/

19

19 Jônatas intercede por Davi 1Saul comunicou a seu filho Jônatas e a todos os seusoficiais a sua intenção de levar Davi à morte. Ora, Jônatas, filho de Saul, tinha muita afeição por Davi, 2e advertiu a Davi dizendo: “Meu pai busca a tua morte. Fica de sobreaviso amanhã de manhã, procura o teu refúgio e esconde-te. 3Eu sairei e permanecerei ao lado do meu pai no campo em que estiveres, e então falarei com meu pai a teu respeito, saberei o que houver e te informarei.” 4Jônatas falou bem de Davi a seu pai Saul, e disse: “Não peque o rei contra o seu servo Davi, porque nenhuma falta cometeu contra ti; pelo contrário, tudo o que tem feito tem sido de grande vantagem para ti. 5Ele arriscou a sua vida, matou o filisteu, e Iahweh deu a todo o Israel uma grande vitória: tu o viste e te regozijaste. Por que haverias de pecar derramando o sangue de um inocente, fazendo Davi perecer sem motivo?” 6Saul cedeu as palavras de Jônatas e fez este juramento: “Tão certo como vive Iahweh, Davi não morrerá.” 7Então Jônatas chamou Davi e lhe disse essas coisas. Depois o conduziu a Saul, e Davi voltou ao seu serviço como antes.

2 FUGA DE DAVI

Atentado de Saul contra Davi 8Como a guerra recomeçasse, Davi se lançou àcampanha e combateu os filisteus: levou-os a uma grande derrota,e fugiram diante dele. 9Ora, um mau espírito da parte de Iahweh se apossou de Saul quando ele estava assentado em sua casa, a sua lança à mão, Davi dedilhando a cítara. 10Saul procurou traspassar Davi contra a parede, mas Davi se desviou e a lança se encravou na parede. Então Davi fugiu e escapou.

Davi é salvo por Micol —Naquela mesma noite,11Saul despachou emissários paravigiar a casa de Davi para que o matassem pela manhã. Mas Micol, mulher de Davi, lhe deu este conselho: “Se não escapas esta noite, amanhã serás um homem morto!” 12Micol fez Davi descer pela janela e ele saiu, correu e escapou. 13Micol apanhou o terafim, deitou-o na cama, pôs-lhe na cabeça uma pele de cabra e estendeu sobre ele um manto. 14Aos mensageiros que Saul mandara para trazer Davi, ela disse: “Está doente.” 15Mas Saul mandou outra vez os mensageiros, para que vissem Davi, e disse-lhes: “Trazei-mo na sua cama, para que eu o mate!” 16Os mensageiros entraram e deram com o terafim na cama, e a pele de cabra na cabeceira. 17Saul disse a Micol: “Por que me traíste e deixaste fugir e escapar o meu inimigo?” Micol respondeu a Saul: “Foi ele quem me disse: Deixa-me partir ou te mato!”

Saul e Davi com Samuel 18Davi tinha, pois, fugido e escapou; foi ter com Samuel,em Ramá, e lhe relatou tudo o que Saul lhe tinha feito. Ele e Samuel foram morar nas celas. 19E foram dizê-lo a Saul: “Davi está nas celas, em Ramá.” 20Saul enviou mensageiros para prender Davi, e eles viram a comunidade dos profetas, que estavam profetizando, e Samuel a presidi-los. E logo o espírito de Deus veio também sobre os mensageiros de Saul, os quais foram igualmente tomados de delírio. 21Informado do que ocorria, Saul mandou outros mensageiros, os quais entraram também em delírio. Saul enviou um terceiro grupo de mensageiros, e também eles caíram em delírio. 22Então ele próprio partiu para Ramá e chegou à grande cisterna que está em Soco. Indagou onde estava Samuel e Davi, e lhe responderam: “Estão nas celas em Ramá.” 23Dali partiu Saul para as celas de Ramá. Mas o espírito de Deus também se apossou dele, e ele caminhou delirando até chegar às celas em Ramá. 24Também ele se despojou das suas vestes, também ele delirou diante de Samuel e depois caiu no chão, nu, e ficou assim todo aquele dia e toda a noite. Daí o provérbio: “Está também Saul entre os profetas?”