Laudes de 23 de Dezembro

IV Semana do Saltério


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Os profetas, com voz poderosa,
anunciam a vinda de Cristo,
proclamando a feliz salvação,
que liberta no tempo previsto.

Ao fulgor da manhã radiosa,
arde em fogo o fiel coração,
quando a voz, portadora de glória,
faz no mundo soar seu pregão.

Não foi para punir este mundo
que ele veio na vinda primeira.
Ele veio sarar toda chaga
e salvar quem no mal perecera.

Mas a vinda segunda anuncia
que o Cristo Senhor vai chegar,
para abrir-nos as portas do reino
e os eleitos no céu coroar.

Luz eterna nos é prometida
e se eleva o astro-rei salvador,
que nos chama à grandeza celeste
com a luz do divino esplendor.

Ó Jesus, só a vós desejamos
para sempre no céu contemplar,
e por vossa visão saciados,
glória eterna sem fim vos cantar.

Salmodia

Ant. 1 De Sião vem o Deus onipotente,
vem salvar o seu povo e libertá-lo.

Salmo 107(108) 

Louvor a Deus e pedido de ajuda

Porque o Filho de Deus foi exaltado acima dos céus, sua glória foi anunciada por toda a terra (Arnóbio).  

2 Meu coração está pronto, meu Deus, *
está pronto o meu coração!
 – † Vou cantar e tocar para vós: *
desperta, minh’alma, desperta!
 –3 Despertem a harpa e a lira, *
eu irei acordar a aurora! 

4 Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, *
dar-vos graças por entre as nações!
5 Vosso amor é mais alto que os céus, *
mais que as nuvens a vossa verdade!  

6 Elevai-vos, ó Deus, sobre os céus, *
vossa glória refulja na terra!
7 Sejam livres os vossos amados, *
vossa mão nos ajude, ouvi-nos!  

=8 Deus falou em seu santo lugar: †
‘Exultarei, repartindo Siquém, *
e o vale em Sucot medirei.
 =9 Galaad, Manassés me pertencem, †
Efraim é o meu capacete, *
e Judá, o meu cetro real. 

=10 É Moab minha bacia de banho, †
sobre Edom eu porei meu calçado, *
vencerei a nação filistéia!’ 

11 Quem me leva à cidade segura, *
e a Edom quem me vai conduzir,
12 se vós, Deus, rejeitais vosso povo *
e não mais conduzis nossas tropas?

13 Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia, *
nada vale o socorro dos homens! 
14 Mas com Deus nós faremos proezas, *
e ele vai esmagar o opressor.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. De Sião vem o Deus onipotente,
vem salvar o seu povo e libertá-lo.

Ant. 2 Por ti, Sião, não haverei de me calar,
nem por ti, Jerusalém, terei sossego,
até que brilhe tua justiça como a aurora.

Cântico Is 61,10– 62,5 

A alegria do profeta sobre a nova Jerusalém

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,. vestida qual esposa enfeitada para o seu marido (cf. Ap 21,2).  

61,10Eu exulto de alegria no Senhor, *
e minh’alma rejubila no meu Deus.
 – Pois me envolveu de salvação, qual uma veste, *
e como manto da justiça me cobriu,
 – como o noivo que coloca o diadema, *
como a noiva que se enfeita com suas joias.  

– 11 Como a terra faz brotar os seus rebentos *
e o jardim faz germinar suas sementes,
– o Senhor Deus fará brotar sua justiça *
e o louvor perante todas as nações.  

– 62,1 Por ti, Sião, não haverei de me calar, *
nem por ti, Jerusalém, terei sossego,
 – até que brilhe tua justiça como a aurora *
e a tua salvação como um farol.  

– 2 Então os povos hão de ver tua justiça, *
e os reis de toda a terra, a tua glória;
 – todos eles te darão um nome novo: *
enunciado pelos lábios do Senhor.
 – 3 Serás coroa esplendorosa em sua mão, *
diadema régio entre as mãos do teu Senhor.  

