ASCENSÃO DO SENHOR  Solenidade

Compartilhar:

 

Invitatório Vigílias

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Ó Senhor, Rei eterno e sublime,

dos fiéis imortal Redentor!

Morre a morte, por vós destruída,

e triunfa, por graça, o amor.

 

Sobre o trono celeste elevado,

à direita do Pai vos sentais,

e um poder é a vós concedido,

que é do céu, não pertence aos mortais,

 

para que todo ser que criastes

nos abismos, na terra, ou nos céus

ante vós, de joelhos, se incline,

com respeito, adorando seu Deus.

 

Tremem anjos, perante a mudança

que o destino dos homens sofreu:

peca a carne e a carne redime,

reina a carne no Verbo de Deus.

 

Sois, Senhor, nosso gozo e delícia,

que a alegria do mundo ofuscais.

Sois também nosso prêmio perene,

vós que a todo o universo guiais.

 

Suplicantes, portanto, rogamos:

Nossas culpas, Senhor, perdoai.

Pela força da graça divina,

nossas mentes a vós elevai.

 

Quando em glória voltardes na nuvem,

a julgar as nações reunidas,

afastai os devidos castigos,

dai de novo as coroas perdidas.

 

Honra a vós, ó Jesus glorioso,

que às alturas dos céus ascendeis.

Com o Pai e o Espírito Santo

pelos séculos sem fim reinareis.

Salmodia

 

Ant. 1 Cantai a Deus, a Deus louvai,

cantai um salmo a seu nome!

Abri caminho para Aquele

que é levado sobre as nuvens. Aleluia.

 

Salmo 67(68)

 

I

2Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! *

Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor!

=3Como a fumaça se dissipa, assim também os dissipais, †

como a cera se derrete, ao contato com o fogo, *

assim pereçam os iníquos ante a face do Senhor!

 

4Mas os justos se alegram na presença do Senhor *

rejubilam satisfeitos e exultam de alegria!

=5Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome! †

Abri caminho para Aquele que avança no deserto; *

o seu nome é Senhor: exultai diante dele!

 

6Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protetor; *

é assim o nosso Deus em sua santa habitação.

=7É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, †

quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura, *

mas abandona os rebeldes num deserto sempre estéril!

 

8Quando saístes com o povo, caminhando à sua frente *

e atravessando o deserto, a terra toda estremeceu;

9orvalhou o próprio céu ante a face do Senhor, *

e o Sinai também tremeu perante o Deus de Israel.

 

10Derramastes lá do alto uma chuva generosa, *

e vossa terra, vossa herança, já cansada, renovastes;

11e ali vosso rebanho encontrou sua morada; *

com carinho preparastes essa terra para o pobre.

 

Ant. Cantai a Deus, a Deus louvai,

cantai um salmo a seu nome!

Abri caminho para Aquele

que é levado sobre as nuvens. Aleluia.

 

Ant. 2 Vós subistes para o alto e levastes os cativos. Aleluia.

 

II

12O Senhor anunciou a boa-nova a seus eleitos, *

e uma grande multidão de nossas jovens a proclama:

13“Muitos reis e seus exércitos fogem um após o outro, *

e a mais bela das mulheres distribui os seus despojos.

 

=14Enquanto descansais entre a cerca dos apriscos, †

as asas de uma pomba como prata resplandecem, *

e suas penas têm o brilho de um ouro esverdeado.

15O Senhor onipotente dispersou os poderosos, *

dissipou-os como a neve que se espalha no Salmon!”

 

16Montanhas de Basã tão escarpadas e altaneiras *

ó montes elevados desta serra de Basã,

=17por que tendes tanta inveja, ó montanhas sobranceiras, †

deste Monte que o Senhor escolheu para morar? *

Sim, é nele que o Senhor habitará eternamente!

 

18Os carros do Senhor contam milhares de milhares; *

do Sinai veio o Senhor, para morar no santuário.

=19Vós subistes para o alto e levastes os cativos, †

os homens prisioneiros recebestes de presente, *

até mesmo os que não querem vão morar em vossa casa.

 

20Bendito seja Deus, bendito seja cada dia, *

o Deus da nossa salvação, que carrega os nossos fardos!

21Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador; *

o Senhor, só o Senhor, nos poderá livrar da morte!

22Ele esmaga a cabeça dos que são seus inimigos, *

e os crânios contumazes dos que vivem no pecado.

 

23Diz o Senhor: “Eu vou trazê-los prisioneiros de Basã, *

até do fundo dos abismos vou trazê-los prisioneiros!

24No sangue do inimigo o teu pé vai mergulhar, *

e a língua de teus cães terá também a sua parte”.

 

Ant. Vós subistes para o alto e levastes os cativos. Aleluia.

 

Ant. 3 Contemplamos, ó Senhor,

vosso cortejo que desfila:

é a entrada do meu Deus,

do meu Rei, no santuário. Aleluia.

 

III

25Contemplamos, ó Senhor, vosso cortejo que desfila, *

é a entrada do meu Deus, do meu Rei, no santuário;

26 os cantores vão à frente, vão atrás os tocadores, *

e no meio vão as jovens a tocar seus tamborins.

 

27“Bendizei o nosso Deus, em festivas assembleias! *

Bendizei nosso Senhor, descendentes de Israel!”

=28Eis o jovem Benjamim que vai à frente deles todos; †

eis os chefes de Judá com as suas comitivas, *

os principais de Zabulon e os principais de Neftali.

 

29Suscitai, ó Senhor Deus, suscitai vosso poder, *

confirmai este poder que por nós manifestastes,

30a partir de vosso templo, que está em Jerusalém, *

para vós venham os reis e vos ofertem seus presentes!

 

=31Ameaçai, ó nosso Deus, a fera brava dos caniços, †

a manada de novilhos e os touros das nações! *

Que vos rendam homenagem e vos tragam ouro e prata!

= Dispersai todos os povos que na guerra se comprazem! †

32Venham príncipes do Egito, venham dele os poderosos, *

e levante a Etiópia suas mãos para o Senhor!

 

=33Reinos da terra, celebrai o nosso Deus, cantai-lhe salmos! †

34Ele viaja no seu carro sobre os céus dos céus eternos. *

Eis que eleva e faz ouvir a sua voz, voz poderosa.

 

35Dai glória a Deus e exaltai o seu poder por sobre as nuvens. *

Sobre Israel, eis sua glória e sua grande majestade!

 

36Em seu templo é admirável e a seu povo dá poder. *

Bendito seja o Senhor Deus, agora e sempre. Amém, amém!

 

Ant. Contemplamos, ó Senhor,

vosso cortejo que desfila:

é a entrada do meu Deus,

do meu Rei, no santuário. Aleluia.

 

V. O Senhor abriu suas mentes, aleluia,

R. Para entenderem a Escritura. Aleluia.

 

Primeira leitura

Da Carta de São Paulo aos Efésios             4,1-24

 

Tendo subido às alturas, ele capturou prisioneiros

        Irmãos: 1Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes: 2Comtoda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência, no amor. 3Aplicai-vos a guardar a unidade do espírito pelo vínculo da paz. 4Há um só Corpo e um só Espírito, como também é uma só a esperança à qual fostes chamados. 5Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, 6um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.

        7Cada um de nós recebeu a graça na medida em que Cristo lha deu. 8Daí esta palavra:

       “Tendo subido às alturas, ele capturou prisioneiros, e distribuiu dons aos homens”.

        9“Ele subiu”! Que significa isso, senão que ele desceu também às profundezas da terra. 10Aquele que desceu é o mesmo que subiu mais alto do que todos os céus, a fim de encher o universo.

        11E foi ele quem instituiu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros ainda como evangelistas, outros, enfim, como pastores e mestres. 12Assim, ele capacitou os santos para o ministério, para edificar o corpo de Cristo, 13até que cheguemos todos juntos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, ao estado do homem perfeito e à estatura de Cristo em sua plenitude. 14Asim, não seremos mais crianças ao sabor das ondas, arrastados por todo vento de doutrina, ludibriados pelos homens e induzidos por sua astúcia ao erro. 15Motivados pelo amor queremos ater-nos à verdade e crescer em tudo até atingirmos aquele que é a Cabeça, Cristo. 16Graças a ele, o corpo, coordenado e bem unido, por meio de todas as articulações que o servem, realiza o seu crescimento, segundo uma atividade à medida de cada membro, para a sua edificação no amor.

        17Eis pois o que eu digo e atesto no Senhor: não continueis a viver como vivem os pagãos, cuja inteligência os leva para o nada. 18O seu pensamento é presa das trevas e eles são estranhos à vida de Deus, por causa da ignorância que é produzida pelo endurecimento do seu coração. 19Em sua inconsciência, eles entregaram-se à devassidão, a ponto de caírem em imoralidade desenfreada.

