I Vésperas do 6º Domingo da Páscoa


V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Hino

Eterno Rei e Senhor,
Filho do Pai muito amado,
à vossa imagem plasmastes
Adão, do barro formado.

Caiu o homem no mal,
pelo inimigo enganado.
Mas assumistes seu corpo
num seio virgem formado.

Unido a nós como homem,
vós nos unistes a Deus.
Pelo Batismo, nos destes
herdar o Reino dos céus.

Para salvar todo homem,
morrer na cruz aceitastes.
Preço do nosso resgate,
o vosso sangue doastes.

Mas ressurgis, recebendo
do Pai a glória devida.
Por vós, também ressurgidos,
teremos parte na vida.

Sede, Jesus, para nós,
gozo pascal, honra e glória.
Os que nasceram da graça,
uni à vossa vitória.

Glória a Jesus triunfante
que a própria morte venceu.
A ele, ao Pai e ao Espírito
louvor eterno no céu.

Salmodia

Ant. 1 Quem pratica a verdade se põe junto à luz. Aleluia.

Salmo 118(119),105-112

XIV (Nun)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros (Jo 15,12).

105 Vossa palavra é uma luz para os meus passos, *
é uma lâmpada luzente em meu caminho.
106 Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: *
“Hei de guardar os vossos justos julgamentos!”

107 Ó Senhor, estou cansado de sofrer; *
vossa palavra me devolva a minha vida!
108 Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; *
ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!

109 Constantemente está em perigo a minha vida, *
mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei.
110 Os pecadores contra mim armaram laços; *
eu porém não reneguei vossos preceitos.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!
112 Acostumei meu coração a obedecer-vos, *
a obedecer-vos para sempre, até o fim!

Ant. Quem pratica a verdade se põe junto à luz. Aleluia.

Ant. 2 Vencido o domínio da morte,
o Senhor ressurgiu, aleluia.

Salmo 15(16)

O Senhor é minha herança

Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte (At 2,24).

=1 Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! †
2 Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor: *
nenhum bem eu posso achar fora de vós!”
3 Deus me inspirou uma admirável afeição *
pelos santos que habitam sua terra.

4 Multiplicam, no entanto, suas dores *
os que correm para os deuses estrangeiros;
– seus sacricios sanguinários não partilho, *
nem seus nomes passarão pelos meus lábios.

5 Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, *
meu destino está seguro em vossas mãos!
6 Foi demarcada para mim a melhor terra, *
e eu exulto de alegria em minha herança!

7 Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, *
e até de noite me adverte o coração.
8 Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, *
pois se o tenho a meu lado não vacilo.

=9 Eis por que meu coração está em festa, †
minha alma rejubila de alegria, *
e até meu corpo no repouso está tranqüilo;

10 pois não haveis de me deixar entregue à morte, *
nem vosso amigo conhecer a corrupção.

=11 Vós me ensinais vosso caminho para a vida; †
junto a vós, felicidade sem limites, *
delícia eterna e alegria ao vosso lado!

Ant. Vencido o domínio da morte,
o Senhor ressurgiu, aleluia.

Ant. 3 Era preciso que o Cristo sofresse
para entrar, dessa forma, em sua glória. Aleluia.

Cântico Fl 2,6-11

Cristo, o Servo de Deus

=6 Embora fosse de divina condição, †
Cristo Jesus não se apegou ciosamente *
a ser igual em natureza a Deus Pai.

(R. Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!)

=7 Porém esvaziou-se de sua glória †
e assumiu a condição de um escravo, *
fazendo-se aos homens semelhante.

(R.)

= Reconhecido exteriormente como homem, †
8 humilhou-se, obedecendo até à morte, *
até à morte humilhante numa cruz.

(R.)

=9 Por isso Deus o exaltou sobremaneira †
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime, *
e elevado muito acima de outro nome.

(R.)

=10 Para que perante o nome de Jesus †
se dobre reverente todo joelho, *
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos.

(R.)

=11 E toda língua reconheça, confessando, †
para a glória de Deus Pai e seu louvor: *
“Na verdade Jesus Cristo é o Senhor!”

(R.)

Ant. Era preciso que o Cristo sofresse
para entrar, dessa forma, em sua glória. Aleluia.

Leitura breve             1Pd 2,9-10

Vós sois a raça escolhida, o sacerdócio do Reino, a nação santa, o povo que ele conquistou para proclamar as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa. Vós sois aqueles que antes não eram povo, agora porém são povo de Deus; os que não eram objeto de misericórdia, agora porém alcançaram misericórdia.

Responsório breve

R.Os discípulos ficaram muito alegres. *Aleluia, aleluia.
R.Os discípulos.
V.Quando viram o Senhor ressuscitado.*Aleluia, aleluia.
Glória ao Pai. R.Os discípulos.

CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. Como o Pai sempre me ama,
assim também eu vos amei;
permanecei no meu amor. Aleluia.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor * 
47 e se alegrou o meu esrito em Deus, meu Salvador
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * 
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

49 O Poderoso fez por mim maravilhas * 
Santo é o seu nome! 
50 Seu amor, de geração em geração, * 
chega a todos que o respeitam; 

51 demonstrou o poder de seu braço, * 
dispersou os orgulhosos; 
52 derrubou os poderosos de seus tronos * 
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, * 
e despediu, sem nada, os ricos. 
54 Acolheu Israel, seu servidor, * 
fiel ao seu amor

55 como havia prometido aos nossos pais, * 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

= Demos glória a Deus Pai onipotente
e a seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso, †
e ao Esrito que habita em nosso peito, *
pelos culos dos culos. Amém.

Ant. Como o Pai sempre me ama,
assim também eu vos amei;
permanecei no meu amor. Aleluia.

Preces

Oremos a Jesus Cristo que, ressuscitando dos mortos, destruiu a morte e renovou a vida; e digamos, cheios de confiança:

R.Cristo, vivo para sempre, escutai a nossa prece!

Vós, que sois a pedra rejeitada pelos construtores, mas escolhida pelo Pai como pedra angular,
–fazei de nós pedras vivas na edificação de vossa Igreja.R.

Vós, que sois a Testemunha fiel e verdadeira, o Primogênito dentre os mortos,
–concedei que a vossa Igreja possa dar sempre e em toda a terra o testemunho da vossa ressurreição.R.

Vós, que sois o Esposo único da Igreja, nascida de vosso lado aberto na cruz,
–fazei de nós testemunhas do vosso amor pela Igreja e por toda a humanidade.R.

Vós, que sois o Princípio e o Fim, que estivestes morto e agora viveis eternamente,
–concedei aos que foram batizados a perseverança até à morte, para que mereçam a coroa da vitória.R.

(intenções livres)

Vós, que sois a Luz que ilumina a santa cidade de Deus,
–iluminai com vosso esplendor os nossos irmãos e irmãs falecidos, para que reinem convosco eternamente.

Pai nosso.

Oração

Deus todo-poderoso, dai-nos celebrar com fervor estes dias de júbilo em honra do Cristo ressuscitado, para que nossa vida corresponda sempre aos mistérios que recordamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.