Quarta-feira da 3ª Semana da Páscoa  III Semana do Saltério

Compartilhar:

 

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

Hino

Exulte o céu do alto,

aplaudam terra e mar;

o Cristo, ressurgindo,

a vida vem nos dar.

 

O tempo favorável

à terra já voltou;

felizes, contemplamos

o dia salvador,

 

no qual o mundo, salvo

no sangue do Cordeiro,

já brilha em meio às trevas

com brilho verdadeiro.

 

A morte mata a morte,

da culpa nos redime;

a força do vencido,

vencendo, apaga o crime.

 

É esta a nossa espera,

é este o nosso gozo:

também ressurgiremos,

com Cristo glorioso.

 

Por isso, celebremos

a Páscoa do Cordeiro,

repletos pela graça

do seu amor primeiro.

 

Jesus, sede a alegria

perene dos remidos;

uni na vossa glória

da graça os renascidos.

 

Louvor a vós, Jesus,

da morte vencedor,

reinando com o Pai

e o seu eterno Amor.

Salmodia

Ant. 1 O amor e a verdade vão andando à vossa frente.

Salmo 88(89),2-38

As misericórdias do Senhor
com a descendência de Davi

Conforme prometera, da descendência de Davi, Deus fez surgir um Salvador, que é Jesus (At 13,22.23).

I

2 Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, *
de geração em geração eu cantarei vossa verdade!

3
Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” *
E a vossa lealdade é tão firme como os céus.

4 “Eu firmei uma Aliança com meu servo, meu eleito, *
e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor:

5
Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem, *
de geração em geração garantirei o teu reinado!”

6 Anuncia o firmamento vossas grandes maravilhas, *
e o vosso amor fiel, a assembléia dos eleitos,

7
pois, quem pode, lá nas nuvens, ao Senhor se comparar*
e quem pode, entre seus anjos, ser a ele semelhante?

8 Ele é o Deus temível no conselho dos seus santos, *
ele é grande, ele é terrível para quantos o rodeiam.

9
Senhor Deus do universo, quem se igual a vós? *
Ó Senhor, sois poderoso, irradiais fidelidade!

10 Dominais sobre o orgulho do oceano furioso, *
quando as ondas se levantam, dominando as acalmais.

11
Vós feristes a Raab e o deixastes como morto, *
vosso braço poderoso dispersou os inimigos.

12 É a vós que os céus pertencem, e a terra é também vossa!*
Vós fundastes o universo e tudo aquilo que contém.

13
Vós criastes no princípio tanto o norte como o sul; *
o Tabor e o Hermon em vosso nome rejubilam.

14 Vosso braço glorioso se revela com poder! *
Poderosa é vossa mão, é sublime a vossa destra!

15
Vosso trono se baseia na justiça e no direito, *
vão andando à vossa frente o amor e a verdade.

16 Quão feliz é aquele povo que conhece a alegria; *
segui pelo caminho, sempre à luz de vossa face!

17
Exulta de alegria em vosso nome dia a dia, *
e com grande entusiasmo exalta vossa justiça.

18 Pois sois vós, ó Senhor Deus, a sua força e sua glória, *
é por vossa proteção que exaltais nossa cabeça.

19
Do Senhor é o nosso escudo, ele é nossa proteção, *
ele reina sobre nós, é o Santo de Israel!

Ant. O amor e a verdade vão andando à vossa frente.

Ant. 2 O Filho de Deus se fez homem
e nasceu da falia de Davi.

II

=20 Outrora vós falastes em visões a vossos santos: †
“Coloquei uma coroa na cabeça de um herói *
e do meio deste povo escolhi o meu Eleito.

21 Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, *
e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado.

22
Esta sempre com ele minha mão onipotente, *
e meu braço poderoso há de ser a sua força.

23 Não se surpreendido pela força do inimigo, *
nem o filho da maldade pode prejudicá-lo.

24
Diante dele esmagarei seus inimigos e agressores, *
ferirei e abaterei todos aqueles que o odeiam.

25 Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, *
sua força e seu poder por meu nome crescerão.

26
Eu farei que ele estenda sua mão por sobre os mares, *
e a sua mão direita estenderei por sobre os rios.

27 Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, *
sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’

28
E por isso farei dele o meu filho primogênito, *
sobre os reis de toda a terra farei dele o Rei altíssimo.

29 Guardarei eternamente para ele a minha graça *
e com ele firmarei minha Aliança indissolúvel.

30
Pelos culos sem fim conservarei sua descendência, *
e o seu trono, tanto tempo quanto os céus, há de durar”.

Ant. O Filho de Deus se fez homem
e nasceu da falia de Davi.

Ant. 3 Eu jurei uma só vez a Davi, meu servidor:
Eis que a tua descendência dura eternamente.

