NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO 34º Domingo do Tempo Comum

Compartilhar:

 

Invitatório

 Ant. do Invitatório: A Jesus Cristo, Rei dos Reis, vinde todos, adoremos.


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Jesus, Rei tão admirável,

nobre Rei triunfador,

sois doçura inefável,

desejável ao amor.

 

Rei dos anjos, Rei do mundo,

Rei da máxima vitória,

doador de toda graça,

dos eleitos honra e glória.

 

Celebrando o vosso nome,

canta em coro todo o céu.

Jesus, gozo do universo,

que nos dais a paz de Deus.

 

Jesus reina pela paz

que supera o intelecto.

Nossas mentes a desejam

e a procura o nosso afeto.

 

A Jesus sigamos hoje

com louvor, canções e prece.

Dê-nos ele em sua casa

o amor que não perece

 

Ó Jesus, total doçura,

da Mãe Virgem sois a flor.

Para nós, no Reino eterno,

honra, graças e louvor.
 

Salmodia

 

Ant. 1 Fui Escolhido como Rei sobre Sião, seu Monte santo,
promulgando seu decreto.

Salmo 2  

1 Por que os povos agitados se revoltam? *
por que tramam as nações projetos vãos?

=2 Por que os reis de toda a terra se reúnem, †

e conspiram os governos todos juntos *

contra o Deus onipotente e o seu Ungido?

 

3 “Vamos quebrar suas correntes”, dizem eles, *

“e lançar longe de nós o seu domínio!”

4 Ri-se deles o que mora lá nos céus; *

zomba deles o Senhor onipotente.

5 Ele, então, em sua ira os ameaça, *

e em seu furor os faz tremer, quando lhes diz:

 

6 “Fui eu mesmo que escolhi este meu Rei, *

e em Sião, meu monte santo, o consagrei!”

=7 O decreto do Senhor promulgarei, †

foi assim que me falou o Senhor Deus: *

“Tu és meu Filho, e eu hoje te gerei!

 

=8 Podes pedir-me, e em resposta eu te darei †

por tua herança os povos todos e as nações, *

e há de ser a terra inteira o teu domínio.

9 Com cetro férreo haverás de dominá-los, *

e quebrá-los como um vaso de argila!”

 

10 E agora, poderosos, entendei; *

soberanos, aprendei esta lição:

11 Com temor servi a Deus, rendei-lhe glória *

e prestai-lhe homenagem com respeito!

 

12 Se o irritais, perecereis pelo caminho, *

pois depressa se acende a sua ira!

– Felizes hão de ser todos aqueles *

que põem sua esperança no Senhor!  

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Fui Escolhido como Rei sobre Sião, seu Monte santo,
promulgando seu decreto.

 

Ant. 2 Os reis de toda a terra hão de adorá-lo,

e todas as nações hão de servi-lo.

Salmo 71(72)

I

1 Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, *
vossa justiça ao descendente da realeza!
2 Com justiça ele governe o vosso povo, *
com eqüidade ele julgue os vossos pobres.

3 Das montanhas venha a paz a todo o povo, *
e desça das colinas a justiça!
=4 Este Rei defenderá os que são pobres, †
os filhos dos humildes salvará, *
e por terra abaterá os opressores!

5 Tanto tempo quanto o sol há de viver, *
quanto a lua através das gerações!
6 Virá do alto, como o orvalho sobre a relva, *
como a chuva que irriga toda a terra.

7 Nos seus dias a justiça florirá *
e grande paz, até que a lua perca o brilho!
8 De mar a mar estenderá o seu domínio, *
e desde o rio até os confins de toda a terra!

9 Seus inimigos vão curvar-se diante dele, *
vão lamber o pó da terra os seus rivais.
10 Os reis de Társis e das ilhas hão de vir *
e oferecer-lhes seus presentes e seus dons;

– e também os reis de Seba e de Sabá *
hão de trazer-lhe oferendas e tributos.
11 Os reis de toda a terra hão de adorá-lo, *
e todas as nações hão de servi-lo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Os reis de toda a terra hão de adorá-lo,
e todas as nações hão de servi-lo.

Ant. 3 Todos os povos serão nele abençoados,
todas as gentes cantarão o seu louvor.

II

12 Libertará o indigente que suplica, *
e o pobre ao qual ninguém quer ajudar.
13 Terá pena do indigente e do infeliz, *
e a vida dos humildes salvará.

14 Há de livrá-los da violência e opressão, *
pois vale muito o sangue deles a seus olhos!
=15 Que ele viva e tenha o ouro de Sabá! †
Hão de rezar também por ele sem cessar, *
bendizê-lo e honrá-lo cada dia.

16 Haverá grande fartura sobre a terra, *
até mesmo no mais alto das montanhas;
– as colheitas florirão como no Líbano, *
tão abundantes como a erva pelos campos!

17 Seja bendito o seu nome para sempre! *
E que dure como o sol sua memória!
– Todos os povos serão nele abençoados, *
todas as gentes cantarão o seu louvor!

18 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque só ele realiza maravilhas!
19 Bendito seja o seu nome glorioso! *
Bendito seja eternamente! Amém, amém!

Ant. Todos os povos serão nele abençoados,
todas as gentes cantarão o seu louvor.

V. Fiz de ti uma luz para as nações,

R. Para levares a minha salvação

até os confins de toda a terra.

 

Primeira leitura

Do Livro do Apocalipse de São João            1,4-6.10.12-18;2,26.28;3,5b.12.20-21

 

Visão do Filho do Homem na glória de sua majestade

1,4 A vós, graça e paz, da parte daquele que é, que era e que vem;da parte dos sete espíritos que estão diante do trono de Deus; 5e da parte de Jesus Cristo, a testemunha fiel, o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, o soberano dos reis da terra.

A Jesus, que nos ama, que por seu sangue nos libertou dos nossos pecados 6 e que fez de nós um reino, sacerdotes para seu Deus e Pai, a ele a glória e o poder, em eternidade. Amém.

10 No dia do Senhor, fui arrebatado pelo Espírito e ouvi atrás de mim uma voz forte, como de trombeta.

12 Então voltei-me para ver quem estava falando; e ao voltar-me, vi sete candelabros de ouro. 13 No meio dos candelabros havia alguém semelhante a um "filho de homem", vestido com uma túnica comprida e com uma faixa de ouro em volta do peito. 14 Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como lá pura, cor de neve, e seus olhos eram como chamas de fogo.15 Seus pés pareciam de bronze, purificado no crisol, e sua voz era como o fragor de uma cachoeira.16 na mão direita, segurava sete estrelas, de sua boca saía uma espada afiada, de dois gumes, e seu rosto era como o sol no seu brilho mais forte.

17 Ao vê-lo, caí como morto a seus pés, mas ele colocou sobre mim a mão direita e disse: "Não tenhas medo. Eu sou o Primeiro e o Último, 18 aquele que vive. Estive morto, mas agora estou vivo para sempre. Eu tenho a chave da morte e da região dos mortos.

2,26 E ao vencedor, ao que observar até o fim a conduta que eu desejo, eu lhe darei poder sobre todas as nações, 28 pois recebi do meu Pai este poder. Darei ao vencedor a estrela da manhã!

3,5b E não apagarei o seu nome do livro da vida, mas o apresentarei diante de meu Pai e de seus anjos.

12 Do vencedor vou fazer uma coluna no templo do meu Deus, e daí não sairá. Nela gravarei o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, de junto do meu Deus. E gravarei nela também o meu novo nome.

20 Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei em sua casa e tomaremos a refeição, eu com ele e ele comigo.21 Ao vencedor farei sentar-se comigo no meu trono, como também eu venci e estou sentado com meu Pai no seu trono.

 

Responsório             Mc 13,26-27; Sl 97 (98), 9b

 

R. Verão o Filho do Homem descer

das nuvens, com glória e poder

e ele há de enviar anjos seus,

*E congregará seus eleitos de todos os cantos do mundo,

dos confins mais distantes da terra

aos extremos mais altos dos céus.

V. Julgará o universo com justiça,

regerá as nações com equidade. *E congregará.

 

Segunda leitura

Do Opúsculo sobre a oração, de Orígenes, presbítero

(Cap. 25: PG 11, 495-499)  (Séc. III)

 

Venha o teu reino

O Reino de Deus, conforme as palavras de nosso Senhor e Salvador, não vem visivelmente, nem se dirá: Ei-lo aqui ou ei-lo ali; mas o reino de Deus está dentro de nós (cf. Lc 16,21), pois a palavra está muito próxima de nossa boca e em nosso coração (cf. Rm 10,8). Donde se segue, sem dúvida nenhuma, que quem reza pedindo a vinda do reino de Deus pede - justamente por ter em si um início deste reino - que ele desponte, dê frutos e chegue à perfeição.

Pois Deus reina em todo o santo e quem é santo obedece às leis espirituais de Deus, que nele habita como em cidade bem administrada. Nele está presente o  Pai e, junto com o Pai reina Cristo na pessoa perfeita, segundo as palavras: Viremos a ele e nele faremos nossa morada  (Jo 14,23).

Então o reino de Deus, que já está em nós, chegará por nosso contínuo adiantamento à plenitude, quando se completar o que foi dito pelo Apóstolo: sujeitados todos os inimigos, Cristo entregará o reino a Deus e Pai, a fim de que Deus seja tudo em todos(cf. 1 Cor 15,24.28). Por isto, rezemos sem cessar, com aquele amor que pelo Verbo se faz divino; e digamos a nosso Pai que está nos Céus: Santificado seja teu nome, venha o teu reino (Mt 6,9-10).

É de se notar também a respeito do reino de Deus: da mesma forma que não há participação da justiça com a iniquidade nem sociedade da luz com as trevas nem pacto de Cristo com Belial. (cf. 2 Cor 6,14-15), assim o reino de Deus não pode subsistir junto com o reino do pecado.

Por conseguinte, se queremos que Deus reine em nós, de modo algum reine o pecado em nosso corpo mortal (Rm 6,12), mas mortificaremos nossos membros que estão na terra (cf. C1 3,5) e produzamos fruto no Espírito. Passeie, então, Deus em nós como em paraíso espiritual, e reine só ele, junto com seu Cristo; e que em nós se assente   à destra de sua virtude espiritual, objeto de nosso desejo. Assente-se até que seus inimigos todos que existem em nós sejam reduzidos a escabelo de seus pés (S1 98,5), lançados fora todo principado, potestade e virtude.

Tudo isto pode acontecer a cada um de nós e ser destruída a última inimiga, a morte (1 Cor 15,26). E Cristo diga também dentro de nós: Onde está, ó morte, teu aguilhão? Onde está, inferno, tua vitória? (1 Cor 15,55;cf. Os 13,14). Já agora, portanto, o corruptível em nós se revista de santidade e de incorruptibilidade, destruída a morte, vista a imortalidade paterna (cf. 1 Cor 15,54), para que, reinando Deus, vivamos dos bens do novo nascimento e da ressurreição.

 

Responsório Ap 11,15b; Sl 21(22),28b29a

 

R. Instalou-se sobre o mundo a realeza,

a realeza do Senhor e de seu Cristo;

* E ele reinará na eternidade.

V. Pois ao Senhor é que pertence a realeza,

ele domina sobre todas as nações;

todos os povos e as famílias das nações

se prostrem adorando diante dele.* E ele reinará.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS)

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.
 

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

Oração

Deus eterno e todo-poderoso  que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

Invitatório

  Ant. do Invitatório: A Jesus Cristo, Rei dos Reis, vinde todos, adoremos.


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Eterna imagem do Altíssimo,

Sois Deus de Deus, Luz da Luz.

A vós glória, o poder,

Redentor nosso, Jesus.

 

Centro e esperança da História,

antes dos tempos, sois vós.

Vós imperais sobre tudo,

reinai também sobre nós.

 

Da raça humana cabeça,

sois duma Virgem a flor,

pedra que, vindo do monte,

a terra inteira ocupou.

 

A raça humana, sujeita

a um tirano cruel,

por vós, quebrou as cadeias

e fez-se herdeira do céu.

 

Legislador, sacerdote,

na veste em sangue trazeis

escrito: "Chefe dos chefes

e Rei supremo dos reis".

 

Glória e ao Deus Pai, ao Espírito

e a vós, ó Cristo Jesus,

que aos resgatados no sangue

levais ao Reino da luz.

 

Salmodia

 

Ant. 1 Sol nascente é ele chamado:

reinará assentado em seu trono

e de paz falará às nações.

Salmo 62 (63), 2-9

Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 

Ant. Sol nascente é ele chamado:

reinará assentado em seu trono

e de paz falará às nações.

 

Ant. 2 Será grande em toda a terra: será ele a nossa paz.

No cântico que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R.
A ele glória e louvor eternamente
)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael, Ananias e Azarias, *
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!
(R.)
No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Será grande em toda a terra: será ele a nossa paz.

 

Ant. 3 O Senhor lhe deu poder, deu-lhe honra e realeza;

toda língua, povos, tribos só a ele servirão.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 

Ant. 3 O Senhor lhe deu poder, deu-lhe honra e realeza;

toda língua, povos, tribos só a ele servirão.

 

Leitura breve Ef 4, 15-16

Motivados pelo amor queremos ater-nos à verdade e crescer em tudo até atingirmos aquele que é a Cabeça, Cristo. Graças a ele, o corpo, coordenado e bem unido, por meio de todas as articulações que o servem, realiza o seu crescimento, segundo uma atividade à medida de cada membro, para a sua edificação no amor.

 

Responsório breve

R. Que vossos santos com louvores vos bendigam

*Narrem a glória e o esplendor do vosso Reino

R. Que vossos.

V. E saibam proclamar vosso poder. *Narrem.

Glória ao Pai. R. Que vossos.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Jesus Cristo, o Primogênito dos mortos

e Príncipe dos reis de toda a terra,

fez de nós para seu Pai, para seu Deus,

um reino e sacerdócio, aleluia.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos
74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=
76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79
para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados 
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Jesus Cristo, o Primogênito dos mortos

e Príncipe dos reis de toda a terra,

fez de nós para seu Pai, para seu Deus,

um reino e sacerdócio, aleluia.

 

Preces

Irmãos e irmãs, oremos a Cristo Rei, que existe antes de todas as coisas criadas e em quem tudo subsiste; e o aclamemos dizendo:

 

R. Senhor, venha a nós o vosso Reino!

 

Cristo Salvador, que sois nosso Deus e Senhor, nosso Rei e Pastor,

- conduzi o vosso povo pelos caminhos que conduzem à verdadeira vida. R.

 

Cristo, Bom Pastor, que destes a vida por vossas ovelhas,

- guiai-nos, para que nada nos falte. R.

 

Cristo, nosso Redentor, que fostes proclamado Rei da terra inteira,

- renovai em vós todas as coisas. R.

 

Cristo, Rei do universo, que viestes ao mundo para dar testemunho da verdade,

- fazei que a humanidade vos reconheça como Princípio e Fim de todas as coisas. R.

 

Cristo, nosso Mestre e Modelo, que nos fizestes sair das trevas para a vossa luz admirável,

- concedei que, hoje e sempre, levemos uma vida santa, pura e irrepreensível, na vossa presença. R.

 

(intenções livres)

 

Pai nosso...

 

Oração

Deus eterno e todo-poderoso que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Vinde, Espírito de Deus,
com o Filho e com o Pai,
inundai a nossa mente,
nossa vida iluminai.

Boca, olhos, mãos, sentidos,
tudo possa irradiar
o amor que em nós pusestes
para aos outros inflamar.

A Deus Pai e ao seu Filho
por vós dai-nos conhecer.
Que de ambos procedeis
dai-nos sempre firmes crer.

Ou:

Mantendo a ordem certa,
do coração fiel,
na hora terça oremos
aos Três, fulgor do céu.

Queremos ser os templos
do Espírito Santo, outrora
descido sobre os Doze
em chamas, nesta hora.

Fiel aos seus desígnios,
do Reino o Autor divino
a tudo ornou de graça
segundo o seu destino.

Louvor e glória ao Pai,
ao Filho, Sumo Bem,
e ao seu divino Espírito,
agora e sempre. Amém.

Salmodia

Ant. O Senhor, nosso Juiz, nossa Lei e nosso Rei!
Ele mesmo é quem nos salva.

Salmo 117(118)

Canto de alegria e salvação

Ele é a pedra, que vós, os construtores, desprezastes, e que se tornou a pedra angular (At 4,11).

I

1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

2 A casa de Israel agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
3 A casa de Aarão agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
4 Os que temem o Senhor agora o digam: *
'Eterna é a sua misericórdia!'

5 Na minha angústia eu clamei pelo Senhor, *
e o Senhor me atendeu e libertou!
6 O Senhor está comigo, nada temo; *
o que pode contra mim um ser humano?
7 O Senhor está comigo, é o meu auxílio, *
hei de ver meus inimigos humilhados.

8 É melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que pôr no ser humano a esperança;
9 é melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que contar com os poderosos deste mundo!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

II

10 Povos pagãos me rodearam todos eles, *
mas em nome do Senhor os derrotei;
11 de todo lado todos eles me cercaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei;

=12 como um enxame de abelhas me atacaram, †
como um fogo de espinhos me queimaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei.

13 Empurraram-me, tentando derrubar-me, *
mas veio o Senhor em meu socorro.
14 O Senhor é minha força e o meu canto, *
e tornou-se para mim o Salvador.

15 'Clamores de alegria e de vitória*
ressoem pelas tendas dos fiéis.
=16 A mão direita do Senhor fez maravilhas, †
a mão direita do Senhor me levantou, *
a mão direita do Senhor fez maravilhas!'

17 Não morrerei, mas, ao contrário, viverei *
para cantar as grandes obras do Senhor!
18 O Senhor severamente me provou, *
mas não me abandonou às mãos da morte.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

III

19 Abri-me vós, abri-me as portas da justiça; *
quero entrar para dar graças ao Senhor!
20 'Sim, esta é a porta do Senhor, *
por ela só os justos entrarão!'
21 Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes *
e vos tornastes para mim o Salvador!

22 'A pedra que os pedreiros rejeitaram, *
tornou-se agora a pedra angular.
23 Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: *
Que maravilhas ele fez a nossos olhos!
24 Este é o dia que o Senhor fez para nós, *
alegremo-nos e nele exultemos!

25 Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, *
ó Senhor, dai-nos também prosperidade!'
26 Bendito seja, em nome do Senhor, *
aquele que em seus átrios vai entrando!
– Desta casa do Senhor vos bendizemos. *
27 Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

– Empunhai ramos nas mãos, formai cortejo, *
aproximai-vos do altar, até bem perto!
28 Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!
29 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O Senhor, nosso Juiz, nossa Lei e nosso Rei!
Ele mesmo é quem nos salva.

Para as outras Horas, Salmodia complementar

Leitura breve             Cf. Cl 1,12-13
Damos graças ao Pai, que nos tornou capazes de participar da luz, que é a herança dos santos. Ele nos libertou do poder das trevas e nos recebeu no reino de seu Filho amado.

V. O Senhor reinará para sempre.
R.
Abençoará com a paz o seu povo.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das doze horas

 


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.

Ou:

O louvor de Deus cantemos
com fervor no coração,
pois agora a hora sexta
nos convida à oração.

Nesta hora foi-nos dada
gloriosa salvação
pela morte do Cordeiro,
que na cruz trouxe o perdão.

Ante o brilho de tal luz
se faz sombra o meio-dia.
Tanta graça e tanto brilho
vinde haurir, com alegria.

Seja dada a glória ao Pai
e ao Unigênito também,
com o Espírito Paráclito,
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. De Sião brotará água viva
e o Senhor reinará sobre a terra.

Salmo 117(118)

Canto de alegria e salvação

Ele é a pedra, que vós, os construtores, desprezastes, e que se tornou a pedra angular (At 4,11).

I

1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

2 A casa de Israel agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
3 A casa de Aarão agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
4 Os que temem o Senhor agora o digam: *
'Eterna é a sua misericórdia!'

5 Na minha angústia eu clamei pelo Senhor, *
e o Senhor me atendeu e libertou!
6 O Senhor está comigo, nada temo; *
o que pode contra mim um ser humano?
7 O Senhor está comigo, é o meu auxílio, *
hei de ver meus inimigos humilhados.

8 É melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que pôr no ser humano a esperança;
9 é melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que contar com os poderosos deste mundo!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

II

10 Povos pagãos me rodearam todos eles, *
mas em nome do Senhor os derrotei;
11 de todo lado todos eles me cercaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei;

=12 como um enxame de abelhas me atacaram, †
como um fogo de espinhos me queimaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei.

13 Empurraram-me, tentando derrubar-me, *
mas veio o Senhor em meu socorro.
14 O Senhor é minha força e o meu canto, *
e tornou-se para mim o Salvador.

15 'Clamores de alegria e de vitória*
ressoem pelas tendas dos fiéis.
=16 A mão direita do Senhor fez maravilhas, †
a mão direita do Senhor me levantou, *
a mão direita do Senhor fez maravilhas!'

17 Não morrerei, mas, ao contrário, viverei *
para cantar as grandes obras do Senhor!
18 O Senhor severamente me provou, *
mas não me abandonou às mãos da morte.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

III

19 Abri-me vós, abri-me as portas da justiça; *
quero entrar para dar graças ao Senhor!
20 'Sim, esta é a porta do Senhor, *
por ela só os justos entrarão!'
21 Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes *
e vos tornastes para mim o Salvador!

22 'A pedra que os pedreiros rejeitaram, *
tornou-se agora a pedra angular.
23 Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: *
Que maravilhas ele fez a nossos olhos!
24 Este é o dia que o Senhor fez para nós, *
alegremo-nos e nele exultemos!

25 Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, *
ó Senhor, dai-nos também prosperidade!'
26 Bendito seja, em nome do Senhor, *
aquele que em seus átrios vai entrando!
– Desta casa do Senhor vos bendizemos. *
27 Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

– Empunhai ramos nas mãos, formai cortejo, *
aproximai-vos do altar, até bem perto!
28 Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!
29 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. De Sião brotará água viva
e o Senhor reinará sobre a terra.

Leitura breve             Cl 1,16b-18

Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele existe antes de todas as coisas e todas tem nele a sua consistência. Ele é a Cabeça do corpo, isto é, da Igreja. Ele é o Princípio, o Primogênito dentre os mortos; de sorte que em tudo ele tem a primazia.


V. Salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!
R.
Porque Deus é o grande Rei de toda a terra.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

Oração das Quinze Horas


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Ou:

Cumprindo o ciclo tríplice das horas,
louvemos ao Senhor de coração,
cantando em nossos salmos a grandeza
de Deus, que é Uno e Trino em perfeição.

A exemplo de São Pedro, nosso mestre,
guardando do Deus vivo e verdadeiro,
em almas redimidas, o mistério,
sinal de salvação ao mundo inteiro,

também salmodiamos no espírito,
unidos aos apóstolos do Senhor,
e assim serão firmados nossos passos
na força de Jesus, o Salvador.

Louvor ao Pai, autor de toda a vida,
e ao Filho, Verbo Eterno, Sumo Bem,
unidos pelo amor do Santo Espírito,
Deus vivo pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Será grande o seu poder, e a paz não terá fim.

Salmo 117(118)

Canto de alegria e salvação

Ele é a pedra, que vós, os construtores, desprezastes, e que se tornou a pedra angular (At 4,11).

I

1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

2 A casa de Israel agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
3 A casa de Aarão agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
4 Os que temem o Senhor agora o digam: *
'Eterna é a sua misericórdia!'

5 Na minha angústia eu clamei pelo Senhor, *
e o Senhor me atendeu e libertou!
6 O Senhor está comigo, nada temo; *
o que pode contra mim um ser humano?
7 O Senhor está comigo, é o meu auxílio, *
hei de ver meus inimigos humilhados.

8 É melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que pôr no ser humano a esperança;
9 é melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que contar com os poderosos deste mundo!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

II

10 Povos pagãos me rodearam todos eles, *
mas em nome do Senhor os derrotei;
11 de todo lado todos eles me cercaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei;

=12 como um enxame de abelhas me atacaram, †
como um fogo de espinhos me queimaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei.

13 Empurraram-me, tentando derrubar-me, *
mas veio o Senhor em meu socorro.
14 O Senhor é minha força e o meu canto, *
e tornou-se para mim o Salvador.

15 'Clamores de alegria e de vitória*
ressoem pelas tendas dos fiéis.
=16 A mão direita do Senhor fez maravilhas, †
a mão direita do Senhor me levantou, *
a mão direita do Senhor fez maravilhas!'

17 Não morrerei, mas, ao contrário, viverei *
para cantar as grandes obras do Senhor!
18 O Senhor severamente me provou, *
mas não me abandonou às mãos da morte.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

III

19 Abri-me vós, abri-me as portas da justiça; *
quero entrar para dar graças ao Senhor!
20 'Sim, esta é a porta do Senhor, *
por ela só os justos entrarão!'
21 Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes *
e vos tornastes para mim o Salvador!

22 'A pedra que os pedreiros rejeitaram, *
tornou-se agora a pedra angular.
23 Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: *
Que maravilhas ele fez a nossos olhos!
24 Este é o dia que o Senhor fez para nós, *
alegremo-nos e nele exultemos!

25 Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, *
ó Senhor, dai-nos também prosperidade!'
26 Bendito seja, em nome do Senhor, *
aquele que em seus átrios vai entrando!
– Desta casa do Senhor vos bendizemos. *
27 Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

– Empunhai ramos nas mãos, formai cortejo, *
aproximai-vos do altar, até bem perto!
28 Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!
29 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Será grande o seu poder, e a paz não terá fim.

Leitura breve             Cl 1,19-20

Deus quis habitar nele com toda a sua plenitude e por ele reconciliar consigo todos os seres, os que estão na terra e no céu, realizando a paz pelo sangue da sua cruz.
 

V. Rejubilai-vos na presença do Senhor,
R.
Porque vem para julgar a terra inteira.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Cristo Rei, sois dos séculos Príncipe,

Soberano e Senhor das nações!

Ó Juiz, só a vós é devido

julgar mentes, julgar corações.

 

Multidões reverentes, no céu,

vos adoram e cantam louvores.

Nós também proclamamos que sois

Rei dos reis e Senhor dos Senhores.

 

Rei da paz, imperai sobre as mentes,

desfazei seus desígnios perversos.

Por amor, reuni num rebanho

os errante que andavam dispersos.

 

Para isso, de braços abertos,

vós pendeis do madeiro sagrado

e mostrais vosso bom coração

a sangrar, pela lança rasgado.

 

Para isso, no altar escondido

sob as formas de vinho e de pão,

através desse lado ferido,

para os filhos trazeis salvação.

 

Glória a vós, ó Senhor Jesus Cristo,

que no amor governais todo ser.

Seja a vós, com o Pai e o Espírito,

honra eterna, louvor e poder.

 

Salmodia

 

Ant. 1 Sobre o trono de Davi se assentará

e reinará eternamente, aleluia.

 

Salmo 109(110),1-5.7

1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
'Assenta-te ao meu lado direito
– até que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!'

=2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
'Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
'Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!'

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
 

Ant. Sobre o trono de Davi se assentará

e reinará eternamente, aleluia.

 

Ant. 2 Vosso Reino é reino eterno,

e se estende vosso império através das gerações.

Salmo 144(145), 1-13

1 Ó meu Deus, quero exaltar-vos,ó meu Rei, *
e bendizer o vosso nome pelos séculos.

2 Todos os dias haverei de bendizer-vos, *
hei de louvar o vosso nome para sempre.
3 Grande é o Senhor e muito digno de louvores, *
e ninguém pode medir sua grandeza.

4 Uma idade conta à outra vossas obras *
e publica os vossos feitos poderosos;
5 proclamam todos o esplendor de vossa glória *
e divulgam vossas obras portentosas!

6 Narram todos vossas obras poderosas, *
e de vossa imensidade todos falam.
7 Eles recordam vosso amor tão grandioso *
e exaltam, ó Senhor, vossa justiça.

8 Misericórdia e piedade é o Senhor, *
ele é amor, é paciência, é compaixão.
9 O Senhor é muito bom para com todos, *
sua ternura abraça toda criatura.–

10 Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, *
e os vossos santos com louvores vos bendigam!
11 Narrem a glória e o esplendor do vosso reino *
e saibam proclamar vosso poder!

12 Para espalhar vossos prodígios entre os homens *
e o fulgor de vosso reino esplendoroso.
13 O vosso reino é um reino para sempre, *
vosso poder, de geração em geração.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Vosso Reino é reino eterno,

e se estende vosso império através das gerações.

 

Ant. 3 Traz escrito em seu manto real:

Rei dos reis e Senhor dos Senhores.

Glória a ele e poder pelos séculos!

No cântico seguinte dizem-se os Aleluias entre parênteses somente quando se canta; na recitação, basta dizer o Aleluia no começo e no fim das estrofes.

Cântico Cf. Ap 19,1-2.5-7

As núpcias do Cordeiro

= Aleluia, (Aleluia!).
1 Ao nosso Deus a salvação, *
honra, glória e poder! (Aleluia!).
2 Pois são verdade e justiça *
os juízos do Senhor.

R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
5 Celebrai o nosso Deus, *
servidores do Senhor! (Aleluia!).
– E vós todos que o temeis, *
vós os grandes e os pequenos!

R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
6 De seu reino tomou posse *
nosso Deus onipotente! (Aleluia!).
7 Exultemos de alegria,*
demos glória ao nosso Deus!

R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
Eis que as núpcias do Cordeiro *
redivivo se aproximam! (Aleluia!).
– Sua Esposa se enfeitou, *
se vestiu de linho puro.

R. Aleluia, (Aleluia!).

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Ant. Traz escrito em seu manto real:

Rei dos reis e Senhor dos Senhores.

Glória a ele e poder pelos séculos!

 

Leitura breve             1Cor 15,25-28

É preciso que Cristo reine até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés. O último inimigo a ser destruído é a morte. Com efeito, Deus pôs tudo debaixo de seus pés. Mas, quando ele disser: Tudo está submetido, é claro que estará excluído dessa submissão aquele que submeteu tudo a Cristo. E, quando todas as coisas estiverem submetidas a ele, então o próprio Filho se submeterá àquele que lhe submeteu todas as coisas, para que Deus seja tudo em todos.

 

Responsório breve

R. Vosso trono, ó Deus,

*É eterno, sem fim. R. Vosso trono.

V. Vosso cetro real é sinal de justiça.*É eterno.

Glória ao Pai. R. Vosso trono.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Todo poder foi-me dado no céu e na terra,

afirmou o Senhor

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam.

51 Demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos.
52 Derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou.

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Todo poder foi-me dado no céu e na terra,

afirmou o Senhor

 

Preces

Irmãos e irmãs, oremos a Cristo Rei, que existe antes de todas as coisas criadas e em quem tudo subsiste; e o aclamemos dizendo:

 

R. Senhor, venha a nós o vosso Reino!

 

Cristo, nosso Rei e nosso Pastor, reuni de todos os pontos da terra as ovelhas do vosso rebanho,

- e apascentai-as nos prados da vida eterna. R.

 

Salvador e Guia da humanidade, fazei de todos nós um só povo: curai os enfermos, procurai os que estão perdidos, conservai os fortes,

- chamai os que estão longe, congregai os dispersos, fortalecei os que vacilam. R.

 

Juiz eterno, colocai-nos à vossa direita no último dia, quando entregardes o Reino a Deus Pai,

- e dai-nos a posse do Reino preparado para nós desde a criação do mundo.R.

 

Príncipe da paz, fazei desaparecer do mundo a guerra e a violência,

- e concedei às nações a vossa paz. R.

 

Herdeiro universal dos povos, reuni na vossa Igreja a humanidade inteira com os bens que o Pai vos deu,

- para que todos vos reconheçam como Chefe na unidade do Espírito Santo.R.

 

(intenções livres)

 

Cristo, Primogênito dentre os mortos e Príncipe dos que adormeceram,

- acolhei na glória da ressurreição os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida. R.

Pai nosso...

 

 

Oração
 

Deus eterno e todo-poderoso que dispusestes restaurar todas as coisas no vosso amado Filho, Rei do universo, fazei que todas as criaturas, libertas da escravidão e servindo à vossa majestade, vos glorifiquem eternamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)

Hino

Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, possam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Ou:

Ó Cristo, dia e esplendor,
na treva o oculto aclarais.
Sois luz de luz, nós o cremos,
luz aos fiéis anunciais.

Guardai-nos, Deus, nesta noite,
velai do céu nosso sono;
em vós na paz descansemos
em um tranquilo abandono.

Se os olhos pesam de sono,
vele, fiel, nossa mente.
A vossa destra proteja
quem vos amou fielmente.

Defensor nosso, atendei-nos
freai os planos malvados.
No bem guiai vossos servos,
com vosso sangue comprados.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a vós e ao Pai toda a glória,
com o Espírito Santo,
eterna honra e vitória.

Salmodia

Ant. Não temerás terror algum durante a noite:
o Senhor te cobrirá com suas asas.

Salmo 90(91)

Sob a proteção do Altíssimo

Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões (Lc 10,19).

1 Quem habita ao abrigo do Altíssimo *
e vive à sombra do Senhor onipotente,
2 diz ao Senhor: 'Sois meu refúgio e proteção, *
sois o meu Deus, no qual confio inteiramente'.

3 Do caçador e do seu laço ele te livra. *
Ele te salva da palavra que destrói.
4 Com suas asas haverá de proteger-te, *
com seu escudo e suas armas, defender-te.

5 Não temerás terror algum durante a noite, *
nem a flecha disparada em pleno dia;
6 nem a peste que caminha pelo escuro, *
nem a desgraça que devasta ao meio-dia;

=7 Podem cair muitos milhares a teu lado, †
podem cair até dez mil à tua direita: *
nenhum mal há de chegar perto de ti.

8 Os teus olhos haverão de contemplar *
o castigo infligido aos pecadores;
9 pois fizeste do Senhor o teu refúgio, *
e no Altíssimo encontraste o teu abrigo.

10 Nenhum mal há de chegar perto de ti, *
nem a desgraça baterá à tua porta;
11 pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos *
para em todos os caminhos te guardarem.

12 Haverão de te levar em suas mãos, *
para o teu pé não se ferir nalguma pedra.
13 Passarás por sobre cobras e serpentes, *
pisarás sobre leões e outras feras.

14 'Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo *
e protegê-lo, pois meu nome ele conhece.
15 Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, *
e a seu lado eu estarei em suas dores.

= Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, †
16 vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, *
e vou mostrar-lhe minha graça e salvação'.

– Glória ao Pai...

 

Ant. Não temerás terror algum durante a noite:
o Senhor te cobrirá com suas asas.

Leitura breve             Ap 22,4-5

Verão a sua face e o seu nome estará sobre suas frontes. Não haverá mais noite: não se precisará mais da luz da lâmpada, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus vai brilhar sobre eles e eles reinarão por toda a eternidade.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R.Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.

Cântico evangélico, ant.

Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração

Depois de celebrarmos neste dia a ressurreição do vosso Filho, nós vos pedimos, humildemente, Senhor, que descansemos seguros em vossa paz e despertemos alegres para cantar vosso louvor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Ó Mãe do Redentor, do céu ó porta,
ao povo que caiu, socorre e exorta,
pois busca levantar-se, Virgem pura,
nascendo o Criador da criatura:
tem piedade de nós e ouve, suave,
o anjo te saudando com seu Ave!

Ou:


Ave, Rainha do céu;
ave, dos anjos Senhora;
ave, raiz, ave, porta;
da luz do mundo és aurora.
Exulta, ó Virgem tão bela,
as outras seguem-te após;
nós te saudamos: adeus!
E pede a Cristo por nós!
Virgem Mãe, ó Maria!

Ou:


Salve, Rainha, Mãe de misericórdia,
vida doçura, esperança nossa, Salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva,
a vós suspiramos gemendo e chorando
neste vale de lágrimas!
Eia, pois, Advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre!
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria.

Ou:


À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus;
não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.