2º DOMINGO DO ADVENTO II Semana do Saltério

Compartilhar:

 

Invitatório Vigílias

 


V.
Vinde, ó Deus, em meu aulio.
R.
Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente ao Ofício das Leituras.

 

Hino

O Verbo eterno do Pai,

da luz do Pai emanado,

nascendo eleva a história,

caída pelo pecado.

 

Nos corações, vosso amor

queime, qual fogo candente.

Ao escutar vosso anúncio,

fuja a mentira da mente.

 

As profundezas dos seres,

Juiz, vireis penetrar

e, castigando o culpado,

o Reino ao justo entregar.

 

Enfim, liberto das culpas,

fruto de nossas malícias,

no céu possamos gozar

vossas eternas delícias.

 

Ó Cristo, Rei piedoso,

a vós e ao Pai toda a glória,

com o Espírito Santo,

eterna honra e vitória.

 

Salmodia

 

Ant. 1 Eis que o Rei glorioso virá.
com poder vem salvar as nações. Aleluia.

 

Salmo 103(104)

Hino a Deus Criador

Se alguém está em Cristo, é uma criatura nova. O mundo velho desapareceu. Tudo agora é novo (2Cor 5,17).

I

1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor! *
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!

2
De majestade e esplendor vos revestis *
e de luz vos envolveis como num manto.

3 Estendeis qual uma tenda o firmamento, *
construís vosso palácio sobre as águas;

– das nuvens vós fazeis o vosso carro, *
do vento caminhais por sobre as asas;

4
dos ventos fazeis vossos mensageiros, *
do fogo e chama fazeis vossos servidores.

5 A terra vós firmastes em suas bases, *
ficará firme pelos séculos sem fim;

6
os mares a cobriam como um manto, *
e as águas envolviam as montanhas.

7 Ante a vossa ameaça elas fugiram, *
e tremeram ao ouvir vosso trovão;

8 saltaram montes e desceram pelos vales *
ao lugar que destinastes para elas;

9
elas não passam dos limites que fixastes, *
e não voltam a cobrir de novo a terra.

10 Fazeis brotar em meio aos vales as nascentes *
que passam serpeando entre as montanhas;

11 dão de beber aos animais todos do campo, *
e os da selva nelas matam sua sede;

12
às suas margens vêm morar os passarinhos, *
entre os ramos eles erguem o seu canto.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.

Ant. Eis que o Rei glorioso virá.
com poder vem salvar as nações. Aleluia.

 

Ant. 2 Exulta de alegria, ó Sião,

Jerusalém tem confiança e não receies,
está perto o teu Rei e Salvador.

 

II

13 De vossa casa as montanhas irrigais, *
com vossos frutos saciais a terra inteira;

14
fazeis crescer os verdes pastos para o gado *
e as plantas que são úteis para o homem;

15 para da terra extrair o seu sustento *
e o vinho que alegra o coração,

– o óleo que ilumina a sua face *
e o pão que revigora suas forças.

16 As árvores do Senhor são bem viçosas *
e os cedros que no Líbano plantou;

17 as aves ali fazem os seus ninhos *
e a cegonha faz a casa em suas copas;

18
os altos montes são refúgio dos cabritos, *
os rochedos são abrigo das marmotas.

19 Para o tempo assinalar destes a lua, *
e o sol conhece a hora de se pôr;

20 estendeis a escuridão e vem a noite, *
logo as feras andam soltas na floresta;

21
eis que rugem os leões, buscando a presa, *
e de Deus eles reclamam seu sustento.

22 Quando o sol vai despontando, se retiram, *
e de novo vão deitar-se em suas tocas.

23
Então o homem sai para o trabalho, *
para a labuta que se estende até à tarde.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo. *
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém.

Ant. Exulta de alegria, ó Sião,
Jerusalém tem confiança e não receies,
está perto o teu Rei e Salvador.
 

Ant. 3 Purificado seja o nosso coração,
para irmos ao encontro do Senhor,
o grande Rei, porque Ele vem sem mais tardar.

 

III
 

=24 Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras, †
e que sabedoria em todas elas! *
Encheu-se a terra com as vossas criaturas!

=25 Eis o mar tão espaçoso e tão imenso, †
no qual se movem seres incontáveis, *
gigantescos animais e pequeninos;

=26
nele os navios vão seguindo as suas rotas, †
e o monstro do oceano que criastes *
nele vive e dentro dele se diverte.

27 Todos eles, ó Senhor, de vós esperam *
que a seu tempo vós lhes deis o alimento;

28
vós lhes dais o que comer e eles recolhem, *
vós abris a vossa mão e eles se fartam.

=29 Se escondeis a vossa face, se apavoram, †
se tirais o seu respiro, eles perecem *
e voltam para o pó de onde vieram;

30
enviais o vosso espírito e renascem *
e da terra toda a face renovais.

31 Que a glória do Senhor perdure sempre, *
e alegre-se o Senhor em suas obras!

32
Ele olha para a terra, ela estremece; *
quando toca as montanhas, lançam fogo.

33 Vou cantar ao Senhor Deus por toda a vida, *
salmodiar para o meu Deus enquanto existo.

34
Hoje seja-lhe agradável o meu canto, *
pois o Senhor é a minha grande alegria!

=35 Desapareçam desta terra os pecadores, †
e pereçam os perversos para sempre! *
Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. Purificado seja o nosso coração,
para irmos ao encontro do Senhor,
o grande Rei, porque Ele vem sem mais tardar.

 

V. Levantai vossa cabeça e olhai,
R.
Pois a vossa redenção se aproxima.

Primeira leitura

Do Livro do Profeta Isaías 22,8-23

Censura a Jerusalém e ao prefeito Sobna

8 Foi retirada a cobertura de Judá,
e olhaste, nesse dia, o arsenal da casa do Bosque;

9 todos vós podíeis ver quão numerosas
eram as brechas da casa de Davi;
e recolhestes as águas da piscina baixa.

10 Contastes as casas de Jerusalém
e demolistes casas
para construir uma muralha;
11 abristes um lago entre dois muros
para as águas da piscina velha,
mas não vos lembrastes daquele que tudo fez
nem vos apercebestes da ação daquele que operou de longe.

12 Então, o Senhor Deus dos exércitos, naquele dia,
veio convidar-vos a todos para chorar e gemer,
para rapar a cabeça e vestir saco;
13 eis o que se vê: alvoroço e alegria,
matam bois e degolam carneiros,
comem carne e bebem vinho:
“Vamos comer e beber,
pois amanhã estaremos mortos”.

14 Aí, me revelou o Senhor dos exércitos
dentro dos meus ouvidos:
“Ficai certos de que não vos será perdoado este pecado
até morrerdes!Ó diz o Senhor Deus dos exércitos.

15 E isto diz ainda o Senhor Deus dos exércitos:
“Vai ter com este procurador, Sobna,
que é prefeito do palácio:
16 Que força tens aqui? Ou com que estás contando
para mandares lavrar aqui o teu monumento fúnebre?

– fazendo cavar em lugar alto o sepulcro,
ele fazia talhar na pedra uma morada para si. –

17 Pois olha, homem, o Senhor,
pegando-te, com força, te lançará para longe.

18 Ele te transformará numa massa redonda
e te lançará como bola
num terreno largo e espaçoso:
aí ficarás morto,
junto com os carros da tua fama,
– vergonha que és da casa de teu amo.

19 Eu te vou destituir do posto que ocupas
e demitir-te do teu cargo.

20 Acontecerá que nesse dia
chamarei meu servo Eliacim, filho de Helcias,
21 e o vestirei com a tua túnica
e colocarei nele a tua faixa,
porei em suas mãos a tua autoridade;
ele será um pai para os habitantes de Jerusalém
e para a casa de Judá.

22 Eu o farei portar aos ombros
a chave da casa de Davi;
ele abrirá, e ninguém poderá fechar;
ele fechará e ninguém poderá abrir.

23 Hei de fixá-lo como estaca em lugar seguro
e aí ele terá o trono de glória na casa de seu pai!”

 

Responsório Ap 3,7.8

R. O Santo, o Verdadeiro,
Aquele que possui a chave de Davi,
nos fala e nos adverte:

* Uma porta eu abri, diante de teus olhos,
que ninguém pode fechar.

V. Guardaste minha palavra, não negaste o meu nome.

* Uma porta.

 

Segunda leitura

Dos Comentários sobre o Profeta Isaías, de Eusébio de Cesaréia, bispo

(Cap. 40: PG 24, 366-367) (Séc. IV)

 

Uma voz clama no deserto

Uma voz clama no deserto:Preparai o caminho do Senhor, aplainai a estrada de nosso Deus (Is 40,3). O profeta afirma claramente que não será em Jerusalém, mas no deserto que se realizará esta profecia, isto é, a manifestação da glória do Senhor e o anúncio da salvação de Deus para toda a humanidade.

Na verdade, tudo isto se realizou literalmente na história, quando João Batista anunciou no deserto do Jordão a vinda salvífica de Deus e ali se revelou a salvação de Deus. De fato, Cristo manifestou-se a todos em sua glória quando, depois de seu batismo, os céus se abriram e o Espírito Santo, descendo em forma de pomba, pousou sobre ele; e a voz do Pai se fez ouvir, dando testemunho do Filho: Este é o meu Filho amado, escutai-o (Mt 17,5).

Estas coisas foram ditas porque Deus deveria vir ao deserto, desde sempre fechado e inacessível. Com efeito, todas as nações pagãs estavam privadas do conhecimento de Deus, e os homens justos e os profetas de Deus nunca haviam penetrado nelas.

Por este motivo, a voz ordena que se prepare um caminho para a Palavra de Deus e se aplainem os terrenos escarpados e ásperos, a fim de que o nosso Deus possa entrar quando vier. Preparai o caminho do Senhor (Mc 1,3): é esta a pregação evangélica que traz um novo consolo e deseja ardentemente que o anúncio da salvação de Deus chegue a todos os homens.

Sobe a um alto monte, tu, que trazes a boa-nova a Sião. Levanta com força a voz, tu, que trazes a boa-nova a Jerusalém (Is 40,9). Depois que se mencionou a voz que clama no deserto, convêm perfeitamente estas palavras, que se referem aos evangelistas e anunciam a vinda de Deus entre os homens. De fato, a alusão aos evangelistas devia logicamente seguir a profecia sobre João Batista.

