/

13

2. COMEÇO DO REINADO DE SAUL

13 Revolta contra os filisteus 1Saul tinha … anos quando subiu ao trono, e reinou …

anos sobre Israel. 2Saul escolheu para si três mil homens de Israel: dois mil estavam com Saul em Macmas e na montanha de Betel, e mil com Jonatas em Gaba de Benjamim, e Saul despediu o resto do povo, cada um para sua tenda.’ 3Jônatas matou o prefeito dos filisteus que estava em Gabaá, e os filisteus compreenderam que os hebreus se tinham revoltado. Então Saul mandou soar a trombeta por todo o território, 4e todo o Israel recebeu a notícia: “Saul matou a guarnição dos filisteus, Israel se tornou odioso aos filisteus!”, e logo o povo se ajuntou na retaguarda de Saul, em Guilgal. 5Os filisteus se concentraram para combater Israel: três mil carros, seis mil cavalos e uma multidão de povo tão numerosa como a areia da praia do mar, e vieram acampar em Macmas, a oriente de Bet-Áven.” 6Logo os homens de Israel se sentiram em aperto, porque estavam muito próximos uns dos outros, e então o povo se escondeu nas cavernas, nas covas, nos penhascos, nas grutas e nos poços. 7Também passaram, pelos vaus do Jordão, para o território de Gad e de Galaad.

Ruptura entre Samuel e Saul —Saul estava ainda em Guilgal, e o povo veio à suaprocura tremendo. 8Ele esperou sete dias, de acordo com o que Samuel havia estabelecido, mas Samuel não veio a Guilgal, e o exército, abandonando Saul, debandou. 9Então Saul disse: “Preparai-me o holocausto e os sacrifícios de comunhão”, e ofereceu o holocausto. 10Ora, acabava ele de oferecer o holocausto, quando Samuel chegou e Saul saiu ao seu encontro para saudá-lo. 11Samuel disse: “Que fizeste?” E Saul respondeu: “Eu vi que o exército me abandonava e debandava, e doutra parte que tu não chegaste no dia aprazado e que os filisteus estavam concentrados em Macmas. 12E refleti: Agora os filisteus vão cair sobre mim em Guilgal, e eu não terei ainda comparecido perante a face de Iahweh. Assim, forçado, ofereci o holocausto”. 13Samuel disse a Saul: “Agiste como insensato! Tu não obedeceste à ordem que Iahweh teu Deus te dera. Se lhe tivesses obedecido, Iahweh teria firmado o teu reino para sempre sobre Israel,14mas agora, o teu reino não subsistirá: Iahweh já achou um homem conforme ao seu coração, e o designou para chefe do seu povo, porque tu não observaste o que Iahweh te havia ordenado”. 15Samuel levantou-se e partiu para Guilgal, para seguir o seu caminho. O que restava do povo subiu atrás de Saul ao encontro dos guerreiros e foi de Guilgal a Gaba de Benjamim. Saul passou em revista a tropa que se achava com ele: havia cerca de seiscentos homens.

Preparativos para o combate 16Saul e seu filho Jonatas e a tropa que estava com eleslocalizaram-se em Gaba de Benjamim; os filisteus estavam acampados em Macmas. 17O comando de ataque saiu do campo filisteu em três grupos: um tomou a direção de Efra, na terra de Sual, 18outro grupo tomou a direção de Bet-Horon e o terceiro se dirigiu para a elevação que domina o vale das Hienas, no caminho do deserto. 19Não havia ferreiro em parte alguma da terra de Israel, porque os filisteus haviam dito: “Importa impedir que os hebreus fabriquem espadas ou lanças.” 20Por isso, todo o Israel tinha que descer aos filisteus para amolar cada um a sua relha, o seu machado, a sua enxó e a sua foice. 21O custo era de dois terços de siclo pelas relhas e machados, e de um terço de siclo para amolar as enxós e endireitar os aguilhões. 22Também aconteceu que, no dia da batalha, no exército que estava com Saul e Jonatas, ninguém tinha nas mãos nem espada nem

lança. Somente as tinham Saul e seu filho Jonatas. 23Uma tropa de filisteus partiu para o passo de Macmas.