Vésperas da Ascensão do Senhor

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino 

Ó Jesus, redenção nossa,
nosso anelo e nosso amor,
novo Rei dos novos tempos
e dos seres Criador.

 Que clemência vos venceu
para os crimes carregar,
e, na cruz sofrendo a morte,
doutra morte nos livrar? 

À mansão dos mortos indo,
os cativos libertar,
e do Pai à mão direita
triunfante vos sentar? 

Esta mesma piedade
nos liberte dos pecados,
e ao clarão de vossa face
nós seremos saciados. 

Nosso prêmio no futuro,
nosso gozo sois também.
Sede sempre nossa glória
pelos séculos. Amém. 

Salmodia 

Ant. 1 Saí do Pai e vim ao mundo;
deixo o mundo e vou ao Pai. Aleluia. 

Salmo 112(113) 

– 1Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *
louvai, louvai o nome do Senhor!
– 2Bendito seja o nome do Senhor, *
agora e por toda a eternidade!
– 3Do nascer do sol até o seu ocaso, *
louvado seja o nome do Senhor! 

– 4O Senhor está acima das nações, *
sua glória vai além dos altos céus.
=5Quem pode comparar-se ao nosso Deus, †
ao Senhor, que no alto céu temo seu trono *
6
e se inclina para olhar o céu e a terra? 

– 7Levanta da poeira o indigente *
e do lixo ele retira o pobrezinho,
– 8para fazê-lo assentar-se com os nobres, *
assentar-se com os nobres do seu povo.
– 9Faz a estéril, mãe feliz em sua casa, *
vivendo rodeada de seus filhos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Saí do Pai e vim ao mundo;
deixo o mundo e vou ao Pai. Aleluia. 

Ant. 2 O Senhor Jesus Cristo
falou com os seus pela última vez;
elevou-se aos céus
e sentou-se à direita de Deus. Aleluia. 

Salmo 116(117) 

– 1Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, *
povos todos, festejai-o!
– 2Pois comprovado é seu amor para conosco, *
para sempre ele é fiel!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O Senhor Jesus Cristo falou com os seus pela última vez;
elevou-se aos céus e sentou-se à direita de Deus. Aleluia. 

Ant. 3 Ninguém jamais subiu ao céu,
senão quem do céu desceu:
o Filho do Homem, que é do céu. Aleluia.

 Cântico Ap 11,17-18; 12,10b-12a

 – 1,17 Graças vos damos, Senhor Deus onipotente, *
a Vós que sois, a Vós que éreis e sereis,
– porque assumistes o poder que vos pertence, *
e enfim tomastes posse como rei! 

(R. Nós vos damos graças, nosso Deus!) 

=18 As nações se enfureceram revoltadas, †
mas chegou a vossa ira contra elas *
e o tempo de julgar vivos e mortos,
= e de dar a recompensa aos vossos servos, †
aos profetas e aos que temem vosso nome, *
aos santos, aos pequenos e aos grandes. (R.) 

=12,10Chegou agora a salvação e o poder †
e a realeza do Senhor e nosso Deus, *
e o domínio de seu Cristo, seu Ungido.
– Pois foi expulso o delator que acusava *
nossos irmãos, dia e noite, junto a Deus. (R.) 

=11Mas o venceram pelo sangue do Cordeiro †
e o testemunho que eles deram da Palavra, *
pois desprezaram sua vida até à morte.
– 12Por isso, ó céus, cantai alegres e exultai *
e vós todos os que neles habitais! (R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Ninguém jamais subiu ao céu,
senão quem do céu desceu:
o Filho do Homem, que é do céu. Aleluia.

Leitura breve         Ef 2,4-6

Deus é rico em misericórdia. Por causa do grande amor com que nos amou, quando estávamos mortos por causa das nossas faltas, ele nos deu a vida com Cristo. É por graça que vós sois salvos! Deus nos ressuscitou com Cristo e nos fez sentar nos céus em virtude de nossa união com Jesus Cristo.

Responsório breve

R. Por entre aclamações Deus se elevou,
* Aleluia, aleluia. R. Por entre.
V. O Senhor subiu ao toque da trombeta.* Aleluia.
Glória ao Pai. R. Por entre.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. Meu Pai, revelei o teu nome àqueles os quais tu me deste.
Agora eu te peço por eles; não peço, porém, pelo mundo, pois venho a ti, aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Meu Pai, revelei o teu nome àqueles os quais tu me deste.
Agora eu te peço por eles; não peço, porém, pelo mundo, pois venho a ti, aleluia.


Em Latim

Magnificat anima mea Dominum
Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo.
Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes.
Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.
Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum.
Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui.
Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.
Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes,
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ,
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto
Sicut erat in principio, et nunc, et semper, et in saecula saeculorum.
Amen.

 Preces

 Aclamemos a Jesus Cristo, que está sentado à direita do Pai na glória do céu; e digamos na alegria do Espírito:

 R. Cristo, rei da glória, nós vos louvamos!

 Rei da glória, que elevastes convosco a fragilidade da nossa carne para ser glorificada no céu,
– apagai a maldade da antiga culpa e devolvei-nos a dignidade original que havíamos perdido. R.

 Vós, que descestes até nós pelo caminho do amor,
– pelo mesmo caminho, fazei-nos subir até vós. R.

 Vós, que prometestes atrair para vós a humanidade inteira,
– não permitais que nenhum de nós fique separado da unidade do vosso corpo. R.

 Fazei-nos desde agora viver de corpo e alma no céu,
– para onde subistes cheio de glória como Senhor do universo. R. 

(intenções livres) 

Senhor, a quem esperamos como juiz dos vivos e dos mortos,
– fazei que, um dia, juntamente com nossos irmãos e irmãs falecidos, posamos contemplar eternamente a vossa infinita misericórdia. R.

Pai nosso…

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias
Helber Clayton é leigo católico, servidor público, escritor, casado, formado em Letras, com licenciatura em Língua Portuguesa, Língua Inglesa e respectivas literaturas, Especialista em Língua Latina e Filologia Românica.
Mora em Teixeira de Freitas na Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *