Sexta-feira da 24ª Semana do Tempo Comum

Antífona de Entrada

Ouvi, Senhor, as preces do vosso servo e do vosso povo eleito: dai a paz àqueles que esperam em vós, para que os vossos profetas sejam verdadeiros (Eco 36,18).

Oração do dia

Ó Deus, criador de todas as coisas, volvei para nós o vosso olhar e, para sentirmos em nós a ação do vosso amor, fazei que vos sirvamos de todo o coração. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

1ª Leitura – 1Cor 15,12-20

Se Cristo não ressuscitou é vã a vossa fé.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,12-20

Irmãos:
12Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos,
como podem alguns dizer entre vós
que não há ressurreição dos mortos?
13Se não há ressurreição dos mortos,
então Cristo não ressuscitou.
14E se Cristo não ressuscitou,
a nossa pregação é vã
e a vossa fé é vã também.
15Nesse caso, nós seríamos testemunhas mentirosas de Deus,
porque teríamos atestado – contra Deus –
que ele ressuscitou Cristo,
quando, de fato, ele não o teria ressuscitado
– se é verdade que os mortos não ressuscitam.
16Pois, se os mortos não ressuscitam,
então Cristo também não ressuscitou.
17E se Cristo não ressuscitou,
a vossa fé não tem nenhum valor
e ainda estais nos vossos pecados.
18Então, também os que morreram em Cristo pereceram.
19Se é para esta vida
que pusemos a nossa esperança em Cristo,
nós somos – de todos os homens –
os mais dignos de compaixão.
20Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos
como primícias dos que morreram.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 16 (17),1. 6-7. 8b.15 (R. 15b)

R. Ao despertar, me saciará vossa presença, ó Senhor.

1Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, *
escutai-me e atendei o meu clamor!
Inclinai o vosso ouvido à minha prece, *
pois não existe falsidade nos meus lábios!R.

6Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, *
inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
7Mostrai-me vosso amor maravilhoso, +
vós que salvais e libertais do inimigo *
quem procura a proteção junto de vós.R.

8bProtegei-me qual dos olhos a pupila *
e guardai-me, à proteção de vossas asas,
15Mas eu verei, justificado, a vossa face *
e ao despertar me saciará vossa presença.R.

Evangelho – Lc 8,1-3

Andavam com êle várias mulheres que ajudavam a Jesus
e aos discípulos com os bens que possuíam.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8,1-3

Naquele tempo:
1Jesus andava por cidades e povoados,
pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus.
Os doze iam com ele;
2e também algumas mulheres
que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças:
Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios;
3Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes;
Susana, e várias outras mulheres
que ajudavam a Jesus e aos discípulos
com os bens que possuíam.
Palavra da Salvação.

Antífona da Comunhão

Quão preciosa é, Senhor, vossa graça! Eis que os filhos dos homens se abrigam sob a sombra das asas de Deus (Sl 35,18).

Depois da Comunhão

Ó Deus, que a ação da vossa eucaristia penetre todo o nosso ser para que não sejamos movidos por nossos impulsos, mas pela graça do vosso sacramento. Por Cristo, nosso Senhor.