TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR Festa

Compartilhar:

 

Invitatório

Ant. do Invitatório: Ao supremo Rei da glória, vinde, todos, adoremos.

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

A beleza da glória celeste

que a Igreja esperando procura,

Cristo a mostra no alto do monte,

onde mais que o sol claro fulgura.

 

Este fato é nos tempos notável:

ante Pedro, Tiago e João,

Cristo fala a Moisés e Elias

sobre a sua futura Paixão.

 

Testemunhas da lei, dos profetas

e da graça estando presentes,

sobre o Filho, Deus Pai testemunha,

vindo a voz duma nuvem luzente.

 

Com a face brilhante de glória,

Cristo hoje mostrou no Tabor

o que Deus tem no céu preparado

aos que o seguem, vivendo no amor.

 

Da sagrada visão o mistério

ergue aos céus o fiel coração.

E, por isso, exultante de gozo,

sobe a Deus nossa ardente oração.

 

Pai e Filho, e Espírito da Vida,

um só Deus, Vida e Paz, Sumo Bem,

concedei-nos, por vossa presença,

esta glória no Reino. Amém.

 

Salmodia

 

Ant. 1 Um só dia em vosso templo, ó Senhor,

vale mais do que milhares fora dele.

Salmo 83(84)
ouvir:

2 Quão amável, ó Senhor, é vossa casa, *
quanto a amo, Senhor Deus do universo!
3 Minha alma desfalece de saudades *
e anseia pelos átrios do Senhor!
– Meu coração e minha carne rejubilam *
e exultam de alegria no Deus vivo!

=4 Mesmo o pardal encontra abrigo em vossa casa, †
e a andorinha ali prepara o seu ninho, *
para nele seus filhotes colocar:
– vossos altares, ó Senhor Deus do universo! *
vossos altares, ó meu Rei e meu Senhor!

5 Felizes os que habitam vossa casa; *
para sempre haverão de vos louvar!
6 Felizes os que em vós têm sua força, *
e se decidem a partir quais peregrinos!

=7 Quando passam pelo vale da aridez, †
o transformam numa fonte borbulhante, *
pois a chuva o vestirá com suas bênçãos.
8 Caminharão com um ardor sempre crescente *
e hão de ver o Deus dos deuses em Sião.

9 Deus do universo, escutai minha oração! *
Inclinai, Deus de Jacó, o vosso ouvido!
10 Olhai, ó Deus, que sois a nossa proteção, *
vede a face do eleito, vosso Ungido!

11 Na verdade, um só dia em vosso templo *
vale mais do que milhares fora dele!
– Prefiro estar no limiar de vossa casa, *
a hospedar-me na mansão dos pecadores!

12 O Senhor Deus é como um sol, é um escudo, *
e largamente distribui a graça e a glória.
– O Senhor nunca recusa bem algum *
àqueles que caminham na justiça.

13 Ó Senhor, Deus poderoso do universo, *
feliz quem põe em vós sua esperança!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Um só dia em vosso templo, ó Senhor,
vale mais do que milhares fora dele.

Ant. 2 Uma luz já se levanta para os justos,
e a alegria para os retos corações.

Salmo 96(97)

1 Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, *
e as ilhas numerosas rejubilem!
2 Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, *
que se apoia na justiça e no direito.
3 Vai um fogo caminhando à sua frente *
e devora ao redor seus inimigos.

4 Seus relâmpagos clareiam toda a terra; *
toda a terra ao contemplá-los estremece.
5 As montanhas se derretem como cera *
ante a face do Senhor de toda a terra;
6 e assim proclama o céu sua justiça, *
todos os povos podem ver a sua glória.

=7 ‘Os que adoram as estátuas se envergonhem †
e os que põem a sua glória nos seus ídolos; *
aos pés de Deus vêm se prostrar todos os deuses!’
=8 Sião escuta transbordante de alegria, †
e exultam as cidades de Judá, *
porque são justos, ó Senhor, vossos juízos!

=9 Porque vós sois o Altíssimo, Senhor, †
muito acima do universo que criastes, *
e de muito superais todos os deuses.
=10 O Senhor ama os que detestam a maldade, †
ele protege seus fiéis e suas vidas, *
e da mão dos pecadores os liberta.