III

31 “Se seus filhos, porventura, abandonarem minha lei *
e deixarem de andar pelos caminhos da Aliança;

32
se, pecando, violarem minhas justas prescrições *
e se não obedecerem aos meus santos mandamentos:

33 eu, então, castigarei os seus crimes com a vara, *
com açoites e flagelos punirei as suas culpas.

34
Mas não hei de retirar-lhes minha graça e meu favor *
e nem hei de renegar o juramento que lhes fiz.

35 Eu jamais violarei a Aliança que firmei, *
e jamais hei de mudar o que meus bios proferiram!

36
Eu jurei uma só vez por minha própria santidade, *
e portanto, com certeza, a Davi não mentirei!

37 Eis que a sua descendência dura eternamente *
e seu trono ficará à minha frente como o sol;

38
como a lua que perdura sempre firme pelos séculos, *
e no alto firmamento é testemunha verdadeira”.

Ant. Eu jurei uma só vez a Davi, meu servidor:
Eis que a tua descendência dura eternamente.

V. Deus, o Pai, ressuscitou a Jesus Cristo

dentre os mortos, aleluia.

R. Para que esteja no Senhor a nossa fé

e esperança, aleluia.

 

Primeira leitura

Do Livro do Apocalipse 9,1-12

 

A praga dos gafanhotos

Eu, João, continuei a ver.1O quinto anjo tocou a trombeta, e eu vi uma estrela, que tinha caído do céu sobre a terra, e foi-lhe dada a chave do poço do Abismo. 2Ela abriu o Abismo, e do Abismo saiu fumaça, como a fumaça de uma grande fornalha, e o sol e o ar escureceram, por causa da fumaça que saía do poço. 3Da fumaça se espalharam gafanhotos sobre a terra e receberam poder igual ao dos escorpiões da terra. 4Foi-lhes dito que não danificassem a vegetação da terra, nem as ervas nem as árvores, mas somente os homens que não levassem na fronte a marca de Deus. 5Não lhes foi permitido matá-los, mas sim atormentá-los durante cinco meses. E a dor que causavam era semelhante à dor da picada do escorpião. 6Naqueles dias, as pessoas vão procurar a morte e não a encontrarão. Vão desejar morrer, mas a morte fugirá deles!  

7Os gafanhotos tinham a aparência de cavalos preparados para a guerra. Levavam na cabeça coroas que pareciam de ouro e os rostos deles pareciam rostos humanos. 8Tinham cabelo semelhante ao cabelo das mulheres e os seus dentes eram como os dos leões. 9Seu peito era como couraça de aço e o barulho de suas asas parecia o barulho de uma multidão de carros e cavalos correndo para o combate. 10Como os escorpiões, tinham um ferrão na cauda. E na sua cauda estava o poder de atormentar as pessoas durante cinco meses. 11Tinham por rei o Anjo do Abismo, que em hebraico se chama “Abadon” e em grego “Apolion”.  

12Passou o primeiro “ai”. Mas eis que depois vêm ainda outros dois “ais”.

 

Responsório Jl 3,3.5a; Mc 13,33

 

R. Prodígios eu farei, no céu e sobre a terra,

de sangue e de fogo, de fumaça em turbilhão.

* E todo o que invocar o nome do Senhor

será salvo, aleluia.

V. Ficai de sobreaviso, orai e vigiai:

não sabeis quando é o tempo. * E todo.

 

Segunda leitura

Da Primeira Apologia em defesa dos cristãos, de São Justino, mártir  

(Cap.61:PG 6,419-422)     (Séc.I)

 

O banho do novo nascimento

Vamos expor de que modo, renovados por Cristo, nos consagramos a Deus.  

Todos os que estiverem convencidos e acreditarem no que nós ensinamos e proclamamos, e prometer em viver de acordo com essas verdades, exortamo-los a pedir a Deus o perdão dos pecados, com orações e jejuns; e também nós rezaremos e jejuaremos unidos a eles.  

Em seguida, levamo-los ao lugar onde se encontra água; ali renascem do mesmo modo que nós também renascemos: recebem o batismo da água em nome do Senhor Deus Criador de todas as coisas, de nosso Salvador Jesus Cristo e do Espírito Santo.  

Com efeito, foi o próprio Jesus Cristo que afirmou: Se não renascerdes, não entrareis no reino dos céus (cf. Jo 3,3.5). É evidente que não se trata, uma vez nascidos, de entrar novamente no seio materno.  

O profeta Isaías também diz àqueles que pecaram e se arrependem, como libertar-se das culpas. São estas as suas palavras: Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! Aprendei a fazer o bem! Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. Vinde, debatamos – diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se não me ouvirdes, uma espada vos destruirá. Assim falou a boca do Senhor (cf. Is 1,16-20).   