4 Nunca mais te chamarão ‘Desamparada’, *
nem se dirá de tua terra ‘Abandonada’;
 – mas haverão de te chamar ‘Minha querida’, *
e se dirá de tua terra ‘Desposada’.
 – Porque o Senhor se agradou muito de ti, *
e tua terra há de ter o seu esposo.   

– 5 Como um jovem que desposa a bem-amada, *
teu Construtor, assim também, vai desposar-te;
 – como a esposa é a alegria do marido, *
serás assim a alegria do teu Deus.  

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Por ti, Sião, não haverei de me calar,
nem por ti, Jerusalém, terei sossego,
até que brilhe tua justiça como a aurora.

Ant. 3 O Espírito do Senhor repousa sobre mim
e me envia a anunciar aos pobres o Evangelho.

Salmo 145(146) 

Felicidade dos que esperam no Senhor

Louvamos o Senhor em nossa vida, isto é, em nosso proceder (Arnóbio).  

=1 Bendize, minh’alma, ao Senhor! †
 2 Bendirei ao Senhor toda a vida, *
cantarei ao meu Deus sem cessar!  

3 Não ponhais vossa fé nos que mandam, *
não há homem que possa salvar.
 =4 Ao faltar-lhe o respiro ele volta †
para a terra de onde saiu; *
nesse dia seus planos perecem.  

=5 É feliz todo homem que busca †
seu auxílio no Deus de Jacó, *
e que põe no Senhor a esperança.
6 O Senhor fez o céu e a terra, *
fez o mar e o que neles existe.  

– O Senhor é fiel para sempre, *
 7 faz justiça aos que são oprimidos;
 – ele dá alimento aos famintos, *
é o Senhor quem liberta os cativos.  

=8 O Senhor abre os olhos aos cegos, †
o Senhor faz erguer-se o caído, *
o Senhor ama aquele que é justo. 

 =9 É o Senhor quem protege o estrangeiro, †
quem ampara a viúva e o órfão, *
mas confunde os caminhos dos maus.  

=10 O Senhor reinará para sempre! †
Ó Sião, o teu Deus reinará *
para sempre e por todos os séculos!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. O Espírito do Senhor repousa sobre mim
e me envia a anunciar aos pobres o Evangelho.

Leitura breve             Jr 30,21a.22 

Eis o que diz o Senhor: Para chefe será escolhido um dos seus, e o soberano sairá do seu meio; eu o incitarei, e ele se aproximará de mim. Sereis meu povo e eu serei vosso Deus.

Responsório breve

R. Que o universo rejubile e dê gritos de alegria:
* Pois o Senhor há de chegar! R. Que o universo.
V. Verdade e amor se encontrarão.
* Pois o Senhor. Glória ao Pai.
R. Que o universo.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. Eis que agora já se cumprem plenamente as palavras,
pelo anjo anunciadas sobre a Virgem Mãe de Deus.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77 anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Eis que agora já se cumprem plenamente as palavras,
pelo anjo anunciadas sobre a Virgem Mãe de Deus.

Preces

Invoquemos, irmãos e irmãs caríssimos, a Deus Pai que enviou seu Filho para salvar a humanidade; e supliquemos:

R. Mostrai-nos,Senhor, a vossa misericórdia!

Pai de bondade, com a mais sincera fé, nós proclamamos Jesus Cristo verdadeiro Deus e verdadeiro homem;
– fazei que por nosso modo de viver sejamos dignos de acolhê-lo. R.

Vós, que enviastes vosso Filho para nos salvar,
– afastai todo sofrimento da face da terra e desta cidade. R.

Que nossa terra transborde de alegria pela vinda do vosso Filho,
– para que experimente cada vez mais a plenitude da alegria que nos dais. R.

Por vossa misericórdia, fazei-nos viver neste mundo com sobriedade, justiça e piedade,
– enquanto, vivendo a bem-aventurada esperança, aguardamos a vinda gloriosa do Cristo Salvador. R.

(intenções livres)

Pai nosso.

Deus eterno e todo-poderoso, ao aproximar-nos do natal do vosso Filho, concedei-nos obter a misericórdia do Verbo, que se encarnou no seio da Virgem e quis viver entre nós. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.