11 Uma luz já se levanta para os justos, *
e a alegria, para os retos corações.
12 Homens justos, alegrai-vos no Senhor, *
celebrai e bendizei seu santo nome!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. 2 Uma luz já se levanta para os justos,
e a alegria para os retos corações.

Ant. 3 Exaltai o Senhor nosso Deus,

e prostrai-vos perante seu Monte!

Salmo 98(99)
ouvir:

   =1 Deus é Rei: diante dele estremeçam os povos! †
 Ele reina entre os anjos: que a terra se abale! *
 2 Porque grande é o Senhor em Sião!
 
 = Muito acima de todos os povos se eleva; †
 3 glorifiquem seu nome terrível e grande, *
 porque ele é santo e é forte!
 
 =4 Deus é Rei poderoso. Ele ama o que é justo †
 e garante o direito, a justiça e a ordem; *
 tudo isso ele exerce em Jacó.
 
 =5 Exaltai o Senhor nosso Deus, †
 e prostrai-vos perante seus pés, *
 pois é santo o Senhor nosso Deus!
 
 =6 Eis Moisés e Aarão entre os seus sacerdotes. †
 E também Samuel invocava seu nome, *
 e ele mesmo, o Senhor, os ouvia.
 
 =7 Da coluna de nuvem falava com eles. †
 E guardavam a lei e os preceitos divinos, *
 que o Senhor nosso Deus tinha dado.
 
 =8 Respondíeis a eles, Senhor nosso Deus, †
 porque éreis um Deus paciente com eles, *
 mas sabíeis punir seu pecado.
 
 =9 Exaltai o Senhor nosso Deus, †
 e prostrai-vos perante seu monte, *
 pois é santo o Senhor nosso Deus!
 
 – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
 Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Exaltai o Senhor nosso Deus,

e prostrai-vos perante seu Monte!

 

V. Na coluna de nuvem falava com eles.

R. E guardavam a lei e os preceitos divinos.

 

Primeira leitura

Da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 3,7−4,6

 

A glória da nova aliança resplandece em Cristo

Irmãos: 3,7 Se o ministério da morte, gravado em pedras com letras, foi cercado de tanta glória, que os israelitas não podiam fitar o rosto de Moisés, por causa do seu fulgor, ainda que passageiro, 8 quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito? 9Pois, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais glorioso há de ser o ministério ao serviço da justificação. 10Realmente, em comparação com uma glória tão eminente, já não se pode chamar glória o que então tinha sido glorioso. 11Pois, se o que era passageiro foi marcado de glória, muito mais glorioso será o que permanece. 

12 Tendo uma tal esperança, nós procedemos com muita segurança e confiança, 13não como Moisés, que cobria o rosto com um véu, para que os israelitas não visem o fim de um brilho passageiro. 14Mas, o entendimento deles ficou embotado. Pois, até ao dia de hoje, quando leem o Antigo Testamento, esse mesmo véu continua descido. Ele não é levantado, porque ele desaparece somente na adesão a Cristo. 15Até ao dia de hoje, quando os israelitas leem os escritos de Moisés, um véu cobre o coração deles. 16Mas, todas as vezes que o coração se converte ao Senhor, o véu é tirado. 17Pois o Senhor é o Espírito, e onde está o Espírito do Senhor, aí está a liberdade. 18Todos nós, porém, com o rosto descoberto, contemplamos e refletimos a glória do Senhor e assim somos transformados à sua imagem, pelo seu Espírito, com uma glória cada vez maior. 

4,1 Não desanimamos no exercício deste ministério que recebemos da misericórdia divina. 2Rejeitamos todo procedimento dissimulado e indigno, feito de astúcias, e não falsificamos a palavra de Deus. Mas, pelo contrário, manifestamos a verdade e, assim, nos recomendamos a toda consciência humana, diante de Deus. 

