2

2 Testamento e morte de Davi1Aproximando-se o fim de sua vida, Davi ordenou a seu filho Salomão: 2“Vou seguir o caminho de todos. Sê forte e porta-te varonilmente. 3Guardarás as ordens de Iahweh teu Deus, andando em seus caminhos, observando seus estatutos, seus mandamentos, suas normas e seus testemunhos conforme estão escritos na lei de Moisés, a fim de seres bem sucedido em tudo quanto empreenderes e em todos os teus projetos. 4Para que Iahweh cumpra a promessa que me fez, dizendo: ‘Se os teus filhos conservarem boa conduta, caminhando com lealdade diante de mim, de todo o seu coração e de toda a sua alma, jamais te faltará alguém no trono de Israel.’ 5Sabes também o que me fez Joab, filho de Sárvia o que ele fez aos dois chefes do exército de Israel, Abner, filho de Ner, e Amasa, filho de Jeter, aos quais matou, vingando em tempo de paz o sangue derramado na guerra e manchando de sangue inocente o cinturão dos meus rins e a sandália de meus pés;6agirás com acerto não deixando que seus cabelos brancos desçam em paz ao Xeol. 7Aos filhos de Berzelai, o galaadita, porém, tu os tratarás com bondade e eles estarão entre os que comem à tua mesa, pois tal foi o auxílio que me prestaram quando eu fugia diante de teu irmão Absalão. 8Tens contigo Semei, filho de Gera, o benjaminita de Baurim, que me amaldiçoou violentamente no dia em que parti para Maanaim; mas como ele desceu para me encontrar no Jordão, jurei-lhe por Iahweh que eu não o mataria pela espada. 9Tu, porém, não o deixarás impune; sensato como és, saberás como

tratá-lo para fazer descer ao Xeol com sangue seus cabelos brancos.” 10E Davi adormeceu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi. 11O reinado de Davi sobre Israel durou quarenta anos: em Hebron reinou sete anos, em Jerusalém, trinta e três.

Morte de Adonias 12Salomão subiu ao trono de Davi seu pai e seu poder consolidou-se fortemente. 13Adonias, filho de Hagit, foi ter com Bet-sabéia, mãe de Salomão. Ela perguntou: “É pacífica a tua visita?” Ele respondeu: “Sim.” 14E disse: “Tenho algo a te dizer.” Ela respondeu: “Fala.” 15E ele: “Bem sabes que a realeza me pertencia e que todo o Israel esperava que eu me tornasse rei, mas a realeza me escapou e foi dada a meu irmão, porque Iahweh lha havia destinado. 16Agora, só tenho um pedido a fazer-te, não mo recuses.” Ela respondeu: “Fala.” 17E ele: “Dize, eu te peço, ao rei Salomão (pois ele nada te negará) que me dê Abisag de Sunam como esposa.” 18“Está bem”, respondeu Betsabéia, “eu falarei ao rei em teu favor.” 19Betsabéia foi, pois, à presença do rei Salomão para lhe falar de Adonias e o rei se ergueu para ir ao seu encontro e se prostrou diante dela; depois sentou-se no trono e mandou colocar um assento para a mãe do rei e ela sentou-se à sua direita. 20Disse ela: “Tenho um pequeno pedido para te fazer, não mo negues.” O rei lhe respondeu: “Pede, minha mãe, que não to negarei.” 21Ela respondeu: “Que se dê Abisag de Sunam como esposa a teu irmão Adonias.” 22Em resposta, o rei Salomão disse à sua mãe: “E por que pedes para Adonias Abisag de Sunam? Pede também para ele a realeza! Pois ele é meu irmão mais velho e já tem de seu lado o sacerdote Abiatar e Joab, filho de Sárvia!” 23E o rei Salomão jurou por Iahweh, dizendo: “Que Deus me faça este mal e mande mais algum outro, se Adonias não pagar com a própria vida esta palavra que pronunciou! 24Pois bem, pela vida de Iahweh, que me confirmou e me fez sentar no trono de Davi, meu pai, e que lhe deu uma casa como prometera, hoje mesmo Adonias será morto.” 25E o rei Salomão encarregou disso a Banaías, filho de Joiada, que o feriu e ele morreu.

O destino de Abiatar e de Joab 26Ao sacerdote Abiatar, o rei disse: “Vai para Anatot,para a tua propriedade, porque és digno de morte, mas não te farei morrer hoje, porque carregaste a Arca de Iahweh diante de Davi, meu pai, e compartilhaste todas as provações de meu pai.” 27E Salomão excluiu Abiatar do sacerdócio de Iahweh, cumprindo-se assim a palavra que Iahweh tinha pronunciado contra a casa de Eli em Silo. 28Quando esta notícia chegou a Joab — que tinha apoiado Adonias, embora não tivesse apoiado Absalão — ele se refugiou na Tenda de Iahweh e se agarrou aos chifres do altar. 29Comunicaram ao rei Salomão: “Joab se refugiou na Tenda de Iahweh e se acha junto do altar.” Então Salomão mandou dizer a Joab: “Que há contigo, para te refugiares junto do altar?” Joab respondeu: “Tive medo de ti e me refugiei junto de Iahweh.” Então Salomão mandou Banaías, filho de Joiada, dizendo-lhe: “Vai e mata-o!” 30Banaías foi à Tenda de Iahweh e disse-lhe: “O rei ordena: ‘Sai!'” “Não”, respondeu ele, “eu morrerei aqui.” Banaías levou a resposta ao rei: “Eis o que Joab disse e o que me respondeu.” 31O rei lhe disse: “Faze como ele disse; mata-o e depois sepulta-o. Assim tirarás hoje de cima de mim e de cima da casa de meu pai o sangue inocente que Joab derramou. 32Iahweh fará recair seu sangue sobre a cabeça dele, porque ele atacou e matou à espada dois homens mais justos e melhores do que ele, sem que meu pai Davi o soubesse: Abner, filho de Ner, chefe do exército de Israel, e Amasa, filho de Jeter, chefe do exército de Judá. 33Recaia, pois, o sangue deles sobre a cabeça de Joab e de sua descendência para sempre, mas que Davi e sua descendência, sua casa e seu trono gozem sempre de paz da parte de Iahweh!” 34Banaías, filho de Joiada, partiu, feriu Joab e o matou, enterrando-o depois em sua casa, no deserto. 35Em seu lugar, na chefia do

exército, o rei colocou Banaías, filho de Joiada; e em lugar de Abiatar colocou o sacerdote Sadoc.

Desobediência e morte de Semei 36O rei mandou chamar Semei e lhe disse:”Constrói para ti uma casa em Jerusalém: nela habitarás, mas dela não sairás para onde quer que seja. 37No dia em que saíres e atravessares a torrente do Cedron, tem por certo que morrerás indubitavelmente. Teu sangue recairá sobre a tua cabeça.” 38Semei respondeu ao rei: “Está bem, teu servo fará como o senhor meu rei ordenou”; e Semei permaneceu por muito tempo em Jerusalém. 39Mas, decorridos três anos, aconteceu que dois escravos de Semei fugiram para junto de Aquis, filho de Maaca, rei de Gat. E avisaram Semei: “Teus escravos estão em Gat.” 40Então Semei preparou-se, selou seu jumento e partiu para Gat, à casa de Aquis, a fim de procurar seus escravos; Semei foi e trouxe de Gat seus escravos. 41Informaram a Salomão que Semei tinha viajado de Jerusalém a Gat e que tinha regressado. 42O rei mandou chamar Semei e disse-lhe: “Porventura não te fiz jurar por Iahweh e não te avisei, dizendo: ‘No dia em que saíres para ir aonde quer que seja, tem por certo que indubitavelmente morrerás’? E tu me respondeste: ‘Acho boa a palavra que ouvi’. 43Por que então não observaste o juramento de Iahweh e a ordem que eu te havia dado?” 44Depois o rei disse a Semei: “Bem conheces todo o mal que fizeste a meu pai Davi; Iahweh vai fazer recair tua maldade sobre tua própria cabeça. 45Mas bendito seja o rei Salomão e que o trono de Davi permaneça diante de Iahweh para sempre!” 46O rei deu ordens a Banaías, filho de Joiada, o qual saiu e feriu Semei, e este morreu. E a realeza então consolidou-se nas mãos de Salomão.