Sábado da 5ª Semana da Páscoa  I Semana do Saltério

Compartilhar:

 

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Exulte o céu do alto,

aplaudam terra e mar;

o Cristo, ressurgindo,

a vida vem nos dar.

 

O tempo favorável

à terra já voltou;

felizes, contemplamos

o dia salvador,

 

no qual o mundo, salvo

no sangue do Cordeiro,

já brilha em meio às trevas

com brilho verdadeiro.

 

A morte mata a morte,

da culpa nos redime;

a força do vencido,

vencendo, apaga o crime.

 

É esta a nossa espera,

é este o nosso gozo:

também ressurgiremos,

com Cristo glorioso.

 

Por isso, celebremos

a Páscoa do Cordeiro,

repletos pela graça

do seu amor primeiro.

 

Jesus, sede a alegria

perene dos remidos;

uni na vossa glória

da graça os renascidos.

 

Louvor a vós, Jesus,

da morte vencedor,

reinando com o Pai

e o seu eterno Amor.

Salmodia

Ant. 1 Quem se tornar pequenino como uma criança,
há de ser o maior no Reino dos céus.

Salmo 130(131)

Confiança filial e repouso em Deus

Aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração (Mt 11,29)

1 Senhor, meu coração não é orgulhoso, *
nem se eleva arrogante o meu olhar;

– não ando à procura de grandezas, *
nem tenho pretensões ambiciosas!

2 Fiz calar e sossegar a minha alma; *
ela es em grande paz dentro de mim,

– como a criança bem tranqüila, amamentada *
no regaço acolhedor de sua mãe.

3 Confia no Senhor, ó Israel, *
desde agora e por toda a eternidade!

Ant. Quem se tornar pequenino como uma criança,
há de ser o maior no Reino dos céus.

Ant. 2 Na simplicidade do meu coração,
alegre, vos dei tudo aquilo que tenho.

Salmo 131(132)

As promessas do Senhor à casa de Davi

O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi seu Pai (Lc 1,32).

I

1 Recordai-vos, ó Senhor, do rei Davi *
e de quanto vos foi ele dedicado;

2
do juramento que ao Senhor havia feito *
e de seu voto ao Poderoso de Jacó:

3 “Não entrarei na minha tenda, minha casa, *
nem subirei à minha cama em que repouso,

4 não deixarei adormecerem os meus olhos, *
nem cochilarem em descanso minhas pálpebras,

5
até que eu ache um lugar para o Senhor, *
uma casa para o Forte de Jacó!”

6 Nós soubemos que a arca estava em Éfrata *
e nos campos de Iaar a encontramos:

7
Entremos no lugar em que ele habita, *
ante o escabelo de seus pés o adoremos!

8 Subi, Senhor, para o lugar de vosso pouso, *
subi vós, com vossa arca poderosa!

9 Que se vistam de alegria os vossos santos, *
e os vossos sacerdotes, de justiça!

10
Por causa de Davi, o vosso servo, *
não afasteis do vosso Ungido a vossa face!

Ant. Na simplicidade do meu coração,
alegre, vos dei tudo aquilo que tenho.

Ant. 3 O Senhor fez a Davi um juramento,
e seu reino permanece para sempre.

II

11 O Senhor fez a Davi um juramento, *
uma promessa que jamais renegará:

– “Um herdeiro que é fruto do teu ventre *
colocarei sobre o trono em teu lugar!

12 Se teus filhos conservarem minha Aliança *
e os preceitos que lhes dei a conhecer,

– os filhos deles igualmente hão de sentar-se *
eternamente sobre o trono que te dei!”

13 Pois o Senhor quis para si Jerusalém *
e a desejou para que fosse sua morada:

14
“Eis o lugar do meu repouso para sempre, *
eu fico aqui: este é o lugar que preferi!”

15 “Abençoarei suas colheitas largamente, *
e os seus pobres com o pão saciarei!

16
Vestirei de salvação seus sacerdotes, *
e de alegria exultarão os seus fiéis!”

17 “De Davi farei brotar um forte Herdeiro, *
acenderei ao meu Ungido uma lâmpada.

18
Cobrirei de confusão seus inimigos, *
mas sobre ele brilhará minha coroa!”

Ant. O Senhor fez a Davi um juramento,
e seu reino permanece para sempre.

V. Deus nos fez renascer para a viva esperança, aleluia,

R. Pela ressurreição do Senhor dentre os mortos. Aleluia.

 

Primeira leitura

Do Livro do Apocalipse             22,10-21

 

O testemunho da nossa esperança

        10O anjo disse-me a mim, João: “Não guardes em segredo as palavras deste livro, pois o tempo marcado está próximo. 11O malfeitor continue fazendo o mal, o sujo continue a sujar-se; todavia, que o justo continue praticando a justiça e o santo santifique-se ainda mais.

        12Eis que venho em breve, trazendo comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo as suas obras. 13Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Começo e o Fim. 14Felizes os que lavam suas vestes, assim poderão dispor da árvore da vida e entrar na cidade pelas portas. 15Mas ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os imorais, os assassinos e os idólatras, e todos os que amam e praticam a mentira.

        16Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos dar este testemunho sobre as Igrejas. Eu sou o rebento e a linhagem de Davi. Eu sou a brilhante estrela da manhã”.

        17O Espírito e a Esposa dizem:“Vem”! Aquele que ouve esta profecia também diga: “Vem”! Quem tem sede, venha, e quem quiser, receba de graça a água da vida.

        18Para todo o que ouve a palavra da profecia deste livro vai aqui o meu testemunho: se alguém lhe acrescentar qualquer coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão aqui descritas. 19E se alguém retirar algo das palavras do livro desta profecia, Deus lhe retirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, que se encontram descritas neste livro.

        20Aquele que dá testemunho destas coisas diz: “Sim, eu venho em breve”. Amém! Vem, Senhor Jesus! 21A graça do Senhor Jesus esteja com todos. Amém.

 

Responsório Ap 22,16b.17ab.20c; Is 55,1a.3a

 

R. Sou o rebento da estirpe de Davi,

a estrela fulgurante da manhã.

O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”

* E quem ouve, igualmente, diga: “Vem!”

Amém! Vem, ó Senhor Jesus! Amém! Aleluia!

V. Todos vós, que estais sedentos, vinde às águas!

Inclinai o vosso ouvido e vinde a mim! * E quem ouve.

 

Segunda leitura

Dos Comentários sobre os salmos, de Santo Agostinho, bispo

(Ps 148,1-2:CCL 40,2165-2166)        (Séc.V)

 

O aleluia pascal

        Toda a nossa vida presente deve transcorrer no louvor de Deus, porque louvar a Deus será também a alegria eterna de nossa vida futura. Ora, ninguém pode tornar-se apto para a vida futura se, desde já, não se prepara para ela. Agora louvamos a Deus, mas também rogamos a Deus. Nosso louvor está cheio de alegrias, e nossa oração, de gemidos. Foi-nos prometido algo que ainda não possuímos; porém, por ser feliz quem o prometeu, alegramo-nos na esperança; mas, como ainda não estamos na posse da promessa, gememos de ansiedade. É bom perseverarmos no desejo, até que a promessa se realize; então acabará o gemido e permanecerá somente o louvor.

        Assim podemos considerar duas fases da nossa existência: a primeira, que acontece agora em meio às tentações e dificuldades da vida presente; e a segunda, que virá depois na segurança e alegria eterna. Por isso, foram instituídas para nós duas celebrações: a do tempo antes da Páscoa e a do tempo depois da Páscoa.

        O tempo antes da Páscoa representa as tribulações que passamos nesta vida. O que celebramos agora, depois da Páscoa, significa a felicidade que alcançamos na vida futura. Portanto, antes da Páscoa celebramos o que estamos vivendo; depois da Páscoa celebramos e significamos o que ainda não possuímos. Eis porque passamos o primeiro tempo em jejuns e orações; no segundo, porém, que estamos celebrando, deixando os jejuns, nos dedicamos ao louvor de Deus. É este o significado do Aleluia que cantamos.

        Em Cristo, nossa cabeça, ambos os tempos foram figurados e manifestados. A paixão do Senhor mostra-nos as dificuldades da vida presente, em que é preciso trabalhar, sofrer e por fim morrer. A ressurreição e glorificação do Senhor nos revelam a vida que um dia nos será dada.

        Agora, pois, irmãos, vos exortamos a louvar a Deus. É isto o que todos nós exprimimos mutuamente quando cantamos: Aleluia. Louvai o Senhor, dizemos nós uns aos outros. E assim todos põem em prática aquilo que se exortam mutuamente. Mas louvai-o com todas as vossas forças, isto é, louvai a Deus não só com a língua e a voz, mas também com a vossa consciência, vossa vida, vossas ações.