Que Sião é esta, senão a que antes se chamava Jerusalém? Era realmente um monte, como declara esta palavra da Escritura: O monte Sião que escolhestes para morada (Sl 73,2). E o Apóstolo: Vós vos aproximastes do monte de Sião (Hb 12,22). Não será uma alusão ao grupo dos apóstolos, escolhido entre o antigo povo da circuncisão?

Tal é, pois, Sião ou Jerusalém, que recebeu a salvação de Deus, e que foi edificada sobre o monte de Deus, isto é, sobre o Verbo, seu Filho único. A ela, que subiu ao alto monte, é que Deus ordena anunciar a palavra da salvação. Mas quem anuncia a boa-nova, senão o coro dos evangelistas? E o que significa anunciar a boa-nova? É proclamar a todos os homens, e em primeiro lugar às cidades de Judá, a vinda de Cristo à terra.

 

Responsório Cf. Mt 11,11.9

R. O Precursor de Jesus Cristo já chegou,
e o próprio Cristo declarou, falando dele:

* Entre todos que nasceram de mulher,
não surgiu ninguém maior que João Batista.

V. É um profeta e é mais que um profeta;
o Salvador assim falou a seu respeito:

* Entre todos.

 

HINO TE DEUM (A VÓS, Ó DEUS, LOUVAMOS)

 

A vós, ó Deus, louvamos,

a vós, Senhor, cantamos.

A vós, Eterno Pai,

adora toda a terra.

 

A vós cantam os anjos,

os céus e seus poderes:

Sois Santo, Santo, Santo,

Senhor, Deus do universo!

 

Proclamam céus e terra

a vossa imensa glória.

A vós celebra o coro

glorioso dos Apóstolos,

 

Vos louva dos Profetas

a nobre multidão

e o luminoso exército

dos vossos santos Mártires.

 

A vós por toda a terra

proclama a Santa Igreja,

ó Pai onipotente,

de imensa majestade,

 

e adora juntamente

o vosso Filho único,

Deus vivo e verdadeiro,

e ao vosso Santo Espírito.

 

Ó Cristo, Rei da glória,

do Pai eterno Filho,

nascestes duma Virgem,

a fim de nos salvar.

 

Sofrendo vós a morte,

da morte triunfastes,

abrindo aos que têm fé

dos céus o reino eterno.

 

Sentastes à direita

de Deus, do Pai na glória.

Nós cremos que de novo

vireis como juiz.

 

Portanto, vos pedimos:

salvai os vossos servos,

que vós, Senhor, remistes

com sangue precioso.

 

Fazei-nos ser contados,

Senhor, vos suplicamos,

em meio a vossos santos

na vossa eterna glória.

 

(A parte que se segue pode ser omitida, se for oportuno).

 

Salvai o vosso povo.

Senhor, abençoai-o.

Regei-nos e guardai-nos

até a vida eterna.

 

Senhor, em cada dia,

fiéis, vos bendizemos,

louvamos vosso nome

agora e pelos séculos.

 

Dignai-vos, neste dia,

guardar-nos do pecado.

Senhor, tende piedade

de nós, que a vós clamamos.

 

Que desça sobre nós,

Senhor, a vossa graça,

porque em vós pusemos

a nossa confiança.

 

Fazei que eu, para sempre,

não seja envergonhado:

Em vós, Senhor, confio,

sois vós minha esperança!

 

Oração

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

Conclusão da Hora

V. Bendigamos ao Senhor.

R. Graças a Deus.

 

 

 

 

 

Invitatorio

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Esta introdução se omite quando o Invitatório precede imediatamente às Laudes.

 

Hino

Em meio à treva escura,
ressoa clara voz.
Os sonhos maus se afastem,
refulja o Cristo em nós. 

 

Despertem os que dormem
feridos de pecado.
Um novo sol já brilha,
o mal vai ser tirado. 

 

Do céu desce o Cordeiro
Que traz a salvação.
Choremos e imploremos
Das culpas o perdão. 

 

E ao vir julgar o mundo
No dia do terror,
Não puna tantas culpas,
Mas venha com amor. 

 

Ao Pai e ao seu Filho
poder e majestade,
e glória ao Santo Espírito
por toda a eternidade. 

Salmodia

Ant. 1 Nossa cidade invencível é Sião,
sua muralha e sua trincheira é o Salvador.
Abri as portas: o Senhor está conosco. Aleluia.

Salmo 117(118)

Canto de alegria e salvação

Ele é a pedra que vós, os construtores, desprezastes, e que se tornou a pedra angular (At 4,11).

1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'

2 A casa de Israel agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
3 A casa de Aarão agora o diga: *
'Eterna é a sua misericórdia!'
4 Os que temem o Senhor agora o digam: *
'Eterna é a sua misericórdia!'

5 Na minha angústia eu clamei pelo Senhor, *
e o Senhor me atendeu e libertou!
6 O Senhor está comigo, nada temo; *
o que pode contra mim um ser humano?
7 O Senhor está comigo, é o meu auxílio, *
hei de ver meus inimigos humilhados.

8 'É melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que pôr no ser humano a esperança;
9 é melhor buscar refúgio no Senhor, *
do que contar com os poderosos deste mundo!'

