/

11

4 AS SOMBRAS DO REINADO

11 As mulheres de Salomão 1Além da filha de Faraó, o rei Salomão amou muitasmulheres estrangeiras: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias, 2pertencerites às nações das quais Iahweh dissera aos filhos de Israel: “Vós não entrareis em contato com eles e eles não entrarão em contato convosco; pois, certamente, eles desviarão vossos corações para seus deuses.” Mas Salomão se ligou a elas por amor; 3teve setecentas mulheres princesas e trezentas concubinas.4Quando ficou velho, suas mulheres desviaram seu coração para outros deuses e seu coração não foi mais todo de Iahweh, seu Deus, como o fora o de Davi, seu pai. 5Salomão prestou culto a Astarte, deusa dos sidônios, e a Melcom, a abominação dos amonitas. 6Fez o mal aos olhos de Iahweh e não lhe foi fiel plenamente, como seu pai Davi. 7Foi então que Salomão construiu um santuário para Camos, a abominação de Moab, na montanha a leste de Jerusalém, e para Melcom, a abominação dos amonitas. 8Fez o mesmo para todas as suas mulheres estrangeiras, que ofereciam incenso e sacrifícios aos seus deuses. 9Iahweh irritou-se contra Salomão, porque seu coração se desviara de Iahweh, Deus de Israel, que lhe aparecera duas vezes 10e que lhe havia proibido expressamente que seguisse outros deuses, mas ele não obedeceu ao que Iahweh lhe ordenara. 11Então Iahweh disse a Salomão: “Já que procedeste assim e não guardaste minha aliança e as prescrições que te dei, vou tirar-te o reino e dá-lo a um de teus servos. 12Todavia, não o farei durante tua vida, por consideração para com teu pai Davi; é da mão de teu filho que o arrebatarei. 13Nem lhe tirarei o reino todo, mas deixarei ao teu filho uma tribo, por consideração para com o meu servo Davi e para com Jerusalém, que escolhi.”

Os inimigos externos de Salomão 14Iahweh suscitou contra Salomão um inimigo:Adad, o edomita, da estirpe real de Edom. 15Depois que Davi vencera Edom, Joab, general do exército, foi sepultar os mortos e matou todos os varões de Edom. 16Joab e todo o Israel lá permaneceram por seis meses, até exterminar todos os varões de Edom. 17Então Adad fugiu para o Egito com todo os edomitas, servos de seu pai. Ele era ainda muito jovem. 18Partindo de Madiã, chegaram a Farã; tomaram consigo alguns homens de Farã e foram para o Egito, para junto de Faraó, rei do Egito. Faraó deu a Adad uma casa, forneceu-lhe víveres e doou-lhe um terreno. 19Adad ganhou a simpatia de Faraó, que lhe deu por mulher a irmã de sua esposa, a irmã de Táfnis, a Grande Dama. 20A

irmã de Táfnis lhe deu um filho, Genubat, que Táfnis educou no palácio de Faraó; Genubat morava no palácio de Faraó, junto com os filhos deste. 21Quando Adad ouviu dizer, no Egito, que Davi adormecera com seus pais e que Joab, general do exército, estava morto, disse a Faraó: “Deixa-me partir, quero voltar para a minha terra.” 22Faraó lhe respondeu: “Que te falta na minha casa para desejares voltar para tua terra?” — “Nada”, respondeu ele, “mas deixa- me partir.” 25bEis o mal que fez Adad: tratou Israel como inimigo e reinou sobre Edom. 23Iahweh suscitou contra Salomão outro inimigo também: Razon, filho de Eliada, que fugira de seu senhor, Adadezer, rei de Soba. 24Reuniu outros homens em torno de si e tornou-se chefe de um bando (foi então que Davi os massacrou). Razon tomou Damasco, lá se estabeleceu e reinou sobre Damasco.25a Foi um adversário de Israel durante toda a vida de Salomão.

Revolta de Jeroboão 26Jeroboão era filho de Nabat, efraimita de Sareda (sua mãe erauma viúva chamada Sarva); estava a serviço de Salomão e revoltou-se contra o rei. 27Esta foi a causa de sua revolta: Salomão estava construindo o Melo e tapando a brecha da Cidade de Davi, seu pai. 28Jeroboão era um homem valente e forte; vendo Salomão como este jovem era esforçado no trabalho, colocou-o à frente de toda a corvéia da casa de José. 29Aconteceu que, tendo Jeroboão saído de Jerusalém, veio ao seu encontro o profeta Aías de Silo, trajando um manto novo; os dois estavam sozinhos no campo.

30Aías tomou o manto novo que trazia e rasgou-o em doze pedaços. 31E disse a Jeroboão: “Toma para ti dez pedaços, pois assim fala Iahweh, Deus de Israel: Eis que vou arrancar o reino das mãos de Salomão e te darei dez tribos. 32Mas ele ainda ficará com uma tribo, por consideração para com meu servo Davi e para com Jerusalém, cidade que escolhi dentre todas as tribos de Israel. 33É que ele me abandonou, prestou culto a Astarte, deusa dos sidônios, a Camos, deus de Moab, a Melcom, deus dos amonitas, e não andou nos meus caminhos, fazendo o que é reto a meus olhos, nem observou meus estatutos e normas, como seu pai Davi. 34Todavia, não tirarei da mão dele parte alguma do reino, pois o estabeleci príncipe por todo o tempo de sua vida, por consideração para com meu servo Davi, que escolhi, e que observou meus mandamentos e meus estatutos; 35é da mão de seu filho que tirarei o reino e o darei a ti, isto é, as dez tribos. 36Contudo deixarei com o filho dele uma tribo, para que meu servo Davi tenha sempre uma lâmpada diante de mim em Jerusalém, cidade que escolhi para nela colocar meu Nome. 37Quanto a ti, eu te tomarei para reinares sobre tudo o que desejares e serás rei de Israel. 38Se obedeceres a tudo que eu te mandar, se seguires meus caminhos e fizeres o que é reto a meus olhos, observando meus estatutos e meus mandamentos, como fez meu servo Davi, então estarei contigo e construirei para ti uma casa estável, como o fiz para Davi. Eu te entregarei Israel 39e humilharei, por causa disso, a descendência de Davi, mas não para sempre.” 40Salomão procurou matar Jeroboão; mas este fugiu para o Egito, para junto de Sesac, rei do Egito, e permaneceu no Egito até a morte de Salomão.

Fim do reinado 41O resto da história de Salomão, todos os seus feitos, sua sabedoria,não está escrito no livro da História de Salomão? 42O tempo que Salomão reinou em Jerusalém sobre todo o Israel foi de quarenta anos. 43Depois Salomão adormeceu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi, seu pai, e seu filho Roboão reinou em seu lugar.

III. O cisma político e religioso