Hora Nona: 23 de Dezembro

IV Semana do Saltério


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Cumprindo o ciclo tríplice das horas,
louvemos ao Senhor de coração,
cantando em nossos salmos a grandeza
de Deus, que é Uno e Trino em perfeição.

A exemplo de São Pedro, nosso mestre,
guardando do Deus vivo e verdadeiro,
em almas redimidas, o mistério,
sinal de salvação ao mundo inteiro,

também salmodiamos no espírito,
unidos aos apóstolos do Senhor,
e assim serão firmados nossos passos
na força de Jesus, o Salvador.

Louvor ao Pai, autor de toda a vida,
e ao Filho, Verbo Eterno, Sumo Bem,
unidos pelo amor do Santo Espírito,
Deus vivo pelos séculos. Amém.

 Salmodia

Ant. E Maria disse ao anjo:
O que vem significar essa tua saudação?
A minh’alma perturbou-se!
Serei mãe do grande Rei, conservando a virgindade!

Salmo 118(119),153-160

XX (Res)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Tu tens palavras de vida eterna (Jo 6,69).

153 Vede, Senhor, minha miria, e livrai-me, *
porque nunca me esqueci de vossa lei!
154 Defendei a minha causa e libertai-me! *
Pela palavra que me destes, dai-me a vida!

155 Como estão longe de salvar-se os pecadores, *
pois não procuram, ó Senhor, vossa vontade!
156 É infinita, Senhor Deus, vossa ternura: *
conforme prometestes, dai-me a vida!

157 Tantos são os que me afligem e perseguem, *
mas eu nunca deixarei vossa Aliança!
158 Quando vejo os renegados, sinto nojo, *
porque foram infiéis à vossa lei.

159 Quanto eu amo, ó Senhor, vossos preceitos! *
Vossa bondade reanime a minha vida!
160 Vossa palavra é fundada na verdade, *
os vossos justos julgamentos são eternos.

Salmo 127(128)

A paz do Senhor na família

De Sião, isto é, da sua Igreja, o Senhor te abençoe (Arnóbio).

1 Feliz és tu se temes o Senhor *
trilhas seus caminhos!

2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver, *
serás feliz, tudo irá bem!
3 A tua esposa é uma videira bem fecunda *
no coração da tua casa;
– os teus filhos são rebentos de oliveira *
ao redor de tua mesa.

4 Será assim abençoado todo homem *
que teme o Senhor.
5 O Senhor te abençoe de Sião, *
cada dia de tua vida;
– para que vejas prosperar Jerusalém *
6 e os filhos dos teus filhos.

– Ó Senhor, que venha a paz a Israel, *
que venha a paz ao vosso povo!

Salmo 128(129)

A renovada esperança do povo oprimido

A Igreja fala dos sofrimentos que ela suporta (Sto. Agostinho).

1 Quanto eu fui perseguido desde jovem, *
que o diga Israel neste momento!
2 Quanto eu fui perseguido desde jovem, *
mas nunca me puderam derrotar!

3 Araram lavradores o meu dorso, *
rasgando longos sulcos com o arado.
4 Mas o Senhor, que sempre age com justiça, *
fez em pedaços as correias dos malvados.

5 Que voltem para trás envergonhados *
todos aqueles que odeiam a Sião!
6 Sejam eles como a erva dos telhados, *
que bem antes de arrancada já secou!

7 Esta jamais enche a mão do ceifador *
nem o regaço dos que juntam os seus feixes;
=8 para estes nunca dizem os que passam: †
“Sobre vós desça a bênção do Senhor! *
Em nome do Senhor vos bendizemos!”

Leitura breve             Br 3,5-6a 

Não leves em conta as iniquidades de nossos pais mas recorda-te da bondade de tua mão e do teu nome neste tempo, porque és o Senhor, nosso Deus. 

V. Oh vinde, Senhor, não tardeis mais!
R. Libertai vosso povo do pecado!

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, ao aproximar-nos do natal do vosso Filho, concedei-nos obter a misericórdia do Verbo, que se encarnou no seio da Virgem e quis viver entre nós. Por Cristo, nosso Senhor.
 Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.