3 E se o nosso evangelho está velado, é só para aqueles que perecem que ele está velado. 4O deus deste mundo cegou a inteligência desses incrédulos, para que eles não vejam a luz esplendorosa do evangelho da glória de Cristo que é a imagem de Deus. 5De fato, não nos pregamos a nós mesmos, pregamos a Jesus Cristo, o Senhor. Quanto a nós, apresentamo-nos como servos vossos, por causa de Jesus. 6Comefeito, Deus que disse: “Do meio das trevas brilhe a luz”, é o mesmo que fez brilhar a sua luz em nossos corações, para tornar claro o conhecimento da sua glória na face de Cristo.

 

Responsório 1Jo 3,1.2b

R. Vede, irmãos, quanto amor Deus Pai nos mostrou:

* Que sejamos chamados de filhos de Deus

e o somos de fato.

V. Sabemos que, quando se manifestar,

nos havemos de ser semelhantes a ele. * Que sejamos.

 

Segunda leitura

Do Sermão no dia da Transfiguração do Senhor, de Anastásio Sinaíta, bispo

(Nn.6-10: Mélanges d’archéologie ET d’histoire 67[1955],241-244)             (Séc.VII)

 

É bom nós estarmos aqui

Jesus manifestou a seus discípulos este mistério no monte Tabor. Havia andado com eles, falando-lhes a respeito de seu reino e da segunda vinda na glória. Mas talvez não estivessem muito seguros daquilo que lhes anunciara sobre o reino. Para que tivessem firme convicção no íntimo do coração e, mediante as realidades presentes, cressem nas futuras, deu-lhes ver maravilhosamente a divina manifestação do monte Tabor, imagem prefigurada do reino dos céus. Foi como se dissesse: Para que a demora não faça nascer em vós a incredulidade, logo, agora mesmo, eu vos digo, alguns dos que aqui estão não provarão a morte antes de verem o Filho do homem vindo na glória de seu Pai (cf. Mt 16,28). Mostrando o Evangelista ser um só o poder de Cristo com sua vontade, acrescentou: E seis dias depois, tomou Jesus consigo Pedro, Tiago e João e levou-os a um monte alto e afastado. E transfigurou-se diante deles; seu rosto brilhou como o sol, as vestes se fizeram alvas como a neve. E eis que apareceram Moisés e Elias a falar com ele (cf. Mt 17,1-3). 

São estas as maravilhas da presente solenidade, é este o mistério de salvação para nós que agora se cumpriu no monte: ao mesmo tempo, congregam-nos agora a morte e a festa de Cristo. Para penetrarmos junto àqueles escolhidos dentre os discípulos, inspirados por Deus, na profundeza destes inefáveis e sagrados mistérios, escutemos a voz divina que do alto, do cume da montanha, nos chama instantemente.  

Para lá, cumpre nos apressarmos, ouso dizer, como Jesus, que agora nos céus é nosso chefe e precursor, com quem refulgiremos aos olhos espirituais – renovadas de certo modo as feições de nossa alma – conformados à sua imagem; e à semelhança dele, incessantemente transfigurados, feitos consortes da natureza divina e prontos para as alturas.  

Para lá corramos cheios de ardor e de alegria; entremos na nuvem misteriosa, semelhantes a Moisés e Elias ou Tiago e João. Sê tu também como Pedro, arrebatado pela divina visão e aparição, transfigurado por esta linda Transfiguração, erguido do mundo, separado da terra. Deixa a carne,abandona a criatura e converte-te para o Criador a quem Pedro, fora de si, diz: Senhor, é bom para nós estarmos aqui (Mt 17,4). 

Sim, Pedro, verdadeiramente é bom para nós estarmos aqui com Jesus e aqui permanecermos pelos séculos. Que pode haver de mais delicioso,de mais profundo, de melhor do que estar com Deus, conformar-se a ele, encontrar-se na luz? De fato, cada um de nós, tendo Deus em si, transfigurado em sua imagem divina, exclame jubiloso: É bom para nós estarmos aqui, onde tudo é luminoso, onde está o gáudio, a felicidade e a alegria. Onde no coração tudo é tranquilo, sereno e suave. Onde se vê a Cristo, Deus. Onde ele junto com o Pai tem sua morada e ao entrar, diz: Hoje chegou a salvação para esta casa (Lc 19,9). Onde com Cristo estão os tesouros e se acumulam os bens eternos. Onde as primícias e figuras dos séculos futuros se desenham como em espelho.

 

Responsório Cf. Mt 17,2.3; cf. Lc 9,32.34

R. O rosto de Jesus brilhava como o sol;

* Ao verem os discípulos a glória do Senhor,

ficaram possuídos de temor e admiração.

V. E eis que apareceram Elias e Moisés falando com Jesus.

* Ao verem.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS)

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.
 

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Invitatorio

Ant. do Invitatório: Ao supremo Rei da glória, vinde, todos, adoremos.

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

 

Hino

Jesus, suave lembrança,
nome mais doce que o mel,
dais a perfeita alegria
ao coração do fiel.

Nada mais terno se canta,
nem pode ouvir-se nos céus,
nada mais doce se pensa
do que Jesus, Homem-Deus.

Jesus, doçura das mentes,
do coração claridade,
vós superais todo anseio,
fonte de eterna verdade.

Ao visitardes os seres,
neles reluz a verdade,
do mundo o brilho se apaga
e o amor ardente os invade.

Dai-nos perdão generoso,
conforme inspira o amor.
Dai-nos em vossa presença
ver vossa glória, Senhor.

Louvor ao Filho dileto,
do Pai eterno esplendor,
que pelo laço do Espírito
vive na glória do Amor.

Salmodia

Ant. 1 Neste dia, Jesus Cristo sobre o monte
brilhou em sua face como o sol,
e suas vestes eram brancas como a neve.

Salmo 62 (63), 2-9.

Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Neste dia, Jesus Cristo sobre o monte
brilhou em sua face como o sol,
e suas vestes eram brancas como a neve.

Ant. 2 Hoje o Senhor transfigurou-se,
hoje ouviu-se a voz do Pai,
que dele dava testemunho.
Elias e Moisés, entre luzes fulgurantes,
conversavam com Jesus sobre o fim que o esperava.

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R.
A ele glória e louvor eternamente
)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael,Ananias e Azarias, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Hoje o Senhor transfigurou-se,
hoje ouviu-se a voz do Pai,
que dele dava testemunho.
Elias e Moisés, entre luzes fulgurantes,
conversavam com Jesus sobre o fim que o esperava.

Ant. 3 A lei foi-nos dada por Moisés,
por Elias foi-nos dada a profecia;
hoje ambos foram vistos gloriosos
sobre o monte conversando com Jesus.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A lei foi-nos dada por Moisés,
por Elias foi-nos dada a profecia;
hoje ambos foram vistos gloriosos
sobre o monte conversando com Jesus.

Leitura breve                 Ap 21,10.23

O anjo levou-me em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus. A cidade não precisa de sol, nem de lua que a iluminem,pois a glória de Deus é a sua luz e a sua lâmpada é o Cordeiro.

Responsório breve

R.
Coroastes Jesus de glória e esplendor.
*
Aleluia, aleluia. R. Coroastes.
V.
A seus pés colocastes, Senhor, vossas obras.
*
Aleluia. Glória ao Pai. R. Coroastes
.

CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Uma voz do céu ressoa: Eis meu Filho muito amado,
nele está meu bem-querer, escutai-o, homens todos.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos
74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=
76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79
para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados 
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Uma voz do céu ressoa: Eis meu Filho muito amado,
nele está meu bem-querer, escutai-o, homens todos.

Preces

Oremos ao nosso Salvador, que maravilhosamente se transfigurou no monte diante de seus discípulos; e peçamos cheios de confiança:

R. Na vossa luz, Senhor, vejamos a luz!

Pai clementíssimo, que transfigurastes vosso amado Filho no monte e vos manifestastes no meio da nuvem luminosa,
fazei-nos ouvir fielmente a palavra de Cristo. R.

Senhor Deus, que saciais os vossos eleitos com a abundância da vossa casa e lhes dais a beber da torrente do vosso amor,
concedei-nos encontrar no corpo de Cristo a fonte de nossa vida. R.

Senhor Deus, que fizestes resplandecer a luz no meio das trevas e iluminastes os corações para contemplar a vossa claridade no rosto de Jesus Cristo,
tornai conhecida à humanidade inteira a vida imortal, por meio da pregação do Evangelho. R.

Pai de bondade, que no vosso infinito amor nos destes a graça de nos chamarmos e sermos realmente filhos de Deus,
concedei que sejamos semelhantes a Cristo quando ele vier na sua glória. R.

(intenções livres)

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

Oração das nove horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Vinde, Espírito de Deus,
com o Filho e com o Pai,
inundai a nossa mente,
nossa vida iluminai.

Boca, olhos, mãos, sentidos,
tudo possa irradiar
o amor que em nós pusestes
para aos outros inflamar.

A Deus Pai e ao seu Filho
por vós dai-nos conhecer.
Que de ambos procedeis
dai-nos sempre firmes crer.

Ou:

Mantendo a ordem certa,
do coração fiel,
na hora terça oremos
aos Três, fulgor do céu.

Queremos ser os templos
do Espírito Santo, outrora
descido sobre os Doze
em chamas, nesta hora.

Fiel aos seus desígnios,
do Reino o Autor divino
a tudo ornou de graça
segundo o seu destino.

Louvor e glória ao Pai,
ao Filho, Sumo Bem,
e ao seu divino Espírito,
agora e sempre. Amém.

Salmodia

Ant. 1 A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.

66
Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!

68
Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!

70
Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!

72
A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. 2 É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!

3
Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.

=5
Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!

7b
Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.

=10
Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

13
Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,

– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Ant. É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Ant. 3 Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!

– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.

=4
Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;

– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;

– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!

9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!

– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!

11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!

12
Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Leitura breve                 Ex 19,8b-9

Moisés transmitiu ao Senhor as palavras do povo, e o Senhor lhe falou: Virei a ti numa nuvem escura, para que o povo ouça quando falar contigo, e creia sempre em ti.

V. Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens.
R.
Vossos lábios espalham a graça, o encanto.

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

Oração das doze horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.

Ou:

O louvor de Deus cantemos
com fervor no coração,
pois agora a hora sexta
nos convida à oração.

Nesta hora foi-nos dada
gloriosa salvação
pela morte do Cordeiro,
que na cruz trouxe o perdão.

Ante o brilho de tal luz
se faz sombra o meio-dia.
Tanta graça e tanto brilho
vinde haurir, com alegria.

Seja dada a glória ao Pai
e ao Unigênito também,
com o Espírito Paráclito,
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.

66
Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!

68
Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!

70
Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!

72
A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. 2 É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!

3
Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.

=5
Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!

7b
Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.

=10
Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

13
Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,

– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Ant. É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Ant. 3 Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!

– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.

=4
Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;

– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;

– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!

9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!

– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!

11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!

12
Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Leitura breve                 Ex 33,9.11a

Logo que Moisés entrava na Tenda, a coluna de nuvem baixava e ficava parada à entrada, enquanto o Senhor falava com Moisés. O Senhor falava com Moisés face a face, como um homem fala com seu amigo.

V. Contemplai a sua face e alegrai-vos.
R. E vosso rosto não se cubra de vergonha!

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

Oração das quinze horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
 

Hino

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Ou:

Cumprindo o ciclo tríplice das horas,
louvemos ao Senhor de coração,
cantando em nossos salmos a grandeza
de Deus, que é Uno e Trino em perfeição.

A exemplo de São Pedro, nosso mestre,
guardando do Deus vivo e verdadeiro,
em almas redimidas, o mistério,
sinal de salvação ao mundo inteiro,

também salmodiamos no espírito,
unidos aos apóstolos do Senhor,
e assim serão firmados nossos passos
na força de Jesus, o Salvador.

Louvor ao Pai, autor de toda a vida,
e ao Filho, Verbo Eterno, Sumo Bem,
unidos pelo amor do Santo Espírito,
Deus vivo pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Salmo 118(119),65-72

IX (Teth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

O seu mandamento é vida eterna (Jo 12,50).

65 Tratastes com bondade o vosso servo, *
como haeis prometido, ó Senhor.

66
Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, *
pois tenho nos vossos santos mandamentos!

67 Antes de ser por vós provado, eu me perdera; *
mas agora sigo firme em vossa lei!

68
Porque sois bom e realizais somente o bem, *
ensinai-me a fazer vossa vontade!

69 Forjam canias contra mim os orgulhosos, *
mas de todo o coração vos sou fiel!

70
Seus corações são insensíveis como pedra, *
mas eu encontro em vossa lei minhas delícias.

71 Para mim foi muito bom ser humilhado, *
porque assim eu aprendi vossa vontade!

72
A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. A lei de vossa boca, para mim,
vale mais do que milhões em ouro e prata.

Ant. 2 É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Salmo 55(56),2-7b.9-14

Confiança na palavra do Senhor

Neste salmo se manifesta o Cristo em sua Paixão (S. Jerônimo).

=2 Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, †
pois há tantos que me calcam sob os pés, *
e agressores me oprimem todo dia!

3
Meus inimigos de contínuo me espezinham, *
são numerosos os que lutam contra mim!

4 Quando o medo me invadir, ó Deus Altíssimo, *
porei em vós a minha inteira confiança.

=5
Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

6 Eles falam contra mim o dia inteiro, *
eles desejam para mim somente o mal!

7b
Armam ciladas e me espreitam reunidos, *
seguem meus passos, perseguindo a minha vida!

=9 Do meu elio registrastes cada passo, †
em vosso odre recolhestes cada lágrima, *
e anotastes tudo isso em vosso livro.

=10
Meus inimigos haverão de recuar †
em qualquer dia em que eu vos invocar; *
tenho certeza: o Senhor está comigo!

=11 Confio em Deus e louvarei sua promessa; †
12 é no Senhor que eu confio e nada temo: *
que poderia contra mim um ser mortal?

13
Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, *
e vos oferto um sacrifício de louvor,

14 porque da morte arrancastes minha vida *
e não deixastes os meus pés escorregarem,

– para que eu ande na presença do Senhor, *
na presença do Senhor na luz da vida.

Ant. É no Senhor que eu confio e nada temo:
Que poderia contra mim um ser mortal?

Ant. 3 Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Salmo 56(57)

Oração da manhã numa aflição

Este salmo canta a Paixão do Senhor (Sto. Agostinho).

2 Piedade, Senhor, piedade, *
pois em vós se abriga a minh’alma!

– De vossas asas, à sombra, me achego, *
até que passe a tormenta, Senhor!

3 Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, *
a este Deus que me dá todo o bem.

=4
Que me envie do céu sua ajuda †
e confunda os meus opressores! *
Deus me envie sua graça e verdade!

5 Eu me encontro em meio a leões, *
que, famintos, devoram os homens;

– os seus dentes são lanças e flechas, *
suas línguas, espadas cortantes.

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

7 Prepararam um laço a meus pés, *
e assim oprimiram minh’alma;

– uma cova me abriram à frente, *
mas na mesma acabaram caindo.

8 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!

9 Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!

– Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora!

10 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças, por entre as nações!

11 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!

12
Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!

Ant. Vosso amor, ó Senhor, é mais alto que os céus.

Leitura breve             2Cor 3,18

Todos nós, com o rosto descoberto, contemplamos e refletimos a glória do Senhor e assim somos transformados à sua imagem, pelo seu Espírito, com uma glória cada vez maior.

V. Em vós, ó Deus, está a fonte da vida.
R.
E em vossa luz contemplamos a luz.

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Ó Luz da Luz nascida,
do mundo Redentor,
ouvi dos que suplicam
a prece e o louvor.

De rosto mais brilhante
que o sol no seu fulgor,
com veste igual à neve
de um branco resplendor,

a dignas testemunhas
no monte aparecestes,
Autor das criaturas
terrenas e celestes.

Antigas testemunhas
unis ao mundo novo
e dais a todos crerem
que sois o Deus do povo.

Do alto a voz paterna
seu Filho vos chamou.
Fiéis, as nossas mentes
vos chamam Rei, Senhor.

A carne dos perdidos
por nós vestindo outrora,
fazei-nos membros vivos
do vosso corpo, agora.

A vós, ó Filho amado,
a honra e o louvor.
De vós o Pai, no Espírito,
revela o esplendor.

Salmodia

Ant. 1 Jesus tomou a Pedro e os irmãos João e Tiago,
e os levou a um alto monte,
e, ali diante deles, ficou transfigurado.

Salmo 109(110),1-5.7

1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
'Assenta-te ao meu lado direito
– até que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!'

=2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
'Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
'Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!'

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Jesus tomou a Pedro e os irmãos João e Tiago,
e os levou a um alto monte,
e, ali diante deles, ficou transfigurado.

Ant. 2
Uma nuvem luminosa os cobriu com sua sombra,
e uma voz se ouviu dizendo:
Eis meu Filho muito amado,
nele está meu bem-querer!

Salmo 120(121)

Deus protetor de seu povo

Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol nem algum calor ardente (Ap 7,16).

1 Eu levanto os meus olhos para os montes: *
de onde pode vir o meu socorro?
2 ‘Do Senhor é que me vem o meu socorro, *
do Senhor que fez o céu e fez a terra!’

3 Ele não deixa tropeçarem os meus pés, *
e não dorme quem te guarda e te vigia.
4 Oh! não! ele não dorme nem cochila, *
aquele que é o guarda de Israel!

5 O Senhor é o teu guarda, o teu vigia, *
é uma sombra protetora à tua direita.
6 Não vai ferir-te o sol durante o dia, *
nem a lua através de toda a noite.

7 O Senhor te guardará de todo o mal, *
ele mesmo vai cuidar da tua vida!
8 Deus te guarda na partida e na chegada. *
Ele te guarda desde agora e para sempre!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Uma nuvem luminosa os cobriu com sua sombra,
e uma voz se ouviu dizendo:
Eis meu Filho muito amado,
nele está meu bem-querer!


Ant. 3 Ao descerem da montanha, ordenou-lhes o Senhor:
Não conteis a mais ninguém a visão que vós tivestes,
enquanto o Filho do Homem não tiver ressuscitado.
Aleluia.

Cântico Cf. 1Tm3,16

R. Louvai o Senhor Deus, todos os povos.

– O Senhor manifestado em nossa carne, *
justificado pelo Espírito de Deus.

R. Louvai o Senhor Deus, todos os povos.

– Jesus Cristo contemplado pelos anjos, *
anunciado aos povos todos e às nações.

R. Louvai o Senhor Deus, todos os povos.

– Foi aceito pela fé no mundo inteiro, *
e na glória de Deus Pai foi exaltado.

R. Louvai o Senhor Deus, todos os povos.

Ant. Ao descerem da montanha, ordenou-lhes o Senhor:
Não conteis a mais ninguém a visão que vós tivestes,
enquanto o Filho do Homem não tiver ressuscitado.
Aleluia.

Leitura breve Rm 8,16-17

O próprio Espírito se une ao nosso espírito para nos atestar que somos filhos de Deus. E, se somos filhos, somos também herdeiros – herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo –; se realmente sofremos com ele, é para sermos também glorificados com ele.

Responsório breve

R. Diante dele vão a glória e a majestade.
* Aleluia, aleluia. R. Diante dele.
V. E o seu templo, que beleza e esplendor!* Aleluia.
Glória ao Pai. R. Diante dele.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Ao ouvirem esta voz, os discípulos caíram
com o rosto sobre o chão e tiveram muito medo.
Jesus se aproximou, tocou-os e lhes disse:
Levantai-vos, não temais! Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Ao ouvirem esta voz, os discípulos caíram
com o rosto sobre o chão e tiveram muito medo.
Jesus se aproximou, tocou-os e lhes disse:
Levantai-vos, não temais! Aleluia.

Preces

Oremos a nosso Salvador, que maravilhosamente se transfigurou no monte diante de seus discípulos; e peçamos cheios de confiança:

R. Ó Deus, iluminai as nossas trevas!

Senhor Jesus Cristo, que, antes de sofrer a paixão, revelastes aos discípulos, em vosso corpo transfigurado, a glória da ressurreição, nós vos pedimos pela Santa Igreja que caminha nas estradas deste mundo,
para que, mesmo no sofrimento, ela sempre se transfigure pela alegria de vossa vitória. R.

Senhor Jesus Cristo, que tomastes convosco Pedro, Tiago e João, e os levastes até o alto do monte, nós vos pedimos pelo nosso Papa N. e por todos os bispos,
para que sirvam ao vosso povo na esperança da ressurreição. R.