        20Quanto a vós, não é assim que aprendestes Cristo, 21se ao menos foi bem ele que ouvistes falar, e se é ele que vos foi ensinado, em conformidade com a verdade que está em Jesus. 22Renunciando à vossa existência passada, despojai-vos do homem velho, que se corrompe sob o efeito das paixões enganadoras, 23e renovai o vosso espírito e a vossa mentalidade. 24Revesti o homem novo, criado à imagem de Deus, em verdadeira justiça e santidade.

 

Responsório Ef 4,8 (Sl 67[68],19); Sl 46(47),6

 

R. Subindo o Cristo para o alto, levou cativo o cativeiro,

* Deu seus dons à humanidade. Aleluia.

V. Por entre aclamações Deus se elevou,

o Senhor subiu ao toque da trombeta. * Deu seus dons.

 

Segunda leitura

Dos Sermões de Santo Agostinho, bispo

(Sermo de Ascensione Domini, Mai 98,1-2:PLS2,494-495)             (Séc.V)

 

Ninguém subiu ao céu a não ser aquele que de lá desceu

        Hoje nosso Senhor Jesus Cristo subiu ao céu; suba também com ele o nosso coração. Ouçamos as palavras do Apóstolo: Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres (Cl 3,1-2). E assim como ele subiu sem se afastar de nós, também nós subimos com ele, embora não se tenha ainda realizado em nosso corpo o que nos está prometido.

        Cristo já foi elevado ao mais alto dos céus; contudo, continua sofrendo na terra através das tribulações que nós experimentamos como seus membros. Deu testemunho desta verdade quando se fez ouvir lá do céu: Saulo, Saulo, por que me persegues (At 9,4). E ainda: Eu estava com fome e me destes de comer (Mt 25,35).

        Por que razão nós também não trabalhamos aqui na terra de tal modo que, pela fé, esperança e caridade que nos unem a nosso Salvador, já descansemos com ele no céu? Cristo está no céu, mas também está conosco; e nós, permanecendo na terra, estamos também com ele. Por sua divindade, por seu poder e por seu amor ele está conosco; nós, embora não possamos realizar isso pela divindade, como ele, ao menos podemos realizar pelo amor que temos para com ele.

        O Senhor Jesus Cristo não deixou o céu quando de lá desceu até nós; também não se afastou de nós quando subiu novamente ao céu. Ele mesmo afirma que se encontrava no céu quando vivia na terra, ao dizer: Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu (cf. Jo 3,13).

        Isto foi dito para significar a unidade que existe entre ele, nossa cabeça, e nós, seu corpo. E Ninguém senão ele podia realizar esta unidade que nos identifica com ele mesmo, pois tornou-se Filho do homem por nossa causa, e nós por meio dele nos tornamos filhos de Deus.

        Neste sentido diz o Apóstolo: Como o corpo é um só, embora tenha muitos membros, e como todos os membros do corpo, embora sejam muitos, formam um só corpo, assim também acontece com Cristo (1Cor 12,12). Ele não diz: “assim é Cristo”, mas: assim também acontece com Cristo. Portanto, Cristo é um só, formado por muitos membros.

        Desceu do céu por sua misericórdia e ninguém mais subiu senão ele; mas nele, pela graça, também nós subimos. Portanto, ninguém mais desceu senão Cristo e ninguém mais subiu além de Cristo.

        Isto não quer dizer que a dignidade da cabeça se confunde com a do corpo, mas que a unidade do corpo não se separa da cabeça.

 

Responsório Cf. At 1,3.9.4

 

R. Depois de ter padecido, Jesus lhes apareceu,

durante quarenta dias, falando-lhes sobre o Reino.

* E ele foi elevado ao céu, à vista dos seus amigos

e uma nuvem o encobriu dos olhos dos seus, aleluia.

V. E, comendo com eles, ele determinou-lhes

que não se afastassem de Jerusalém,

mas sim que esperassem a promessa do Pai. * E ele foi.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS)

 

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

 

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

 

Oração

 

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

Esperado com ânsia por todos,
hoje o dia sagrado brilhou
em que Cristo, esperança do mundo,
Deus e Homem, ao céu se elevou.

Triunfou sobre o príncipe do mundo,
vencedor num combate gigante,
e apresenta a Deus Pai,no seu rosto,
toda a glória da carne triunfante.

Dos fiéis ele é a esperança,
numa nuvem de luz elevado,
e de novo abre aos homens o céu
que seus pais lhes haviam fechado.