        Na verdade, louvamos a Deus agora que nos encontramos reunidos na igreja. Mas logo ao voltarmos para casa, parece que deixamos de louvar a Deus. Não deixes de viver santamente e louvarás sempre a Deus. Deixas de louvá-lo quando te afastas da justiça e do que lhe agrada. Mas, se nunca te desviares do bom caminho, ainda que tua língua se cale, tua vida clamará; e o ouvido de Deus estará perto do teu coração. Porque assim como nossos ouvidos escutam nossas palavras, assim os ouvidos de Deus escutam nossos pensamentos.

 

Responsório Jo 16,20b

 

R. Vossa tristeza * Vai mudar-se em alegria. Aleluia.

V. O mundo vai se alegrar, vós haveis de entristecer-vos,

porém, vossa tristeza. * Vai mudar-se.

 

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, vós nos fizestes participar de vossa própria vida pelo novo nascimento do batismo; conduzi à plenitude da glória aqueles a quem concedestes, pela justificação, o dom da imortalidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

 

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

A fiel Jerusalém
canta um hino triunfal,
celebrando, jubilosa,
Jesus Cristo, a Luz pascal.

A serpente é esmagada
pelo Cristo, leão forte,
que ressurge e chama à vida
os cativos pela morte.

Ele vence, refulgindo
de grandeza e majestade.
Ele faz de céus e terra
uma pátria de unidade.

Nosso canto suplicante
pede ao Rei ressuscitado
que receba no seu Reino
o seu povo consagrado.

Ó Jesus, do vosso povo
sede o júbilo pascal.
Dai aos novos pela graça
a vitória triunfal.

Glória a vós, Jesus invicto,
sobre a morte triunfante.
Com o Pai e o Santo Espírito
sois luz nova e radiante.

Salmodia

Ant. 1 Dai-me a vida, Senhor, por vosso amor. Aleluia.  

Salmo 118(119),145-152

XIX (Coph)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Este é o meu mandamento: Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei (Jo 15,12).

145 Clamo de todo o coração: Senhor, ouvi-me! *
Quero cumprir vossa vontade fielmente!

146
Clamo a vós: Senhor, salvai-me, eu vos suplico, *
e então eu guardarei vossa Aliança!

147 Chego antes que a aurora e vos imploro, *
e espero confiante em vossa lei.

148
Os meus olhos antecipam as vigílias, *
para de noite meditar vossa palavra.

149 Por vosso amor ouvi atento a minha voz *
e dai-me a vida, como é vossa decisão!

150
Meus opressores se aproximam com maldade; *
como estão longe, ó Senhor, de vossa lei!

151 Vós estais perto, ó Senhor, perto de mim; *
todos os vossos mandamentos são verdade!

152
Desde criança aprendi vossa Aliança *
que firmastes para sempre, eternamente.

Ant. Dai-me a vida, Senhor, por vosso amor. Aleluia.

Ant. 2 Os que venceram entoavam o Canto de Moisés,
o servo do Senhor, e o canto do Cordeiro. Aleluia.

Cântico Ex 15,1-4b.8-13.17-18

Hino de vitória após a passagem do Mar Vermelho

Todos aqueles que saíram vitoriosos do confronto com a besta, entoavam o cântico de Moisés, o servo de Deus (cf. Ap 15,2-3).

1 Ao Senhor quero cantar, pois fez brilhar a sua glória: *
precipitou no mar Vermelho o cavalo e o cavaleiro!

2
O Senhor é minha força, é a razão do meu cantar, *
pois foi ele neste dia para mim libertação!

= Ele é meu Deus e o louvarei, Deus de meu pai e o honrarei.†
3 O Senhor é um Deus guerreiro, o seu nome é “Onipotente”:*
4
os soldados e os carros do Faraó jogou no mar.

=8 Ao soprar a vossa ira amontoaram-se as águas, †
levantaram-se as ondas e formaram uma muralha, *
e iveis se fizeram, em meio ao mar, as grandes vagas.

=9 O inimigo tinha dito: “Hei de segui-los e alcançá-los! †
Repartirei os seus despojos e minh’alma saciarei; *
arrancarei da minha espada e minha mão os matará!”

10
Mas soprou o vosso vento, e o mar os recobriu; *
afundaram como chumbo entre as águas agitadas.

=11 Quem se igual a vós, entre os fortes, ó Senhor? †
Quem se igual a vós, tão ilustre em santidade, *
tão tervel em proezas, em progios glorioso?

=12 Estendestes vossa mão, e a terra os devorou; †
13
mas o povo libertado conduzistes com carinho *
e o levastes com poder à vossa santa habitação.

17 Vós, Senhor, o levareis e o plantareis em vosso monte,*
no lugar que preparastes para a vossa habitação,

– no Santuário construído pelas vossas próprias mãos. *
18
O Senhor há de reinar eternamente, pelos séculos!

Ant. Os que venceram entoavam o Canto de Moisés,
o servo do Senhor, e o canto do Cordeiro. Aleluia.

Ant. 3 Foi comprovado o seu amor para conosco, aleluia.

Salmo 116(117)

Louvor ao Deus misericordioso

Eu digo: ... os pagãos glorificam a Deus, em razão da sua misericórdia (Rm 15,8.9).

1 Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, *
povos todos, festejai-o!
2
Pois comprovado é seu amor para conosco, *
para sempre ele é fiel!

Ant. Foi comprovado o seu amor para conosco, aleluia.

Leitura breve Rm 14,7-9

Ninguém dentre nós vive para si mesmo ou morre para si mesmo. Se estamos vivos, é para o Senhor que vivemos; se morremos, é para o Senhor que morremos. Portanto, vivos ou mortos, pertencemos ao Senhor. Cristo morreu e resuscitou exatamente para isto, para ser o Senhor dos mortos e dos vivos.

Responsório breve

R. O Senhor ressurgiu do sepulcro.* Aleluia, aleluia.
R. O Senhor.
V. Foi suspenso por nós numa cruz. * Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. O Senhor.

CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Cristo morreu e, dentre os mortos, ressurgiu:
para ser o Senhor dos vivos e dos mortos. Aleluia.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou

69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 

71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 

73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 
74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 

=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 

– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Cristo morreu e, dentre os mortos, resurgiu:
para ser o Senhor dos vivos e dos mortos. Aleluia.

Preces

Roguemos com alegria a Cristo, pão da vida, que resuscitará no último dia os que se alimentam à mesa de sua palavra e de seu corpo: e digamos:

R. Dai-nos, Senhor, paz e alegria!

Filho de Deus, que ressuscitastes gloriosamente dos mortos como Senhor da vida,
abençoai e santificai a humanidade inteira.R.

Senhor Jesus, fonte de paz e de alegria para todos os que creem em vós,
fazei-nos viver como filhos da luz na alegria do vosso triunfo pascal.  R.

Confirmai a fé da vossa Igreja, peregrina sobre a terra,
para que dê ao mundo o testemunho da vossa ressurreição.  R.

Vós, que, depois de muitos sofrimentos, entrastes na glória do Pai,
mudai em alegria a tristeza dos que choram. R.

(intenções livres)

Pai nosso.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, vós nos fizestes participar de vossa própria vida pelo novo nascimento do batismo; conduzi à plenitude da glória aqueles a quem concedestes, pela justificação, o dom da imortalidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

Salmodia 

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),33-40

V (He)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Seja feita a tua vontade assim na terra como nos céus (Mt 6,10).

33 Ensinai-me a viver vossos preceitos; *
quero guar-los fielmente até o fim!

34
Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, *
e de todo o coração a guardarei.

35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, *
pois só nele encontrarei felicidade.

36
Inclinai meu coração às vossas leis, *
e nunca ao dinheiro e à avareza.

37 Desviai o meu olhar das coisas vãs, *
dai-me a vida pelos vossos mandamentos!

38
Cumpri, Senhor, vossa promessa ao vosso servo, *
vossa promessa garantida aos que vos temem.

39 Livrai-me do insulto que eu receio, *
porque vossos julgamentos são suaves.

40
Como anseio pelos vossos mandamentos! *
Dai-me a vida, ó Senhor, porque sois justo!

Salmo 33(34)

O Senhor é a salvação dos justos

Vós provastes que o Senhor é bom (1Pd 2,3).

I

2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, *
seu louvor estará sempre em minha boca.

3 Minha alma se gloria no Senhor; *
que ouçam os humildes e se alegrem!

4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, *
exaltemos todos juntos o seu nome!

5
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, *
e de todos os temores me livrou.

6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, *
e vosso rosto não se cubra de vergonha!

7
Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, *
e o Senhor o libertou de toda angústia.

8 O anjo do Senhor vem acampar *
ao redor dos que o temem, e os salva.

9
Provai e vede quão suave é o Senhor! *
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, *
porque nada faltará aos que o temem.

11
Os ricos empobrecem, passam fome, *
mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

II

12 Meus filhos, vinde agora e escutai-me: *
vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus.

13
Qual o homem que não ama sua vida, *
procurando ser feliz todos os dias?

14 Afasta a tua língua da maldade, *
e teus bios, de palavras mentirosas.

15
Afasta-te do mal e faze o bem, *
procura a paz e vai com ela em seu caminho.

16 O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, *
e seu ouvido está atento ao seu chamado;

17
mas ele volta a sua face contra os maus, *
para da terra apagar sua lembrança.

18 Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta *
e de todas as angústias os liberta.

19
Do coração atribulado ele está perto *
e conforta os de espírito abatido.

20 Muitos males se abatem sobre os justos, *
mas o Senhor de todos eles os liberta.

21
Mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege, *
e nenhum deles haverá de se quebrar.

22 A macia do iníquo leva à morte, *
e quem odeia o justo é castigado.

23
Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, *
e castigado não será quem nele espera.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Rm 5,10-11

Quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte do seu Filho; quanto mais agora, estando já reconciliados, seremos salvos por sua vida! Ainda mais: Nós nos gloriamos em Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo. É por ele que, já desde o tempo presente, recebemos a reconciliação.

V. O Senhor ressurgiu realmente. Aleluia.
R.
E apareceu a Simão. Aleluia.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, vós nos fizestes participar de vossa própria vida pelo novo nascimento do batismo; conduzi à plenitude da glória aqueles a quem concedestes, pela justificação, o dom da imortalidade. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das doze horas

 


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Hino

Vinde, servos suplicantes,
elevai a mente e a voz:
celebrai com vossos cantos,
o amor de Deus por nós.

Porque foi neste momento
que a sentença de um mortal
entregou à morte injusta
o Juiz universal.

E nós, súditos humildes,
por amor e por temor,
contra todo mau desígnio
do perverso tentador,

imploremos a clemência
de Deus Pai, eterno Bem,
do seu Filho, nosso Rei,
e do Espírito Santo. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),33-40

V (He)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Seja feita a tua vontade assim na terra como nos céus (Mt 6,10).

33 Ensinai-me a viver vossos preceitos; *
quero guar-los fielmente até o fim!

34
Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, *
e de todo o coração a guardarei.

35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, *
pois só nele encontrarei felicidade.

36
Inclinai meu coração às vossas leis, *
e nunca ao dinheiro e à avareza.

37 Desviai o meu olhar das coisas vãs, *
dai-me a vida pelos vossos mandamentos!

38
Cumpri, Senhor, vossa promessa ao vosso servo, *
vossa promessa garantida aos que vos temem.

39 Livrai-me do insulto que eu receio, *
porque vossos julgamentos são suaves.

40
Como anseio pelos vossos mandamentos! *
Dai-me a vida, ó Senhor, porque sois justo!

Salmo 33(34)

O Senhor é a salvação dos justos

Vós provastes que o Senhor é bom (1Pd 2,3).

I

2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, *
seu louvor estará sempre em minha boca.

3 Minha alma se gloria no Senhor; *
que ouçam os humildes e se alegrem!

4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, *
exaltemos todos juntos o seu nome!

5
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, *
e de todos os temores me livrou.

6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, *
e vosso rosto não se cubra de vergonha!

7
Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, *
e o Senhor o libertou de toda angústia.

8 O anjo do Senhor vem acampar *
ao redor dos que o temem, e os salva.

9
Provai e vede quão suave é o Senhor! *
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, *
porque nada faltará aos que o temem.

11
Os ricos empobrecem, passam fome, *
mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

II

12 Meus filhos, vinde agora e escutai-me: *
vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus.

13
Qual o homem que não ama sua vida, *
procurando ser feliz todos os dias?

14 Afasta a tua língua da maldade, *
e teus bios, de palavras mentirosas.

15
Afasta-te do mal e faze o bem, *
procura a paz e vai com ela em seu caminho.

16 O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, *
e seu ouvido está atento ao seu chamado;

17
mas ele volta a sua face contra os maus, *
para da terra apagar sua lembrança.

18 Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta *
e de todas as angústias os liberta.

19
Do coração atribulado ele está perto *
e conforta os de espírito abatido.

20 Muitos males se abatem sobre os justos, *
mas o Senhor de todos eles os liberta.

21
Mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege, *
e nenhum deles haverá de se quebrar.

22 A macia do iníquo leva à morte, *
e quem odeia o justo é castigado.

23
Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, *
e castigado não será quem nele espera.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve             1Cor 15,20-22

Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram. Com efeito, por um homem veio a morte e é também por um homem que vem a ressurreição dos mortos. Como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos reviverão.

V. Os discípulos ficaram muito alegres, aleluia,
R. Por verem o Senhor ressuscitado. Aleluia.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, vós nos fizestes participar de vossa própria vida pelo novo nascimento do batismo; conduzi à plenitude da glória aqueles a quem concedestes, pela justificação, o dom da imortalidade. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

Oração das Quinze Horas


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Esta hora brilhou e, esplendente,
afastou toda nuvem da cruz.
Despojando das trevas o mundo,
restitui às nações nova luz.

Nesta hora Jesus ressuscita
do sepulcro os que haviam morrido
e, a morte vencendo, eles saem
com um novo espírito infundido.

Temos fé nessa aurora dos tempos,
das cadeias da morte libertos,
e nas graças da vida, que jorram
como fonte a correr nos desertos.

Glória a vós, que vencestes a morte,
e no céu com o Pai, Sumo Bem,
refulgindo na glória do Espírito
reinais hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),33-40

V (He)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Seja feita a tua vontade assim na terra como nos céus (Mt 6,10).

33 Ensinai-me a viver vossos preceitos; *
quero guar-los fielmente até o fim!

34
Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, *
e de todo o coração a guardarei.

35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, *
pois só nele encontrarei felicidade.

36
Inclinai meu coração às vossas leis, *
e nunca ao dinheiro e à avareza.

37 Desviai o meu olhar das coisas vãs, *
dai-me a vida pelos vossos mandamentos!

38
Cumpri, Senhor, vossa promessa ao vosso servo, *
vossa promessa garantida aos que vos temem.

39 Livrai-me do insulto que eu receio, *
porque vossos julgamentos são suaves.

40
Como anseio pelos vossos mandamentos! *
Dai-me a vida, ó Senhor, porque sois justo!

Salmo 33(34)

O Senhor é a salvação dos justos

Vós provastes que o Senhor é bom (1Pd 2,3).

I

2 Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, *
seu louvor estará sempre em minha boca.

3 Minha alma se gloria no Senhor; *
que ouçam os humildes e se alegrem!

4 Comigo engrandecei ao Senhor Deus, *
exaltemos todos juntos o seu nome!

5
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, *
e de todos os temores me livrou.

6 Contemplai a sua face e alegrai-vos, *
e vosso rosto não se cubra de vergonha!

7
Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, *
e o Senhor o libertou de toda angústia.

8 O anjo do Senhor vem acampar *
ao redor dos que o temem, e os salva.

9
Provai e vede quão suave é o Senhor! *
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

10 Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, *
porque nada faltará aos que o temem.

11
Os ricos empobrecem, passam fome, *
mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

II

12 Meus filhos, vinde agora e escutai-me: *
vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus.

13
Qual o homem que não ama sua vida, *
procurando ser feliz todos os dias?

14 Afasta a tua língua da maldade, *
e teus bios, de palavras mentirosas.

15
Afasta-te do mal e faze o bem, *
procura a paz e vai com ela em seu caminho.

16 O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, *
e seu ouvido está atento ao seu chamado;

17
mas ele volta a sua face contra os maus, *
para da terra apagar sua lembrança.

18 Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta *
e de todas as angústias os liberta.

19
Do coração atribulado ele está perto *
e conforta os de espírito abatido.

20 Muitos males se abatem sobre os justos, *
mas o Senhor de todos eles os liberta.

21
Mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege, *
e nenhum deles haverá de se quebrar.

22 A macia do iníquo leva à morte, *
e quem odeia o justo é castigado.

23
Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, *
e castigado não será quem nele espera.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve         Cf. Cl 1,12-14

Demos graças ao Pai, que nos tornou capazes de participar da luz, que é a herança dos santos. Ele nos libertou do poder das trevas e nos recebeu no reino de seu Filho amado, por quem temos a redenção, o perdão dos pecados.

V. Ó Senhor, ficai conosco, aleluia,
R. Pois o dia já declina. Aleluia.

Oração

Ó Deus, vossa graça nos santificou quando éramos pecadores e nos deu a felicidade, quando infelizes. Vinde em socorro das vossas criaturas e sustentai-nos com vossos dons, para que não falte a força da perseverança àqueles a quem destes a graça da fé. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Às núpcias do Cordeiro
em brancas vestes vamos.
Transposto o mar Vermelho,
ao Cristo Rei cantamos.

Por nós no altar da cruz
seu corpo ofereceu.
Bebendo deste sangue,
nascemos para Deus.

Seu sangue em nossas portas
afasta o anjo irado.
Das mãos dum rei injusto
seu povo é libertado.

O Cristo, nossa Páscoa,
morreu como um Cordeiro.
Seu corpo é nossa oferta,
Pão vivo e verdadeiro.

Ó vítima verdadeira,
do inferno a porta abris,
livrais o povo escravo,
dais vida ao infeliz.

Da morte o Cristo volta,
a vida é seu troféu.
O inferno traz cativo
e a todos abre o céu.

Jesus, Pascal Cordeiro,
em vós se alegra o povo,
que, livre pela graça,
em vós nasceu de novo.

A glória seja ao Cristo
da morte vencedor.
Ao Pai e ao Santo Espírito
o nosso igual louvor.

Salmodia

Ant. 1 Quem pratica a verdade se põe junto à luz. Aleluia.

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros (Jo 15,12).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.

106
Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!

108
Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.

110
Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!

112
Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Ant. Quem pratica a verdade se põe junto à luz. Aleluia.

Ant. 2 Vencido o domínio da morte,
o Senhor ressurgiu, aleluia.

Salmo 15(16)

O Senhor é minha herança

Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte (At 2,24).

=1 Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! †
2 Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor: *
nenhum bem eu posso achar fora de vós!”

3
Deus me inspirou uma admirável afeição *
pelos santos que habitam sua terra.

4 Multiplicam, no entanto, suas dores *
os que correm para os deuses estrangeiros;

– seus sacricios sanguinários não partilho, *
nem seus nomes passarão pelos meus lábios.

5 Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, *
meu destino está seguro em vossas mãos!

6
Foi demarcada para mim a melhor terra, *
e eu exulto de alegria em minha herança!

7 Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, *
e até de noite me adverte o coração.

8
Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, *
pois se o tenho a meu lado não vacilo.

=9 Eis por que meu coração está em festa, †
minha alma rejubila de alegria, *
e até meu corpo no repouso está tranqüilo;

10 pois não haveis de me deixar entregue à morte, *
nem vosso amigo conhecer a corrupção.

=11 Vós me ensinais vosso caminho para a vida; †
junto a vós, felicidade sem limites, *
delícia eterna e alegria ao vosso lado!

Ant. Vencido o domínio da morte,
o Senhor ressurgiu, aleluia.

Ant. 3 Era preciso que o Cristo sofresse
para entrar, dessa forma, em sua glória. Aleluia.

Cântico Fl 2,6-11

Cristo, o Servo de Deus

=6 Embora fosse de divina condição, †
Cristo Jesus não se apegou ciosamente *
a ser igual em natureza a Deus Pai.

(R. Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!)

=7 Porém esvaziou-se de sua glória †
e assumiu a condição de um escravo, *
fazendo-se aos homens semelhante.

(R.)

= Reconhecido exteriormente como homem, †
8
humilhou-se, obedecendo até à morte, *
até à morte humilhante numa cruz.

(R.)

=9 Por isso Deus o exaltou sobremaneira †
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime, *
e elevado muito acima de outro nome.

(R.)

=10 Para que perante o nome de Jesus †
se dobre reverente todo joelho, *
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos.

(R.)

=11 E toda língua reconheça, confessando, †
para a glória de Deus Pai e seu louvor: *
“Na verdade Jesus Cristo é o Senhor!”

(R.)

Ant. Era preciso que o Cristo sofresse
para entrar, dessa forma, em sua glória. Aleluia.

Leitura breve             1Pd 2,9-10

Vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino, a nação santa, o povo que ele conquistou para proclamar as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa. Vós sois aqueles que antes não eram povo, agora porém são povo de Deus; os que não eram objeto de misericórdia, agora porém alcançaram misericórdia.

Responsório breve

R.
Os discípulos ficaram muito alegres. *Aleluia, aleluia.
R.
Os discípulos.
V.
Quando viram o Senhor ressuscitado.*Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai.
R.Os discípulos.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ano A Rogarei ao meu Pai,
e haverá de enviar-vos um outro Paráclito
que fique convosco para sempre, aleluia.

Ano B Como o Pai sempre me ama,
assim também eu vos amei;
permanecei no meu amor. Aleluia.

Ano C Quem me ama realmente, guardará minha palavra
e meu Pai o amará, e a ele nós viremos
e nele habitaremos. Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ano A Rogarei ao meu Pai,
e haverá de enviar-vos um outro Paráclito
que fique convosco para sempre, aleluia.

Ano B Como o Pai sempre me ama,
assim também eu vos amei;
permanecei no meu amor. Aleluia.

Ano C Quem me ama realmente, guardará minha palavra
e meu Pai o amará, e a ele nós viremos
e nele habitaremos. Aleluia.

