Laudes de Quinta-feira da 27ª Semana do Tempo Comum

0 2 Comentário(s)


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Já surge a luz dourada,
a treva dissipando,
que as almas do abismo
aos poucos vai levando.

Dissipa-se a cegueira
que a todos envolvia;
alegres caminhemos
na luz de um novo dia.

Que a luz nos traga paz,
pureza ao coração:
longe a palavra falsa,
o pensamento vão.

Decorra calmo o dia:
a mão, a língua, o olhar.
Não deixe nosso corpo
na culpa se manchar.

Do alto, nossos atos
Deus vê, constantemente;
solícito nos segue
da aurora ao sol poente.

A glória seja ao Pai,
ao Filho seu também;
ao Espírito igualmente,
agora e sempre. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Dizem coisas gloriosas da Cidade do Senhor.

Salmo 86(87)

Jerusalém: mãe de todos os povos

A Jerusalém celeste é livre, e é a nossa mãe (Gl 4,26).

1 O Senhor ama a cidade *
que fundou no Monte santo;
2 ama as portas de Sião *
mais que as casas de Jacó.

3 Dizem coisas gloriosas *
da Cidade do Senhor:
4 “Lembro o Egito e Babilônia *
entre os meus veneradores.

= Na Filistéia ou em Tiro †
ou no país da Etiópia, *
este ou aquele ali nasceu”.

=5 De Sião, porém, se diz: †
“Nasceu nela todo homem; *
Deus é sua segurança”.

=6 Deus anota no seu livro, †
onde inscreve os povos todos: *
“Foi ali que estes nasceram”.

7 E por isso todos juntos *
a cantar se alegrarão;
– e, dançando, exclamarão: *
“Estão em ti as nossas fontes!”

Ant. Dizem coisas gloriosas da Cidade do Senhor.


Ant. 2 O Senhor, o nosso Deus,vem com poder,
e o preço da viria vem com ele.

Cântico Is 40,10-17

O Bom Pastor é o Deus Altíssimo e Sapientíssimo

Eis que venho em breve, para retribuir a cada um segundo as suas obras (Ap 22,12).

10 Olhai e vede: o nosso Deus vem com poder, *
domina todas as coisas com seu braço.
– Eis que o preço da vitória vem com ele, *
e o precedem os troféus que conquistou.

(R. Bendito seja Aquele que há de vir!)

11 Como o pastor, ele apascenta o seu rebanho. *
Ele toma os cordeirinhos em seus braços,
– leva ao colo as ovelhas que amamentam, *
e reúne as dispersas com sua mão.

(R.)

12 Quem, no côncavo da mão, mediu o mar? *
Quem mediu o firmamento com seu palmo?
= Quem mediu com o alqueire o pó da terra? †
Quem pesou, pondo ao gancho, as montanhas, *
e as colinas, colocando-as na balança?

(R.)

13 Quem instruíra o espírito do Senhor? *
Que conselheiro o teria orientado?
14 Com quem aprendeu ele a bem julgar, *
e os caminhos da justiça a discernir?
– Quem as veredas da prudência lhe ensinou *
ou os caminhos da ciência lhe mostrou?

(R.)

15 Eis as nações: qual gota d’água na vasilha, *
um grão de areia na balança diante dele;
– e as ilhas pesam menos do que o pó *
perante ele, o Senhor onipotente.

(R.)

16 Não bastaria toda a lenha que há no Líbano *
para queimar seus animais em holocausto.
17 As nações todas são um nada diante dele, *
a seus olhos elas são quais se não fossem.

(R.)

Ant. O Senhor, o nosso Deus, vem com poder,
e o preço da viria vem com ele.


Ant. 3 Aclamai o Senhor nosso Deus,
e adorai-o com todo o respeito!

Salmo 98(99)

Santo é o Senhor nosso Deus

Vós, Senhor, que estais acima dos Querubins, quando vos fizestes semelhante a nós, restaurastes o mundo decaído (Sto. Atanásio).

=1 Deus é Rei: diante dele estremeçam os povos! †
Ele reina entre os anjos: que a terra se abale! *
2 Porque grande é o Senhor em Sião!

= Muito acima de todos os povos se eleva; †
3 glorifiquem seu nome tervel e grande, *
porque ele é santo e é forte!

=4 Deus é Rei poderoso. Ele ama o que é justo †
e garante o direito, a justiça e a ordem; *
tudo isso ele exerce em Ja.

