,
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ,
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto
Sicut erat in principio, et nunc, et semper, et in saecula saeculorum.
Amen.


Ant. Ó Adonai, guia da casa de Israel,
que aparecestes a Moisés na sarça ardente
e lhe destes vossa lei sobre o Sinai:
vinde salvar-nos com o braço poderoso!

Preces

Imploremos, irmãos e irmãs caríssimos, a Cristo Redentor, que veio salvar a humanidade; e digamos confiantes:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus Cristo, que pelo mistério da encarnação revelastes aos seres humanos a glória da vossa divindade,
– dai vida ao mundo com a vossa vinda. R.

Vós, que assumistes a fragilidade da natureza humana,
– concedei-nos vossa misericórdia. R.

Vós, que, na primeira vez, viestes humilde, para remir o mundo de seus pecados,
– quando vierdes novamente, absolvei-nos de toda culpa. R.

Vós, que viveis eternamente e tudo governais com justiça,
– por vossa bondade, fazei-nos alcançar a herança prometida. R.

(intenções livres)

Vós, que estais sentado à direita do Pai,
– alegrai as almas dos nossos defuntos com a luz da vossa face.

R.

Pai nosso…


Em Latim:

Pater noster, qui es in caelis
Sanctificétur nomen tuum
Advéniat regnum tuum
Fiat volúntas tua
Sicut in caelo, et in terra

Panem nostrum quotidiánum da nobis hódie
Et dimítte nobis débita nostra
Sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris
Et ne nos indúcas in tentatiónem
Sed líbera nos a malo

Amem


Oração

Ó Deus todo-poderoso, concedei aos que gememos na antiga escravidão, sob o jugo do pecado, a graça de ser libertados pelo novo natal do vosso Filho, que tão ansiosamente esperamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.