Preces

Oremos a Jesus Cristo que, ressuscitando dos mortos, destruiu a morte e renovou a vida; e digamos, cheios de confiança:

R.Cristo, vivo para sempre, escutai a nossa prece!

Vós, que sois a pedra rejeitada pelos construtores, mas escolhida pelo Pai como pedra angular,
fazei de nós pedras vivas na edificação de vossa Igreja.R.

Vós, que sois a Testemunha fiel e verdadeira, o Primogênito dentre os mortos,
concedei que a vossa Igreja possa dar sempre e em toda a terra o testemunho da vossa ressurreição.R.

Vós, que sois o Esposo único da Igreja, nascida de vosso lado aberto na cruz,
fazei de nós testemunhas do vosso amor pela Igreja e por toda a humanidade.R.

Vós, que sois o Princípio e o Fim, que estivestes morto e agora viveis eternamente,
concedei aos que foram batizados a perseverança até à morte, para que mereçam a coroa da vitória.R.

(intenções livres)

Vós, que sois a Luz que ilumina a santa cidade de Deus,
iluminai com vosso esplendor os nossos irmãos e irmãs falecidos, para que reinem convosco eternamente.

Pai nosso.

Oração

Deus todo-poderoso, dai-nos celebrar com fervor estes dias de júbilo em honra do Cristo ressuscitado, para que nossa vida corresponda sempre aos mistérios que recordamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)
 

Hino

Ó Jesus Redentor,
do universo Senhor,
Verbo eterno do Pai,
Luz da Luz invisível,
que dos vossos remidos
vigilante cuidais.

Vós, artista do mundo,
e de todos os tempos
o sinal divisor,
no silêncio da noite
renovai nosso corpo
que lutando cansou.

Afastai o inimigo,
vós, que os fundos abismos
destruís, ó Jesus!
Não consiga o Maligno
seduzir os remidos
pelo sangue da Cruz

Quando o corpo cansado
for de noite embalado
pelo sono e a calma,
de tal modo adormeça,
que ao dormir nossa carne
não cochile nossa alma.

Escutai-nos, ó Verbo,
por quem Deus fez o mundo,
e o conduz e mantém.
Com o Pai e o Espírito,
vós reinais sobre os vivos
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 4

Ação de graças

O Senhor fez maravilhas naquele que ressuscitou dos mortos (Sto. Agostinho).

=2 Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha justiça! †
Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição,*
atendei-me por piedade e escutai minha oração!

3 Filhos dos homens, até quando fechareis o coração? *
Por que amais a ilusão e procurais a falsidade?
4 Compreendei que nosso Deus faz maravilhas por seu servo, *
e que o Senhor me ouvirá quando lhe faço a minha prece!

5 Se ficardes revoltados, não pequeis por vossa ira;*
meditai nos vossos leitos e calai o coração!

6 Sacrificai o que é justo, e ao Senhor oferecei-o; *
confiai sempre no Senhor, ele é a única esperança!
7 Muitos há que se perguntam: 'Quem nos dá felicidade?'*
Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face!

8 Vós me destes, ó Senhor, mais alegria ao coração, *
do que a outros na fartura do seu trigo e vinho novo.

9 Eu tranquilo vou deitar-me e na paz logo adormeço, *
pois só vós, ó Senhor Deus, dais segurança à minha vida!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Salmo 133(134)

Oração da noite no templo

Louvai o nosso Deus todos os seus servos e todos os que o temeis, pequenos e grandes! (Ap 19,5).

1 Vinde, agora, bendizei ao Senhor Deus, *
vós todos, servidores do Senhor,
– que celebrais a liturgia no seu templo, *
nos átrios da casa do Senhor.

2 Levantai as vossas mãos ao santuário, *
bendizei ao Senhor Deus a noite inteira!
3 Que o Senhor te abençoe de Sião, *
o Senhor que fez o céu e fez a terra!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Dt 6,4-7

Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. E trarás gravadas em teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno. Tu as repetirás com insistência aos teus filhos e delas falarás quando estiveres sentado em tua casa, ou andando pelos caminhos, quando te deitares, ou te levantares.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
Eu entrego o meu espírito. * Aleluia, aleluia. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Aleluia, aleluia. Glória ao Pai. R. Senhor.

Cântico evangélico, ant.
Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Oração

Ficai conosco, Senhor, nesta noite, e vossa mão nos levante amanhã cedo, para que celebremos com alegria a ressurreição de vosso Cristo. Que vive e reina para sempre. Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia,
pois o senhor que merecestes trazer em vosso seio, aleluia,
ressuscitou, como disse, aleluia;
rogai a Deus por nós, aleluia.