Hora Sexta: 30 de Dezembro

Próprio do Tempo; I Semana do Saltério

Oração das Doze Horas

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.
 

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.
 

Salmodia 

Ant. Maria guardava no seu coração
as palavras e os fatos, e neles pensava.

Salmo 118(119),9-16

II (Beth)

Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei

Se me amais, guardareis os meus mandamentos (Jo 14,15).

9 Como um jovem pode ter vida pura? *
Observando, ó Senhor, vossa palavra.
10 De todo o coração eu vos procuro, *
não deixeis que eu abandone a vossa lei!

11 Conservei no coração vossas palavras, *
fim de que eu não peque contra vós.
12 Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; *
os vossos mandamentos ensinai-me!

13 Com meus bios, ó Senhor, eu enumero *
os decretos que ditou a vossa boca.
14 Seguindo vossa lei me rejubilo *
muito mais do que em todas as riquezas.

15 Eu quero meditar as vossas ordens, *
eu quero contemplar vossos caminhos!
16 Minha alegria é fazer vossa vontade; *
eu não posso esquecer vossa palavra.

Salmo 16(17)

Dos ímpios salvai-me, Senhor!

Nos dias de sua vida terrestre, dirigiu preces e súplicas… E foi atendido (Hb 5,7).

I

1 Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, *
escutai-me e atendei o meu clamor!
– Inclinai o vosso ouvido à minha prece, *
pois não existe falsidade nos meus lábios!
2 De vossa face é que me venha o julgamento, *
pois vossos olhos sabem ver o que é justo.

=3 Provai meu coração durante a noite, †
visitai-o, examinai-o pelo fogo, *
mas em mim não achareis iniqüidade.
4 Não cometi nenhum pecado por palavras, *
como é costume acontecer em meio aos homens.

– Seguindo as palavras que dissestes, *
andei sempre nos caminhos da Aliança.
5 Os meus passos eu firmei na vossa estrada, *
e por isso os meus pés não vacilaram.

6 Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, *
inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
=7 Mostrai-me vosso amor maravilhoso, †
vós que salvais e libertais do inimigo *
quem procura a proteção junto de vós.

8 Protegei-me qual dos olhos a pupila *
e guardai-me, à proteção de vossas asas,
9 longe dos ímpios violentos que me oprimem, *
dos inimigos furiosos que me cercam.

II

10 A abundância lhes fechou o coração, *
em sua boca há só palavras orgulhosas.
11 Os seus passos me perseguem, já me cercam, *
voltam seus olhos contra mim: vão derrubar-me,
12 como um leão impaciente pela presa, *
um leãozinho espreitando de emboscada.

13 Levantai-vos, ó Senhor, contra o malvado, *
com vossa espada abatei-o e libertai-me!
14 Com vosso braço defendei-me desses homens, *
que já encontram nesta vida a recompensa.

= Saciais com vossos bens o ventre deles, †
e seus filhos também hão de saciar-se *
e ainda as sobras deixarão aos descendentes.
15 Mas eu verei, justificado, a vossa face
e ao despertar me saciará vossa presença.

Ant. Maria guardava no seu coração
as palavras e os fatos, e neles pensava.

Leitura breve             Is 12,5-6

Cantai ao Senhor as grandes coisas que fez; é preciso que isto seja conhecido em toda parte. Exulta de alegria entre louvores, Cidade de Sião, pois no meio de ti se manifesta a grandeza do Santo de Israel.

V. Os confins do universo contemplaram, aleluia,
R. A salvação do nosso Deus. Aleluia.

Oração

Concedei, ó Deus todo-poderoso, que o novo nascimento de vosso Filho como homem nos liberte da antiga escravidão do pecado. Por Cristo, nosso Senhor. 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.