10 Povos pagãos me rodearam todos eles, *
mas em nome do Senhor os derrotei;
11 de todo lado todos eles me cercaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei;

=12 como um enxame de abelhas me atacaram, †
como um fogo de espinhos me queimaram, *
mas em nome do Senhor os derrotei.

13 Empurraram-me, tentando derrubar-me, *
mas veio o Senhor em meu socorro.
14 O Senhor é minha força e o meu canto, *
e tornou-se para mim o Salvador.

15 'Clamores de alegria e de vitória*
ressoem pelas tendas dos fiéis.
=16 A mão direita do Senhor fez maravilhas, †
a mão direita do Senhor me levantou, *
a mão direita do Senhor fez maravilhas!'

17 Não morrerei, mas, ao contrário, viverei *
para cantar as grandes obras do Senhor!
18 O Senhor severamente me provou, *
mas não me abandonou às mãos da morte.

19 Abri-me vós, abri-me as portas da justiça; *
quero entrar para dar graças ao Senhor!
–20 'Sim, esta é a porta do Senhor, *
por ela só os justos entrarão!'
21 Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes *
e vos tornastes para mim o Salvador!

22 'A pedra que os pedreiros rejeitaram, *
tornou-se agora a pedra angular.
23 Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: *
Que maravilhas ele fez a nossos olhos!
24 Este é o dia que o Senhor fez para nós, *
alegremo-nos e nele exultemos!

25 Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, *
ó Senhor, dai-nos também prosperidade!'
26 Bendito seja, em nome do Senhor, *
aquele que em seus átrios vai entrando!
– Desta casa do Senhor vos bendizemos. *
27 Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

– Empunhai ramos nas mãos, formai cortejo, *
aproximai-vos do altar, até bem perto!
28 Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!
29 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! *
'Eterna é a sua misericórdia!'  

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. 1 Nossa cidade invencível é Sião,
sua muralha e sua trincheira é o Salvador.
Abri as portas: o Senhor está conosco. Aleluia.

Ant.2 Quem tem sede, venha à fonte!
Buscai hoje o Senhor,
que se deixa encontrar. Aleluia.

Cântico Dn 3,52-57

Louvor das criaturas ao Senhor

O Criador é bendito para sempre (Rm 1,25).

52 Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!
– Sede bendito, nome santo e glorioso. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!

53 No templo santo onde refulge a vossa glória. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!
54 E em vosso trono de poder vitorioso. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!

55 Sede bendito, que sondais as profundezas. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!
– E superior aos querubins vos assentais. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!

56 Sede bendito no celeste firmamento. *
A vós louvor, honra e glória eternamente!
57 Obras todas do Senhor, glorificai-o. *
A Ele louvor, honra e glória eternamente!  

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.   

Ant.2 Quem tem sede, venha à fonte!
Buscai hoje o Senhor,
que se deixa encontrar. Aleluia.

Ant.3 Nosso Deus há de vir com poder
iluminar nosso olhar. Aleluia.

Salmo 150

Louvai o Senhor

Salmodiai com o espírito e salmodiai com a mente, isto é: glorificai a Deus com a alma e com o corpo (Hesíquio).

1 Louvai o Senhor Deus no santuário, *
louvai-o no alto céu de seu poder!
2 Louvai-o por seus feitos grandiosos, *
louvai-o em sua grandeza majestosa!

3 Louvai-o com o toque da trombeta, *
louvai-o com a harpa e com a cítara!
4 Louvai-o com a dança e o tambor, *
louvai-o com as cordas e as flautas!

5 Louvai-o com os címbalos sonoros, *
louvai-o com os címbalos de júbilo!
– Louve a Deus tudo o que vive e que respira, *
tudo cante os louvores do Senhor!  

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.   

Ant.3 Nosso Deus há de vir com poder
iluminar nosso olhar. Aleluia.

Leitura breve Rm 13,11-12
Já é hora de despertar. Com efeito, agora a salvação está mais perto de nós do que quando abraçamos a fé. A noite já vai adiantada, o dia vem chegando: despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da luz.

Responsório breve
R. Mesmo as trevas para vós não são escuras,
* Vós sois a luz do mundo, aleluia! R. Mesmo as trevas.
Senhor, sondai-me, conhecei meu coração!
* Vós sois. Glória ao Pai. R. Mesmo as trevas.

CÂNTICO EVANGÉLICO(BENEDICTUS) Lc 1,68-79

Ant. João Batista apareceu no deserto
batizando e pregando um batismo
de conversão para o perdão dos pecados.

O Messias e seu Precursor

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *
porque a seu povo visitou e libertou;
69 e fez surgir um poderoso Salvador *
na casa de Davi, seu servidor,

70 como falara pela boca de seus santos, *
os profetas desde os tempos mais antigos,
71 para salvar-nos do poder dos inimigos *
e da mão de todos quantos nos odeiam.

72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *
recordando a sua santa Aliança
73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *
de conceder-nos
74 que, libertos do inimigo,
= a ele nós sirvamos sem temor †
75 em santidade e em justiça diante dele, *
enquanto perdurarem nossos dias.

=
76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †
pois irás andando à frente do Senhor *
para aplainar e preparar os seus caminhos,
77
anunciando ao seu povo a salvação, *
que está na remissão de seus pecados;

78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,
79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *
= e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos, *
guiando-os no caminho da paz.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. João Batista apareceu no deserto
batizando e pregando um batismo
de conversão para o perdão dos pecados.