=5 Exaltai o Senhor nosso Deus, †
e prostrai-vos perante seus pés, *
pois é santo o Senhor nosso Deus!

=6 Eis Moisés e Aarão entre os seus sacerdotes. †
E também Samuel invocava seu nome, *
e ele mesmo, o Senhor, os ouvia.

=7 Da coluna de nuvem falava com eles. †
E guardavam a lei e os preceitos divinos, *
que o Senhor nosso Deus tinha dado.

=8 Responeis a eles, Senhor nosso Deus, †
porque éreis um Deus paciente com eles, *
mas saeis punir seu pecado.

=9 Exaltai o Senhor nosso Deus, †
e prostrai-vos perante seu monte, *
pois é santo o Senhor nosso Deus!

Ant. Aclamai o Senhor nosso Deus,
e adorai-o com todo o respeito!

Leitura breve 1Pd 4,10-11

Como bons administradores da multiforme graça de Deus, cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu. Se alguém tem o dom de falar, proceda como com palavras de Deus. Se alguém tem o dom do serviço, exerça-o como capacidade proporcionada por Deus, a fim de que, em todas as coisas, Deus seja glorificado, em virtude de Jesus Cristo.

Responsório breve

R. Clamo de todo o coração:
* Atendei-me, ó Senhor! R. Clamo.
V. Quero cumprir vossa vontade. * Atendei-me.
Glória ao Pai. R. Clamo de todo.


CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Sirvamos ao Senhor em justiça e santidade,
e de nossos inimigos have de nos salvar.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 
71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 
=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor * 
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 
78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 
– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz


Em latim:

BENEDICTUS Dominus Deus Israel, *
quia visitavit, et fecit redemptionem plebis suae:
Et erexit cornu salutis nobis *
in domo David pueri sui.
Sicut locutus est per os sanctorum, *
qui a saeculo sunt, prophetarum eius:
Salutem ex inimicis nostris, *
et de manu omnium qui oderunt nos:
Ad faciendam misericordiam cum patribus nostris: *
et memorari testamenti sui sancti:
Iusiurandum, quod iuravit ad Abraham patrem nostrum, *
daturum se nobis;
Ut sine timore, de manu inimicorum nostrorum liberati, *
serviamus illi.
In sanctitate et iustitia coram ipso, *
omnibus diebus nostris.
Et tu puer, propheta Altissimi vocaberis: *
praeibis enim ante faciem Domini parare vias eius:
Ad dandam scientiam salutis plebi eius: *
in remissionem peccatorum eorum:
Per viscera misericordiae Dei nostri: *
in quibus visitabit nos, oriens ex alto:
Illuminare his qui in tenebris et in umbra mortis sedent: *
ad dirigendos pedes nostros in viam pacis.


Ant. Sirvamos ao Senhor em justiça e santidade,
e de nossos inimigos have de nos salvar.

Preces

Demos graças a Deus Pai, que no seu amor conduz e alimenta o seu povo; e digamos com alegria:

R. Glória a vós, Senhor, para sempre!

Pai clementíssimo, nós vos louvamos por vosso amor para conosco,
– porque nos criastes de modo admirável, e de modo ainda mais admirável nos renovastes.

R.

No começo deste dia, infundi em nossos corações o desejo de vos servir,
– para que sempre vos glorifiquemos em todos os nossos pensamentos e ações.

R.

Purificai os nossos corações de todo mau desejo,
– e fazei que estejamos sempre atentos à vossa vontade.

R.

Dai-nos um coração aberto às dificuldades de nossos irmãos e irmãs,
– para que jamais lhes falte o nosso amor fraterno.

R.

 (intenções livres)

Pai nosso…


Em Latim:

Pater noster, qui es in caelis
Sanctificétur nomen tuum
Advéniat regnum tuum
Fiat volúntas tua
Sicut in caelo, et in terra

Panem nostrum quotidiánum da nobis hódie
Et dimítte nobis débita nostra
Sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris
Et ne nos indúcas in tentatiónem
Sed líbera nos a malo

Amem

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, sobre os povos que vivem na sombra da morte fazei brilhar o Sol da justiça, que nos visitou nascendo das alturas, Jesus Cristo nosso Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

Categorias

Comments

  1. loredana Busatto disse:

    Esta otimo

  2. Geane da Silva Santana disse:

    Muito bom. Amei. Amémmmm ❤️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *