/

Salmo 58(59),2-5.10-11.17-18

Oração do justo perseguido

Estas palavras ensinam a todos o amor filial do Salvador para com seu Pai (Eusébio de Cesaréia). 

2 Libertai-me do inimigo, ó meu Deus, *
e protegei-me contra os meus perseguidores! 
3 Libertai-me dos obreiros da maldade, * 
defendei-me desses homens sanguinários! 

4 Eis que ficam espreitando a minha vida, * 
poderosos armam tramas contra mim. 
=5 Mas eu, Senhor, não cometi pecado ou crime; † 
eles investem contra mim sem eu ter culpa: * 
despertai e vinde logo ao meu encontro! 

=10 Minha força, é a vós que me dirijo, † 
porque sois o meu refúgio e proteção, * 
11 Deus clemente e compassivo, meu amor!
– Deus virá com seu amor ao meu encontro, * 
e hei de ver meus inimigos humilhados. 

17 Eu, então, hei de cantar vosso poder, * 
e de manhã celebrarei vossa bondade, 
– porque fostes para mim o meu abrigo, * 
o meu refúgio no dia da aflição. 

=18 Minha força, cantarei vossos louvores, † 
porque sois o meu refúgio e proteção, * 
Deus clemente e compassivo, meu amor!