Ó imensa alegria de todos,
quando o Filho que a Virgem gerou,
logo após o flagelo e a cruz,
à direita do Pai se assentou.

Demos graças a tal defensor
que nos salva, que vida nos deu,
e consigo no céu faz sentar-se
nosso corpo no trono de Deus.

Com aqueles que habitam o céu
partilhamos tão grande alegria.
Cristo a eles se deu para sempre,
mas conosco estará cada dia.

Cristo, agora elevado às alturas,
nossa mente convosco elevai,
e, do alto, enviai-nos depressa
vosso Espírito, o Espírito do Pai.

Salmodia

Ant. 1 Ó homens galileus, por que estais a olhar os céus?
Jesus que aos céus subiu, da mesma forma há de vir. Aleluia.

Salmo 62 (63), 2-9.

Sede de Deus

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós,+
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
— cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

- 7Penso em vós no meu leito, de noite,*
nas vigílias suspiro por vós!
8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Ó homens galileus, por que estais a olhar os céus?
Jesus que aos céus subiu, da mesma forma há de vir. Aleluia.

Ant. 2 Exaltai o Rei dos reis, cantai hinos ao Senhor! Aleluia.

No cânticos que se segue o refrão entre parênteses é opcional.

Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor

Louvai o nosso Deus, todos os seus servos (Ap 19,5)

- 57Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 58Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
59Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

(R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R.
A ele glória e louvor eternamente
)

- 60Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
61Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- 62Lua e sol, bendizei o Senhor!*
63Astros e estrelas bendizei o Senhor!
(R.)
- 64Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
65Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- 66Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
67Frio e ardor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 68Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
69Geada e frio, bendizei o Senhor!
- 70Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
71Noites e dias, bendizei o Senhor!
(R.)
- 72Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
73Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
-74Ilhas e terra, bendizei ao Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- 75Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
76Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- 77Mares e rios, bendizei o Senhor!*
78Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
(R.)
- 79Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
80Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- 81Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
82Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
(R.)
- 83Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- 84Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
85Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
(R.)
- 86Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
87Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- 88Jovens Misael, Ananias e Azarias, *
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
(R.)
- ao Pai e ao Filho e ao espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- 56Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

(R.)

No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Exaltai o Rei dos reis, cantai hinos ao Senhor! Aleluia.

Ant. 3 O Senhor se elevou à vista deles,
e uma nuvem o acolheu na glória eterna. Aleluia.

Salmo 149

A alegria e o louvor dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus, se alegrem no seu Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O Senhor se elevou à vista deles,
e uma nuvem o acolheu na glória eterna. Aleluia.

Leitura breve Hb 10,12-14

Cristo, depois de ter oferecido um sacrifício único pelos pecados, sentou-se para sempre à direita de Deus. Não lhe resta mais senão esperar até que seus inimigos sejam postos debaixo de seus pés. De fato, com esta única oferenda, levou à perfeição definitiva os que ele santifica.

Responsório breve

R. Subindo o Cristo para o alto,
* Aleluia, aleluia. R. Subindo.
V. Levou cativo o cativeiro. * Aleluia.
Glória ao Pai. R. Subindo.
O Messias e seu Precursor

CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Eu subo ao meu Pai e vosso Pai,
ao meu Deus e vosso Deus. Aleluia.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou

69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 

71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 

73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 
74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 

=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 

– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Eu subo ao meu Pai e vosso Pai,
ao meu Deus e vosso Deus. Aleluia.

Preces

Invoquemos com alegria o Senhor Jesus Cristo, que, elevado da terra, atrai para si todas as coisas; e o aclamemos:

R. Cristo, rei da glória, nós vos louvamos!

Senhor Jesus, rei da glória, que, oferecido em sacrifício uma vez para sempre, subistes vitorioso para o céu, onde estais à direita do Pai,
conduzi os homens e as mulheres à perfeição da caridade. R.

Sacerdote eterno e ministro da Nova Aliança, que viveis eternamente intercedendo por nós,
salvai o povo que vos suplica.R.

Senhor, que voltastes à vida depois de sofrer a Paixão e durante quarenta dias aparecestes a vossos discípulos,
confirmai, hoje, a nossa fé.R.

Senhor, que, neste dia, prometestes dar aos apóstolos o Espírito Santo, para que fossem testemunhas vossas até os confins da terra,
fortalecei também, pela força do mesmo Espírito Santo, o nosso testemunho. R.

(intenções livres)

 

Pai nosso...

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

leluia, aleluia.

Salmodia

Ant. Vossa glória, Senhor, é mais alta que os céus. Aleluia.

Salmo 8

2Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

– Desdobrastes nos céus vossa glória *
com grandeza, esplendor, majestade.
=
3O perfeito louvor vos é dado †
pelos lábios dos mais pequeninos, *
de crianças que a mãe amamenta.

– Eis a força que opondes aos maus, *
reduzindo o inimigo ao silêncio.
4Contemplando estes céus que plasmastes *
e formastes com dedos de artista;

– vendo a lua e estrelas brilhantes, *
5perguntamos: 'Senhor, que é o homem,
– para dele assim vos lembrardes *
e o tratardes com tanto carinho?'

6Pouco abaixo de Deus o fizestes, *
coroando-o de glória e esplendor;
7vós lhe destes poder sobre tudo, *
vossas obras aos pés lhe pusestes:

8as ovelhas, os bois, os rebanhos, *
todo o gado e as feras da mata;
9pasarinhos e peixes dos mares, *
todo ser que se move nas águas.

10Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Salmo 18(19)A

2Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia.

4Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que posam ser ouvidas;
5seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz.

6Armou no alto uma tenda para o sol; *
ele desponta no céu e se levanta
– como um esposo do quarto nupcial, *
como um herói exultante em seu caminho.

7De um extremo do céu põe-se a correr *
e vai traçando o seu rastro luminoso,
– até que possa chegar ao outro extremo, *
e nada pode fugir ao seu calor.

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Sl 18 B(19 B)

8A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!
– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.

9Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.
– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.

10É puro o temor do Senhor, *
imutável para sempre.
– Os julgamentos do Senhor são coretos *
e justos igualmente.

11Mais desejáveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.
– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.

12E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.
13Mas quem pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!

14E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!
– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.

15
Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;
– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Ant. Vossa glória, Senhor, é mais alta que os céus. Aleluia.

Nas outras Horas Salmodia complementar.

Leitura breve Cf. Ap 1,17c-18

Vi o Filho do homem, que me disse: Eu sou o Primeiro e o Último, aquele que vive. Estive morto, mas agora estou vivo para sempre. Eu tenho a chave da morte e da região dos mortos.

V. Que o vosso coração não se perturbe. Aleluia.
R. Vou agora para o Pai. Aleluia.

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das doze horas

 


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Hino

Vinde, servos suplicantes,
elevai a mente e a voz:
celebrai com vossos cantos,
o amor de Deus por nós.

Porque foi neste momento
que a sentença de um mortal
entregou à morte injusta
o Juiz universal.

E nós, súditos humildes,
por amor e por temor,
contra todo mau desígnio
do perverso tentador,

imploremos a clemência
de Deus Pai, eterno Bem,
do seu Filho, nosso Rei,
e do Espírito Santo. Amém.

Salmodia

Ant. De um extremo do céu põe-se a correr
e vai traçando seu rastro luminoso,
até que possa chegar ao outro extremo. Aleluia.

Salmo 8

2Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

– Desdobrastes nos céus vossa glória *
com grandeza, esplendor, majestade.
=
3O perfeito louvor vos é dado †
pelos lábios dos mais pequeninos, *
de crianças que a mãe amamenta.

– Eis a força que opondes aos maus, *
reduzindo o inimigo ao silêncio.
4Contemplando estes céus que plasmastes *
e formastes com dedos de artista;

– vendo a lua e estrelas brilhantes, *
5perguntamos: 'Senhor, que é o homem,
– para dele assim vos lembrardes *
e o tratardes com tanto carinho?'

6Pouco abaixo de Deus o fizestes, *
coroando-o de glória e esplendor;
7vós lhe destes poder sobre tudo, *
vossas obras aos pés lhe pusestes:

8as ovelhas, os bois, os rebanhos, *
todo o gado e as feras da mata;
9pasarinhos e peixes dos mares, *
todo ser que se move nas águas.

10Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Salmo 18(19)A

2Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia.

4Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que posam ser ouvidas;
5seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz.

6Armou no alto uma tenda para o sol; *
ele desponta no céu e se levanta
– como um esposo do quarto nupcial, *
como um herói exultante em seu caminho.

7De um extremo do céu põe-se a correr *
e vai traçando o seu rastro luminoso,
– até que possa chegar ao outro extremo, *
e nada pode fugir ao seu calor.

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Sl 18 B(19 B)

8A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!
– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.

9Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.
– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.

10É puro o temor do Senhor, *
imutável para sempre.
– Os julgamentos do Senhor são coretos *
e justos igualmente.

11Mais desejáveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.
– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.

12E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.
13Mas quem pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!

14E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!
– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.

15
Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;
– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Ant. De um extremo do céu põe-se a correr
e vai traçando seu rastro luminoso,
até que possa chegar ao outro extremo. Aleluia.

Leitura breve Hb 8,1b-3a

Temos um sumo-sacerdote tão grande, que se assentou à direita do trono da majestade, nos céus. Ele é ministro do Santuário e da Tenda verdadeira, armada pelo Senhor, e não por mão humana. Todo o sumo-sacerdote, com efeito, é constituído para oferecer dádivas e sacrifícios.

V. O Senhor pôs o seu trono lá nos céus. Aleluia.
R. E abrange o mundo inteiro seu reinado. Aleluia.

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

Oração das Quinze Horas


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Esta hora brilhou e, esplendente,
afastou toda nuvem da cruz.
Despojando das trevas o mundo,
restitui às nações nova luz.

Nesta hora Jesus ressuscita
do sepulcro os que haviam morrido
e, a morte vencendo, eles saem
com um novo espírito infundido.

Temos fé nessa aurora dos tempos,
das cadeias da morte libertos,
e nas graças da vida, que jorram
como fonte a correr nos desertos.

Glória a vós, que vencestes a morte,
e no céu com o Pai, Sumo Bem,
refulgindo na glória do Espírito
reinais hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Levantando suas mãos, abençoou-os,
e para os céus foi elevado, aleluia.

Salmo 8

2Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

– Desdobrastes nos céus vossa glória *
com grandeza, esplendor, majestade.
=
3O perfeito louvor vos é dado †
pelos lábios dos mais pequeninos, *
de crianças que a mãe amamenta.

– Eis a força que opondes aos maus, *
reduzindo o inimigo ao silêncio.
4Contemplando estes céus que plasmastes *
e formastes com dedos de artista;

– vendo a lua e estrelas brilhantes, *
5perguntamos: 'Senhor, que é o homem,
– para dele assim vos lembrardes *
e o tratardes com tanto carinho?'

6Pouco abaixo de Deus o fizestes, *
coroando-o de glória e esplendor;
7vós lhe destes poder sobre tudo, *
vossas obras aos pés lhe pusestes:

8as ovelhas, os bois, os rebanhos, *
todo o gado e as feras da mata;
9pasarinhos e peixes dos mares, *
todo ser que se move nas águas.

10Ó Senhor nosso Deus, como é grande *
vosso nome por todo o universo!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Salmo 18(19)A

2Os céus proclamam a glória do Senhor, *
e o firmamento, a obra de suas mãos;
3o dia ao dia transmite esta mensagem, *
a noite à noite publica esta notícia.

4Não são discursos nem frases ou palavras, *
nem são vozes que posam ser ouvidas;
5seu som ressoa e se espalha em toda a terra, *
chega aos confins do universo a sua voz.

6Armou no alto uma tenda para o sol; *
ele desponta no céu e se levanta
– como um esposo do quarto nupcial, *
como um herói exultante em seu caminho.

7De um extremo do céu põe-se a correr *
e vai traçando o seu rastro luminoso,
– até que possa chegar ao outro extremo, *
e nada pode fugir ao seu calor.

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Sl 18 B(19 B)

8A lei do Senhor Deus é perfeita, *
conforto para a alma!
– O testemunho do Senhor é fiel, *
sabedoria dos humildes.

9Os preceitos do Senhor são precisos, *
alegria ao coração.
– O mandamento do Senhor é brilhante, *
para os olhos é uma luz.

10É puro o temor do Senhor, *
imutável para sempre.
– Os julgamentos do Senhor são coretos *
e justos igualmente.

11Mais desejáveis do que o ouro são eles, *
do que o ouro refinado.
– Suas palavras são mais doces que o mel, *
que o mel que sai dos favos.

12E vosso servo, instruído por elas, *
se empenha em guardá-las.
13Mas quem pode perceber suas faltas? *
Perdoai as que não vejo!

14E preservai o vosso servo do orgulho: *
não domine sobre mim!
– E assim puro, eu serei preservado *
dos delitos mais perversos.

15
Que vos agrade o cantar dos meus lábios *
e a voz da minha alma;
– que ela chegue até vós, ó Senhor, *
meu Rochedo e Redentor!

(Recitado): – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

(Cantado): Demos glória a Deus Pai onipotente

e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †

e ao Espírito que habita em nosso peito *

pelos séculos dos séculos. Amém.

Ant. Levantando suas mãos, abençoou-os,
e para os céus foi elevado, aleluia.

Leitura breve Cl 3,1-2

Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres.

V. Exaltai o rei dos reis. Aleluia.
R. Cantai hinos ao Senhor. Aleluia.

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Ó Jesus, redenção nossa,
nosso anelo e nosso amor,
novo Rei dos novos tempos
e dos seres Criador.

Que clemência vos venceu
para os crimes carregar,
e, na cruz sofrendo a morte,
doutra morte nos livrar?

À mansão dos mortos indo,
os cativos libertar,
e do Pai à mão direita
triunfante vos sentar?

Esta mesma piedade
nos liberte dos pecados,
e ao clarão de vossa face
nós seremos saciados.

Nosso prêmio no futuro,
nosso gozo sois também.
Sede sempre nossa glória
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. 1 Subiu aos céus e está sentado
à direita de Deus Pai. Aleluia.

Salmo 109(110),1-5.7

1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
'Assenta-te ao meu lado direito
– até que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!'

=2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
'Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
'Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!'

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Subiu aos céus e está sentado
à direita de Deus Pai. Aleluia.

Ant. 2 Por entre aclamações Deus se elevou.
O Senhor subiu ao toque da trombeta. Aleluia.

Salmo 46(47) 

2Povos todos do universo, batei palmas, *
gritai a Deus aclamações de alegria!
3Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, *
o soberano que domina toda a terra. 

4Os povos sujeitou ao nosso jugo *
e colocou muitas nações aos nossos pés.
5Foi ele que escolheu a nossa herança, *
a glória de Jacó, seu bem-amado. 

6Por entre aclamações Deus se elevou, *
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
7Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, *
salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!  

8Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, *
ao som da harpa acompanhai os seus louvores!
9Deus reina sobre todas as nações, *
está sentado no seu trono glorioso. 

10Os chefes das nações se reuniram *
com o povo do Deus santo de Abraão,
– pois só Deus é realmente o Altíssimo, *
e os poderosos desta terra lhe pertencem! 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Por entre aclamações Deus se elevou.
O Senhor subiu ao toque da trombeta.
Aleluia. 

Ant. 3 Agora foi glorificado o Filho do Homem,
e Deus Pai nele foi glorificado. Aleluia. 

Cântico Ap 11,17-18; 12,10b-12a 

1,17 Graças vos damos, Senhor Deus onipotente, *
a Vós que sois, a Vós que éreis e sereis,
– porque assumistes o poder que vos pertence, *
e enfim tomastes posse como rei! 

(R. Nós vos damos graças, nosso Deus!) 

= 18As nações se enfureceram revoltadas, †
mas chegou a vossa ira contra elas *
e o tempo de julgar vivos e mortos,
= e de dar a recompensa aos vossos servos, †
aos profetas e aos que temem vosso nome, *
aos santos, aos pequenos e aos grandes.

(R.)

=12,10 Chegou agora a salvação e o poder †
e a realeza do Senhor e nosso Deus, *
e o domínio de seu Cristo, seu Ungido.
– Pois foi expulso o delator que acusava *
nossos irmãos, dia e noite, junto a Deus.

(R.)

=11Mas o venceram pelo sangue do Cordeiro †
e o testemunho que eles deram da Palavra, *
pois desprezaram sua vida até à morte.
12Por isso, ó céus, cantai alegres e exultai *
e vós todos os que neles habitais!

 (R.)

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Agora foi glorificado o Filho do Homem,
e Deus Pai nele foi glorificado. Aleluia.

Leitura breve 1Pd 3,18.21b-22
Cristo morreu, uma vez por todas, por causa dos pecados, o justo, pelos injustos, a fim de vos conduzir a Deus. Sofreu a morte, na sua existência humana, mas recebeu nova vida pelo Espírito. Pois o batismo não serve para limpar o corpo da imundície, mas é um pedido a Deus para obter uma boa consciência, em virtude da ressurreição de Jesus Cristo. Ele subiu ao céu e está à direita de Deus, submetendo-se a ele anjos, dominações e potestades.

Responsório breve
R.
Subo a meu Pai e vosso Pai.
* Aleluia, aleluia. R. Subo a meu.
V. Subo a meu Deus e vosso Deus.* Aleluia.
Glória ao Pai. R. Subo a meu.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. Jesus, ó Rei da glória, Senhor do universo,
que, hoje glorioso, subistes para os céus:
Mandai-nos vosso Espírito Prometido pelo Pai
e não nos deixeis órfãos. Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Jesus, ó Rei da glória, Senhor do universo,
que, hoje glorioso, subistes para os céus:
Mandai-nos vosso Espírito Prometido pelo Pai
e não nos deixeis órfãos. Aleluia.

Preces
Aclamemos a Jesus Cristo, que está sentado à direita do Pai na glória do céu; e digamos na alegria do Espírito:

R. Cristo, rei da glória, nós vos louvamos!

Rei da glória, que elevastes convosco a fragilidade da nossa carne para ser glorificada no céu,
apagai a maldade da antiga culpa e devolvei-nos a dignidade original que havíamos perdido. R.

Vós, que descestes até nós pelo caminho do amor,
pelo mesmo caminho, fazei-nos subir até vós. R.

Vós, que prometestes atrair para vós a humanidade inteira,
não permitais que nenhum de nós fique separado da unidade do vosso corpo.R.

Fazei-nos desde agora viver de corpo e alma no céu,
para onde subistes cheio de glória como Senhor do universo.R.

(intenções livres)

Senhor, a quem esperamos como juiz dos vivos e dos mortos,
fazei que, um dia, juntamente com nossos irmãos e irmãs falecidos, posamos contemplar eternamente a vossa infinita misericórdia. R.

Pai nosso...

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)
 

Hino

Ó Jesus Redentor,
do universo Senhor,
Verbo eterno do Pai,
Luz da Luz invisível,
que dos vossos remidos
vigilante cuidais.

Vós, artista do mundo,
e de todos os tempos
o sinal divisor,
no silêncio da noite
renovai nosso corpo
que lutando cansou.

Afastai o inimigo,
vós, que os fundos abismos
destruís, ó Jesus!
Não consiga o Maligno
seduzir os remidos
pelo sangue da Cruz

Quando o corpo cansado
for de noite embalado
pelo sono e a calma,
de tal modo adormeça,
que ao dormir nossa carne
não cochile nossa alma.

Escutai-nos, ó Verbo,
por quem Deus fez o mundo,
e o conduz e mantém.
Com o Pai e o Espírito,
vós reinais sobre os vivos
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 90(91)

Sob a proteção do Altíssimo

Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões (Lc 10,19).

1 Quem habita ao abrigo do Altíssimo *
e vive à sombra do Senhor onipotente,
2 diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, *
sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.

3 Do caçador e do seu laço ele te livra. *
Ele te salva da palavra que destrói.
4 Com suas asas haverá de proteger-te, *
com seu escudo e suas armas, defender-te.

5 Não temerás terror algum durante a noite, *
nem a flecha disparada em pleno dia;
6 nem a peste que caminha pelo escuro, *
nem a desgraça que devasta ao meio-dia;

=7 Podem cair muitos milhares a teu lado, †
podem cair até dez mil à tua direita: *
nenhum mal há de chegar perto de ti.

8 Os teus olhos haverão de contemplar *
o castigo infligido aos pecadores;
9 pois fizeste do Senhor o teu refúgio, *
e no Altíssimo encontraste o teu abrigo.

10 Nenhum mal há de chegar perto de ti, *
nem a desgraça baterá à tua porta;
11 pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos *
para em todos os caminhos te guardarem.

12 Haverão de te levar em suas mãos, *
para o teu pé não se ferir nalguma pedra.
13 Passarás por sobre cobras e serpentes, *
pisarás sobre leões e outras feras.

14 “Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo *
e protegê-lo, pois meu nome ele conhece.
15 Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, *
e a seu lado eu estarei em suas dores.

= Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, †
16 vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, *
e vou mostrar-lhe minha graça e salvação”.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve         Ap 22,4-5
Verão a sua face e o seu nome estará sobre suas frontes. Não haverá mais noite: não se precisará mais da luz da lâmpada, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus vai brilhar sobre eles e eles reinarão por toda a eternidade.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
Eu entrego o meu espírito. * Aleluia, aleluia. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Aleluia, aleluia. Glória ao Pai. R. Senhor.

Cântico evangélico, ant.
Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Oração

Depois de celebrarmos neste dia a ressurreição do vosso Filho, nós vos pedimos, humildemente, Senhor, que descansemos seguros em vossa paz e despertemos alegres para cantar vosso louvor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia,
pois o senhor que merecestes trazer em vosso seio, aleluia,
ressuscitou, como disse, aleluia;
rogai a Deus por nós, aleluia.