Senhor Jesus Cristo, que no monte fizestes brilhar sobre Moisés e Elias o esplendor da vossa face, nós vos pedimos pelos judeus, o povo que escolhestes desde os tempos antigos,
para que mereçam chegar à plenitude da redenção.R.

Senhor Jesus Cristo, que iluminastes a terra quando sobre vós se levantou a glória do Criador, nós vos pedimos por todos os homens e mulheres de boa vontade,
para que sempre caminhem na claridade da vossa luz. R.

(intenções livres)

Senhor Jesus Cristo, que haveis de transfigurar os nossos corpos mortais tornando-os semelhantes ao vosso corpo glorioso, nós vos pedimos pelos nossos irmãos e irmãs falecidos,
para que entrem na glória do vosso reino.R.

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que na gloriosa Transfiguração de vosso Filho confirmastes os mistérios da fé pelo testemunho de Moisés e Elias, e manifestastes de modo admirável a nossa glória de filhos adotivos, concedei aos vossos servos e servas ouvir a voz do vosso Filho amado, e compartilhar da sua herança. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 



V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)

 

Hino

Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, possam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Ou:

Ó Cristo, dia e esplendor,
na treva o oculto aclarais.
Sois luz de luz, nós o cremos,
luz aos fiéis anunciais.

Guardai-nos, Deus, nesta noite,
velai do céu nosso sono;
em vós na paz descansemos
em um tranquilo abandono.

Se os olhos pesam de sono,
vele, fiel, nossa mente.
A vossa destra proteja
quem vos amou fielmente.

Defensor nosso, atendei-nos
freai os planos malvados.
No bem guiai vossos servos,
com vosso sangue comprados.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a vós e ao Pai toda a glória,
com o Espírito Santo,
eterna honra e vitória.

Salmodia

Ant. Meu corpo no repouso está tranquilo.

Salmo 15(16)

O Senhor é minha herança

Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte (At 2,24).

=1 Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! †
2 Digo ao Senhor: 'Somente vós sois meu Senhor: *
nenhum bem eu posso achar fora de vós!'

3 Deus me inspirou uma admirável afeição*
pelos santos que habitam sua terra.

4 Multiplicam, no entanto, suas dores *
os que correm para os deuses estrangeiros;
– seus sacrifícios sanguinários não partilho, *
nem seus nomes passarão pelos meus lábios.

5 Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, *
meu destino está seguro em vossas mãos!
6 Foi demarcada para mim a melhor terra, *
e eu exulto de alegria em minha herança!

7 Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, *
e até de noite me adverte o coração.
8 Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, *
pois se o tenho a meu lado não vacilo.

=9 Eis por que meu coração está em festa, †
minha alma rejubila de alegria, *
e até meu corpo no repouso está tranquilo;

10 pois não haveis de me deixar entregue à morte, *
nem vosso amigo conhecer a corrupção.

=11 Vós me ensinais vosso caminho para a vida; †
junto a vós, felicidade sem limites, *
delícia eterna e alegria ao vosso lado!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Meu corpo no repouso está tranquilo.

Leitura breve 1Ts 5,23

Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente, e que tudo aquilo que sois – espírito, alma, corpo – seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R.Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.

Cântico evangélico, ant.

Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração

Senhor nosso Deus, após as fadigas de hoje, restaurai nossas energias por um sono tranquilo, a fim de que, por vós renovados, nos dediquemos de corpo e alma ao vosso serviço. Por Cristo, nosso Senhor.


O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Ó Mãe do Redentor, do céu ó porta,
ao povo que caiu, socorre e exorta,
pois busca levantar-se, Virgem pura,
nascendo o Criador da criatura:
tem piedade de nós e ouve, suave,
o anjo te saudando com seu Ave!

Ou:


Ave, Rainha do céu;
ave, dos anjos Senhora;
ave, raiz, ave, porta;
da luz do mundo és aurora.
Exulta, ó Virgem tão bela,
as outras seguem-te após;
nós te saudamos: adeus!
E pede a Cristo por nós!
Virgem Mãe, ó Maria!

Ou:


Salve, Rainha, Mãe de misericórdia,
vida doçura, esperança nossa, Salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva,
a vós suspiramos gemendo e chorando
neste vale de lágrimas!
Eia, pois, Advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre!
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria.

Ou:


À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus;
não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.