/

15

15 Reinado de Abiam em Judá (913-911) 1No décimo oitavo ano do rei Jeroboão,filho de Nabat, Abiam tornou-se rei de Judá 2e reinou três anos em Jerusalém; sua mãe chamava-se Maaca, filha de Absalão 3Imitou os pecados que seu pai cometera antes dele e seu coração não foi plenamente fiel a Iahweh seu Deus como o coração de Davi, seu ancestral. 4Contudo, por consideração para com Davi, Iahweh seu Deus conservou lhe uma lâmpada em Jerusalém, mantendo seu filho depois dele e poupando Jerusalém. 5Davi, com efeito, fizera o que é reto aos olhos de Iahweh e em nada se tinha afastado do que ele lhe ordenara por toda a sua vida (com exceção do episódio de Urias, o heteu). (6) 7O resto da história de Abiam, tudo o que fez, não está escrito no livro dos Anais dos reis de Judá? Houve guerra entre Abiam e Jeroboão. 8Depois Abiam adormeceu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi; seu filho Asa reinou em seu lugar.

Reinado de Asa em Judá (911-870) 9No vigésimo ano de Jeroboão, rei de Israel,Asa tornou-se rei de Judá 10e reinou quarenta e um anos em Jerusalém; sua avó chamava-se Maaca, filha de Absalão. 11Asa fez o que é reto aos olhos de Iahweh, como Davi seu pai. 12Expulsou da terra todos os prostitutos sagrados e aboliu todos os ídolos que seus pais haviam feito. 13Chegou a retirar de sua avó a dignidade de Grande Dama, porque ela fizera um ídolo para Aserá; Asa quebrou o ídolo e queimou-o no vale do Cedron. 14Os lugares altos não desapareceram; mas o coração de Asa foi plenamente fiel a Iahweh, por toda a sua vida. 15Depositou no Templo de Iahweh as oferendas consagradas por seu pai e suas próprias oferendas: prata, ouro e objetos. 16Houve guerra entre Asa e Baasa, rei de Israel, enquanto viveram. 17Baasa, rei de Israel, atacou Judá e

fortificou Ramá para impedir as comunicações com Asa, rei de Judá. 18Então Asa tomou a prata e o ouro que restavam nos tesouros do Templo de Iahweh e no do palácio real e entregou- os a seus servos, e os enviou a Ben-Adad, filho de Tabremon, filho de Hezion, rei de Aram, que residia em Damasco, com esta mensagem: 19“Haja aliança entre mim e ti, entre meu pai e teu pai! Envio-te um presente de prata e ouro. Vai e rompe tua aliança com Baasa, rei de Israel, para que se retire de mim!” 20Ben-Adad deu ouvidos ao rei Asa e enviou os chefes de seu exército contra as cidades de Israel; conquistou Aion, Dã, Abel-Bet-Maaca, todo o Quineret e até mesmo toda a região de Neftali. 21Quando Baasa o soube, suspendeu os trabalhos em Ramá e voltou a Tersa. 22Então o rei Asa convocou todo o Judá, sem excetuar ninguém; tiraram as pedras e a madeira com as quais Baasa estava fortificando Ramá e com elas o rei fortificou Gaba de Benjamim e Masfa. 23O resto da história de Asa, toda a sua valentia e todos os seus atos, não está tudo escrito no livro dos Anais dos reis de Judá? No tempo de sua velhice, porém, teve uma doença nos pés. 24Asa adormeceu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi, seu pai, e reinou em seu lugar seu filho Josafá.

Reinado de Nadab em Israel (910-909) 25No segundo ano de Asa, rei de Judá,Nadab, filho de Jeroboão, tornou-se rei de Israel e reinou dois anos em Israel. 26Fez o mal aos olhos de Iahweh; imitou o comportamento de seu pai e o pecado ao qual tinha arrastado Israel. 27Baasa, filho de Aías, da casa de Issacar, conspirou contra ele e o assassinou em Gebeton, cidade filistéia que Nadab e todo o Israel sitiavam. 28Baasa matou-o no terceiro ano de Asa, rei de Judá, e reinou em seu lugar. 29Logo que se tornou rei, massacrou toda a casa de Jeroboão, sem poupar ninguém, até ao extermínio, segundo a predição que Iahweh fizera por intermédio de seu servo Aías de Silo, 30por causa dos pecados que ele cometera e fizera Israel cometer, provocando assim a indignação de Iahweh, Deus de Israel. 31O resto da história de Nadab, todos os seus feitos, não está tudo escrito no livro dos Anais dos reis de Israel?(32).

Reinado de Baasa em Israel (909-886) 33No terceiro ano de Asa, rei de Judá, Baasa,filho de Aías, tornou-se rei sobre Israel em Tersa e reinou vinte e quatro anos. 34Fez o mal aos olhos de Iahweh e imitou a conduta de Jeroboão e o pecado ao qual ele tinha arrastado Israel.