/

6

6 A Arca em Jerusalém 1Tornou Davi a reunir toda a elite do exército de Israel:trinta mil homens. 2Pondo-se a caminho, Davi e todo o exército que o acompanhava partiram para Baala de Judá, a fim de transportar a Arca de Deus que lá estava e que leva, o nome de Iahweh dos Exércitos, que se assenta entre os querubins. 3Colocaram a Arca de Deus sobre um carro novo e a levaram da casa de Abinadab, que está no alto da colina. Oza e Aio, filhos de Abinadab, conduziam o carro. 4Oza caminhava à esquerda da Arca de Deus, e Aio caminhava adiante dela. 5Davi e toda a casa de Israel dançavam, com todas as suas energias, cantando ao som das cítaras, das harpas, dos tamborins, dos pandeiros e címbalos. 6Ao chegarem à eira de Nacon, Oza estendeu a mão para a Arca de Deus e a sustentou, porque os bois a faziam tombar. 7Então a ira de Iahweh se acendeu contra Oza: e ali mesmo Deus o feriu por causa da sua falta, e ele morreu, ali, ao lado da Arca de Deus. 8Davi se entristeceu, porque Iahweh tinha atacado Oza, e chamou-se àquele lugar pelo nome de Farés-Oza, que permanece até hoje. 9Nesse dia, Davi teve medo de Iahweh e disse: “Como virá a Arca de Iahweh para ficar na minha casa?” 10Por isso Davi não quis conservar a Arca de Iahweh consigo na Cidade de Davi, e a levou para a casa de Obed- Edom de Gat. 11A Arca de Iahweh ficou três meses na casa de Obed-Edom de Gat, e Iahweh abençoou a Obed-Edom e a toda a sua família. 12Contou-se ao rei Davi que Iahweh tinha abençoado a casa de Obed- Edom e tudo o que lhe pertencia, por causa da Arca de Deus. Então Davi foi e trouxe a Arca de Deus da casa de Obed-Edom para a Cidade de Davi com grande alegria. 13Quando os que

 
19Mas

carregavam a Arca de Iahweh davam seis passos, ele sacrificava um boi e um bezerro cevado. 14Davi dançava com todas as suas forças diante de Iahweh; ele estava cingido com um efod de linho. 15Davi e toda a casa de Israel fizeram assim a Arca de Iahweh subir, aclamando e soando a trombeta. 16Aconteceu que, entrando a Arca de Iahweh na Cidade de Davi, a filha de Saul, Micol, olhava pela janela e viu o rei Davi saltando e dançando diante de Iahweh, e, no seu íntimo, ela o desprezou. 17A Arca de Iahweh foi levada e depositada no seu lugar, na tenda que Davi tinha feito armar para recebê-la, e Davi ofereceu holocaustos na presença de Iahweh, bem como sacrifícios de comunhão. 18Assim que Davi terminou de oferecer holocaustos e sacrifícios de comunhão, abençoou o povo em nome de Iahweh dos Exércitos. 19Depois distribuiu a todo o povo e à multidão toda de Israel, homens e mulheres, a cada um, um pedaço de pão, uma massa de tâmaras e um doce de passas secas, e em seguida foram-se todos, cada qual para a sua casa. 20E voltando Davi para abençoar a sua casa, Micol, a filha de Saul saiu ao seu encontro e disse: “Como o rei de Israel se fez louvar hoje, descobrindo-se na presença das servas dos seus servos como se descobriria um homem de nada!” 21Mas Davi respondeu a Micol: “É diante de Iahweh que eu danço! Pela vida de Iahweh, que me preferiu a teu pai e a toda a sua casa para me instituir chefe de Israel, o povo de Iahweh, eu dançarei diante de Iahweh 22e ainda mais me humilharei. Aos teus olhos serei desprezível, mas aos olhos das servas de quem tu falas, perante elas serei honrado.” 23E Micol, filha de Saul, não teve filhos até o dia da sua morte.