I Vésperas do Domingo de Ramos da Paixão do Senhor


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.

Hino

Do Rei avança o estandarte,
fulge o mistério da Cruz,
onde por nós foi suspenso
o autor da vida, Jesus. 

Do lado morto de Cristo,
ao golpe que lhe vibraram,
para lavar meu pecado
o sangue e água jorraram. 

Árvore esplêndida e bela,
de rubra púrpura ornada,
de os santos membros tocar
digna só tu foste achada. 

Ó Cruz feliz, dos teus braços
 do mundo o preço pendeu;
balança foste do corpo
que ao duro inferno venceu. 

Salve, ó altar, salve vítima,
eis que a vitória reluz:
a  vida em ti fere a morte,
morte que à vida conduz. 

Salve, ó cruz, doce esperança,
concede aos réus remissão;
dá-nos o fruto da graça,
que floresceu na Paixão. 

Louvor a vós, ó Trindade,
fonte de todo perdão,
aos que na Cruz foram salvos,
dai a celeste mansão.

Salmodia

Ant. 1 Tanto tempo eu estive no meio de vós
ensinando no templo, e não me prendestes;
já serei flagelado e pregado na cruz!

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros (Jo 15,12).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.
106 Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!
108 Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.
110 Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!
112 Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Ant. Tanto tempo eu estive no meio de vós
ensinando no templo, e não me prendestes;
já serei flagelado e pregado na cruz!

Ant. 2 O Senhor é o meu auxílio, não serei envergonhado!

Salmo 15(16)

O Senhor é minha herança

Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte (At 2,24).

=1 Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! †
2 Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor: *
nenhum bem eu posso achar fora de vós!”
3 Deus me inspirou uma admirável afeição *
pelos santos que habitam sua terra.

4 Multiplicam, no entanto, suas dores *
os que correm para os deuses estrangeiros;
– seus sacricios sanguinários não partilho, *
nem seus nomes passarão pelos meus lábios.

5 Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, *
meu destino está seguro em vossas mãos!
6 Foi demarcada para mim a melhor terra, *
e eu exulto de alegria em minha herança!

7 Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, *
e até de noite me adverte o coração.
8 Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, *
pois se o tenho a meu lado não vacilo.

=9 Eis por que meu coração está em festa, †
minha alma rejubila de alegria, *
e até meu corpo no repouso está tranqüilo;

10 pois não haveis de me deixar entregue à morte, *
nem vosso amigo conhecer a corrupção.

=11 Vós me ensinais vosso caminho para a vida; †
junto a vós, felicidade sem limites, *
delícia eterna e alegria ao vosso lado!

Ant. O Senhor é o meu auxílio, não serei envergonhado!


Ant. 3 Jesus Cristo se humilhou e se fez obediente,
obediente até à morte, e morte numa cruz.

Cântico Fl 2,6-11

Cristo, o Servo de Deus

=6 Embora fosse de divina condição, †
Cristo Jesus não se apegou ciosamente *
a ser igual em natureza a Deus Pai.

(R. Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!)

=7 Porém esvaziou-se de sua glória †
e assumiu a condição de um escravo, *
fazendo-se aos homens semelhante.

(R.)

= Reconhecido exteriormente como homem, †
8 humilhou-se, obedecendo até à morte, *
até à morte humilhante numa cruz.

(R.)

=9 Por isso Deus o exaltou sobremaneira †
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime, *
e elevado muito acima de outro nome.

(R.)

=10 Para que perante o nome de Jesus †
se dobre reverente todo joelho, *
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos.

(R.)

=11 E toda língua reconheça, confessando, †
para a glória de Deus Pai e seu louvor: *
“Na verdade Jesus Cristo é o Senhor!”

(R.)

Ant. Jesus Cristo se humilhou e se fez obediente,
obediente até à morte, e morte numa cruz.

Leitura breve                 1Pd 1,18-21


Sabeis que fostes resgatados da vida fútil herdada de vossos pais, não por meio de coisas perecíveis, como a prata ou o ouro, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha nem defeito. Antes da criação do mundo,ele foi destinado para isso, e neste final dos tempos, ele apareceu, por amor de vós. Por ele é que alcançastes a fé em Deus. Deus o ressuscitou dos mortos e lhe deu a glória, e assim, a vossa fé e esperança estão em Deus.

Responsório breve


R.
 Jesus, lembrai-vos de mim, ao chegar a vosso Reino!
* Vós que não rejeitais um coração oprimido. R. Jesus.
V. Vós que vos fizestes obediente até a morte.
* Vós que não. Glória ao Pai. R. Jesus.

Cântico evangélico, ant.
Dizei à filha de Sião: Eis, teu Rei está chegando!
Vem com toda humildade, montado num jumento,
num jumentinho que é cria de animal que leva carga.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Dizei à filha de Sião: Eis, teu Rei está chegando!
Vem com toda humildade, montado num jumento,
num jumentinho que é cria de animal que leva carga.

Preces

Adoremos a Cristo, que nas vésperas de sua Paixão, ao ver Jerusalém, chorou sobre ela, porque não quis receber a graça que lhe era oferecida. Arrependidos dos nossos pecados, peçamos:

R. Senhor, tende piedade do vosso povo!

Vós, que quisestes reunir os filhos de Jerusalém,como a galinha reúne os pintinhos debaixo de suas asas,
– ensinai todos a reconhecer o tempo de vossa visita. R.

Não abandoneis os fiéis que de vós se afastaram;
– convertei-nos e nos voltaremos para vós, Senhor nosso Deus. R.

Vós, que pela vossa Paixão reconciliastes o mundo com Deus,
– dai-nos viver sempre do Espírito que recebemos no batismo. R.

Concedei-nos a graça de imitar vossa Paixão, renunciando ao pecado com todas as nossas forças,
– para que, livres de todo mal, possamos celebrar santamente a vossa ressurreição. R.

(intenções livres)

Vós, que viveis e reinais na glória do Pai,
– lembrai-vos daqueles que hoje partiram deste mundo. R.

Pai nosso.

Oração

Deus eterno e todo-poderoso, para dar aos seres humanos um exemplo de humildade, quisestes que o nosso Salvador se fizesse homem e morresse na cruz. Concedei-nos aprender o ensinamento da sua Paixão e ressuscitar com ele em sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.