Esta doutrina, nós a recebemos dos apóstolos. No nosso primeiro nascimento, fomos gerados por um instinto natural, na mútua união de nossos pais, sem disso termos consciência. Fomos educados no meio de uma sociedade desonesta e em maus costumes. Todavia, para termos também um nascimento que não seja fruto da simples natureza e da ignorância, mas sim de uma escolha consciente, e obtermos pela água o perdão dos pecados cometidos, sobre aquele que quiser renascer e fizer penitência dos pecados, é pronunciado o nome do Senhor Deus Criador de todas as coisas. Somente podemos invocar este nome sobre aquele que é levado à água do batismo.  

A ninguém é permitido pronunciar o nome inefável de Deus. Se alguém ousa afirmar ter em si este nome, não passa de um louco.  

A este batismo dá-se também o nome de “iluminação”, porque os iniciados nesta doutrina são iluminados na sua capacidade de compreender as coisas. Mas a purificação daquele que é iluminado, faz-se em nome de Jesus Cristo, crucificado sob Pôncio Pilatos, e em nome do Espírito Santo que, pelos profetas predisse tudo quanto dizia respeito a Jesus.

 

Responsório Jo 3,5-6

 

R. Jesus disse a Nicodemos: Em verdade, eu te digo:

* Quem não renascer da água e do Espírito,

não pode entrar no Reino de Deus. Aleluia.

V. O que nasce da carne, é carne;

o que nasce do Espírito, é Espírito. *Quem não renascer.

 

Oração

Permanecei, ó Pai, com vossa família e, na vossa bondade, fazei que participem eternamente da ressurreição do vosso Filho aqueles a quem destes a graça da fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

Invitatório

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

Hino

A fiel Jerusalém
canta um hino triunfal,
celebrando, jubilosa,
Jesus Cristo, a Luz pascal.

A serpente é esmagada
pelo Cristo, leão forte,
que ressurge e chama à vida
os cativos pela morte.

Ele vence, refulgindo
de grandeza e majestade.
Ele faz de céus e terra
uma pátria de unidade.

Nosso canto suplicante
pede ao Rei ressuscitado
que receba no seu Reino
o seu povo consagrado.

Ó Jesus, do vosso povo
sede o júbilo pascal.
Dai aos novos pela graça
a vitória triunfal.

Glória a vós, Jesus invicto,
sobre a morte triunfante.
Com o Pai e o Santo Espírito
sois luz nova e radiante.

Salmodia

Ant. 1 As nações que criastes virão
adorar vosso nome, aleluia.

Salmo 85(86)

Oração do pobre nas dificuldades

Bendito seja o Deus que nos consola em todas as nossas aflições (2Cor 1,3.4).

1 Inclinai, ó Senhor, vosso ouvido, *
escutai, pois sou pobre e infeliz!

=2
Protegei-me, que sou vosso amigo, †
e salvai vosso servo, meu Deus, *
que espera e confia em vós!

3 Piedade de mim, ó Senhor, *
porque clamo por vós todo o dia!

4
Animai e alegrai vosso servo, *
pois a vós eu elevo a minh’alma.

5 Ó Senhor, vós sois bom e clemente, *
sois perdão para quem vos invoca.

6
Escutai, ó Senhor, minha prece, *
o lamento da minha oração!

7 No meu dia de angústia eu vos chamo, *
porque sei que me haveis de escutar.

8 Não existe entre os deuses nenhum *
que convosco se possa igualar;

– não existe outra obra no mundo *
compavel às vossas, Senhor!

9 As nações que criastes virão *
adorar e louvar vosso nome.

10
Sois tão grande e fazeis maravilhas: *
vós somente sois Deus e Senhor!

11 Ensinai-me os vossos caminhos, *
e na vossa verdade andarei;

– meu coração orientai para vós: *
que respeite, Senhor, vosso nome!

12 Dou-vos graças com toda a minh’alma, *
sem cessar louvarei vosso nome!

13
Vosso amor para mim foi imenso: *
retirai-me do abismo da morte!

=14 Contra mim se levantam soberbos, †
e malvados me querem matar; *
não vos levam em conta, Senhor!

15 Vós, porém, sois clemente e fiel, *
sois amor, paciência e perdão.

=16
Tende pena e olhai para mim! †
Confirmai com vigor vosso servo, *
de vossa serva o filho salvai.

17 Concedei-me um sinal que me prove *
a verdade do vosso amor.

– O inimigo humilhado verá *
que me destes ajuda e consolo.

Ant. As nações que criastes virão
adorar vosso nome, aleluia.

Ant. 2 Os nossos olhos verão o Cristo, Rei glorioso. Aleluia.

Cântico Is 33,13-16

Deus julgará com justiça

A promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe (At 2,39).

13 Vós que estais longe, escutai o que eu fiz! *
Vós que estais perto, conhecei o meu poder!

14 Os pecadores em Sião se apavoraram, *
e abateu-se sobre os ímpios o terror:

– “Quem fica junto do fogo que devora? *
Ou quem de vós suportará a eterna chama?”

15 É aquele que caminha na justiça, *
diz a verdade e não engana o semelhante;

– o que despreza um benefício extorquido *
e recusa um presente que suborna;

– o que fecha o seu ouvido à voz do crime *
e cerra os olhos para o mal não contemplar.

16 Esse homem morará sobre as alturas, *
e seu regio há de ser a rocha firme.

– O seu pão não haverá de lhe faltar, *
e a água lhe será assegurada.

Ant. Os nossos olhos verão o Cristo, Rei glorioso. Aleluia.

Ant. 3 Todo homem há de ver a salvação de nosso Deus.
Aleluia.

Salmo 97(98)

Deus, vencedor como juiz

Este salmo significa a primeira vinda do Senhor e a fé de todos os povos (Sto. Atanásio).

1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
porque ele fez progios!

– Sua mão e o seu braço forte e santo *
alcançaram-lhe a vitória.

2 O Senhor fez conhecer a salvação, *
e às nações, sua justiça;

3
recordou o seu amor sempre fiel *
pela casa de Israel.

– Os confins do universo contemplaram *
a salvação do nosso Deus.

4
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, *
alegrai-vos e exultai!

5 Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa *
e da tara suave!

6
Aclamai, com os clarins e as trombetas, *
ao Senhor, o nosso Rei!

7 Aplauda o mar com todo ser que nele vive, *
o mundo inteiro e toda gente!

8
As montanhas e os rios batam palmas *
e exultem de alegria,

9 na presença do Senhor, pois ele vem, *
vem julgar a terra inteira.

– Julga o universo com justiça *
e as nações com equidade.

Ant. Todo homem há de ver a salvação de nosso Deus.
Aleluia.

Leitura breve Rm 6,8-11

Se morremos com Cristo, cremos que também viveremos com ele. Sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos não morre mais; a morte já não tem poder sobre ele. Pois aquele que morreu, morreu para o pecado uma vez por todas;mas aquele que vive, é para Deus que vive. Assim, vós também considerai-vos mortos para o pecado e vivos para Deus, em Jesus Cristo.

 Responsório breve

R. O Senhor ressurgiu do sepulcro.* Aleluia, aleluia.
R.
O Senhor.
V.
Foi suspenso por nós numa cruz. * Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. O Senhor.

Cântico evangélico, ant.

Mostrai-nos, ó Senhor, misericórdia,
recordando vossa santa Aliança.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * 
porque a seu povo visitou e libertou

69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor

70 como falara pela boca de seus santos, * 
os profetas desde os tempos mais antigos, 

71 para salvar-nos do poder dos inimigos * 
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * 
recordando a sua santa Aliança 

73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * 
de conceder-nos 
74 que, libertos do inimigo, 

= a ele nós sirvamos sem temor † 
75 em santidade e em justiça diante dele, * 
enquanto perdurarem nossos dias. 

=76 Serás profeta do Alssimo, ó menino, † 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 

77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados; 

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * 
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, 

79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
e na sombra da morte estão sentados 

– e para dirigir os nossos passos, * 
guiando-os no caminho da paz

Ant. Mostrai-nos, ó Senhor, misericórdia,
recordando vossa santa Aliança.

Preces

Oremos a Jesus Cristo, que se entregou à morte por nossos pecados e ressuscitou para nossa justificação; e aclamemos:

R. Salvai-nos, Senhor, pela vossa vitória!

Cristo Salvador, que ressuscitando de entre os mortos nos restituístes a esperança da vida imortal,
- santificai neste dia os nossos corações com a graça do Espírito Santo. R.

Vós, que viveis e reinais gloriosamente na assembleia dos anjos e dos santos,
- recebei a adoração que vos prestamos em espírito e em verdade neste tempo santo da ressurreição. R.

Cristo Jesus, salvai-nos e derramai a vossa misericórdia sobre o povo que vive na esperança da ressurreição;
- conservai-nos, hoje e sempre, livres de todo o mal. R.

Cristo, rei da glória e nossa vida, reuni todos os fiéis na alegria que não tem fim,
- quando vierdes, no último dia, manifestar ao mundo a glória de vosso poder eterno. R.


(intenções livres)

Pai nosso.

Oração

Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa providência, iluminai nossos corações com a luz do vosso Espírito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Surge a hora terceira, em que Cristo
foi, por nós, elevado na cruz;
fuja a mente de toda soberba,
vá na prece buscar sua luz.

Quem o Cristo acolheu no seu íntimo,
deve ter sempre pura intenção,
implorando ao Espírito Santo
que ele habite no seu coração.

Esta hora pôs fim à velhice,
destruindo do crime as raízes;
e, a seguir, pela graça de Cristo,
começaram os tempos felizes.

Glória a vós, que vencestes a morte
e brilhais, com o Pai, Sumo Bem,
e a chama de Amor, Santo Espírito,
pelos séculos eternos. Amém.

Salmodia 

Ant. Aleluia, a

leluia, aleluia.

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Vivei como filhos da luz (Ef 5,8).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.

106
Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!

108
Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.

110
Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!

112
Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Salmo 69(70)

Deus, vinde logo em meu auxílio!

Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo! (Mt 8,25).

2 Vinde, ó Deus, em meu aulio, sem demora, *
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

3
Que sejam confundidos e humilhados *
os que procuram acabar com minha vida!

– Que voltem para trás envergonhados *
os que se alegram com os males que eu padeço!

4
Que se retirem, humilhados, para longe, *
todos aqueles que me dizem: “É bem feito!”

5 Mas se alegrem e em vós se rejubilem *
todos aqueles que procuram encontrar-vos;

– e repitam todo dia: “Deus é grande!” *
os que buscam vosso auxílio e salvação.

6 Quanto a mim, eu sou um pobre e infeliz; *
socorrei-me sem demora, ó meu Deus!

– Sois meu Deus libertador e meu auxílio: *
não tardeis em socorrer-me, ó Senhor!

Salmo 74(75)

O Senhor, Juiz supremo

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).

=2 Nós vos louvamos, dando graças, ó Senhor, †
dando graças, invocamos vosso nome *
e publicamos os prodígios que fizestes!

3 “No momento que eu tiver determinado, *
vou julgar segundo as normas da justiça;

4
mesmo que a terra habitada desmorone, *
fui eu mesmo que firmei suas colunas!”

5 “Ó orgulhosos, não sejais tão arrogantes! *
não levanteis vossa cabeça, ó insolentes!

6
Não levanteis a vossa fronte contra os céus, *
não faleis esses insultos contra Deus!”

7 Porque não vem do oriente o julgamento, *
nem do ocidente, do deserto ou das montanhas;

8
mas é Deus quem vai fazer o julgamento: *
o Senhor exalta a um, e humilha a outro.

9 Em sua mão o Senhor Deus tem uma taça *
com um vinho de mistura inebriante;

– Deus lhes impõe que até o fim eles o bebam; *
todos os ímpios sobre a terra hão de sorvê-lo.

10 Eu, porém, exultarei eternamente, *
cantarei salmos ao Senhor Deus de Jacó.

11
“A força dos iníquos quebrarei, *
mas a fronte do homem justo exaltarei!”

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Cf. Rm 4,24-25

Cremos naquele que ressuscitou dos mortos Jesus, nosso Senhor. Ele, Jesus, foi entregue por causa de nossos pecados e foi ressuscitado para nossa justificação.

V. O Senhor ressurgiu realmente. Aleluia.
R. E apareceu a Simão. Aleluia.

Oração

Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa providência, iluminai nossos corações com a luz do vosso Espírito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das doze horas

 


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

Hino

Vinde, servos suplicantes,
elevai a mente e a voz:
celebrai com vossos cantos,
o amor de Deus por nós.

Porque foi neste momento
que a sentença de um mortal
entregou à morte injusta
o Juiz universal.

E nós, súditos humildes,
por amor e por temor,
contra todo mau desígnio
do perverso tentador,

imploremos a clemência
de Deus Pai, eterno Bem,
do seu Filho, nosso Rei,
e do Espírito Santo. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Vivei como filhos da luz (Ef 5,8).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.

106
Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!

108
Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.

110
Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!

112
Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Salmo 69(70)

Deus, vinde logo em meu auxílio!

Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo! (Mt 8,25).

2 Vinde, ó Deus, em meu aulio, sem demora, *
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

3
Que sejam confundidos e humilhados *
os que procuram acabar com minha vida!

– Que voltem para trás envergonhados *
os que se alegram com os males que eu padeço!

4
Que se retirem, humilhados, para longe, *
todos aqueles que me dizem: “É bem feito!”

5 Mas se alegrem e em vós se rejubilem *
todos aqueles que procuram encontrar-vos;

– e repitam todo dia: “Deus é grande!” *
os que buscam vosso auxílio e salvação.

6 Quanto a mim, eu sou um pobre e infeliz; *
socorrei-me sem demora, ó meu Deus!

– Sois meu Deus libertador e meu auxílio: *
não tardeis em socorrer-me, ó Senhor!

Salmo 74(75)

O Senhor, Juiz supremo

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).

=2 Nós vos louvamos, dando graças, ó Senhor, †
dando graças, invocamos vosso nome *
e publicamos os prodígios que fizestes!

3 “No momento que eu tiver determinado, *
vou julgar segundo as normas da justiça;

4
mesmo que a terra habitada desmorone, *
fui eu mesmo que firmei suas colunas!”

5 “Ó orgulhosos, não sejais tão arrogantes! *
não levanteis vossa cabeça, ó insolentes!

6
Não levanteis a vossa fronte contra os céus, *
não faleis esses insultos contra Deus!”

7 Porque não vem do oriente o julgamento, *
nem do ocidente, do deserto ou das montanhas;

8
mas é Deus quem vai fazer o julgamento: *
o Senhor exalta a um, e humilha a outro.

9 Em sua mão o Senhor Deus tem uma taça *
com um vinho de mistura inebriante;

– Deus lhes impõe que até o fim eles o bebam; *
todos os ímpios sobre a terra hão de sorvê-lo.

10 Eu, porém, exultarei eternamente, *
cantarei salmos ao Senhor Deus de Jacó.

11
“A força dos iníquos quebrarei, *
mas a fronte do homem justo exaltarei!”

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve 1Jo 5,5-6a

Quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo. Não veio somente coma água, mas com a água e o sangue.

V. Os discípulos ficaram muito alegres, aleluia,
R. Por verem o Senhor ressuscitado. Aleluia.

Oração

Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa providência, iluminai nossos corações com a luz do vosso Espírito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

Oração das Quinze Horas


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Esta hora brilhou e, esplendente,
afastou toda nuvem da cruz.
Despojando das trevas o mundo,
restitui às nações nova luz.

Nesta hora Jesus ressuscita
do sepulcro os que haviam morrido
e, a morte vencendo, eles saem
com um novo espírito infundido.

Temos fé nessa aurora dos tempos,
das cadeias da morte libertos,
e nas graças da vida, que jorram
como fonte a correr nos desertos.

Glória a vós, que vencestes a morte,
e no céu com o Pai, Sumo Bem,
refulgindo na glória do Espírito
reinais hoje e nos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Vivei como filhos da luz (Ef 5,8).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.

106
Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!

108
Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.

110
Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!

112
Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Salmo 69(70)

Deus, vinde logo em meu auxílio!

Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo! (Mt 8,25).

2 Vinde, ó Deus, em meu aulio, sem demora, *
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

3
Que sejam confundidos e humilhados *
os que procuram acabar com minha vida!

– Que voltem para trás envergonhados *
os que se alegram com os males que eu padeço!

4
Que se retirem, humilhados, para longe, *
todos aqueles que me dizem: “É bem feito!”

5 Mas se alegrem e em vós se rejubilem *
todos aqueles que procuram encontrar-vos;

– e repitam todo dia: “Deus é grande!” *
os que buscam vosso auxílio e salvação.

6 Quanto a mim, eu sou um pobre e infeliz; *
socorrei-me sem demora, ó meu Deus!

– Sois meu Deus libertador e meu auxílio: *
não tardeis em socorrer-me, ó Senhor!

Salmo 74(75)

O Senhor, Juiz supremo

Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes (Lc 1,52).

=2 Nós vos louvamos, dando graças, ó Senhor, †
dando graças, invocamos vosso nome *
e publicamos os prodígios que fizestes!

3 “No momento que eu tiver determinado, *
vou julgar segundo as normas da justiça;

4
mesmo que a terra habitada desmorone, *
fui eu mesmo que firmei suas colunas!”

5 “Ó orgulhosos, não sejais tão arrogantes! *
não levanteis vossa cabeça, ó insolentes!

6
Não levanteis a vossa fronte contra os céus, *
não faleis esses insultos contra Deus!”

7 Porque não vem do oriente o julgamento, *
nem do ocidente, do deserto ou das montanhas;

8
mas é Deus quem vai fazer o julgamento: *
o Senhor exalta a um, e humilha a outro.

9 Em sua mão o Senhor Deus tem uma taça *
com um vinho de mistura inebriante;

– Deus lhes impõe que até o fim eles o bebam; *
todos os ímpios sobre a terra hão de sorvê-lo.

10 Eu, porém, exultarei eternamente, *
cantarei salmos ao Senhor Deus de Jacó.

11
“A força dos iníquos quebrarei, *
mas a fronte do homem justo exaltarei!”

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Leitura breve Cf. Ef 4,23-24

Renovai o vosso espírito e a vossa mentalidade. Revesti o homem novo, criado à imagem de Deus, em verdadeira justiça e santidade.

V. Ó Senhor, ficai conosco, aleluia,
R. Pois o dia já declina. Aleluia.

Oração

Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa providência, iluminai nossos corações com a luz do vosso Espírito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por Cristo, nosso Senhor.

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.

