SANTA ROSA DE LIMA, VIRGEM Festa

Compartilhar:

 

SANTA ROSA DE LIMA, VIRGEM

Padroeira da América Latina

 Festa

Nasceu em Lima (Peru) no ano 1586; já durante o tempo que viveu em sua casa, dedicou-se de modo invulgar à prática das virtudes cristãs; mas quando tomou o hábito da Ordem Terceira de São Domingos, fez os maiores progressos no caminho da penitência e da contemplação mística. Morreu no dia 24 de agosto de 1617.


 

Invitatório

Ant. do Invitatório: Ao Senhor, Rei das virgens, oh! Vinde, adoremos.

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino 

Ó anjos do céu,

cantai esta Rosa,

brotada na terra,

tão bela e formosa!

 

Foi ela que a América

ao céu ofertou,

mas que a todo o mundo

de amor perfumou.

 

Aos mudos e cegos

dá voz e visão,

e a todos socorre

com sua oração.

 

Com Rosa a Trindade,

na terra, louvemos;

com ela no céu,

um dia cantemos.

Salmodia

 

Ant. 1 Virgem sábia e vigilante, já brilhais na eterna glória
com Jesus, o eterno Verbo, vosso Esposo imaculado.

Salmo 18 (19)A

2 Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3 o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia.

4 Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que possam ser ouvidas;
5 seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz. 

6 Armou no alto uma tenda para o sol; *
ele desponta no céu e se levanta
– como um esposo do quarto nupcial, *
como um herói exultante em seu caminho.

7 De um extremo do céu põe-se a correr *
e vai traçando o seu rastro luminoso,
– até que possa chegar ao outro extremo, *
e nada pode fugir ao seu calor.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Virgem sábia e vigilante, já brilhais na eterna glória
com Jesus, o eterno Verbo, vosso Esposo imaculado.

Ant. 2 Todo o amor eu consagrei a Jesus Cristo, meu Senhor;
e o preferi aos bens do mundo e à glória desta terra.

Salmo 44(45)

I

=2 Transborda um poema do meu coração; †
vou cantar-vos, ó Rei, esta minha canção; *
minha língua é qual pena de um ágil escriba.

=3 Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! †
Vossos lábios espalham a graça, o encanto, *
porque Deus, para sempre, vos deu sua bênção.

4 Levai vossa espada de glória no flanco, *
herói valoroso, no vosso esplendor;
5 saí para a luta no caro de guerra *
em defesa da fé, da justiça e verdade!

= Vossa mão vos ensine valentes proezas, †
6 vossas flechas agudas abatam os povos *
e firam no seu coração o inimigo!

=7 Vosso trono, ó Deus, é eterno, é sem fim; †
vosso cetro real é sinal de justiça: *
8 Vós amais a justiça e odiais a maldade.

= É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo, †
deu-vos mais alegria que aos vossos amigos. *
9 Vossas vestes exalam preciosos perfumes.

– De ebúrneos palácios os sons vos deleitam. *
10 As filhas de reis vêm ao vosso encontro,
– e à vossa direita se encontra a rainha *
com veste esplendente de ouro de Ofir.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Todo o amor eu consagrei a Jesus Cristo, meu Senhor;
e o preferi aos bens do mundo e à glória desta terra.


Ant. 3 O Rei se encantou com a vossa beleza;
prestai-lhe homenagem: é o vosso Senhor!

II

11 Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: *
'Esquecei vosso povo e a casa paterna!
12 Que o Rei se encante com vossa beleza! *
Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

13 O povo de Tiro vos traz seus presentes, *
os grandes do povo vos pedem favores.
14 Majestosa, a princesa real vem chegando, *
vestida de ricos brocados de ouro.

15 Em vestes vistosas ao Rei se dirige, *
e as virgens amigas lhe formam cortejo;
16 entre cantos de festa e com grande alegria, *
ingressam, então, no palácio real'.

17 Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos; *
fareis deles os reis soberanos da terra.
18 Cantarei vosso nome de idade em idade, *
para sempre haverão de louvar-vos os povos!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. O Rei se encantou com a vossa beleza;
prestai-lhe homenagem: é o vosso Senhor!

 

V. O caminho da vida me ensinais.

R. Delícia eterna e alegria ao vosso lado.

 

Primeira leitura

Da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios                 7,25-40

 

A virgindade cristã

Irmãos: 25A respeito das pessoas solteiras, não tenho nenhum mandamento do Senhor. Mas, como alguém que, por misericórdia de Deus, merece confiança, dou uma opinião: 26Penso que, em razão das angústias presentes, é vantajoso não se casar, é bom cada qual estar assim. 27Estás ligado a uma mulher? Não procures desligar-te. Não estás ligado a nenhuma mulher? Não procures ligar-te.28Se, porém, casares, não pecas. E, se a virgem se casar, não peca. Mas as pessoas casadas terão as tribulações da vida matrimonial; e eu gostaria de poupar-vos isso. 29Eu digo, irmãos: o tempo está abreviado. Então, que, doravante,os que têm mulher vivam como se não tivessem mulher; 30e os que choram, como se não chorassem, e os que estão alegres, como se não estivessem alegres, e os que fazem compras, como se não possuíssem adquirindo coisa alguma; 31e os que usam do mundo, como se dele não estivessem gozando. Pois a figura deste mundo passa. 32Eu gostaria que estivésseis livres de preocupações. O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. 33O casado preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar à sua mulher34e, assim, está dividido. Do mesmo modo, a mulher não casada e a jovem solteira têm zelo pelas coisas do Senhor e procuram ser santas de corpo e espírito. Mas a que se casou preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar ao seu marido. 35Digo isto para o vosso próprio bem e não para vos armar um laço. O que eu desejo é levar-vos ao que é melhor, permanecendo junto ao Senhor, sem outras preocupações. 

 36Se alguém, transbordando de paixão, acha que não vai poder respeitar sua noiva, e que as coisas devem seguir o seu curso, faça o que quiser; não peca; que se casem. 37Quem, ao contrário, por uma firme convicção, sem constrangimento, mas por livre vontade, resolve respeitar a sua noiva, fará bem. 38Portanto, quem se casa com sua noiva faz bem, e quem não se casa procede melhor. 

39A mulher está ligada ao marido enquanto ele vive; uma vez que o marido faleça, ela fica livre de casar com quem quiser, mas só no Senhor. 40Mais feliz será ela se permanecer assim, conforme meu conselho. Pois também creio ter o Espírito de Deus.

 

Responsório

 

R. O Rei se encantou com a tua beleza, que ele criou;

* É teu Deus, é teu Rei, teu Senhor, teu Esposo.

V. Recebeste o dote de Deus, teu Esposo:

redenção, santidade, enfeites e jóias. * É teu Deus.

 

Segunda leitura

Dos Escritos de Santa Rosa de Lima, virgem

(Ad medicum Castilo: edit. L. Getino, La Patrona deAmérica, Madrid 1928, pp. 54-55) (Séc.XVI)

 

Conheçamos a supereminente caridade  da ciência de Cristo

O Senhor Salvador levantou a voz e com incomparável majestade disse: “Saibam todos que depois da tribulação se seguirá a graça; reconheçam que sem o peso das aflições não se pode chegar ao cimo da graça; entendam que a medida dos carismas aumenta em proporção da intensificação dos trabalhos. Acautelem-se os homens contra o erro e o engano; é esta a única verdadeira escada do paraíso e sem a cruz não há caminho que leve ao céu”.  

Ouvindo estas palavras, penetrou-me um forte ímpeto como de me colocar no meio da praça e bradar a todos, de qualquer idade, sexo e condição: “Ouvi, povos; ouvi, gentes. A mandado de Cristo, repetindo as palavras saídas de seus lábios, quero vos exortar: Não podemos obter a graça, se não sofrermos aflições; cumpre acumular trabalhos sobre trabalhos, para alcançar a íntima participação da natureza divina, a glória dos filhos de Deus e a perfeita felicidade da alma”.  

O mesmo aguilhão me impelia a publicar a beleza da graça divina; isto me oprimia de angústia e me fazia transpirar e ansiar. Parecia-me não poder mais conter a alma na prisão do corpo, sem que, quebradas as cadeias, livre, só e com a maior agilidade fosse pelo mundo, dizendo: “Quem dera que os mortais conhecessem o valor da graça divina, como é bela, nobre, preciosa; quantas riquezas esconde em si, quantos tesouros, quanto júbilo e delícia! Sem dúvida, então, eles empregariam todo o empenho e cuidado para encontrar penas e aflições! Iriam todos pela terra a procurar, em vez de fortunas, os embaraços, moléstias e tormentos, a fim de possuir o inestimável tesouro da graça. É esta a compra e o lucro final da paciência. Ninguém se queixaria da cruz nem dos sofrimentos que lhe adviriam talvez, se conhecessem a balança, onde são pesados para serem distribuídos aos homens”.

 

Responsório 1Cor 1,27a.28b-29; Sl 137(138),6

 

R. Deus escolheu o que é loucura para o mundo,

a fim de confundir os que são sábios;

Deus escolheu aquelas coisas que não são,

a fim de destruir todas que são.

* Assim ninguém se vanglorie diante dele.

V. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres

e de longe reconhece os orgulhosos. * Assim ninguém.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS)

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.

 

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Invitatorio

Ant. do Invitatório: Ao Senhor, Rei dos mártires, vinde, adoremos!

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Quando, Senhor, no horizonte
fazes despontar o dia,
reacende as lembranças
daquele que em ti confia.

Por nossas mãos sofredoras
vão passar as ilusões;
acolhe tu nossas preces,
dons dos nossos corações.

Ó Santa Rosa de Lima,
dá-nos viver para o Amado
que, quando estavas na terra,
já te havia desposado.

Não esqueças quem caminha
seguindo as tuas pegadas;
possamos chegar um dia
do céu às muitas moradas.

Louvem ao Pai nossos lábios,
e ao Filho e ao Espírito Santo;
que a Trindade nos abrigue
e nos cubra com seu manto.

Salmodia

Ant. 1 Eu me decido livremente pelo Cristo:
com ardente coração eu quero amá-lo
e desejo estar com ele para sempre.

Salmo 62 (63), 2-9.


Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Eu me decido livremente pelo Cristo:
com ardente coração eu quero amá-lo
e desejo estar com ele para sempre.

Ant. 2 Bendizei o Senhor, santas virgens,
que vos chama ao amor indiviso
e coroa em vós os seus dons!

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R.
A ele glória e louvor eternamente
)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael, Ananias e Azarias, *
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Bendizei o Senhor, santas virgens,
que vos chama ao amor indiviso
e coroa em vós os seus dons!

Ant. 3 Exultem os fiéis em sua glória,
pois a carne e o sangue superaram
e alcançaram a vitória sobre o mundo.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Exultem os fiéis em sua glória,
pois a carne e o sangue superaram
e alcançaram a vitória sobre o mundo.

Leitura breve                 Ct 8,7
Águas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo. Se alguém oferecesse todas as riquezas de sua casa para comprar o amor, seria tratado com desprezo.

Responsório breve
R.
Senhor, é vossa face que eu procuro.
* Meu coração fala convosco confiante.R. Senhor.
V. Senhor, não me escondais a vossa face!* Meu coração.
Glória ao Pai. R. Senhor.

CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. A virgem prudente entrou para as bodas
e vive com Cristo na glória celeste.
Como o sol, ela brilha entre os coros das virgens.

O Messias e seu Precursor


 

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos
74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=
76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79
para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados 
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. A virgem prudente entrou para as bodas
e vive com Cristo na glória celeste.
Como o sol, ela brilha entre os coros das virgens.

Preces

Glorifiquemos a Cristo, esposo e prêmio das virgens; e lhe supliquemos com fé:

R. Jesus, prêmio das virgens, ouvi-nos!

Cristo, amado pelas santas virgens como único Esposo,
concedei que nada nos separe do vosso amor. R.

Coroastes Maria, como Rainha das virgens;
concedei-nos, por sua intercessão, que vos sirvamos sempre de coração puro. R.

Por intercessão de vossas servas, que a vós se consagraram de todo o coração para serem santas de corpo e de alma;
concedei que jamais a instável figura deste mundo nos afaste de vós. R.

Senhor Jesus, esposo por cuja vinda as virgens prudentes esperaram sem desanimar;
concedei que vos aguardemos vigilantes na esperança. R.

Por intercessão de Santa Rosa de Lima, uma das virgens sábias e prudentes,
concedei-nos sabedoria e uma vida sem mancha. R.

(intenções livres)

Pai nosso...


 

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

Oração das nove horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Vinde, Espírito de Deus,
com o Filho e com o Pai,
inundai a nossa mente,
nossa vida iluminai.

Boca, olhos, mãos, sentidos,
tudo possa irradiar
o amor que em nós pusestes
para aos outros inflamar.

A Deus Pai e ao seu Filho
por vós dai-nos conhecer.
Que de ambos procedeis
dai-nos sempre firmes crer.

Ou:

Mantendo a ordem certa,
do coração fiel,
na hora terça oremos
aos Três, fulgor do céu.

Queremos ser os templos
do Espírito Santo, outrora
descido sobre os Doze
em chamas, nesta hora.

Fiel aos seus desígnios,
do Reino o Autor divino
a tudo ornou de graça
segundo o seu destino.

Louvor e glória ao Pai,
ao Filho, Sumo Bem,
e ao seu divino Espírito,
agora e sempre. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Salmo 118(119),161-168

XXI (Sin)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes (Tg 1,22).

161 Os poderosos me perseguem sem motivo; *
meu coração, porém, só teme a vossa lei.

162
Tanto me alegro com as palavras que dissestes, *
quanto alguém ao encontrar grande tesouro.

163 Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!

164
Eu vos louvo sete vezes cada dia, *
porque justos são os vossos julgamentos.

165 Os que amam vossa lei têm grande paz, *
e não há nada que os faça tropeçar.

166
Ó Senhor, de vós espero a salvação, *
pois eu cumpro sem cessar vossos preceitos.

167 Obedeço fielmente às vossas ordens, *
e as estimo ardentemente mais que tudo.

168
Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; *
os meus caminhos estão todos ante vós.

Ant. Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Ant. 2 A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Salmo 132(133)

Alegria da união fraterna

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus (1Jo 4,7).

1 Vinde e vede como é bom, como é suave *
os irmãos viverem juntos bem unidos!

2 É como um óleo perfumado na cabeça, *
que escorre e vai descendo até à barba;

– vai descendo até à barba de Aarão, *
e vai chegando até à orla do seu manto.

3 É também como o orvalho do Hermon, *
que cai suave sobre os montes de Sião.

– Pois a eles o Senhor dá sua bênção *
e a vida pelos séculos sem fim.

Ant. A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Ant. 3 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Salmo 139(140),2-9.13-14

Tu és o meu refúgio

O Filho do Homem é entregue nas mãos dos pecadores (Mt 26,45).

2 Livrai-me, ó Senhor, dos homens maus, *
dos homens violentos defendei-me,

3 dos que tramam só o mal no coração *
e planejam a discórdia todo o dia!

4
Como a serpente eles afiam suas línguas, *
e em seus bios têm veneno de uma víbora.

=5 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio, †
defendei-me contra o homem violento, *
contra aqueles que planejam minha queda!

=6
Os soberbos contra mim armaram laços, †
estenderam-me uma rede sob os pés *
e puseram em meu caminho seus tropeços.

7 Mas eu digo ao Senhor: “Vós sois meu Deus, *
inclinai o vosso ouvido à minha prece!”

8 Senhor meu Deus, sois meu auxílio poderoso, *
vós protegeis minha cabeça no combate!

9
Não atendais aos maus desejos dos malvados! *
Senhor, fazei que os seus planos não se cumpram!

13 Sei que o Senhor fará justiça aos infelizes, *
defende a causa justa de seus pobres.

14
Sim, os justos louvarão o vosso nome, *
e junto a vós habitarão os homens retos.

Ant. Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Leitura breve                 Sb 8,21a

Compreendi que só poderia obter a Sabedoria, se Deus me concedesse; e já era sinal de inteligência saber a origem desta graça.

V. Eis a virgem previdente e vigilante em alta noite.
R. O Senhor a encontrou com sua lâmpada acesa.

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por Cristo, nosso Senhor .

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

Oração das doze horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.

Ou:

O louvor de Deus cantemos
com fervor no coração,
pois agora a hora sexta
nos convida à oração.

Nesta hora foi-nos dada
gloriosa salvação
pela morte do Cordeiro,
que na cruz trouxe o perdão.

Ante o brilho de tal luz
se faz sombra o meio-dia.
Tanta graça e tanto brilho
vinde haurir, com alegria.

Seja dada a glória ao Pai
e ao Unigênito também,
com o Espírito Paráclito,
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Salmo 118(119),161-168

XXI (Sin)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes (Tg 1,22).

161 Os poderosos me perseguem sem motivo; *
meu coração, porém, só teme a vossa lei.

162
Tanto me alegro com as palavras que dissestes, *
quanto alguém ao encontrar grande tesouro.

163 Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!

164
Eu vos louvo sete vezes cada dia, *
porque justos são os vossos julgamentos.

165 Os que amam vossa lei têm grande paz, *
e não há nada que os faça tropeçar.

166
Ó Senhor, de vós espero a salvação, *
pois eu cumpro sem cessar vossos preceitos.

167 Obedeço fielmente às vossas ordens, *
e as estimo ardentemente mais que tudo.

168
Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; *
os meus caminhos estão todos ante vós.

Ant. Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Ant. 2 A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Salmo 132(133)

Alegria da união fraterna

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus (1Jo 4,7).

1 Vinde e vede como é bom, como é suave *
os irmãos viverem juntos bem unidos!

2 É como um óleo perfumado na cabeça, *
que escorre e vai descendo até à barba;

– vai descendo até à barba de Aarão, *
e vai chegando até à orla do seu manto.

3 É também como o orvalho do Hermon, *
que cai suave sobre os montes de Sião.

– Pois a eles o Senhor dá sua bênção *
e a vida pelos séculos sem fim.

Ant. A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Ant. 3 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Salmo 139(140),2-9.13-14

Tu és o meu refúgio

O Filho do Homem é entregue nas mãos dos pecadores (Mt 26,45).

2 Livrai-me, ó Senhor, dos homens maus, *
dos homens violentos defendei-me,

3 dos que tramam só o mal no coração *
e planejam a discórdia todo o dia!

4
Como a serpente eles afiam suas línguas, *
e em seus bios têm veneno de uma víbora.

=5 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio, †
defendei-me contra o homem violento, *
contra aqueles que planejam minha queda!

=6
Os soberbos contra mim armaram laços, †
estenderam-me uma rede sob os pés *
e puseram em meu caminho seus tropeços.

7 Mas eu digo ao Senhor: “Vós sois meu Deus, *
inclinai o vosso ouvido à minha prece!”

8 Senhor meu Deus, sois meu auxílio poderoso, *
vós protegeis minha cabeça no combate!

9
Não atendais aos maus desejos dos malvados! *
Senhor, fazei que os seus planos não se cumpram!

13 Sei que o Senhor fará justiça aos infelizes, *
defende a causa justa de seus pobres.

14
Sim, os justos louvarão o vosso nome, *
e junto a vós habitarão os homens retos.

Ant. Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Leitura breve                 1Cor 7,25

A respeito das pessoas solteiras, não tenho nenhum mandamento do Senhor. Mas, como alguém que, por misericórdia de Deus, merece confiança, dou uma opinião.

V. Eis a virgem previdente e vigilante em alta noite.
R. Vai, com suas companheiras, ao encontro do Senhor.

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por Cristo, nosso Senhor .

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

Oração das quinze horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
 

Hino

Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Ou:

Cumprindo o ciclo tríplice das horas,
louvemos ao Senhor de coração,
cantando em nossos salmos a grandeza
de Deus, que é Uno e Trino em perfeição.

A exemplo de São Pedro, nosso mestre,
guardando do Deus vivo e verdadeiro,
em almas redimidas, o mistério,
sinal de salvação ao mundo inteiro,

também salmodiamos no espírito,
unidos aos apóstolos do Senhor,
e assim serão firmados nossos passos
na força de Jesus, o Salvador.

Louvor ao Pai, autor de toda a vida,
e ao Filho, Verbo Eterno, Sumo Bem,
unidos pelo amor do Santo Espírito,
Deus vivo pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Salmo 118(119),161-168

XXI (Sin)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes (Tg 1,22).

161 Os poderosos me perseguem sem motivo; *
meu coração, porém, só teme a vossa lei.

162
Tanto me alegro com as palavras que dissestes, *
quanto alguém ao encontrar grande tesouro.

163 Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!

164
Eu vos louvo sete vezes cada dia, *
porque justos são os vossos julgamentos.

165 Os que amam vossa lei têm grande paz, *
e não há nada que os faça tropeçar.

166
Ó Senhor, de vós espero a salvação, *
pois eu cumpro sem cessar vossos preceitos.

167 Obedeço fielmente às vossas ordens, *
e as estimo ardentemente mais que tudo.

168
Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; *
os meus caminhos estão todos ante vós.

Ant. Os que amam vossa lei, ó Senhor, têm grande paz.

Ant. 2 A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Salmo 132(133)

Alegria da união fraterna

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus (1Jo 4,7).

1 Vinde e vede como é bom, como é suave *
os irmãos viverem juntos bem unidos!

2 É como um óleo perfumado na cabeça, *
que escorre e vai descendo até à barba;

– vai descendo até à barba de Aarão, *
e vai chegando até à orla do seu manto.

3 É também como o orvalho do Hermon, *
que cai suave sobre os montes de Sião.

– Pois a eles o Senhor dá sua bênção *
e a vida pelos séculos sem fim.

Ant. A multidão dos fiéis era um coração
e uma só alma.

Ant. 3 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Salmo 139(140),2-9.13-14

Tu és o meu refúgio

O Filho do Homem é entregue nas mãos dos pecadores (Mt 26,45).

2 Livrai-me, ó Senhor, dos homens maus, *
dos homens violentos defendei-me,

3 dos que tramam só o mal no coração *
e planejam a discórdia todo o dia!

4
Como a serpente eles afiam suas línguas, *
e em seus bios têm veneno de uma víbora.

=5 Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio, †
defendei-me contra o homem violento, *
contra aqueles que planejam minha queda!

=6
Os soberbos contra mim armaram laços, †
estenderam-me uma rede sob os pés *
e puseram em meu caminho seus tropeços.

7 Mas eu digo ao Senhor: “Vós sois meu Deus, *
inclinai o vosso ouvido à minha prece!”

8 Senhor meu Deus, sois meu auxílio poderoso, *
vós protegeis minha cabeça no combate!

9
Não atendais aos maus desejos dos malvados! *
Senhor, fazei que os seus planos não se cumpram!

13 Sei que o Senhor fará justiça aos infelizes, *
defende a causa justa de seus pobres.

14
Sim, os justos louvarão o vosso nome, *
e junto a vós habitarão os homens retos.

Ant. Salvai-me, ó Senhor, das mãos do ímpio,
vós que sois a minha força e salvação!

Leitura breve Ap 19,6b.7

O Senhor, nosso Deus, o Todo-poderoso passou a reinar. Fiquemos alegres e contentes, e demos glória a Deus, porque chegou o tempo das núpcias do Cordeiro. Sua esposa já se preparou.

V.
Encontrei o grande amor da minha vida.
R.
Vou guardá-lo para sempre junto a mim!

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por Cristo, nosso Senhor .

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R.
Graças a Deus.

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino 

As rosas da terra 
aplaudam esta Rosa; 
o sol e as estrelas 
a chamam formosa. 

Pois Rosa de graça, 
florindo entre dores, 
cilícios usavas 
pelos pecadores. 

Ó Rosa vermelha, 
ó Rosa de Lima, 
chorar nossas faltas 
a todos ensina. 

Sobre toda a América, 
Trindade divina, 
derrame-se o orvalho
de Rosa de Lima.

Salmodia 

Ant. 1 Consagrei-me totalmente 
a vós, Senhor, divino Esposo! 
Agora vou ao vosso encontro, 
tendo acesa a minha lâmpada.

Salmo 121(122)

Jerusalém, cidade santa 

Vós vos aproximastes do monte Sião e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste (Hb 12,22). 

1 Que alegria, quando ouvi que me disseram: * 
'Vamos à casa do Senhor!' 
2  E agora nossos pés já se detêm, * 
Jerusalém, em tuas portas.  

3 Jerusalém, cidade bem edificada *
num conjunto harmonioso; 
4 para lá sobem as tribos de Israel, * 
as tribos do Senhor. 

– Para louvar, segundo a lei de Israel, * 
o nome do Senhor. 
5 A sede da justiça lá está * 
e o trono de Davi. 

6 Rogai que viva em paz Jerusalém, *
e em segurança os que te amam! 
7 Que a paz habite dentro de teus muros, * 
tranquilidade em teus palácios! 

8 Por amor a meus irmãos e meus amigos, * 
peço: 'A paz esteja em ti!' 
9 Pelo amor que tenho à casa do Senhor, * 
eu te desejo todo bem!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Consagrei-me totalmente 
a vós, Senhor, divino Esposo! 
Agora vou ao vosso encontro, 
tendo acesa a minha lâmpada.

Ant. 2 Felizes os puros em seu coração, 
porque eles verão o seu Deus face a face.

Salmo 126(127) 

O trabalho sem Deus é inútil 

Vós sois a construção de Deus (1Cor 3,9). 

1 
Se o Senhor não construir a nossa casa, * 
em vão trabalharão seus construtores; 
– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, * 
em vão vigiarão as sentinelas! 


2 É inútil levantar de madrugada, *
ou à noite retardar vosso repouso, 
– para ganhar o pão sofrido do trabalho, * 
que a seus amados Deus concede enquanto dormem. 


3 Os filhos são a bênção do Senhor, *
o fruto das entranhas, sua dádiva. 

4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, * 
são os filhos de um casal de esposos jovens.  


5 Feliz aquele pai que com tais flechas * 
consegue abastecer a sua aljava! 
– Não será envergonhado ao enfrentar * 
seus inimigos junto às portas da cidade.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Felizes os puros em seu coração, 
porque eles verão o seu Deus face a face.

Ant. 3 A minha firmeza é a força de Cristo; 
o meu fundamento é a Pedra angular.

Cântico Ef 1,3-10 

O plano divino da salvação 

3 Bendito e louvado seja Deus, * 
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 
– que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo * 
com bênção espiritual de toda sorte! 

(R. Bendito sejais vós, nosso Pai, 
que nos abençoastes em Cristo!


4 
Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, * 
já bem antes de o mundo ser criado, 
– para que fôssemos, perante a sua face, * 
sem mácula e santos pelo amor.
(R.) 

=
5 
Por livre decisão de sua vontade, † 
predestinou-nos, através de Jesus Cristo, * 
a sermos nele os seus filhos adotivos, 

6 para o louvor e para a glória de sua graça,* 
que em seu Filho bem-amado nos doou.
(R.) 

7 
É nele que nós temos redenção, * 
dos pecados remissão pelo seu sangue. 
= Sua graça transbordante e inesgotável † 

8 Deus derrama sobre nós com abundância, * 
de saber e inteligência nos dotando.
(R.) 

9 
E assim, ele nos deu a conhecer *
o mistério de seu plano e sua vontade, 
– que propusera em seu querer benevolente, * 

10 na plenitude dos tempos realizar: 
– o desígnio de, em Cristo, reunir * 
todas as coisas: as da terra e as do céu. 
(R.)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * 
 Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. A minha firmeza é a força de Cristo; 
o meu fundamento é a Pedra angular.

Leitura breve 1Cor 7,32b.34a 

O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. Do mesmo modo, a mulher não casada e a jovem solteira têm zelo pelas coisas do Senhor e procuram ser santas de corpo e espírito. 

Responsório breve 

R. 
As virgens amigas ao Rei se dirigem, 
Entre cantos de festa e com grande alegria. 
R. 
As virgens. 
V. 
Ingressam, então, no palácio do Rei. Entre cantos. 
Glória ao Pai. 
R. As virgens.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55

Ant. Oh vinde, esposa de Cristo, recebei a coroa da glória 
que o Senhor preparou para sempre.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Oh vinde, esposa de Cristo, recebei a coroa da glória 
que o Senhor preparou para sempre.

Preces 

Com alegria, celebremos a Cristo, que louvou quem guarda a virgindade por causa do reino dos céus; e lhe peçamos:

R. Jesus, rei das virgens, ouvi-nos! 

Cristo, que chamastes à vossa presença de único Esposo a Igreja como virgem casta, 
 tornai-a santa e imaculada. R. 

Cristo, ao vosso encontro as santas virgens saíram com lâmpadas acesas; 
– 
não permitais que venha a faltar o óleo da fidelidade nas lâmpadas de vossas servas consagradas. R.

Senhor, em vós a Igreja virgem guardou sempre uma fé íntegra e pura; 
– concedei a todos os cristãos a integridade e a pureza da fé. R. 

Dai ao vosso povo regozijar-se com a festa da santa virgem Rosa de Lima, 
– que ele possa alegrar-se coma sua intercessão. R. 

(intenções livres) 

Recebestes as santas virgens para a ceia de vossas núpcias eternas; 
– admiti com bondade no banquete celeste os nossos irmãos e irmãs falecidos. R.

Pai nosso...

Oração

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 



V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)
 

Hino

Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, possam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Ou:

Ó Cristo, dia e esplendor,
na treva o oculto aclarais.
Sois luz de luz, nós o cremos,
luz aos fiéis anunciais.

Guardai-nos, Deus, nesta noite,
velai do céu nosso sono;
em vós na paz descansemos
em um tranquilo abandono.

Se os olhos pesam de sono,
vele, fiel, nossa mente.
A vossa destra proteja
quem vos amou fielmente.

Defensor nosso, atendei-nos
freai os planos malvados.
No bem guiai vossos servos,
com vosso sangue comprados.

Ó Cristo, Rei piedoso,
a vós e ao Pai toda a glória,
com o Espírito Santo,
eterna honra e vitória.

Salmodia

Ant. 1 Ó Senhor, tende piedade, e escutai minha oração!

Salmo 4

Ação de graças

O Senhor fez maravilhas naquele que ressuscitou dos mortos (Sto. Agostinho).

=2 Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha justiça! †
Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição,*
atendei-me por piedade e escutai minha oração!

3 Filhos dos homens, até quando fechareis o coração? *
Por que amais a ilusão e procurais a falsidade?
4 Compreendei que nosso Deus faz maravilhas por seu servo, *
e que o Senhor me ouvirá quando lhe faço a minha prece!

5 Se ficardes revoltados, não pequeis por vossa ira;*
meditai nos vossos leitos e calai o coração!

6 Sacrificai o que é justo, e ao Senhor oferecei-o; *
confiai sempre no Senhor, ele é a única esperança!
7 Muitos há que se perguntam: 'Quem nos dá felicidade?'*
Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face!

8 Vós me destes, ó Senhor, mais alegria ao coração, *
do que a outros na fartura do seu trigo e vinho novo.

9 Eu tranquilo vou deitar-me e na paz logo adormeço, *
pois só vós, ó Senhor Deus, dais segurança à minha vida!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Ó Senhor, tende piedade, e escutai minha oração!

Ant. 2 Bendizei o Senhor Deus durante a noite!

Salmo 133(134)

Oração da noite no templo

Louvai o nosso Deus todos os seus servos e todos os que o temeis, pequenos e grandes! (Ap 19,5).

1 Vinde, agora, bendizei ao Senhor Deus, *
vós todos, servidores do Senhor,
– que celebrais a liturgia no seu templo, *
nos átrios da casa do Senhor.

2 Levantai as vossas mãos ao santuário, *
bendizei ao Senhor Deus a noite inteira!
3 Que o Senhor te abençoe de Sião, *
o Senhor que fez o céu e fez a terra!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Bendizei o Senhor Deus durante a noite!

Leitura breve Dt 6,4-7

Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. E trarás gravadas em teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno. Tu as repetirás com insistência aos teus filhos e delas falarás quando estiveres sentado em tua casa, ou andando pelos caminhos, quando te deitares, ou te levantares.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R.Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.

Cântico evangélico, ant.

Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração

Ficai conosco, Senhor, nesta noite, e vossa mão nos levante amanhã cedo, para que celebremos com alegria a ressurreição de vosso Cristo. Que vive e reina para sempre. Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Ó Mãe do Redentor, do céu ó porta,
ao povo que caiu, socorre e exorta,
pois busca levantar-se, Virgem pura,
nascendo o Criador da criatura:
tem piedade de nós e ouve, suave,
o anjo te saudando com seu Ave!

Ou:


Ave, Rainha do céu;
ave, dos anjos Senhora;
ave, raiz, ave, porta;
da luz do mundo és aurora.
Exulta, ó Virgem tão bela,
as outras seguem-te após;
nós te saudamos: adeus!
E pede a Cristo por nós!
Virgem Mãe, ó Maria!

Ou:


Salve, Rainha, Mãe de misericórdia,
vida doçura, esperança nossa, Salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva,
a vós suspiramos gemendo e chorando
neste vale de lágrimas!
Eia, pois, Advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre!
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria.

Ou:


À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus;
não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.