Preces
Rezemos irmãos caríssimos a nosso Senhor Jesus Cristo, Juiz dos vivos e dos mortos; e digamos:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus Cristo, que viestes salvar os pecadores,
- defendei-nos de toda tentação. R.

Senhor Jesus Cristo, que vireis cheio de glória para julgar o mundo,
- manifestai em nós o poder da vossa salvação. R.

Ajudai-nos a cumprir, na força do Espírito, os mandamentos de vossa lei,
- para que possamos acolher com amor o dia de vossa vinda. R.

Senhor Jesus Cristo, que sois eternamente glorificado pelos anjos e santos,
ensinai-nos por vossa misericórdia a viver neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade,
- aguardando a feliz esperança da vossa vinda gloriosa. R.

(intenções livres)

Pai nosso...

Oração

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

 O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

 

Oração das Nove Horas (Hora Terça)

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


Hino

Vinde, Espírito de Deus,
com o Filho e com o Pai,
inundai a nossa mente,
nossa vida iluminai.

Boca, olhos, mãos, sentidos,
tudo posa irradiar
o amor que em nós pusestes
para aos outros inflamar.

A Deus Pai e ao seu Filho
por vós dai-nos conhecer.
Que de ambos procedeis
dai-nos sempre firmes crer.

 

Salmodia
 

Ant. Anunciaram os profetas,
que, da Virgem Maria, nascerá o Salvador.


Salmo 22(23)

O Bom Pastor

O Cordeiro será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água da vida (Ap 7,17).

1 O Senhor é o pastor que me conduz; *
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes *
ele me leva a descansar.
– Para as águas repousantes me encaminha, *
3 e restaura as minhas forças.

– Ele me guia no caminho mais seguro, *
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, *
nenhum mal eu temerei;
– estais comigo com bastão e com cajado; *
eles me dão a segurança!

5 Preparais à minha frente uma mesa, *
bem à vista do inimigo,
– e com óleo vós ungis minha cabeça; *
o meu cálice transborda.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me *
por toda a minha vida;
– e, na casa do Senhor, habitarei *
pelos tempos infinitos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 


Salmo 75(76)

Ação de graças pela vitória

Verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens dos céus (Mt 24,30).
 

I

2 Em Judá o Senhor Deus é conhecido, *
e seu nome é grandioso em Israel.
3 Em Salém ele fixou a sua tenda,*
em Sião edificou sua morada.

4 E ali quebrou os arcos e as flechas, *
os escudos, as espadas e outras armas.
5 Resplendente e majestoso apareceis *
sobre montes de despojos conquistados.

=6 Despojastes os guerreiros valorosos †
que já dormem o seu sono derradeiro, *
incapazes de apelar para os seus braços.
7 Ante as vossas ameaças, ó Senhor, *
estarreceram-se os caros e os cavalos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.


II

8 Sois terrível, realmente, Senhor Deus! *
E quem pode resistir à vossa ira?
9 Lá do céu pronunciastes a sentença, *
e a terra apavorou-se e emudeceu,
10 quando Deus se levantou para julgar *
e libertar os oprimidos desta terra.

11 Mesmo a revolta dos mortais vos dará glória, *
e os que sobraram do furor vos louvarão.
12 Ao vosso Deus fazei promessas e as cumpri; *
vós que o cercais, trazei ofertas ao Terrível;
13 ele esmaga os reis da terra em seu orgulho, *
e faz tremer os poderosos deste mundo!
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Ant. Anunciaram os profetas,

que, da Virgem Maria, nascerá o Salvador.

Leitura breve
Rm 13,13-14a

Procedamos honestamente, como em pleno dia: nada de glutonerias e bebedeiras, nem de orgias sexuais e imoralidades, nem de brigas e rivalidades. Pelo contrário, revesti-vos do Senhor Jesus Cristo.

 

V. As nações respeitarão o vosso nome.

R. E os reis de toda a terra, a vossa glória.


Oração
 

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das Doze Horas (Hora Sexta)

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

 

Hino


Ó Deus, verdade e força
que o mundo governais,
da aurora ao meio-dia,
a terra iluminais.

De nós se afaste a ira,
discórdia e divisão.
Ao corpo dai saúde,
e paz ao coração.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
por Cristo Salvador,
que vive com o Espírito
convosco pelo Amor.

Salmodia

Ant. Disse o anjo à Virgem:
Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo;
és bendita entre todas as mulheres da terra.

Salmo 22(23)

O Bom Pastor

O Cordeiro será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água da vida (Ap 7,17).

1 O Senhor é o pastor que me conduz; *
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes *
ele me leva a descansar.
– Para as águas repousantes me encaminha, *
3 e restaura as minhas forças.

– Ele me guia no caminho mais seguro, *
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, *
nenhum mal eu temerei;
– estais comigo com bastão e com cajado; *
eles me dão a segurança!

5 Preparais à minha frente uma mesa, *
bem à vista do inimigo,
– e com óleo vós ungis minha cabeça; *
o meu cálice transborda.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me *
por toda a minha vida;
– e, na casa do Senhor, habitarei *
pelos tempos infinitos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 


Salmo 75(76)

Ação de graças pela vitória

Verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens dos céus (Mt 24,30).


I

2 Em Judá o Senhor Deus é conhecido, *
e seu nome é grandioso em Israel.
3 Em Salém ele fixou a sua tenda,*
em Sião edificou sua morada.

4 E ali quebrou os arcos e as flechas, *
os escudos, as espadas e outras armas.
5 Resplendente e majestoso apareceis *
sobre montes de despojos conquistados.

=6 Despojastes os guerreiros valorosos †
que já dormem o seu sono derradeiro, *
incapazes de apelar para os seus braços.
7 Ante as vossas ameaças, ó Senhor, *
estarreceram-se os caros e os cavalos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 


II

8 Sois terrível, realmente, Senhor Deus! *
E quem pode resistir à vossa ira?
9 Lá do céu pronunciastes a sentença, *
e a terra apavorou-se e emudeceu,
10 quando Deus se levantou para julgar *
e libertar os oprimidos desta terra.

11 Mesmo a revolta dos mortais vos dará glória, *
e os que sobraram do furor vos louvarão.
12 Ao vosso Deus fazei promessas e as cumpri; *
vós que o cercais, trazei ofertas ao Terrível;
13 ele esmaga os reis da terra em seu orgulho, *
e faz tremer os poderosos deste mundo!
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.
 

Ant. Disse o anjo à Virgem:
Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo;
és bendita entre todas as mulheres da terra.

Leitura breve 1Ts 3,12-13
O Senhor vos conceda que o amor entre vós e para com todos aumente e transborde sempre mais, a exemplo do amor que temos por vós. Que assim ele confirme os vossos corações numa santidade sem defeito aos olhos de Deus, nosso Pai, no dia da vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos.

V. Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos,
pelo amor que demonstrais ao vosso povo!
R. Visitai-me com a vossa salvação!

Oração

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

Oração das Quinze Horas (Hora Nona)


 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino


Vós que sois o Imutável,
Deus fiel, Senhor da História,
nasce e morre a luz do dia,
revelando a vossa glória.

Seja a tarde luminosa
numa vida permanente.
E da santa morte o prêmio
nos dê glória eternamente.

Escutai-nos, ó Pai Santo,
pelo Cristo, nosso irmão,
que convosco e o Espírito
vive em plena comunhão.

Salmodia

Ant. E Maria disse ao anjo:
O que vem significar essa tua saudação?
A minh'alma perturbou-se:
Serei mãe do grande Rei, conservando a virgindade!


Salmo 22(23)

O Bom Pastor

O Cordeiro será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água da vida (Ap 7,17).

1 O Senhor é o pastor que me conduz; *
não me falta coisa alguma.
2 Pelos prados e campinas verdejantes *
ele me leva a descansar.
– Para as águas repousantes me encaminha, *
3 e restaura as minhas forças.

– Ele me guia no caminho mais seguro, *
pela honra do seu nome.
4 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, *
nenhum mal eu temerei;
– estais comigo com bastão e com cajado; *
eles me dão a segurança!

5 Preparais à minha frente uma mesa, *
bem à vista do inimigo,
– e com óleo vós ungis minha cabeça; *
o meu cálice transborda.

6 Felicidade e todo bem hão de seguir-me *
por toda a minha vida;
– e, na casa do Senhor, habitarei *
pelos tempos infinitos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 


Salmo 75(76)

Ação de graças pela vitória

Verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens dos céus (Mt 24,30).

I
2 Em Judá o Senhor Deus é conhecido, *
e seu nome é grandioso em Israel.
3 Em Salém ele fixou a sua tenda,*
em Sião edificou sua morada.

4 E ali quebrou os arcos e as flechas, *
os escudos, as espadas e outras armas.
5 Resplendente e majestoso apareceis *
sobre montes de despojos conquistados.

=6 Despojastes os guerreiros valorosos †
que já dormem o seu sono derradeiro, *
incapazes de apelar para os seus braços.
7 Ante as vossas ameaças, ó Senhor, *
estarreceram-se os caros e os cavalos.
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

II
8 Sois terrível, realmente, Senhor Deus! *
E quem pode resistir à vossa ira?
9 Lá do céu pronunciastes a sentença, *
e a terra apavorou-se e emudeceu,
10 quando Deus se levantou para julgar *
e libertar os oprimidos desta terra.

11 Mesmo a revolta dos mortais vos dará glória, *
e os que sobraram do furor vos louvarão.
12 Ao vosso Deus fazei promessas e as cumpri; *
vós que o cercais, trazei ofertas ao Terrível;
13 ele esmaga os reis da terra em seu orgulho, *
e faz tremer os poderosos deste mundo!
 

–Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 
 

Ant. E Maria disse ao anjo:
O que vem significar essa tua saudação?
A minh'alma perturbou-se:
Serei mãe do grande Rei, conservando a virgindade!


Leitura breve
2Ts 1,6.7.10

É justo, de fato, que Deus conceda o repouso a vós, oprimidos, juntamente conosco, por ocasião da manifestação do Senhor Jesus, que virá do céu com os anjos do seu poder, quando ele vier para ser glorificado na pessoa dos seus santos e para ser admirado na pessoa de todos os que tiverem crido.

 

V. Oh vinde, Senhor, não tardeis mais!

R. Libertai vosso povo do pecado!

 

Oração

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Conclusão da Hora

V.Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.

