/

12

12 A assembléia de Siquém 1Roboão foi para Siquém, pois foi lá que todo o Israel setinha congregado para proclamá-lo rei. (2q Sabendo disso, Jeroboão, filho de Nabat, que

se encontrava no Egito, para onde fugira do rei Salomão, regressou do Egito. 3Mandaram-no chamar e ele veio com toda a assembléia de Israel.) Disseram assim a Roboão: 4“Teu pai tornou pesado o nosso jugo; agora, alivia a dura servidão de teu pai e o jugo pesado que ele nos impôs e nós te serviremos.” 5Ele respondeu-lhes: “Esperai três dias e depois voltai a mim.” E o povo foi-se embora. 6O rei Roboão consultou os anciãos que haviam auxiliado seu pai Salomão durante sua vida, e perguntou: “Que me aconselhais a responder a este povo?” 7Eles lhe responderam: “Se hoje te sujeitares à vontade deste povo, se te submeteres e lhes dirigires boas palavras, então eles serão para sempre teus servidores.” 8Mas ele rejeitou o conselho que os anciãos lhe deram e consultou os jovens que foram seus companheiros de infância e o assistiam. 9Perguntou-lhes: “Que aconselhais que se responda a este povo que me falou assim: ‘Alivia o jugo que teu pai nos impôs’?” 10Os jovens, seus companheiros de infância, responderam-lhe: “Eis o que dirás a este povo que te disse: ‘Teu pai tornou pesado o nosso jugo, mas tu alivia o nosso fardo’; eis o que lhes responderás: ‘Meu dedo mínimo é mais grosso que os rins de meu pai! 11Meu pai vos sobrecarregou com um jugo pesado, mas eu aumentarei ainda o vosso jugo; meu pai vos castigou com açoites, e eu vos açoitarei com escorpiões!’ ” 12Jeroboão e todo o povo vieram para junto de Roboão, no terceiro dia, de acordo com a ordem que ele dera: ‘Voltai a mim daqui a três dias.’ 13O rei respondeu duramente ao povo, rejeitou o conselho dos anciãos 14e, seguindo o conselho dos jovens, falou-lhes assim: “Meu pai tornou vosso jugo pesado, eu o aumentarei ainda: meu pai vos castigou com açoites, e eu vos castigarei com escorpiões.” 15Assim, o rei não ouviu o povo; era uma disposição de Iahweh, para cumprir a palavra que ele dissera a Jeroboão, filho de Nabat, por intermédio de Aías de Silo. 16Quando todo o Israel viu que o rei não os ouvia, responderam-lhe: “Que parte temos com Davi? Não temos herança com o filho de Jessé. Às tuas tendas, ó Israel! E agora, cuida da tua casa, Davi!” E Israel voltou para suas tendas. 17Quanto aos filhos de Israel que moravam nas cidades de Judá, Roboão reinou sobre eles. 18O rei Roboão enviou Aduram, chefe da corvéia, mas todo o Israel o apedrejou e ele morreu; então o rei Roboão subiu depressa a seu carro, a fim de fugir para Jerusalém. 19E Israel se separou da casa de Davi, até o dia de hoje.

O cisma político 20Quando todo o Israel soube que Jeroboão tinha voltado,convidaram-no para a assembléia e proclamaram-no rei sobre todo o Israel; só a tribo de Judá ficou fiel à casa de Davi. 21Quando Roboão voltou a Jerusalém, convocou toda a casa de Judá e a tribo de Benjamim, num todo de cento e oitenta mil guerreiros de escol, para dar combate à casa de Israel e restituir o reino a Roboão, filho de Salomão. 22Mas a palavra de Deus foi dirigida a Semeias, homem de Deus, nestes termos: 23“Fala a Roboão, filho de Salomão, rei de Judá, a toda a casa de Judá, a Benjamim e ao resto do povo: 24Assim fala Iahweh: Não subais para guerrear contra vossos irmãos, os filhos de Israel; volte cada um para sua casa, pois o que aconteceu foi por minha vontade.” Eles obedeceram à ordem de Iahweh e regressaram, como Iahweh lhes ordenara. 25Jeroboão fortificou Siquém na montanha de Efraim e ali se estabeleceu. Depois saiu de lá e fortificou Fanuel.

O cisma religioso 26Jeroboão refletiu consigo mesmo: “Desse jeito, o reino podevoltar à casa de Davi. 27Se este povo continua subindo ao Templo de Iahweh, em Jerusalém, para oferecer sacrifícios, o coração do povo se voltará para seu senhor, Roboão, rei de Judá, e matar-me-ão.”28Depois de ter pedido conselho, fez dois bezerros de ouro e disse ao povo: “Deixai de subir a Jerusalém! Israel, eis o teu Deus que te fez sair da terra do Egito.” 29Erigiu um em Betel, 30e o povo foi em procissão diante do

outro até Dã. 31Estabeleceu o templo dos lugares altos, e designou como sacerdotes homens tirados do povo, que não eram filhos de Levi. 32Jeroboão celebrou uma festa no oitavo mês, no décimo quinto dia do mês, à semelhança da que se celebrava em Judá, e subiu ao altar. Assim fez ele em Betel, sacrificando aos bezerros que fizera e estabeleceu em Betel os sacerdotes dos lugares altos que instituíra. 33Subiu ao altar que tinha feito, no décimo quinto dia do oitavo mês, isto é, no mês que ele escolhera arbitrariamente; instituiu uma festa para os filhos de Israel e subiu ao altar para queimar incenso.