Vésperas de 21 de Dezembro

IV Semana do Saltério

Hino

Recebe, Virgem Maria, 
no casto seio materno,
dos céus, o Verbo Divino 
vindo da boca do Eterno.

Fecunda, a sombra do Espírito
do alto céu te ilumina,
para gerares um Filho
de natureza divina.

A porta santa do templo
eternamente fechado,
feliz e pronta se abre, 
somente ao Rei esperado.

Desceu à terra o Senhor,
por Gabriel anunciado; 
promessa antiga aos profetas, 
antes da aurora gerado.

Exulta o coro dos anjos,
a terra canta louvor:
Para salvar os perdidos, 
humilde, vem o Senhor.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a Vós e ao Pai toda a glória,
Com o Espírito Santo:
eterna honra e vitória.

Salmodia

Ant. 1 O Senhor sai do seu santuário nos céus.
 Ele vem libertar e salvar o seu povo. 
 

Salmo 136(137),1-6

Junto aos rios da Babilônia

Este cativeiro do povo deve-se entender como símbolo do nosso cativeiro espiritual (Sto. Hilário).

=1 Junto aos rios da Babinia †
nos senvamos chorando, *
com saudades de Sião.
2 Nos salgueiros por ali *
penduramos nossas harpas.

3 Pois foi  que os opressores *
nos pediram nossos cânticos;
– nossos guardas exigiam *
alegria na tristeza:
– “Cantai hoje para nós *
algum canto de Sião!”

=4 Como havemos de cantar †
os cantares do Senhor *
numa terra estrangeira?
=5 Se de ti, Jerusalém, †
algum dia eu me esquecer, *
que resseque a minha mão!

=6 Que se cole a minha língua †
e se prenda ao céu da boca, *
se de ti não me lembrar!
– Se não for Jerusalém *
minha grande alegria!

Ant. O Senhor sai do seu santuário nos céus.
 Ele vem libertar e salvar o seu povo. 

Ant. 2  Nossa cidade invencível é Sião,
 sua muralha e sua trincheira é o Salvador.
Abri as portas pois conosco está o Senhor. Aleluia. 

Salmo 137(138)

Ação de graças

Os reis da terra levarão à Cidade Santa a sua glória (cf. Ap 21,14).

1 Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, *
porque ouvistes as palavras dos meus lábios!
– Perante os vossos anjos vou cantar-vos *
2 e ante o vosso templo vou prostrar-me.

– Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, *
porque fizestes muito mais que prometestes;
3 naquele dia em que gritei, vós me escutastes *
e aumentastes o vigor da minha alma.

4 Os reis de toda a terra hão de louvar-vos, *
quando ouvirem, ó Senhor, vossa promessa.
5 Hão de cantar vossos caminhos e dirão: *
“Como a glória do Senhor é grandiosa!”

6 Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres, *
e de longe reconhece os orgulhosos.
7 Se no meio da desgraça eu caminhar, *
vós me fazeis tornar à vida novamente;

– quando os meus perseguidores me atacarem *
e com ira investirem contra mim,
– estendereis o vosso braço em meu auxílio *
e havereis de me salvar com vossa destra.

8 Completai em mim a obra começada; *
ó Senhor, vossa bondade é para sempre!
– Eu vos peço: não deixeis inacabada *
esta obra que fizeram vossas mãos!

Ant.  Nossa cidade invencível é Sião,
 sua muralha e sua trincheira é o Salvador.
Abri as portas pois conosco está o Senhor. Aleluia. 

Ant. 3 Que na terra se conheça o seu caminho.
 e a sua salvação por entre os povos.

Cântico Ap 4,11; 5,9.10.12

Hino dos remidos

4,11 Vós sois digno, Senhor nosso Deus, *
de receber honra, glória e poder!

(R. Poder, honra e glória ao Cordeiro de Deus!)

=5,9 Porque todas as coisas criastes, †
é por vossa vontade que existem *
e subsistem porque vós mandais.

(R.)

= Vós sois digno, Senhor nosso Deus, †
de o livro nas mãos receber *
e de abrir suas folhas lacradas!

(R.)

– Porque fostes por nós imolado; *
para Deus nos remiu vosso sangue
– dentre todas as tribos e línguas, *
dentre os povos da terra e nações.

(R.)

= 10 Pois fizestes de nós, para Deus, †
sacerdotes e povo de reis, *
e iremos reinar sobre a terra.

(R.)

= 12 O Cordeiro imolado é digno †
de receber honra, glória e poder, *
sabedoria, louvor, divindade!

(R.)

Ant. Que na terra se conheça o seu caminho.
 e a sua salvação por entre os povos.

Leitura breve 1Cor 4,5

Não queirais julgar antes do tempo. Aguardai que o Senhor venha. Ele iluminará o que estiver escondido nas trevas e manifestará os projetos dos corações. Então, cada um receberá de Deus o louvor que tiver merecido.

Responsório breve

R. Eis o tempo favovel,
* Eis o dia da salvação!R. Eis o tempo.
V. O Reino de Deus está bem perto. *Eis o dia.
Glória ao Pai. R. Eis o tempo.

Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Ó Sol nascente justiceiro, resplendor da Luz eterna:
Oh, vinde e iluminai os que jazem entre as trevas
e, na sombra do pecado e da morte, estão sentados.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Ó Sol nascente justiceiro, resplendor da Luz eterna:
Oh, vinde e iluminai os que jazem entre as trevas
e, na sombra do pecado e da morte, estão sentados.

Preces

Roguemos humildemente, irmãos e irmãs caríssimos, a Jesus Cristo que nos libertou das trevas do pecado; e o invoquemos com toda confiança: 

R. Vinde, Senhor Jesus!

Reuni, Senhor, numa só fé todos os povos da terra,
– e confirmai para com eles vossa aliança eterna. R.

Cordeiro de Deus, que viestes tirar o  pecado do mundo,
– purificai-nos de toda mancha de pecado. R.

Vós, que viestes salvar o que estava perdido,
– vinde novamente para que não se percam os que remistes com o vosso sangue. R.

Concedei a vossa alegria eterna, quando vierdes no último dia,
– àqueles que vos procuram na fé e na esperança. R.

(intenções livres)

Vós, que haveis de vir para julgar os vivos e os mortos,
– admiti com bondade entre os eleitos os nossos irmãos e irmãs falecidos. R.

Pai nosso…

Oração

Ouvi com bondade, ó Deus, as preces do vosso povo, para que, alegrando-nos hoje com a vinda do vosso Filho em nossa carne, alcancemos o prêmio da vida eterna, quando ele vier na sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.