 

 

V. Vinde, ó Deus, em meu aulio.

R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.
Como era no prinpio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino


Eterna luz dos homens,
dos astros Criador,
ouvi as nossas preces,
de todos Redentor.

Ao ver compadecido
do mundo a perdição,
em vosso amor viestes
trazer-lhe a salvação.

Se sombra do pecado
a tudo escurecia,
Esposo, vós saístes
do seio de Maria.

Ao simples ecoar
do vosso nome eterno,
joelhos vão dobrando
o céu, a terra, o inferno.

Um dia voltareis,
Juiz e Rei de tudo.
Oh dai-nos hoje a graça,
na tentação escudo.

Ao Pai e ao Filho glória,
ao Espírito também,
louvor, honra e vitória,
Agora e sempre. Amém

Salmodia

Ant.1. O Senhor há de vir sobre as nuvens do céu
com grande poder. Aleluia.

Salmo 109(110),1-5.7

O Messias, Rei e Sacerdote

É preciso que ele reine, até que todos os seus inimigos estejam debaixo de seus pés (1Cor 15, 25).

1 Palavra do Senhor ao meu Senhor: *
'Assenta-te ao meu lado direito
– até que eu ponha os inimigos teus *
como escabelo por debaixo de teus pés!'

=2 O Senhor estenderá desde Sião †
vosso cetro de poder, pois Ele diz: *
'Domina com vigor teus inimigos;

=3 tu és príncipe desde o dia em que nasceste; †
na glória e esplendor da santidade, *
como o orvalho, antes da aurora, eu te gerei!'

=4 Jurou o Senhor e manterá sua palavra: †
'Tu és sacerdote eternamente, *
segundo a ordem do rei Melquisedec!'

5 À vossa destra está o Senhor, Ele vos diz: *
'No dia da ira esmagarás os reis da terra!
7 Beberás água corrente no caminho, *
por isso seguirás de fronte erguida!'

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. O Senhor há de vir sobre as nuvens do céu
com grande poder. Aleluia.

Ant.2. Eis que vem o Senhor com certeza;
se ele tarda, espera e confia,
pois virá sem demora. Aleluia.

Salmo 113 B(115)

Louvor ao Deus verdadeiro

Vós vos convertestes, abandonando os falsos deuses, para servir ao Deus vivo e verdadeiro (1Ts 1,9).

=1 Não a nós, ó Senhor, não a nós, †
ao vosso nome, porém, seja a glória, *
porque sois todo amor e verdade!
2 Por que hão de dizer os pagãos: *
'Onde está o seu Deus, onde está?'

3 É nos céus que está o nosso Deus, *
ele faz tudo aquilo que quer.
4 São os deuses pagãos ouro e prata, *
todos eles são obras humanas. 

5 Têm boca e não podem falar, *
têm olhos e não podem ver;
6 têm nariz e não podem cheirar, *
tendo ouvidos, não podem ouvir.

=7 Têm mãos e não podem pegar, †
têm pés e não podem andar; *
nenhum som sua garganta produz.
8 Como eles serão seus autores, *
que os fabricam e neles confiam.

9 Confia, Israel, no Senhor. *
Ele é teu auxílio e escudo!
10 Confia, Aarão, no Senhor. *
Ele é teu auxílio e escudo!
11 Vós que o temeis, confiai no Senhor. *
Ele é vosso auxílio e escudo!

12 O Senhor se recorda de nós, *
o Senhor abençoa seu povo.
– O Senhor abençoa Israel, *
o Senhor abençoa Aarão;

13 abençoa aqueles que o temem, *
abençoa pequenos e grandes!
14 O Senhor multiplique a vós todos, *
a vós todos, também vossos filhos!
15 Abençoados sejais do Senhor, *
do Senhor que criou céu e terra!

16 Os céus são os céus do Senhor, *
mas a terra ele deu para os homens.
17 Não vos louvam os mortos, Senhor, *
nem aqueles que descem ao silêncio.
18 Nós, os vivos, porém, bendizemos *
ao Senhor desde agora e nos séculos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. Eis que vem o Senhor com certeza;
se ele tarda, espera e confia,
pois virá sem demora. Aleluia.

Ant.3 O Senhor Legislador, o Senhor e nosso Rei
há de vir para salvar-nos.

Cântico Cf. Ap 19,1-2.5-7

As núpcias do Cordeiro

= Aleluia, (Aleluia!).
1 Ao nosso Deus a salvação, *
honra, glória e poder! (Aleluia!).
2 Pois são verdade e justiça *
os juízos do Senhor.
R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
5 Celebrai o nosso Deus, *
servidores do Senhor! (Aleluia!).
– E vós todos que o temeis, *
vós os grandes e os pequenos!
R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
6 De seu reino tomou posse *
nosso Deus onipotente! (Aleluia!).
7 Exultemos de alegria,*
demos glória ao nosso Deus!
R. Aleluia, (Aleluia!).

= Aleluia, (Aleluia!).
Eis que as núpcias do Cordeiro *
redivivo se aproximam! (Aleluia!).
– Sua Esposa se enfeitou, *
se vestiu de linho puro.
R. Aleluia, (Aleluia!).

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Ant. O Senhor Legislador, o Senhor e nosso Rei
há de vir para salvar-nos.

Leitura breve Fl 4,4-5
Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. Que a vossa bondade seja conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo!

Responsório breve
R. Alegremo-nos, todos, no Senhor!
* Alegremo-nos, pois ele está bem perto! R. Alegremo-nos.
V. Favorecestes, ó Senhor, a vossa terra, libertastes os cativos de Jacó.
* Alegremo-nos. Glória ao Pai. R. Alegremo-nos.

Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. João pregava e dizia:
Virá alguém depois de mim,
que será mais forte do que eu;
não sou digno de servi-lo e desatar suas sandálias.

A alegria da alma no Senhor

46 A minha alma engrandece ao Senhor *
47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
48 pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

49 O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome!
50 Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam;

51 demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos;
52
 derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou;

53 De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos.
54 Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor,

55
 como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. João pregava e dizia:
Virá alguém depois de mim,
que será mais forte do que eu;
não sou digno de servi-lo e desatar suas sandálias.

Preces
Imploremos, irmãos caríssimos, a Cristo Redentor, que veio salvar a humanidade; e digamos confiantes:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus Cristo, que pelo ministério da encarnação revelastes aos seres humanos a glória da vossa divindade,
- dai vida ao mundo com a vossa vinda. R.

Vós, que assumistes a fragilidade da natureza humana,
- concedei-nos a vossa misericórdia. R.

Vós, que, na primeira vez, viestes humilde, para remir o mundo de seus pecados,
- quando vierdes novamente, absolvei-nos de toda culpa. R.

Vós, que viveis eternamente e tudo governais com justiça,
- por vossa bondade, fazei-nos alcançar a herança prometida. R.

(intenções livres)

Vós, que estais sentado à direita do Pai,
- alegrai as almas dos nossos defuntos com a luz da vossa face. R.

Pai nosso...


Oração

Ó Deus todo-poderoso e cheio de misericórdia, nós vos pedimos que nenhuma atividade terrena nos impeça de correr ao encontro do vosso Filho, mas, instruídos pela vossa sabedoria, participemos da plenitude de sua vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora

 O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

 

DEPOIS DAS II VÉSPERAS DOS DOMINGOS E SOLENIDADES

 


V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)

Hino

Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, possam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Salmodia

Ant. Não temerás terror algum durante a noite:
o Senhor te cobrirá com suas asas.

Salmo 90(91)

Sob a proteção do Altíssimo

Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões (Lc 10,19).

1 Quem habita ao abrigo do Altíssimo *
e vive à sombra do Senhor onipotente,
2 diz ao Senhor: 'Sois meu refúgio e proteção, *
sois o meu Deus, no qual confio inteiramente'.

3 Do caçador e do seu laço ele te livra. *
Ele te salva da palavra que destrói.
4 Com suas asas haverá de proteger-te, *
com seu escudo e suas armas, defender-te.

5 Não temerás terror algum durante a noite, *
nem a flecha disparada em pleno dia;
6 nem a peste que caminha pelo escuro, *
nem a desgraça que devasta ao meio-dia;

=7 Podem cair muitos milhares a teu lado, †
podem cair até dez mil à tua direita: *
nenhum mal há de chegar perto de ti.

8 Os teus olhos haverão de contemplar *
o castigo infligido aos pecadores;
9 pois fizeste do Senhor o teu refúgio, *
e no Altíssimo encontraste o teu abrigo.

10 Nenhum mal há de chegar perto de ti, *
nem a desgraça baterá à tua porta;
11 pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos *
para em todos os caminhos te guardarem.

12 Haverão de te levar em suas mãos, *
para o teu pé não se ferir nalguma pedra.
13 Passarás por sobre cobras e serpentes, *
pisarás sobre leões e outras feras.

14 'Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo *
e protegê-lo, pois meu nome ele conhece.
15 Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, *
e a seu lado eu estarei em suas dores.

= Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, †
16 vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, *
e vou mostrar-lhe minha graça e salvação'.

 

– Glória ao Pai...

 

Ant. Não temerás terror algum durante a noite:
o Senhor te cobrirá com suas asas.

Leitura breve             Ap 22,4-5

Verão a sua face e o seu nome estará sobre suas frontes. Não haverá mais noite: não se precisará mais da luz da lâmpada, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus vai brilhar sobre eles e eles reinarão por toda a eternidade.

Responsório breve
R.
Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R. Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
* Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.

Cântico evangélico, ant.



Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32

Cristo, luz das nações e glória de seu povo

29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.

 

– Glória ao Pai...

 

Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração

Depois de celebrarmos neste dia a ressurreição do vosso Filho, nós vos pedimos, humildemente, Senhor, que descansemos seguros em vossa paz e despertemos alegres para cantar vosso louvor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.

 

Antífona final de Nossa Senhora


Ó Mãe do Redentor, do céu ó porta,
ao povo que caiu, socorre e exorta,
pois busca levantar-se, Virgem pura,
nascendo o Criador da criatura:
tem piedade de nós e ouve, suave,
o anjo te saudando com seu Ave!

Ou:


Ave, Rainha do céu;
ave, dos anjos Senhora;
ave, raiz, ave, porta;
da luz do mundo és aurora.
Exulta, ó Virgem tão bela,
as outras seguem-te após;
nós te saudamos: adeus!
E pede a Cristo por nós!
Virgem Mãe, ó Maria!