 

Hino

Eterno Rei e Senhor,
Filho do Pai muito amado,
à vossa imagem plasmastes
Adão, do barro formado.

Caiu o homem no mal,
pelo inimigo enganado.
Mas assumistes seu corpo
num seio virgem formado.

Unido a nós como homem,
vós nos unistes a Deus.
Pelo Batismo, nos destes
herdar o Reino dos céus.

Para salvar todo homem,
morrer na cruz aceitastes.
Preço do nosso resgate,
o vosso sangue doastes.

Mas ressurgis, recebendo
do Pai a glória devida.
Por vós, também ressurgidos,
teremos parte na vida.

Sede, Jesus, para nós,
gozo pascal, honra e glória.
Os que nasceram da graça,
uni à vossa vitória.

Glória a Jesus triunfante
que a própria morte venceu.
A ele, ao Pai e ao Espírito
louvor eterno no céu.

Salmodia

Ant. 1 Vossa tristeza vai mudar-se em alegria, aleluia.

Salmo 125(126)

Alegria e esperança em Deus

Assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação (2Cor 1,7).

1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, *
pareamos sonhar;

2
encheu-se de sorriso nossa boca, *
nossos bios, de canções.

– Entre os gentios se dizia: “Maravilhas *
fez com eles o Senhor!”

3
Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, *
exultemos de alegria!

4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, *
como torrentes no deserto.

5
Os que lançam as sementes entre lágrimas, *
ceifarão com alegria.

6 Chorando de tristeza sairão, *
espalhando suas sementes;

– cantando de alegria voltarão, *
carregando os seus feixes!

Ant. Vossa tristeza vai mudar-se em alegria, aleluia.

Ant. 2 Quer vivamos, quer morramos, ao Senhor pertencemos. Aleluia.

Salmo 126(127)

O trabalho sem Deus é inútil

Vós sois a construção de Deus (1Cor 3,9).

1 Se o Senhor não construir a nossa casa, *
em vão trabalharão seus construtores;

– Se o Senhor não vigiar nossa cidade, *
em vão vigiarão as sentinelas!

2 É itil levantar de madrugada, *
ou à noite retardar vosso repouso,

– para ganhar o pão sofrido do trabalho, *
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.

3 Os filhos são a bênção do Senhor, *
o fruto das entranhas, sua dádiva.

4
Como flechas que um guerreiro tem na mão, *
são os filhos de um casal de esposos jovens.

5 Feliz aquele pai que com tais flechas *
consegue abastecer a sua aljava!

– Não se envergonhado ao enfrentar *
seus inimigos junto às portas da cidade.

Ant. Quer vivamos, quer morramos, ao Senhor pertencemos. Aleluia.

Ant. 3 Todas as coisas vêm de Cristo, são por ele e nele existem;
a ele glória pelos séculos! Aleluia.

Cântico Cf. Cl 1,12-20

Cristo, o Primogênito de toda a criatura
e o Primogênito dentre os mortos

=12 Demos graças a Deus Pai onipotente, †
que nos chama a partilhar, na sua luz, *
da herança a seus santos reservada!

(R. Glória a vós, primonito dentre os mortos!)

=13 Do imrio das trevas arrancou-nos †
e transportou-nos para o reino de seu Filho, *
para o reino de seu Filho bem-amado,

14
no qual nós encontramos redenção, *
dos pecados remissão pelo seu sangue.

(R.)

15 Do Deus, o Invisível, é a imagem, *
o Primonito de toda criatura;

=16
porque nele é que tudo foi criado, †
o que há nos céus e o que existe sobre a terra, *
o vivel e também o invisível.

(R.)

= Sejam Tronos e Poderes que há nos céus, †
sejam eles Principados, Potestades: *
por ele e para ele foram feitos.

17
Antes de toda criatura ele existe, *
e é por ele que subsiste o universo.

(R.)

=18 Ele é a Cabeça da Igreja, que é seu Corpo, †
é o prinpio, o Primogênito entre os mortos, *
a fim de ter em tudo a primazia.

19
Pois foi do agrado de Deus Pai que a plenitude *
habitasse no seu Cristo inteiramente.

(R.)

20 Aprouve-lhe também, por meio dele, *
reconciliar consigo mesmo as criaturas,

= pacificando pelo sangue de sua cruz †
tudo aquilo que por ele foi criado, *
o que há nos céus e o que existe sobre a terra.

(R.)

Ant. 3 Todas as coisas vêm de Cristo, são por ele e nele existem;
a ele glória pelos séculos! Aleluia.

Leitura breve         Hb 7,24-27

Cristo, uma vez que permanece para a eternidade, possui um sacerdócio que não muda. Por isso ele é capaz de salvar para sempre aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus. Ele está sempre vivo para interceder por eles. Tal é precisamente o sumo-sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus. Ele não precisa, como os sumos-sacerdotes oferecer sacrifícios em cada dia, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo. Ele já o fez uma vez por todas, oferecendo-se a si mesmo.

Responsório breve

R. Os discípulos ficaram muito alegres.* Aleluia, aleluia.
R. Os discípulos.
V. Quando viram o Senhor ressuscitado.* Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R. Os discípulos.

Cântico evangélico, ant.

Todo aquele que o Pai me entregou
há de vir até mim, diz Jesus;
e quem vem até mim nunca irei rejeitar. Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
e Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Todo aquele que o Pai me entregou
há de vir até mim, diz Jesus;
e quem vem até mim nunca irei rejeitar. Aleluia.

Preces

Oremos a Cristo nosso Senhor, que ressuscitou de entre os mortos e está sentado à direita do Pai; e digamos confiantes:

R. Cristo, rei da glória, ouvi a nossa oração!

Lembrai-vos, Senhor, de todos os que se consagram ao vosso serviço,
para que deem ao vosso povo o exemplo da verdadeira santidade. R.

Concedei aos governantes e legisladores o espírito de justiça e de paz,
para que reine a concórdia em toda a comunidade humana. R.

Orientai os caminhos de toda a humanidade para a esperança da salvação,
e aumentai os bens da terra para podermos socorrer todos os necessitados. R.

(intenções livres)

Cristo, nosso Salvador, que nos libertastes da escravidão do pecado e da morte,
concedei a luz eterna aos nossos irmãos e irmãs falecidos. R.

Pai nosso.

Oração

Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa providência, iluminai nossos corações com a luz do vosso Espírito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.
Aleluia.


Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)
 

Hino

Ó Jesus Redentor,
do universo Senhor,
Verbo eterno do Pai,
Luz da Luz invisível,
que dos vossos remidos
vigilante cuidais.

Vós, artista do mundo,
e de todos os tempos
o sinal divisor,
no silêncio da noite
renovai nosso corpo
que lutando cansou.

Afastai o inimigo,
vós, que os fundos abismos
destruís, ó Jesus!
Não consiga o Maligno
seduzir os remidos
pelo sangue da Cruz

Quando o corpo cansado
for de noite embalado
pelo sono e a calma,
de tal modo adormeça,
que ao dormir nossa carne
não cochile nossa alma.

Escutai-nos, ó Verbo,
por quem Deus fez o mundo,
e o conduz e mantém.
Com o Pai e o Espírito,
vós reinais sobre os vivos
pelos séculos. Amém.

Salmodia

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Salmo 30(31),2-6

Súplica confiante do aflito

Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito! (Lc 23,46).

2 Senhor, eu ponho em vós minha esperança; *
que eu não fique envergonhado eternamente!
= Porque sois justo, defendei-me e libertai-me, †
3 inclinai o vosso ouvido para mim; *
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

– Sede uma rocha protetora para mim, *
um abrigo bem seguro que me salve!
4 Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; *
por vossa honra orientai-me e conduzi-me!
5 Retirai-me desta rede traiçoeira, *
porque sois o meu refúgio protetor!

6 Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, *
porque vós me salvareis, ó Deus fiel!

Salmo 129(130)

Das profundezas eu clamo

Ele vai salvar o seu povo dos seus pecados (Mt 1,21).

1 Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, *
2 escutai a minha voz!
– Vossos ouvidos estejam bem atentos *
ao clamor da minha prece!

3 Se levardes em conta nossas faltas, *
quem haverá de subsistir?
4 Mas em vós se encontra o perdão, *
eu vos temo e em vós espero.

5 No Senhor ponho a minha esperança, *
espero em sua palavra.
6 A minh’alma espera no Senhor *
mais que o vigia pela aurora.

7 Espere Israel pelo Senhor *
mais que o vigia pela aurora!
– Pois no Senhor se encontra toda graça *
e copiosa redenção.

8 Ele vem libertar a Israel *
de toda a sua culpa.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Aleluia, aleluia, aleluia.

Oração

Senhor Jesus Cristo, manso e humilde de coração, que tornais leve o fardo e suave o jugo dos que vos seguem, acolhei os propósitos e trabalhos deste dia e concedei-nos um repouso tranquilo, para amanhã vos servirmos com maior generosidade. Vós, que viveis e reinais para sempre. Amém.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
Eu entrego o meu espírito. * Aleluia, aleluia. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Aleluia, aleluia. Glória ao Pai. R. Senhor.

Cântico evangélico, ant.
Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz! Aleluia.

Oração

 

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

Antífona final de Nossa Senhora

Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia,
pois o senhor que merecestes trazer em vosso seio, aleluia,
ressuscitou, como disse, aleluia;
rogai a Deus por nós, aleluia.