Santo Antônio, de Pádua

Doutor da Igreja e grande modelo de pregador autêntico do Evangelho, Santo Antônio de Lisboa, ou Santo Antônio de Pádua, ou melhor, Santo Antônio do céu, como dizia São João Paulo II, tinha uma inteligência incomparável e um desejo ardente pela santidade. Nasceu em Lisboa em 1195, fruto de uma família abastada, sendo batizado pelo nome Fernando de Bulhões.


Ainda jovem conheceu a ordem franciscana, se encantou pelo testemunho dos mártires em Marrocose, e pela benção de São Francisco de Assis, desejou seguir o caminho de extrema pobreza, para servir a Deus inteiramente, transformando-se em um novo homem, o Antônio.
Antônio era tão amante das escrituras que memorizou ela toda. Seus sermões refletiam a sua própria vida, repleta de amor, doação e obediência, conquistando até mesmo os animais com o seu testemunho e suas palavras.
Santo Antônio morreu nas vizinhanças da cidade de Pádua, na Itália, em 1231. Onze meses após ele foi beatificado e canonizado pelo Papa Gregório IX, na catedral de Espoleto, em 30 de maio de 1232, sendo o processo mais rápido da história da Igreja. Sua língua continua intacta e segundo São Boaventura, isso era a prova de que sua pregação era inspirada por Deus.

4 comentários em “Santo Antônio, de Pádua”

  1. Senhor que pela inteçeção de Santo Antonio de Padua que ardentemente com sua lingua proclamava as palavras divinas aos pobres dai nos venerar os que pedem sabedoria a ele e que sejam atendidos pela sua interceção, Tudo isso vos peço por Jesus Cristo Vosso Filho na Unidade do Esoirito Santo Amem.

  2. Santo Antonio de Pádua, intercedei a Deus por mim. Ajudai me a ter Discernimento com sabedoria e santidade. Abençoai minha família. Rogai por nos Santo Antonio.

  3. Rogai por nós Santo Antônio e Santa Dulce dos Pobres a quem em toda a sua vida amou e devotou a sua fé em Sto Antônio, ela igualmente beatificada e canonizada em tempo muito breve, assim como o santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.