Vésperas da Memória de São Cornélio, papa, e São Cipriano, bispo, mártires

0 comentário

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Deus, autor da luz
da aurora matutina,
mostrai-nos vossa glória,
que o dia já declina.

A tarde traz o ocaso,
o sol já vai morrendo,
e deixa o mundo às trevas,
às leis obedecendo.

Aos servos que vos louvam,
cansados do labor,
as trevas não envolvam,
pedimos, ó Senhor.

Assim, durante a noite,
guardados pela graça,
na luz da vossa luz,
a treva se desfaça.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
e vós, Jesus, também.
A vós e ao Santo Espírito
louvor eterno. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Ele é meu amor, meu regio,
meu escudo: é nele que espero.

Salmo 143(144)

Oração pela vitória e pela paz

As suas mãos foram treinadas para a luta, quando venceu o mundo conforme disse: eu venci o mundo (Sto. Hilário).

I

=1 Bendito seja o Senhor, meu rochedo, †
que adestrou minhas mãos para a luta, *
e os meus dedos treinou para a guerra!

2 Ele é meu amor, meu refúgio, *
libertador, fortaleza e abrigo;
– é meu escudo: é nele que espero, *
ele submete as nações a meus pés.

=3 Que é o homem, Senhor, para vós? †
Por que dele cuidais tanto assim, *
e no filho do homem pensais?
4 Como o sopro de vento é o homem, *
os seus dias são sombra que passa.

5 Inclinai vossos céus e descei, *
tocai os montes, que eles fumeguem.
6 Fulminai o inimigo com raios, *
lançai flechas, Senhor, dispersai-o!

=7 Lá do alto estendei vossa mão, †
retirai-me do abismo das águas, *
e salvai-me da mão dos estranhos;
8 sua boca só tem falsidade, *
sua mão jura falso e engana.

Ant. Ele é meu amor, meu regio,
meu escudo: é nele que espero.

Ant. 2 Feliz o povo que tem o Senhor por seu Deus!

II

9 Um canto novo, meu Deus, vou cantar-vos, *
nas dez cordas da harpa louvar-vos,
10 a vós que dais a vitória aos reis *
e salvais vosso servo Davi.

11 Da espada maligna livrai-me *
e salvai-me da mão dos estranhos;
– sua boca só tem falsidade, *
sua mão jura falso e engana.

12 Que nossos filhos, quais plantas viçosas, *
cresçam sadios, e fortes floresçam!
– As nossas filhas, colunas robustas, *
que um artista esculpiu para o templo.

13 Nossos celeiros transbordem de cheios, *
abastecidos de todos os frutos!
– Nossas ovelhas em muitos milhares *
se multipliquem nas nossas campinas!

=14 O nosso gado também seja gordo! †
Não haja brechas em nossas muralhas, *
nem desterro ou gemido nas praças!
15 Feliz o povo a quem isto acontece, *
e que tem o Senhor por seu Deus!

Ant. Feliz o povo que tem o Senhor por seu Deus!

Ant. 3 Chegou agora a salvação e o poder
e a realeza do Senhor e nosso Deus.

Cântico Ap 11,17-18; 12,10b-12a

O julgamento de Deus

11,17 Graças vos damos, Senhor Deus onipotente, *
a Vós que sois, a Vós que éreis e sereis,

– porque assumistes o poder que vos pertence, *
e enfim tomastes posse como rei!

(R. Nós vos damos graças, nosso Deus!)

18 As nações se enfureceram revoltadas, †
mas chegou a vossa ira contra elas *
e o tempo de julgar vivos e mortos,
= e de dar a recompensa aos vossos servos, †
aos profetas e aos que temem vosso nome, *
aos santos, aos pequenos e aos grandes.

(R.)

=12,10 Chegou agora a salvação e o poder †
a realeza do Senhor e nosso Deus, *
e o donio de seu Cristo, seu Ungido.
– Pois foi expulso o delator que acusava *
nossos irmãos, dia e noite, junto a Deus.

(R.)

11 Mas o venceram pelo sangue do Cordeiro †
e o testemunho que eles deram da Palavra, *
pois desprezaram sua vida até à morte.
– 12 Por isso, ó céus, cantai alegres e exultai *
e vós todos os que neles habitais!

(R.)

Ant. Chegou agora a salvação e o poder
e a realeza do Senhor e nosso Deus.

Leitura breve             1Pd 4,13-14

Caríssimos, alegrai-vos por participar dos sofrimentos de Cristo, para que posais também exultar de alegria na revelação da sua glória. Se sofreis injúrias por causa do nome de Cristo, sois felizes, pois o Espírito da glória, o Espírito de Deus, repousa sobre vós.

Responsório breve

R. O Senhor é o meu Pastor:
* Não me falta coisa alguma. R. O Senhor.

V. Pelos prados me conduz. * Não me falta.
Glória ao Pai. R. O Senhor.

Cântico evangélico, ant.

Quão feliz é nossa Igreja, ilustrada pelo sangue,
pelo sangue glorioso destes mártires de Cristo!

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

ant. Quão feliz é nossa Igreja, ilustrada pelo sangue,
pelo sangue glorioso destes mártires de Cristo!

Preces

Nesta hora em que o Rei dos mártires ofereceu sua vida na última Ceia e a entregou na cruz, demos-lhe graças, dizendo:

R. Nós vos louvamos e bendizemos, Senhor!

Nós vos agradecemos, ó Salvador, fonte e exemplo de todo martírio, porque nos amastes até o fim:  R.  

Porque viestes chamar os pecadores arrependidos para o prêmio da vida eterna: R.

Porque destes à vossa Igreja, como sacrifício para a remissão dos pecados, o Sangue da nova e eterna Aliança: R.

Porque a vossa graça nos mantém até hoje perseverantes na fé: R.

(intenções livres)

Porque associastes à vossa morte, neste dia, muitos de nossos irmãos e irmãs: R.

Pai nosso…

Oração

Atendei, Senhor, benignamente nossas preces vespertinas, e concedei que, seguindo com perseverança os passos de vosso Filho, recolhamos os frutos da justiça e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *