Salmo 1


Os dois caminhos do homem

Felizes aqueles que, pondo toda a sua esperança na Cruz, desceram até a água do batismo (Autor do séc. II).

1 Feliz é todo aquele que não anda *
conforme os conselhos dos perversos; 
– que não entra no caminho dos malvados, *
nem junto aos zombadores vai sentar-se; 
2 mas encontra seu prazer na lei de Deus *
e a medita, dia e noite, sem cessar.

3 Eis que ele é semelhante a uma árvore *
que à beira da torrente está plantada; 
= ela sempre dá seus frutos a seu tempo, †
e jamais as suas folhas vão murchar. *
Eis que tudo o que ele faz vai prosperar,

=4 mas bem outra é a sorte dos perversos. † 
Ao contrário, são iguais à palha seca *
espalhada e dispersada pelo vento.

5 Por isso os ímpios não resistem no juízo *
nem os perversos, na assembléia dos fiéis. 
6 Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, *
mas a estrada dos malvados leva à morte.



Comentário ao Salmo 1 de Santo Agostinho

Cristo, de fato, veio pelo caminho dos pecadores, ao nascer como os pecadores, mas não se deteve, porque não o retiveram as seduções do mundo…

Leia